Translator

sábado, 28 de janeiro de 2012

O NOSSO SEGUNDO MINISTRO IDIOTA... O PRIMEIRO FOI O MANUEL PINHO O DOS "CORNINHOS"

Se na familia é mau, no governo é ainda pior

.
Não há vez que eu aqui coloque um boneco do Álvaro em que não apareça um “Anónimo” a, no mínimo, mandar-me trabalhar,  e a louvar as excelsas qualidades do dito. Isso só me faz ter vontade de ainda lhe fazer mais bonecos. Para mais porque este ainda é o único que ainda me faz só-rir entre o vómitos que o ver ou ouvir gente deste governo me causa.

PRONTO TEMOS MINISTRO.... MAS QUE LINDO MENINO O PORTAS!



Este Portas e sabemos de fonte limpa está a "lixar" completamente o Palácio das Necessidades... O Paulinho vai ter um bonito enterro... Vais, se vais Paulinho. Pobre País que tem "badamecos" ministros.....!!!

Portas garante gestão rigorosa do MNE

2012-01-27 18:01:42

JORGE SAMPAIO UM BURACO LARGO E FUNDO, VAI POR AÍ ANDANDO A GANHAR O DELE...!!!


O Jorge Sampaio como é sabido foi um buraco, político, sem fundo. 
Chico esperto, um dos primeiros assimilados ao Partido Socialista, não fez "porra" nenhuma a Portugal, enquanto presidente da Câmara Municipal de Lisboa e duas presidências da República e, assim, foi levando a vida (a frase é dele) como Pai dos Portugueses.  
Bem Jorge Sampaio é um "sabidola" e de quando terminou 10 anos em Belém (nada mau), procurou arranjar outro tacho e este (tudo me leva a crer conseguido pelo seu amigo do peito ex-PM António Guterres, com o cargo de tratar dos refugiados espalhados, em campos, por esse mundo), internacional e sob a tutela das Nações Unidas. 
Jorge Sampaio, não esqueceu as suas crianças e logo que graduadas colocou o seu miúdo na Portugal Telecon e a sua rapariga num ministério qualquer a ganhar um balúrdio. 
Ora ao Jorge não lhe basta, a reforma, as "merdas" dos privilégios conferidos a um ex-PR, mas um faminto de "cacau" e de vaidades, porque um PR foi um homem importantíssimo neste país e até, além, do "cacau" em barda se lhe deve conferir um título de conde... o de Barão ou Marquês virá um dia! 
Senhas do Dr. Jorge Sampaio
– Fundação Cidade de Guimarães

E VIVA PORTUGAL!!!!!!!!!  
 
 CONTRA FACTOS...


Reencaminhem, p.f., ao maior nº de contactos possível!
É imperioso e urgente que o nº máximo possível de Portugueses tomem conhecimento destas vergonhas!!!
Verdadeiro crime social!!! (entre muitos outros).

Folha salarial da Fundação Cidade de Guimarães
Folha salarial (da responsabilidade da Câmara Municipal) dos administradores e de outros figurões, da Fundação Cidade de Guimarães, criada para a Capital da Cultura 2012:
-  Jorge Sampaio - Presidente do Conselho de Administração:
14.300 € (2 860 contos) mensais + Carro + Telemóvel + 500 € por reunião
-  Carla Morais - Administradora Executiva
12.500 €  (2 500 contos) mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião

-  João B. Serra - Administrador Executivo
12.500 € mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião
-  Manuel Alves Monteiro
- Vogal Executivo
2.000 € mensais + 300 € por reunião

Todos os
15 componentes do Conselho Geral, de entre os quais se destacam Jorge Sampaio, Adriano Moreira, Diogo Freitas do Amaral e Eduardo Lourenço, recebem 300 € por reunião, à excepção do Presidente (Jorge Sampaio) que recebe 500 €.
Em resumo: 1,3 milhões de Euros por ano (dinheiro injectado pelo Estado Português) em salários.

Como a Fundação vai manter-se em funções até finais de 2015, as despesas com pessoal deverão ser de quase 8 milhões de Euros!!!
Reparem bem: Administradores ganhando mais do que o PR e o PM!

Esta obscenidade acontece numa região, como a do Vale do Ave, onde o desemprego ronda os 15 % !!!

Alguém acredita em leis anti-corrupção feita por corruptos?

