Translator

sábado, 16 de junho de 2012

As capas dos jornais e as principais notícias de Domingo, 17 de Junho de 2012.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Grávida ferida em acidente
Irmã de actriz brasileira morta a tiro em drama passional
Quatro orcas em Albufeira
Homem tenta violar jovem de 19 anos
Guilherme Pinto: Derrota no PS/Porto
Bendtner: Apontado às águias
Mário Soares: Fabricar moeda

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Confap critica testes intermédios e exige “estabilidade” nos critérios
Oito feridos ligeiros em acidente com autocarro em Lisboa
Portugueses descobrem que pinguins estão a disputar camarão da Antárctida
Como irão votar os gregos? O suspense é grande
Um morto e um ferido grave durante montagem de palco para concerto dos Radiohead
Checa, a selecção negativa

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Alguém gosta do Hélder Postiga?
Um jogo que dá espaço para Ronaldo aparecer
Oito feridos em acidente de viação em Benfica
Velório do antigo bispo na Igreja da Sé Nova
Encerramento da MAC não implicará despedimentos
Ministro garante que não há orientação de racionamento
Eurodesastre

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Fernanda não vai ao casamento da filha de Pinto da Costa
Oito feridos ligeiros em acidente com autocarro
Benfica acusa Sporting de "condicionar arbitragem" e condena Federação de Futsal e Polícia
Um morto e um ferido grave na montagem do palco dos Radiohead
Merkel espera que gregos escolham governantes capazes de "manter compromissos"
CGTP considera inevitável o aumento do salário mínimo
Nova taxa é essencial para garantir qualidade dos produtos alimentares

Capa do i i

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

CCIFP quer franceses a investir no imobiliário em Portugal
EPUL vende cerca de 10% das 79 fracções colocadas em hasta pública
PS/Porto: José Luís Carneiro vence eleições e é novo presidente da distrital
Alegre critica Cavaco por ainda não ter vetado nenhuma medida do Governo
Marques Mendes diz que moção de censura do PCP pretende "entalar" o PS
Alegre diz que moção de censura do PCP é mais contra o PS do que contra o Governo
Mário Soares: "Actual crise seria resolvida se Europa fabricasse moeda"

Capa do A Bola A Bola

Milan: Empresário de Thiago Silva reclama aumento de ordenado para o jogador
«Neymar é uma invenção dos brasileiros», diz ex-selecionador argentino
Inter pode vender Júlio César e Forlán
«Temos qualidade para ir longe» - Vítor Pereira
«Esperamos manter o Estádio da Luz como o nosso salão de festas» - Pinto da Costa
White Eagles consente empate fora de horas
A festa do título do Benfica em fotos

Capa do Record Record

Acordo fechado com Hassan
Soudani diz-se indiferente aos rumores
Ferreira continua mas podem vir mais
Zhang continua nos planos
Jorge Jesus: «Aimar é um treinador dentro de campo»
Ismaily e Florent certos para a asa esquerda
Filipe Moreira abdica do cargo de treinador

Capa do O Jogo O Jogo

O SILVA "MANHOSO" CONTINUA UM DETESTADO...


Cavaco Silva assobiado por populares à porta da Câmara Municipal da Póvoa do Varzim


JAP - Lusa

Póvoa de Varzim, 16 jun (Lusa) - Dezenas de populares concentraram-se hoje em frente à porta da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, manifestando desagrado pela presença do Presidente da República no concelho.

Cavaco Silva está esta tarde nos Paços do Concelho para uma cerimónia de celebração do dia da cidade, tendo sido assobiado por cerca de 30 populares assim que terminou o hino nacional.

Fernando Reis, da CGTP-Intersindical, afirmou aos jornalistas estar no local "em protesto com a possibilidade de fecho de hospitaios locais".

Para este sindicalista, o presidente da República é responsável "pelo desaparecimento da siderurgia nacional, das pescas e da agricultura".

Um outro popular considerou que o Chefe de Estado "é o responsável político pelo estado do país".

"É o político que mais tempo tem de governaçao, não deve ser bem vindo aqui nem em nenhuma localidade", declarou.

