Translator

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

As capas dos jornais e as principais notícias de Sábado, 14 de Janeiro de 2012.

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Espanha contra portagens na A22
Camião cisterna com azeite despista-se
Grupo falsificava contratos
Leiria: Homem encontrado morto
Sesimbra: Mulher sequestrada
Portela: Aprendidos 45 quilos de cocaína
PS quer período de nojo

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Administradores do Banco de Portugal abdicam dos subsídios de férias e Natal
PS acusa Governo de incapacidade de dar sinal de maior desafogo na economia
Governo lamenta e considera infundado corte do "rating" de Portugal
Paulo Rangel pede cuidado redobrado nas nomeações para cargos dirigentes
Passos Coelho deve ser menos analista e mais líder, diz Marcelo
Os suspeitos do costume empataram Paços e Marítimo

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

O teste à coragem de Jardim
Secularização e destino da Europa
Quando as palavras lhes caem em cima
"Caça à multa" é termo pouco feliz mas dá que pensar
Pais fazem plantão para ver a comida dos filhos
GNR 'resgata' dois milhões em IVA
O fim da paixão ocidental

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Ex-Qimonda "corta" cinco dias de férias
Extinto grupo da GNR de ataque a incêndios florestais
Aumento de 50% no passe do metro de Lisboa
Euromilhões sem totalistas
Operários salvam têxtil e empregam 20 ex-colegas
Rui Moreira: "Não podemos perder Leixões"
Distúrbios cancelam venda de iPhone 4S na China

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

Administração do Banco de Portugal abdica dos subsídios
Bruxelas lamenta decisão "inconsistente" da S&P
Governo diz que corte da S&P é "infundado"
Os novos ‘ratings’ do euro
Alemanha e Irlanda entre os poupados pela S&P
S&P corta nove ‘ratings’ no euro, França e Áustria perdem nota máxima
Portugal classificado como ‘lixo’ na S&P, Moody’s e Fitch

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

FEEF ameaçado?
Administração do Banco de Portugal abdica dos subsídios
S&P corta nove países do euro e coloca Itália a três níveis de "lixo" (act.)
Clube do "triplo A" perde dois membros
Benfica desiste de negociar direitos televisivos com Pais do Amaral
Governo português lamenta decisão da S&P (act.)
As "piadas" do dia em que a S&P cortou notações

Capa do A Bola A Bola

Leandro Damião é hipótese para o PSG depois da recusa de Pato
Partizan contrata Avram Grant
Novo contrato de Neymar já foi registado na Federação
Villas Boas segue Bryan Cristante
Man. United: Ravel Morrison na agenda de Mourinho
Rui Guimarães convidado para selecionador do Bahrein
Rúben Amorim mantém a forma em Almada

Capa do Record Record

Liverpool deseja João Moutinho
Hélder Barbosa na batalha
Brasileiro Vinícius reforça defesa
Novo herói em Coimbra
Comício em equação
Retirou-se do futebol para doar um rim à filha
Amor incondicional

Capa do O Jogo O Jogo

Arnaldo ruma à Letónia
Pedro Martins: "Empate acaba por ser bom"
Henrique Calisto: "Merecíamos os três pontos"
Partilha de pontos na Mata Real
Harry Redknapp critica City dispendioso
Convocados para a deslocação a Olhão
Paulo Alves convoca 19 jogadores para a visita ao Feirense

OS ALARMES, DE TERRORISMO, DA EMBAIXADA AMERICANA, NA TAILÂNDIA NÃO SÃO MOTIVOS DE PREOCUPAÇÕES A RESIDENTES OU TURISTAS!