ESPANHA EM CRISE ECONÓMICA - LÁ COMO CÁ


Dezenas de milhares de manifestantes contra os cortes ferroviários em Barcelona
.
A "ditadura financeira" e o Governo da tesoura CiU e eixos do protesto
.
Cia Branco Barcelona 28 ENE 2012 - 18:49 CET28 - El País


Os manifestantes, ontem, no final da tarde, passando pela Via Laietana. / ALBERT GARCIA
.
Não foi o frio nem a chuva que cai de forma intermitente, que ficaram em casa, descansando,  os que queriam protestar em Barcelona contra as políticas de cortes sociais. Cerca de 150.000 pessoas ou 20.000 segundo os organizadores de acordo com a Guardia Urbana.  
 .
Guerra de números de lado, não eram muitos, tantos que atravancam o Via Laietana abaixo. A chamada era duplo: Retallades plataforma Prou, que inclui 200 entidades no Fórum Social Catalão, e os principais sindicatos e partidos políticos que marcharam sem banners. Josep Maria Alvarez (UGT), Joan Carles Gallego (CCOO), Joan Herrera (ICV-EUiA), Jaume Collboni (PSC), Oriol Junqueras (ERC) e Albert Rivera (Ciutadans) estavam no segundo cabeçalho do evento.
.
A marcha começou em dois pontos diferentes, a praça da Universidade para os sindicatos e para a plataforma Urquinaona entidade e mista imediatamente e foi concluída no parque da Ciutadella.
.
Entre os manifestantes, a grande maioria de funcionários públicos, especialmente da Generalitat. Professores, médicos, enfermeiros, técnicos, professores universitários e bombeiros. E inúmeras famílias que foram às ruas para exigir uma ruptura na medidas de austeridade impostas por todos os governos.
.
O presidente da Generalitat, Artur Mas, foi uma das bandeiras branca e gritando: "Mas Artur, o mútuo vai?". Professores e pais de crianças que freqüentam creches da cidade desfilaram tem cortes de impostos o prefeito de Barcelona, ​​Xavier Trias. Saúde e educação pública de qualidade foram as reivindicações que foram repetidas em muitos banners. 
.
Mas o protesto era dirigida contra os poderes que não têm rosto tão determinado, tais como serviços bancários em geral: ". Não à ditadura dos bancos" Um grande tiro abriu a manifestação das entidades em que viu um homem de terno e gravata e as mandíbulas de um tubarão: "Nós não vamos pagar sua dívida", dizia.
.
Oliveras Arcadi, representando o Fórum Social Catalão, ler um manifesto contra as medidas de regressão social
.
No final da concentração, Arcadi Oliveras, representando o Fórum Social Catalão, ler um manifesto contra as medidas de .declínio social e apelou a "um outro mundo é possível". 
.
Oliveras harangued: "Temos de passar do protesto para a ação." Ele disse junto às portas do Parc de la Ciutadella fechada pela polícia local para impedir o acesso. "Oh, e agora estamos indo?" Ele pediu aos no cabeçalho. Pouco a pouco eles estavam se reunindo no portão do parque, gritando "o Parlamento é o povo."
.
Finalmente, forçou uma das portas e centenas de manifestantes chegaram aos portões do Parlamento. Duas dúzias de mini-buses, os ocupantes, guardavam a casa institucional. Após mais alguns gritos contra os cortes, a política de austeridade e não apenas contra o ministro do Interior, Felip Puig, a concentração deixou o parque com a mesma facilidade com que eles entraram.
.
Em Girona, a cerca de 800 pessoas se manifestaram contra os cortes através do centro da cidade ao meio-dia de ontem, os relatórios Antia Castedo. E também houve marchas semelhantes nas outras duas capitais catalão: Lleida e Tarragona.  
.
Nesta última cidade, mais de 2.000 pessoas marcharam pela Rambla Nova, com invocações à greve geral e manifestações não cessou até que colocar um fim à política de cortes, relatórios Merce Perez. 
.
E havia cerca de 2.000 pessoas que disseram "basta" corta o centro de Lleida, onde a concentração terminou em frente à Delegação do Governo da Generalitat, Lluís informações Visa.

E O "MARCELINHO" VAI BATER-SE PARA OCUPAR O LUGAR DO SENHOR SILVA!