Depois do início da cerimónia, os populares, que se mantêm à porta dos Paços do Concelho, entoam algumas palavras de protesto, como "aumento de ordenado mínimo" e "não à pobreza".

Entretanto, um grupo de dirigentes sindicais presentes na concentração foi recebido pelo chefe da casa civil do Presidente, na Póvoa do Varzim.

Leia mais

NOTAS VERBAIS: "ORA TOMEM LÁ!"


17 Junho 2012

DISPENSAs & PRIVILÉGIOs Disso, as escolas proliferam

Se as embaixadas fossem apenas centros de negócios, os gangsters também seriam diplomatas.
- Manuel DCCXXI Paleólogo©

Tailândia e Cambodja lançam serviço de autocarro Banguecoque a Phnom Penh

Posted 2012-06-15 15:01:22


Posted Image

BANGUECOQUE, 15 de Junho - Tailândia e Camboja, passada quinta-feira, lançou serviço de autocarro  que liga Banguecoque e Phnom Penh, através da fronteira Aranyaprathet-Poipet, com o objetivo de reduzir custos de transporte.
.
Ministros dos Transportes Jarupong Ruangsuwan e cambodjano de Obras Públicas e Transportes, Tram Ministro Iv Tek, representantes do Banco Asiático de Desenvolvimento (ADB), co-presidiu a abertura oficial do novo serviço.
.
Inicialmente, as partes concordaram em executar, de principio, a circulação de 80 veículos incluindo 30 autocarros de passageiros e 10 camiões da Tailândia para o Cambodja e deste país, para a Tailândia, 10 autocarros de passageiros e 30 camiões.
.
Os dois países têm como alvo, em próximo futuro, o aumento do número de autocarros e camiões para 500 unidades por dia.
.
O novo serviço oferece duas rotas, ligando Banguecoque a Phnom Penh, via Aranyaprathet e outra rota ligando Banguecoque, Laemchabang, Poipet e Sisophon.
.
Os dois ministros concordaram em abrir um posto, fronteiriço, nas proximidades de Klongluek em Aranyaprathet para reduzir o congestionamento do tráfego e planeia ligar Banguecoque-Aranyaprathet pelo caminho de ferro e Poipet-Battambang no próximo ano para reduzir os custos de transporte.
.
As ligações de transporte entre a Tailândia e o Camboja destinam-se a expandir, no futuro, ligando a cidade, vietnamita, Ho Chi Minh.
.
Suon Vanhong, vice-diretor do Departamento do Ministério de Transportes do Camboja, citou que a agência oficial noticiosa, chinesa, Xinhua, informou que a ligação directa de Banguecoque a Phnom Penh, por autocarro, via Poipet,  reduziria o tempo de viagem entre a duas capitais.
.
O Banco Asiático de Desenvolvimento, com base na Tailândia, o director da Missão Craig Steffensen disse, em um comunicado à imprensa, na quinta-feira, que a habilidade de mover pessoas, bens e veículos através das fronteiras de forma eficiente é o cerne da integração económica regional.

"Este lançamento irá reduzir os custos de logística e facilitar o crescimento econômico e o desenvolvimento social entre a Tailândia, Camboja e outros países do Mekong", disse ele. (MCOT notícias on-line)

O trabalho "deixou de proteger as pessoas" da pobreza

É uma vergonha o estado a que os pseudo-liberais conduziram a Europa, como é que esta gente tem sequer coragem de usar a ideologia liberal para disfarçar os seus propósitos nefastos???
A única coisa que me deixa tranquilo é o facto de saber que esta gente vai ter de ser "varrida" do sistema política mais tarde, ou mais cedo, é inevitável, o povo está a abrir os olhos e a ver que os políticos que estão hoje no poder (da direita à esquerda) não passam de um gangue de vigaristas da pior espécie... - Texto de João nobre
Emprego
16.06.2012 - 11:04 Por Natália Faria - Público

12% dos trabalhadores vivem abaixo do limiar da pobreza  
12% dos trabalhadores vivem abaixo do limiar da pobreza (Foto: Manuel Roberto)
O trabalho deixou de constituir uma protecção contra a pobreza, tendo-se transformado num mecanismo de aprofundamento das desigualdades sociais".