.
Chalerm nega ameaça de terrorismo na Tailândia
The Nation

Posted Image
EUA seguinte aviso Embaixada para os americanos, autoridades tailandesas confirmar prisão do suspeito ligado ao Hezbollah
Altos funcionários tailandeses, ontem,  negaram que a Tailândia enfrentou uma ameaça imediata terroristas, na sequência de um alerta dramático pela Embaixada dos EUA aos americanos que vivem aqui.
.
As autoridades tailandesas, liderada pelo vice-primeiro-ministro Chalerm Yoobamrung, no entanto, confirmou a prisão de um suspeito de terrorismo e admitiu que a segurança estava sendo intensificada. Os funcionários, no entanto, eram ambíguas e até mesmo confuso em suas declarações, e do embaixador dos EUA para a Tailândia depois insistiu que o aviso da embaixada "ainda se mantém".
.
Chalerm disse que a polícia havia detido um homem libanês com ligações suspeitas com o grupo militante Hezbollah. Em outras entrevistas anteriores, Chalerm tinha falado sobre duas prisões.
.
O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Tailândia e da polícia disseram que o governo Banguecoque tinha-se mantido, em um constante alerta terrorista, por algum tempo, mas a situação agora estava "sob controle" a cooperação com as autoridades seguintes inteligência internacionais e pisou-up medidas locais.
.
Claro, que era o status da pessoa ou pessoas sob custódia. As últimas informações indicam que apenas uma pessoa foi interrogado e sem nenhuma, suspeita,  havia sido encontrada.
.
O primeiro-ministro  Yingluck 
Shinawatrambém disse que a situação estava sob controle, e que o alerta não foi nada de anormal.
Vigilância intensificada
Uma fonte de inteligência disse ao jornal The Nation que um homem estrangeiro havia sido detido, mas ele era um de um punhado de terroristas suspeitos que entraram no país. O homem ainda estava sob custódia ontem, mas ele se recusou a dar qualquer declaração, de acordo com a fonte.
.
"Este suspeito entrou na Tailândia muitas vezes", disse a fonte. "As medidas de segurança seguiram seu curso. Polícia à paisana foram implantados em Khao San Road e vigilância também foi intensificada em Pattaya."
.
Frenética negação do governo tailandês de uma ameaça imediata e grave terroristas ocorreu horas depois de a Embaixada dos EUA postou em sua página inicial o aviso no-nonsense, que a embaixadora Kristie Kenney descreveria mais tarde em um de seus tweets como "real e específico Bangkok".
.
"Terroristas estrangeiros podem ser actualmente à procura de realizar ataques contra áreas turísticas em Banguecoque, em um futuro próximo", a Embaixada dos EUA em Bangcoc disse na mensagem de emergência publicado em seu website.
.
"Cidadãos dos EUA são instados a ter cuidado ao visitar áreas públicas onde grandes grupos de turistas ocidentais se reúnem em Bangkok".
.
Funcionários dos governos tailandês disse que o homem sob custódia tinha suspeitado links para o grupo militante Hezbollah.
.
Um oficial sénior da inteligência tailandesa, que não quis ser identificado, disse à agência de notícias AFP que o Reino tinha sido informado antes do Ano Novo por parte de Israel de uma possível ameaça. O suspeito foi detido na quinta-feira, enquanto o outro homem já havia fugido do país, disse ele.
"Nada para se preocupar"
.
Chalerm disse à AFP por telefone que o suspeito detido estava sendo interrogado por autoridades tailandesas.
.
"Nós já temos um suspeito sob custódia para interrogatório em um prédio do governo em Banguecoque. Ele é um Hezbollah [membro] do Líbano", disse ele.
.
"Quero assegurar às pessoas que não há nada para se preocupar. A polícia vai cuidar da situação e tudo estará sob controle."
.
O ministro da Defesa Yuthasak Sasiprapha parecia levar a ameaça mais a sério. Ele disse que a segurança seria reforçada ontem à noite, se não houver mais informações surgiram sobre o esconderijo de outros suspeitos.
.
De acordo com Yuthasak, citado por tailandeses Rath online, israelenses que vivem na Tailândia eram temidos a ser alvos, uma situação que naturalmente preocupado a embaixada americana. Ele disse que temia o período de ataque foi entre 13-15 janeiro.
.
Em resposta a uma pergunta do Twitter após a negação do governo tailandês de ameaça imediata, o embaixador dos EUA disse que a advertência de sua embaixada para cidadãos norte-americanos continuavam em vigor.
.
Hezbollah, um iraniano e sírio--backed grupo muçulmano xiita, está na lista negra como uma organização terrorista por Washington e atualmente domina o governo libanês.
.
"Israel estava desconfiado de que estes dois homens poderiam ser terroristas, assim que deu a informação, incluindo seus nomes, a nossa polícia antes do Ano Novo", o oficial sênior da inteligência à AFP.
.
"Esses dois homens entraram na Tailândia há um tempo atrás, mas não realizar qualquer atividade terrorista. Eu me pergunto por que Israel estava desconfiado sobre eles."
.
Após inundações devastadoras do ano passado, o aviso da embaixada é mais um golpe para a imagem turística da Tailândia-friendly, somando-se anos de turbulência política que às vezes se tornaram violentos e sangrentos.
.
Em agosto de 2003, alegou mastermind Riduan Isamuddin, um indonésio conhecido como Hambali, foi preso na Tailândia. Ele era suspeito de ser representante da Al-Qaeda no Sudeste Asiático e chefe operacional do Sudeste Asiático grupo militante Jemaah Islamiyah.
.


-- The Nation 2012-01-14
Chalerm denies threat of terror
The Nation

Posted Image

Following US Embassy warning to Americans, Thai authorities confirm arrest of suspect linked to Hezbollah

Senior Thai officials scrambled yesterday to deny that Thailand faced an immediate terrorist threat, following a dramatic warning by the US Embassy to Americans living here.

The Thai authorities, led by Deputy Prime Minister Chalerm Yoobamrung, however, confirmed the arrest of a terrorist suspect and admitted that security was being stepped up. The officials, however, were ambiguous and even confusing in their statements, and the US ambassador to Thailand insisted afterwards that the embassy warning "still holds".