E vão ver que o "Marcelinho" vai mesmo ocupar o lugar do senhor Silva em Belém. O "Marcelinho" é tipo que não desarma... Começa a entrar na velhice e o lugar certo para o "Marcelinho" é mesmo o Palácio de Belém... E MAI NADA!

Marcelo Rebelo de Sousa já se posiciona pela direita agora que Durão Barroso é visto da mesma forma que o comandante do Costa Concordia. Da  Barbearia do Tio Luis

A PÁTRIA, UM DIA, OS HÁ-DE CONTEMPLAR E OS "MORCÕES" DOS PORTUGUESES IMPÁVIDOS E SERENOS!

Clique na imagem para ver bem a quadrilha

TOMARAM MUITOS HOMENS TEREM A HONRA DE CERTOS BOIS!

Pifado do blogue pau para toda a obra

ESPANHA DETERIORAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO


.
Desemprego retrata as diferenças entre as duas Espanhas
.
O desemprego é mais de 24% na metade sul de Espanha e 31% na Andaluzia
.
J.
Sérvulo GONZALEZ - Madrid - 28/01/2012 - El País
 
.
Anos no quarto trimestre de crise e desemprego, gancho, na mandíbula do mercado de trabalho espanhol. 
.
Desemprego cresce em surtos em todo o país, mesmo em áreas com mais estável e mais capaz de enfrentar este combate duro e pesado. Mas os números mostram a divisão das duas Espanhas: ao norte, com taxas de desemprego abaixo da média, e o sul, cujos números de desemprego superam a média nacional.
.
O diagnóstico de empregadores e sindicatos
 .
Desemprego sobe para um nível recorde de 5,3 milhões de desempregados País Basco e Navarra têm taxas de desemprego abaixo de 14%
.
Nos últimos 12 meses deixou quase nocauteado na Catalunha, onde 88.700 trabalhadores foram para engrossar as fileiras dos desempregados (a mais 12,91%), ea Comunidade de Madrid, que soma 81.300 desempregados (a mais 15,01%) acordo com os últimos dados do Inquérito ao Emprego (EPA) publicou hoje pelo INE. Perda de empregos nestas regiões deve-se principalmente devido à queda na produção industrial, segundo fontes sindicais.
.
Menção especial merece o status de Andaluzia, onde 121.100 pessoas perderam seus empregos no ano passado, representando um aumento de 10,74% em relação ao ano anterior. A comunidade andaluza parece incapaz de cobrir a ferida causada pela crise econômica e sangra através de perdas de emprego. 
.
Acumula 1.248.500 pessoas fora do trabalho. Sua taxa de desemprego é a mais alta em todo o país e este ano tem continuado a crescer para se situar em 31,23%. Ilhas Canárias, com uma taxa de desemprego de 30,93% e Extremadura (28,59%) seguem atrás.
.
O ministro da Presidência da Junta de Andalucía, Mar Moreno, o novo governo pediu Mariano Rajoy popular "Onde está a varinha mágica." E decidiu que os números do desemprego são os piores. "Na Espanha, onde o governo eo PP, aumentou seis vezes na Andaluzia, Castilla-La Mancha, nove vezes nas Baleares, 30 vezes mais do que na Andaluzia, ou Extremadura, 20 vezes" .  
 .
Na verdade, se você analisar a tendência anual do desemprego em termos relativos, o mais rápido crescimento são as comunidades La Rioja (19,38%) e Navarra (19,06%), o desemprego também subiu acima da média em Extremadura ( 18,94%), Galicia (18,13%), Castilla-La Mancha (16,27%), Baleares (13,95%), Asturias (13,71%) e Catalunha (12,91%).
.
Líderes econômicos do novo governo admitiu na semana passada durante o último trimestre do ano passado tinha sido muito ruim para o consumo. Esse fato foi claramente refletido no mercado de trabalho de todas as regiões, que sofreu um novo revés. Entre outubro e dezembro do ano passado, Baleares (36.900 mais desempregados), Catalunha (33 400) e, especialmente, Madrid (50 300), têm mais autonomia, onde o desemprego tem aumentado em termos absolutos.
.
Baleares também na vanguarda sobre o aumento do desemprego se compararmos em termos relativos. O número de trabalhadores desempregados nesta comunidade cresceu 33,67%, quando se compara o terceiro e quarto trimestres de 2011. 
.
Extremadura (um aumento de 22,73%) e Navarra, onde o desemprego cresceu 17,38% nos últimos três meses do ano, são as outras comunidades onde o desemprego mais cresceu. Embora o número de Navarra é afetado pelo efeito estatístico, que têm populações menores, qualquer variação é mais impressionante em termos percentuais. Navarra é acoplado ao País Basco, as duas regiões que evitar os contratempos melhor.  
.
O País Basco tem uma taxa de desemprego de 12,61%, a menor na Espanha e quase metade da média nacional. Desemprego em Navarra atingiu 13,82%.
 