Chalerm said police had detained a Lebanese man with suspected links to the Hezbollah militant group. In other interviews earlier, Chalerm had talked about two arrests.

The Thai Foreign Ministry and the police both said the Bangkok government had been on a constant terrorist alert for some time, but the situation was now "under control" following cooperation with international intelligence authorities and stepped-up local measures.

Unclear, of course, was the status of the person or persons in custody. The latest information indicated that only one person was interrogated and no charge had yet been levelled.

Prime Minister Yingluck Shinawatra also said the situation was under control, and that the alert was nothing unusual.

Surveillance intensified

An intelligence source told The Nation that one foreign man had been detained, but he was one of a few suspected terrorists who have entered the country. The man was still in custody yesterday but he had refused to give any statement, according to the source.

"This suspect has entered Thailand many times," the source said. "Security measures have been on-going. Police in plain clothes have been deployed at Khao San Road and surveillance has also been intensified in Pattaya."

The Thai government's frantic denial of an immediate and serious terrorist threat came hours after the US Embassy posted on its home page the no-nonsense warning, which Ambassador Kristie Kenney would describe later in one of her tweets as "real and Bangkok specific".

"Foreign terrorists may be currently looking to conduct attacks against tourist areas in Bangkok in the near future," the US Embassy in Bangkok said in the emergency message posted on its website.

"US citizens are urged to exercise caution when visiting public areas where large groups of Western tourists gather in Bangkok."

Thai officials said the man in custody had suspected links to the Hezbollah militant group.

A senior Thai intelligence officer, who did not want to be named, told news agency AFP that the Kingdom had been informed before the New Year by Israel of a possible threat. The suspect was detained on Thursday while the other man had already fled the country, he said.

'Nothing to worry about'

Chalerm told AFP by telephone that the detained suspect was being questioned by Thai authorities.

"We already have one suspect in custody for interrogation at a government building in Bangkok. He is a Hezbollah [member] from Lebanon," he said.

"I want to assure people that there is nothing to worry about. The police will take care of the situation and everything will be under control."

Defence Minister Yuthasak Sasiprapha seemed to take the threat more seriously. He said security would be increased yesterday evening if no more information emerged on the hideout of other suspects.

According to Yuthasak, quoted by Thai Rath online, Israelis living in Thailand were feared to be targets, a situation that naturally worried the American Embassy. He said the feared period of attack was between January 13-15.

In response to a Twitter inquiry after the Thai government's denial of immediate threat, the US ambassador said that her embassy's warning to American citizens remained in effect.

Hezbollah, an Iranian- and Syrian-backed Muslim Shi'ite group, is blacklisted as a terrorist organisation by Washington and currently dominates the Lebanese government.

"Israel was suspicious that these two men might be terrorists, so they gave information, including their names, to our police before the New Year," the senior intelligence officer told AFP.

"These two men entered Thailand a while ago but did not conduct any terrorist activity. I wonder why Israel was suspicious about them."

After last year's devastating flooding, the embassy warning is another blow to Thailand's tourist-friendly image, adding to years of political turmoil that sometimes turned violent and bloody.

In August 2003, alleged mastermind Riduan Isamuddin, an Indonesian known as Hambali, was arrested in Thailand. He was suspected of being al-Qaeda's representative in Southeast Asia and operational chief of the Southeast Asian militant group Jemaah Islamiyah.


-- The Nation 2012-01-14

E ASSIM A ILDA FIGUEIREDO, NAS SUAS ANDANÇAS POLITIQUEIRAS ESTÁ QUASE A ENTRAR PARA O MUSEU DOS DINOSSAUROS PORTUGA...


Credo abrenuncio nós até pensamos que a Ilda Figueiredo já tinha desaparecido da política....
Entrevista

Ilda Figueiredo, eurodeputada da CDU

OS PENTELHUDOS DA NOSSA QUERIDA SANTA PARVÓNIA


Um tacho de pentelhos

.
Há realidades que são tão reais que se podia acreditar que ninguém duvidaria da rua realidade. 
.
A transferência das acções do Jerónimo Martins Portugal para o Jerónimo Martins Holanda é um desses casos. 
.
A partidarização e o compadrio na nas nomeações para os melhores tachos, como já tinha acontecido na Caixa Geral de Depósitos e aconteceu agora com a EDP e Águas de Portugal. 
.
O mais incrível, é que estas realidades tão reais são desmentidas e colocadas em dúvida. 
.
Não há bicho careta, comentador, “senadores” que não saiam em acérrima defesa  e até indignação por haver quem possa pensar que a realidade que viu é real. Jornais, televisões, rádios não poupam nos custos de servir os seus donos. 
.
E, a realidade deixa de ser o que é para passar a ser uma outra. Assustador é que haja tanta gente para quem a nova realidade seja mais real que a própria realidade que viveram.

MAS NÃO VENHA AGORA O ÁLVARO ROUBAR-ME A IDEIA DA APOSTA NO PASTEL DE NATA DE PORTUGAL PORQUE FUI EU!

E acredite-se que o pastel de Belém poderá ser uma das hipótese...

 Mas que não venha agora o Álvaro roubar-me a ideia porque, mesmo sendo a minha mentira de 1 Abril de 2011, foi uma "galga" de fazer abrir os olhos aos que os têm colados com alcatrão.

 Eu até fiz a grafia de uma imaginária pastelaria na cidade de Banguecoque... E a mesma ter proprietário português e pasteleiro... Pronto não aproveitaram a minha ideia que era boa isso foi lá com os sábios que têm governado este país...  e para ler o resto da peça clique a seguir:

BANGUECOQUE -TAILÂNDIA: ABRE UMA CASA DE PASTEIS DE BELÉM

A ideia do Álvaro, que foi minha, ele deveria solicitar ao ministro Portas que deveria chamar ao Palácio das Necessidades todos os embaixadores portugueses a representar Portugal na Ásia (como assim todo o pessoal diplomático que assiste esta fina flor)  lhes fosse ministrado um curso de pasteleiro de arte de bem saber confeccionar o "Pastel Nacional de Belém".

E dado que o futuro de vendas do Pastel de Belém e a abertura de milhares de lojas está na China deverá chefiar a Delegação de Embaixadores Portugueses a Lisboa o embaixador Tadeu Soares (actualmente em Pequim). 

Seria bom que se acabasse o vicio dos "tais" seminários diplomáticos, pela quadra de Natal, dos nossos embaixadores que apenas têm servido para encobrir visitas a família e cumprimentar os amigalhaços. 

Voltaremos aos pastelinhos de Belém e informar de que poderão representar para a economia nacional se os nossos embaixadores souberem ensinar a confeccioná-los.... papá-los regá-los com um cálice de Vinho do Porto, não chega... é preciso faze-los, come-los e vende-los!!! . - José Martins

A peça do Álvaro segue a seguir:

Abrir mercados

por Paulo Alexandre Amaral, RTP actualizado às 20:27 - 12 janeiro '12

Álvaro Santos Pereira e a aposta no pastel de nata

publicado 19:52 12 janeiro '12
Álvaro Santos Pereira e a aposta no pastel de nata
Álvaro Santos Pereira anunciou o programa “Portugal Sou Eu”, destinado a "mudar as mentalidades" Miguel A. Lopes, Lusa

O ministro da Economia deu a receita para o combate ao défice e dívida externos, apontando a abertura das empresas portuguesas aos mercados internacionais. 

Na conferência do DN “Made In Portugal”, Álvaro Santos Pereira assinalou a internacionalização da economia nacional como um desígnio que ganhará prioridade. 

Para dissipar dúvidas do que é esta tarefa agora assumida pelo executivo, o governante deixou um exemplo de produto nacional a ser mais valorizado lá fora: o pastel de nata. O que valeu posições ambivalentes no seio do PS.

Na abertura da conferência promovida pelo “Diário de Notícias”, o ministro da Economia arrancou para um discurso cheio de críticas, apontando a incapacidade e o “falhanço” do país em fazer sair para os mercados externos o que tem de melhor. Liminarmente, Santos Pereira admitiu que Portugal “tem falhado na estratégia de internacionalização dos produtos”.Álvaro Santos Pereira:

“Só apostando sem o mínimo de dúvidas neste desígnio nacional que é um país mais exportador é que iremos combater este défice externo e esta dívida externa”


“Até agora, essa marca Portugal nunca verdadeiramente arrancou. E não arrancou por uma simples razão: tem falhado a estratégia de internacionalização, não tem sido um desígnio nacional”, lamentou Álvaro Santos Pereira, para assinalar o início de uma nova era.

Defendendo que “só apostando nas exportações, só apostando sem ter o mínimo de dúvidas neste desígnio nacional que é um país mais exportador, é que iremos combater este défice externo e esta dívida externa”, o responsável máximo pela pasta da Economia garante que a falta de atenção ao que o país tem de melhor para oferecer “acabou, a partir de agora as exportações, a internacionalização da economia portuguesa, são o principal desígnio nacional”.

“O Governo, bem como as empresas e a sociedade civil, tudo irão fazer para melhorar e para promover a nossa marca Portugal”, propugnou o governante.

Pastel de nata é o símbolo de uma nova era
 

Álvaro Santos Pereira deu ainda o exemplo da indústria de cogumelos produzidos no Canadá, "que são colhidos e exportados no mesmo dia para o Japão"Nesta defesa da internacionalização das empresas portuguesas, Álvaro Santos Pereira acrescentaria esta manhã a importância de apostar na afirmação dos produtos nacionais. O exemplo escolhido: o pastel de nata.