.
O diagnóstico de empregadores e sindicatos
.
- 1. Você limitar o declínio no emprego? Até onde eles vão buscar estes números?
.
- 2. O que pode ser feito para parar isto?
.
- 3. Até que ponto vai ajudar a pagar o pacto assinado na quarta-feira?
 
.
J. Madeira compensada (Cepyme)
- 1. No início da crise parecia impossível de superar e já estamos cinco milhões em 5,27 milhões. No primeiro trimestre, esperamos um aumento do desemprego. A situação requer uma reforma trabalhista em profundidade. Não é a panacéia, mas essencial.
.
- 2. Recuperação do emprego não virá até que haja recuperação económica. Para fazer isso, precisamos combater o déficit e completa duas reformas estruturais: o sistema financeiro e mercado de trabalho.
.
- 3. Este acordo transmite confiança para a empresa e estabelece um princípio de moderação salarial nos próximos anos. Pela primeira vez, os aumentos salariais não estão ligados à inflação, mas variáveis ​​como crescimento do PIB. Introduz flexibilidade interna nas empresas, o que pode melhorar a sua gestão e facilitar a sua sobrevivência e, portanto, manter um emprego.
.
J. Rosell (CEOE)
- 1. Se aplicarmos as medidas urgentes, não ter um efeito imediato e reativa o fluxo de crédito, você pode re-criar empregos.
.
- 2. Sem acesso ao financiamento, as empresas têm sérias dificuldades em manter a atividade e ainda mais para investir em novos projetos. Também é necessário mudar a legislação trabalhista, simplificar o sistema de compras para eliminar dualidades, e para permitir maior flexibilidade interna nas empresas.
.
- 3. O objetivo é conter o desemprego e incentivar o retorno à criação de emprego. O acordo introduz elementos de flexibilidade interna, um passo importante para as empresas serem competitivas e de apoio à estabilidade no emprego.
.
I. F. Toxo (CC OO)
- 1. Este e o anterior governo tem priorizado a contenção do défice impossível cumprir os prazos e as políticas de ajuste, estacionamento o estímulo da actividade económica, que são aqueles que geram emprego. O limite para a queda do emprego vai depender do governo. Se não estimular uma iniciativa público-privada para incentivar o investimento e reativar a economia, destruindo postos de trabalho poderia colocar os números do desemprego no limiar dos seis milhões até o final de 2012.
.
- 2. Propusemos um Pacto Mundial para o Emprego, que inclui uma mudança no sistema financeiro para ativar o fluxo de crédito às famílias e às PME, uma reforma fiscal mais ambiciosa e equitativa para fornecer mais recursos, e as bases para uma mudança do modelo de produção.
.
- 3. É mais do que um acordo salarial. Fornece uma ferramenta poderosa de solidariedade para os setores abordados pela crise pior. Coloque a flexibilidade interna negociado contra o uso abusivo da demissão. Se estende e melhora a protecção dos trabalhadores através da negociação colectiva ea capacidade da União para intervir na empresa.
.
C. Méndez (UGT)
- 1. Em uma recessão, e não de políticas de ajuste tão drástico só não resolve o problema, mas que podem agravar. Nós meses insistindo que a rigidez dos prazos para o cumprimento das metas do défice estrangular a economia. Infelizmente, a realidade tem provado para a direita. Temos de exigir responsabilidade em manter e criar empregos para aqueles que têm a capacidade de fazê-lo, hoje os empregadores e as políticas governamentais de estímulo e à UE que não existe.
.
- 2. Acho que estamos indo para um agravamento da recessão em 2012 e 2013, a menos que haja uma mudança urgente radical nas políticas da UE eo Governo da Espanha. É essencial que as autoridades reconsiderem
.
Políticas de ajuste.
- 3. A coisa mais importante é o compromisso do acordo entre sindicatos e empregadores para promover mecanismos de flexibilidade de horário, mobilidade que podem ser alternativas para a redundância. Esta é uma decisão difícil e responsável. A contenção salarial acentuada só pode ser compreendida no contexto de uma política global de moderação de renda e de preços que visa melhorar a competitividade dos nossos produtos e serviços.