O ministro sublinhou a sua crença em que os pastéis de nata podem ser tão vendáveis "como os churrascos Nando's ou os hambúrgueres". E neste ponto assinalaria o lamento que tal assim não seja ainda, vazio que atribui ao facto de Portugal não se ter ainda empenhado, como outros países, em explorar esses conceitos de uma forma diferente.

"Portugal Sou Eu"
“Hoje é importantíssimo encontrar caminhos”, propugnava Álvaro Santos Pereira, para anunciar o “Portugal Sou Eu”, um programa que o ministro diz estar a ser colocado em marcha pela sua equipa com vista a "mudar as mentalidades". O ministro da Economia defende que é preciso outra orientação para a marca Portugal. Álvaro Santos Pereira afirma que a estratégia da internacionalização da economia portuguesa e as exportações são a partir de agora uma prioridade do Governo

O ministro deixaria ainda uma ressalva: antes de tudo há um trabalho a ser feito na recuperação económica.

“Por mais promoções que façamos não são suficientes se primeiro não vencermos as dificuldades atuais", declarou Santos Pereira, lembrando que a ativação da ajuda externa "fez mais por destruir a imagem de Portugal do que todas as campanhas que foram feitas nos últimos anos".

PS bicéfalo quanto ao "franchising" dos pastéis de nata
Uma primeira reação dos socialistas redundava no aplauso aos considerandos do ministro da Economia – e também assim relativamente aos princípios que estavam por detrás das declarações da manhã – sobre o pastel de nata como bandeira da qualidade com potencial exportador.

A declaração partiu do líder parlamentar socialista Carlos Zorrinho: “Aquilo que o ministro estava a propor (…) pôr o foco na internacionalização e em mercados-alvo era uma visão que dava continuidade à visão do Governo anterior e que me parece uma visão correta”.

Já durante a tarde, numa intervenção do deputado Basílio Horta no Parlamento, com Zorrinho a seu lado, o deputado independente da bancada do PS lamentaria a ausência de uma política de crescimento económico para ironizar com “o cluster do pastel de nata”.

"O 'cluster' do pastel de nata, o 'cluster' do frango é a última novidade que foi anunciada", ironizou Basílio Horta, para lembrar ao atual executivo que a equipa de José Sócrates logrou trazer para Portugal a Embraer e a Ikea. Já o Executivo de Passos Coelho – lamentou - não dá estabilidade às empresas e obriga-as a "ir para a Holanda".

E ASSIM JOSÉ SÓCRATES FICOU PERDOADO!!!

video

Sócrates é oficialmente Engenheiro (um assistente é caloteiro, mas isso não interessa)


.
Agora é oficial. 
José Sócrates é Engenheiro porque o seu processo foi arquivado. É apelidado de caloteiro nas redes sociais, porque o tal processo foi arquivado por falta de pagamento de taxa de justiça.
.
Foi notícia nas últimas horas pelo Facebook. José Sócrates teve o seu processo arquivado por falta de pagamento de taxa de justiça. Mas não foi ele que não pagou, foi um assistente!






....ESTA GENTE NÃO TEM NEM MORAL NEM VERGONHA NA CARA...!!!

Republica Independente do Banco de Portugal

  .
Segundo o Boletim Económico de Inverno do Banco de Portugal, as medidas previstas nesta altura pelo Governo de Passos Coelho não são suficientes pare reduzir os custos do Estado, apelando a novas medidas de contenção e a cortes no consumo público.
.
O conselho de administração do Banco de Portugal, liderado por Carlos Costa, decidiu, “no respeito pelas convenções colectivas de trabalho a que o Banco está obrigado (acordos de empresa e Acordos Colectivos de Trabalho para o sector bancário), manter o pagamento dos subsídios de férias e de Natal aos colaboradores no activo”.
.
Esta gente não tem nem moral nem vergonha na cara. Austeridade fica para os outros que dentro da Republica Independente do Banco de Portugal, sacrifícios e cortes não entram. Basta ver que temos um Presidente no Banco que ganha mais que o Presidente da Reserva Federal Norte Americana.
.
O que eu ainda não entendi é porque deve o Banco Central do país, o banco do Estado português ser tão independente de todos os poderes, sejam eles a Assembleia da Republica,  governo, ou Presidência da Republica. (Faria mais sentido ser a Justiça a ter esta independência, a não estar sujeita a pressões de quem lhes paga os ordenados que ao Banco de Portugal).
.
Depois estranham que quando vêm falar de sacrifícios os mandem à merda.

GENERAL ROCHA VIEIRA: " O TEMPO SE ENCARREGA DE JULGAR OS HOMENS DE BEM...!!!

.
À MARGEM: E agora pergunto eu ao Dr. Jorge  Sampaio, Presidente da 
República e o "dono", oficial, de Macau de quando o General Rocha Vieira foi governador, engole ou não engole o sapo? 
 .
O Dr. Sampaio, ficaria na altura todo ofendido pelo facto da comunicação social ter dado o lamiré da saída de Macau (falou-se 100 milhões de patacas)  para a então, fundada, "Fundação Jorge Álvares".  
 .
Pouco interessa para o caso, mas em verdade o digo que eu um insignificante "manga de alpaca" na Embaixada de Portugal em Banguecoque, tive ligações muito estreitas com o General Rocha Vieira, duranre o seu consulado, creio por cerca de 10 anos e o último Governador de Macau e da Ásia Portuguesa. 
.
O General Rocha Vieira convidou-me para a inauguração do aeroporto de Macau, para a cerimónia da entrega da administração de Macau à China e ainda, em 1998 tive a honra de me sentar a sua mesa, durante um jantar, no Palácio de Santa Sancha. 
.
E de quando o General Rocha Vieira, veio à Tailândia assinar o Tratado aéreo entre este Reino e Macau, acompanhei o General Rocha Vieira durante a sua estadia em Banguecoque e gravei em imagens. 

.
General Rocha Vieira foi um grande homem; o último Governador Português na Ásia e reconheceu o meu valor como elo de ligação entre a Tailândia e Macau.  
.
Poderia aqui colocar todas as provas em que o General Rocha Vieira me brindou. 
.
Ficarão para depois... São estas e outras deliciosas memórias que permitem continuar a gostar desta Ásia que é minha e do General Rocha Vieira que a China o viria a reconhecer como Homem de bem.
José Martins

Rocha Vieira justifica ida para a EDP com ligação à China

 

Rocha Vieira justifica ida para a EDP com ligação à China

por lusa

O antigo Governador de Macau Rocha Vieira disse hoje que nunca foi contactado pelo Governo para integrar o Conselho de Supervisão da EDP mas apenas por acionistas privados e justificou a sua escolha pela ligação a Macau e à China.

"Não falei com o Governo, as únicas pessoas com quem falei foram unicamente com o elemento que coordenava os acionistas privados e com o presidente da Three Gorges", disse hoje Rocha Vieira, em Lisboa, à margem da apresentação do calendário de eventos da LIDE Portugal.

Rocha Vieira adiantou que foi Vasco Mello, do Grupo José de Mello, o coordenador dos acionistas privados neste processo.

Quanto ao presidente da chinesa Three Gorges, que recentemente adquiriu os 21,35 por cento da participação do Estado na EDP, o Governador de Macau entre 1991 e 1999 afirmou que Cao Guangjing lhe pediu que "estivesse no Conselho de Supervisão como elemento independente".

Quanto às motivações para integrar este órgão social da EDP, Rocha Vieira afirmou de início que essa pergunta não merecia resposta, mas acabou por referir a sua ligação àquela região asiática.

"A razão porque pensaram em mim é bem visível. A minha ligação a Macau, à China, e o facto de há 20 anos falar da importância da China para Portugal", disse Rocha Vieira.

Quanto a Eduardo Catroga, Rocha Vieira disse que não teve nada a ver com a sua nomeação mas que lhe pareceu "extremamente bem" já que é "um gestor com muita experiência".

Rocha Vieira afirmou ainda que Portugal se perde com "coisas muito pequenas" e desvalorizou o facto de os escolhidos serem personalidades ligadas ao PSD.

"As pessoas valem pelo que valem, o facto de pertencerem a um partido não podem ser uma menorização", afirmou.

Os nomes adiantados para o Conselho de Supervisão da EDP têm sido alvo de críticas, com o secretário-geral do PS, António José Seguro, a afirmar a semana passada que estes nomes revelam "apropriação por parte das clientelas dos partidos do Governo " de cargos públicos.

Eduardo Catroga, Celeste Cardona Paulo Teixeira Pinto, Rocha Vieira, Braga de Macedo e Ilídio Pinho são alguns dos nomes propostos à Assembleia Geral de Accionistas para integrar o Conselho de Supervisão da EDP.
****************************************************************************

Boa resposta, sem dúvida, então eu e centenas de portugueses que residem em Macau à dezenas de anos e muitos em Portugal,  alguns com óptimas aptidões academicas,  não estarão igualmente ligados a Macau e à China?????

Quantos desempregados existem em Portugal, quantos já passaram por Macau????

E a grande maioria recebe reformas que é assim já, tachos???? onde??? nem panelas!....

O CONSULADO VIRTUAL PORTUGUÊS OS INGLESES CHAMAR-LHE-IAM: "BAL OF SHIT" QUE EM PORTUGUÊS QUER DIZER: "BOLA DE MERDA"!






 
Número de Documento: 13609253

Lisboa, Portugal 12/01/2012 15:46 (LUSA)
Temas: Governo (sistema), Partidos e movimentos
 .
   