E ASSIM A FANFARRONA E FESTONA EUROPA COMPLETAMENTE FALIDA!

Espanha e Itália incluídas

por António Carneiro, RTP actualizado às 20:35 - 27 janeiro '12

Fitch corta o “rating” a cinco países da Zona Euro

publicado 18:38 27 janeiro '12
Fitch corta o “rating” a cinco países da Zona Euro 
A Ficth cortou o "rating" a cinco países do euro, incluindo os "pesos pesados" Espanha e Itália Justin Lane, EPA

A agência de notação financeira Fitch baixou hoje o “rating” da Espanha, Itália, Eslovénia, Bélgica e Chipre. Na nota em que anunciava a descida dos "ratings" destes cinco países em um nível, a agência avisava que há uma probabilidade de 50 por cento de que haja mais cortes nos próximos dois anos.

Após o cortes de hoje a nota da Itália passou a estar classificada como “A-“ e a da Espanha como “A” .

A Fitch também anunciou que mantinha a nota da Irlanda em “BBB+”, mas colocou-a em vigilância negativa, tal como aos outros cinco países.

A Fitch justifica as mudanças com “a detioração da perspetiva económica” europeia e “a ausência de um ‘firewall’ financeiro digno de crédito [na Zona Euro] que impeça o contágio e as crises de liquidez auto-cumpridas”.

Segundo a Fitch, os países visados têm uma vulnerabilidade de curto prazo aos choques monetários e financeiros.

“Em consequência, estas dívidas soberanas não beneficiam na íntegra, na opinião da Fitch, das vantagens que derivam do estatuto do euro enquanto divisa de reserva”

NOVIDADES DA BARBEARIA DO SENHOR LUIS - A MARATONA PARA BELÉM

Touché

EsgrimaNunca a corrida para Belém tinha começado com tanta antecedência.

Marcelo Rebelo de Sousa
já se posiciona pela direita agora que Durão Barroso é visto da mesma forma que o comandante do Costa Concordia.

Manuel Carvalho da Silva inicia hoje o processo de pré-candidatura pela esquerda.

Vai ser uma batalha interessante principalmente porque vivemos uma fase de catarpillagem das arrumações antigas e em que até o sonho de Sá Carneiro – um presidente, uma maioria, um governo – foi ultrapassado por – um Presidente da Comissão Europeia, um Presidente da República, uma maioria e um governo – e ex-candidatos da direita já foram ministros de governos PS e outros são agora seus deputados.
LNT

[0.065/2012]

O CARALHO SEJA DA SILVA OU O DAS CALDAS DEVE SER DIGNIFICADO!

.
Chego a não entender a razão porque algumas pessoas ficam melindradas quando se fala no caralho... e pior ainda quando se manda alguém para o caralho. Ora o caralho é o pai da humanidade e sem ele não haveria os bons/as boas, os maus/as más e os feios/e as feias. 
.
Mas acabo por não saber porque  popularizaram o caralho ou o "penderico" que todos os homens têm entre as duas pernas. 
.
Um espanto do caralho!
.
Mas leiam o que o Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa designa o caralho ou o "penderico":

 .

Feriados - Arriba España e viva o rei!!!

Feriados - Arriba España e viva o rei!!!


E viva a “implantação” de mais dois dias de trabalho não pago, como bem lhes chama o Arménio Carlos... que se lixe a Restauração e a implantação da República!
Também... sejamos honestos! A independência do país já viu melhores dias e uma “Família Real”, até na sepultura tem muito mais charme do que a “Família Mariani”. Só falta aparecer um estudo muito “jeitoso” feito por um grupo de cientistas da Universidade Católica, onde se fique a saber que os portugueses preferem ter um Rei... e serem espanhóis.
Por mim, depois de aturada seleção, já estou indeciso apenas entre o “rei das farturas”, o “rei dos frangos” e o “rei da sucata”.