Comunidades: PSD questiona Governo sobre futuro do projeto consulado virtual


 .
Lisboa, 12 jan (Lusa) - Os deputados social-democratas pela Emigração questionaram o Governo sobre o futuro do projeto do consulado virtual, denunciando a existência de cerca de 60 terminais em associações e câmaras no estrangeiro que estão desligados.
.
"Foi um investimento grande, criou-se uma expetativa grande e o número de equipamentos que estão distribuídos pelas comunidades portuguesas não estão a funcionar praticamente desde o início de 2011", disse à agência Lusa o deputado Carlos Gonçalves.
.
Como exemplos, apontou os casos da secção consular da embaixada de Portugal em Madrid e da Associação Portuguesa de Pontault-Combault, em França, onde existem dois terminais sem qualquer funcionalidade.
O parlamentar estima em quase um milhão de euros o investimento nestes cerca de 60 equipamentos.
.
"Estes equipamentos estão desligados e em instalações públicas com o símbolo e a imagem de Portugal. Estes postos têm um computador integrado e a pergunta que fazemos é se ainda há alguma hipótese de aproveitar o material para que o investimento não se perca completamente", disse.
.
O Consulado Virtual, sistema que permite aos emigrantes tratarem através da Internet de documentos que não impliquem a presença física, foi criado em 2007 pelo Governo socialista e, numa primeira fase, previa a instalação de 200 terminais em todo o mundo, podendo o projeto global atingir os 500.
Este sistema não possibilita pedidos de cartão de cidadão ou passaporte, os atos mais solicitados pelos portugueses residentes no estrangeiro.
.
"A imagem que estamos a dar no estrangeiro é de um investimento completamente inadequado, pensamos que poderia ter funcionado como complementar [aos consulados] mas nem isso conseguiu. O investimento foi imenso e poderia ter sido canalizado para outras áreas das comunidades", considerou.
.
Assim, os três deputados do PSD pelos círculos da emigração: Carlos Gonçalves (Europa) e Carlos Páscoa e Maria João Ávila (Fora da Europa) querem saber qual o valor "exato" do investimento neste projeto, quantos equipamentos foram enviados para o estrangeiro e se o Governo entende ser possível reaproveitar estes equipamentos.
.
Carlos Gonçalves afirma ter questionado várias vezes, sem sucesso, o anterior Executivo sobre o projeto e espera agora conseguir obter a informação.
"Ainda temos postos do consulado virtual que foram enviados e nunca foram desencaixotados", disse, considerando importante apurar todos os dados sobre este projeto.
.
Contactado pela agência Lusa, o secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, esclareceu que são cerca de 90 os equipamentos nessas condições em vários países, representando um investimento de cerca de 700 mil euros.
.
"Esses aparelhos têm um computador, uma impressora e um leitor de cartões e estamos a avaliar até que ponto poderão ser utilizados como apoio às permanências consulares", disse José Cesário.
.
O titular da pasta da Emigração confirmou que alguns equipamentos estão colocados em associações e outros nos próprios consulados, por ter não ter sido possível colocá-los na altura.
"Não conheço nenhum que esteja a funcionar, mas admito que haja", disse.
CFF.
        Lusa/Fim

AS "CAVALADAS" DO INCOMPETENTE MINISTRO PORTAS...MAS ATRÁS DISTO TUDO ESTÃO OS PASSOS DO COELHO...!!!


Encerrados hoje quatro vice-consulados de Portugal em França e na Alemanha ...
SIC Notícias -
Depois do fecho, em Dezembro, do vice-consulado de Frankfurt, hoje encerra o de Osnabrck, também na Alemanha e os de Lille, Clermont-Ferrnand e Nantes, em França. Com o fecho destas representações, os emigrantes portugueses nestas cidades terão de fazer entre 170 e 400 quilómetros até ao consulado mais próximo ...
...
+++

PSD questiona Governo sobre consulado virtual

TVI24 -
Os deputados social-democratas pela Emigração questionaram o Governo sobre o futuro do projecto do consulado virtual, denunciando a existência de cerca de 60 terminais em associações e câmaras no estrangeiro que estão desligados.
 ...


Associação diz que aumentos nos emolumentos servem para compensar ...
Público.pt -
A Federação das Associações Portuguesas na Alemanha (FAPA) acusa o Governo de ter aumentado o preço dos emolumentos consulares por não ter conseguido a poupança prevista com os encerramentos de vice-consulados, acusação que o secretário de Estado contesta ...