EMENTA DO FIGO E DO ZÉZITO CUSTOU UMA BAGATELA!!! E MAIS UM CASO EM "ÁGUAS DE BACALHAU"


O DIAPde Lisboa arquivou o processo sobre o encontro de Sócrates e Figo em 2009
  
Campanha: Revela documento incluído em investigação do DIAP de Lisboa

Pequeno-almoço custou 100 euros

A ementa foram dois ovos estrelados para o Figo e dois carapaus do gato. O Zézito duas torradas com manteiga e um copo de leite. Bem o Luis Figo é um gajo muito esperto, interceirão e não dá ponto, nenhum, sem nó... O Figo gajo gosta de cacau que se farta e para ele não tem cor...venha de onde vier!!!

OI GENTE DA MINHA TERRA, VAMOS TER MAIS DOIS PEDINTES!

As capas dos jornais e as principais notícias de Sábado, 28 de Janeiro de 2012.

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Tavira: Colisão faz ferido grave
Loulé: Tribunal liberta assaltante
Braga: Dupla armada assalta
Entre-os-Rios: Homem agredido
Moita Flores: Meio tempo por doença
Vieira Monteiro: Lidera Santander
José de Matos: CGD vai promover

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Arménio Carlos eleito novo secretário-geral CGTP
Viegas lembra que Mega Ferreira foi o único presidente do CCB que não foi exonerado
Alemanha quer que Atenas abdique da soberania orçamental para receber novo resgate
Rui Pedro: Defesa pede absolvição por “não ter ficado provado” o crime de rapto
Seguro quer UE a dar prioridade ao emprego e crescimento económico
Advogado da família de Rui Pedro acredita na condenação do alegado raptor

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Linha de 50 milhões para 100 IPSS em situação difícil
Carvalho da Silva e a CGTP
A espada de Dâmocles
Dois elogios, outras tantas críticas
A liberdade dos comentários no site do DN
Petição contra a petição
Comentários no 'online': diálogo para os leitores ou parada de monólogos?

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Euromilhões sem totalistas
Cerimónia em Auschwitz assinala 67.º aniversário da libertação
Incêndio assusta moradores na Avenida Camilo
"Ex" de Ronaldo no salão erótico do Porto
Há mais de um acidente por mês nas obras da barragem do Tua
Concertos ao domicílio no Centro Histórico de Guimarães
Vitória de Guimarães vence Nacional

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

Banco de Portugal disposto a suspender pagamento de subsídios
PIB, resultados e cortes de 'rating' pesam em Wall Street
Reditus vende 55% da Caléo por 602 mil euros
António Vieira Monteiro substitui Amado à frente do Totta
Euro vive maior ciclo de ganhos em 3 meses
Lagarde insatisfeita com propostas dos credores
Facebook inicia processo de entrada em bolsa quarta-feira

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Maior ajuda a quem está prestes a perder a casa alivia perdas em Wall Street
CGD promove 15% dos trabalhadores para compensar cortes nos salários
Vereador "falido" do Porto pede suspensão do mandato
Vieira Monteiro tem "grande qualidade profissional e moral"
Reditus vende posição na Caléo por 602 mil euros
Vieira Monteiro é o novo presidente do Santander Totta
Banco de Portugal disponível para cortar subsídios mas é preciso que Parlamento legisle

Capa do A Bola A Bola

Rochemback a caminho da China
Lotus permite que Raikkonen continue a disputar ralis
Hugo Sanchéz disponível para orientar River Plate
Inter: Thiago Motta só deverá sair no final da época
Shakhtar: «No início nem queria ouvir falar da Ucrânia» - Willian
São Paulo: Rogério Ceni operado ao ombro
Liedson na agenda do FC Porto

Capa do Record Record

Entrevista a Alfredo Esteves - Parte 2
Alfredo Esteves: «Queremos ser um país de futebol»
Imaginação até à canela
Entrevista a Alfredo Esteves - Parte 1
À espera de Salvador
Edgar: «Agora quero ser o melhor marcador»
Silva: «Saio feliz e de cabeça erguida»

Capa do O Jogo O Jogo

Gabão e Tunísia vencem e avançam para os "quartos"
Afinal Del Valle não fica
Caixinha: "Tivemos duas bolas no ferro"
Rui Vitória: "Quero dar os parabéns aos jogadores"
Penalty de Edgar dá triunfo ao V. Guimarães
Maxi Lopez assina pelo Milan
Colónia quer Éderzito