PARA QUE SE SAIBA E LEMBRAR... ARTIGO 64.º DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUIGUESA - SAÚDE

Constituição da República Portuguesa

 .
1. Todos têm direito à protecção da saúde e o dever de a defender e promover.
 .
2. O direito à protecção da saúde é realizado:
a) Através de um serviço nacional de saúde universal e geral e, tendo em conta as condições económicas e sociais dos cidadãos, tendencialmente gratuito;
b) Pela criação de condições económicas, sociais, culturais e ambientais que garantam, designadamente, a protecção da infância, da juventude e da velhice, e pela melhoria sistemática das condições de vida e de trabalho, bem como pela promoção da cultura física e desportiva, escolar e popular, e ainda pelo desenvolvimento da educação sanitária do povo e de práticas de vida saudável.
 .
3. Para assegurar o direito à protecção da saúde, incumbe prioritariamente ao Estado:
a) Garantir o acesso de todos os cidadãos, independentemente da sua condição económica, aos cuidados da medicina preventiva, curativa e de reabilitação;
b) Garantir uma racional e eficiente cobertura de todo o país em recursos humanos e unidades de saúde;
c) Orientar a sua acção para a socialização dos custos dos cuidados médicos e medicamentosos;
d) Disciplinar e fiscalizar as formas empresariais e privadas da medicina, articulando-as com o serviço nacional de saúde, por forma a assegurar, nas instituições de saúde públicas e privadas, adequados padrões de eficiência e de qualidade;
e) Disciplinar e controlar a produção, a distribuição, a comercialização e o uso dos produtos químicos, biológicos e farmacêuticos e outros meios de tratamento e diagnóstico;
f) Estabelecer políticas de prevenção e tratamento da toxicodependência.
 .
4. O serviço nacional de saúde tem gestão descentralizada e participada.
O texto actual da Constituição da República Portuguesa foi aprovado pela Lei Constitucional n.º 1/2001, de 12 de Dezembro.
.
À MARGEM: O Serviço de Saúde é de responsabilidade de Governos. Se não souberam governar os portugueses isso é outro assunto... e terão que ser chamados à responsabilidades, ser julgados e condenados se forem achados culpados e criminosos por não saberem, governar, quem neles voto e confiou. - José Martins

E PARA GRANDES MALES MELHORES REMÉDIOS... ELIMINEM-SE O "CARALHO" DO VELHOS!





















































Sempre a somar...


Mais achas para a fogueira do extermínio de idosos e doentes carenciados

Ontem, as recomendações de D. Manuela Ferreira Leite.

Hoje, as regras do Ministério da Saúde.

Bem visto e melhor aplicado… PARA NÃO PAGAREM TAXAS MODERADORAS, PAGAM 50 EUROS PELO ATESTADO QUE OS ISENTA DO PAGAMENTO.
Brasilino Godinho

Saúde

Doentes crónicos pagam 50 euros para renovar atestados em juntas médicas (SIC)

Há doentes crónicos e deficientes que estão a pagar 50 euros para irem às juntas médicas renovar o atestado que os isenta de pagar taxas moderadoras.

VELHOS E POBRES COMO O SÁBIO BARRETO E A CADUCA FERREIRA LEITE É DESTERRÁ-LOS PARA BEM LONGE!

À MARGEM: " Sugiro que se agarre o Barreto e se interne num manicómio... ou em outro caso que seja desterrado, para bem longe dos meios citadinos. O Barreto, sempre se julgou pertencer à classe dos sábios da nossa santa terrinha. 
.
À velha, caduca, Ferreira Leite sugiro, raptar a demente e mandá-la para as Ilhas Berlengas, abandoná-la, por lá, à sorte das cagadelas das gaivotas. - José Martins

Velhos e pobres! Atiram-se para a valeta

.
A antiga líder do PSD Manuela Ferreira Leite entende que os doentes com mais de 70 anos que necessitem de tratamentos de hemodiálise os devem pagar. “Tem sempre direito se pagar”, disse. 
.
O que não é possível é manter-se um Sistema Nacional de Saúde como o nosso, que é bom, gratuito para toda a gente. Ferreira Leite insistiu que, se a hemodiálise continuar a ser disponibilizada para todos, então o sistema não funcionará “nem para ricos, nem para pobres”, concluindo que “racionar significar sempre alguma coisa que não é para todos”. 
.
Ontem estava eu muito descansado a fazer este blog quando fui surpreendido por uma conversa televisiva em que o empregado do Merceeiro do Pingo Doce,  António Barreto, afirmava que em Portugal não havia coragem para discutir se vale a pena gastar dinheiro em cirurgias ou tratamentos caros em pessoas com mais de setenta ou oitenta anos. 
.
(Sempre afirmando que ele próprio já tem 70 anos, mas esquecendo-se de dizer que nunca lhe faltaria dinheiro para o tratamento). Se um mata, outro diz esfola e a Santa Manuela Ferreira Leite acabou por fazer as lindas afirmações que retirei de uma noticia de um jornal.
.
Ao empregado do Merceeiro só posso dizer que ainda bem que este assunto não é discutido porque ele está acima de qualquer discussão; é um direito humano garantido pela Constituição e, só o falar-se disso é já por si uma vergonha. 
.
Sobre o que disse a velha líder do PSD nem tenho palavras. Condenar à morte idosos só porque não têm meios para pagar o tratamento, (que podem chegar a 1900 euros mensais), é uma desumanidade sem limites. Já agora, informo a senhora que racionar não é tirar aos que menos têm para dar aos mais ricos, mas distribuir o que há por todos.