A prova disto, sustenta o sociólogo Agostinho Rodrigues Silvestre, é que 12% dos trabalhadores portugueses viviam abaixo do limiar de pobreza em 2010.

Que o número de trabalhadores pobres tem vindo a aumentar mostra-o também o facto de 16% das pessoas que em 2011 usufruíram do Rendimento Social de Inserção (35.015) terem acumulado aquele subsídio com rendimentos do trabalho. Numa altura de precariedade generalizada, estes indicadores denotam que o trabalho está a deixar de ser veículo de emancipação e, mais do que isso, "a necessidade de as sociedades se reorganizarem para deixarem de ter no trabalho a primordial fonte de rendimento dos cidadãos", defende Agostinho Rodrigues Silvestre, na comunicação que vai apresentar durante o VII Congresso Português de Sociologia, de quarta a sexta-feira próximas no Porto.

Com um painel sobre crise e perspectivas políticas que juntará o ex-Presidente da República Mário Soares e o ex-líder da CGTP Carvalho da Silva, o congresso vai juntar centenas de sociólogos, contando com uma sessão temática dedicada à economia, trabalho e precariedade. Nela, Agostinho Silvestre basear-se-á nos indicadores portugueses para sustentar que, pesem embora os esforços para preservar a ética do trabalho e as tentativas de encontrar novas jazidas de emprego, nomeadamente no sector social, as sociedades não mais voltarão a ser de pleno emprego.

"O desemprego em Portugal cresceu de uma forma consistente entre 2000 e 2010, ou seja, numa década passou de 4% para 11% e o que a crise veio fazer foi apenas agudizar essa tendência", observa. "O que isto nos mostra é que o modo como as sociedades se organizaram a partir da revolução industrial, mas sobretudo a partir da II Guerra Mundial - em que o trabalho se consolidou como princípio organizador da vida individual e colectiva e foi proclamado como referência identitária e medida das permutas sociais - vai ter que sofrer uma profunda transformação".

Dito doutro modo, a subsistência dos indivíduos terá que ser desligada do trabalho. "O próprio sistema de protecção social está muito ligado à posição que o indivíduo ocupa no sistema produtivo e a ideia que tem vindo a ganhar consistência, nalguns movimentos intelectuais e nalgumas linhas de investigação, é que esta lógica terá que ser substituída por aquilo a que se tem chamado rendimento médio de cidadania, a atribuir a cada cidadão independentemente da posição que este ocupa no sistema produtivo".

De onde viria o dinheiro? "Por via de uma reformulação total do sistema de Segurança Social, isto é, pela canalização dos recursos afectos a abonos de família, reformas, etecetera, para esse rendimento médio. É uma ideia polémica, mas há cálculos que demonstram que 80% do que se gasta hoje com essa proliferação de apoios chegariam para pagar a todos os cidadãos com mais de 18 anos esse rendimento médio, cujo valor teria que ser discutido, não ao nível de Portugal ou Espanha, mas de toda a Europa e até do mundo ocidental", admite o sociólogo.

Considera que, independentemente do que vier a seguir, o que o Estado não pode, numa altura em que a precariedade laboral se generalizou, é continuar a atirar o ónus do desemprego para as costas dos cidadãos: "O Estado põe no indivíduo a responsabilidade de procurar emprego, o que, numa altura em que o trabalho entrou em desordem mas continua a habitar a ordem social, pode significar forçar os cidadãos a procurar uma coisa que não existe".

VIRIATO SOROMENHO MARQUES:"BORBOLETAS DE ATENAS

Opinião
VIRIATO SOROMENHO MARQUES
Não há modelos que permitam antecipar as consequências para a Europa e a própria economia mundial de uma saída brusca da Grécia da Zona Euro. Numa altura em que as complicações se adensam com a banca espanhola descapitalizada, e com o juro insuportável das dívidas públicas de Madrid e Roma, a falência da Grécia seria um golpe talvez mortal para o futuro da construção europeia no seu conjunto. As inércias do processo de desagregação poderiam arrastar-se, mas dificilmente seriam detidas. A questão das eleições gregas não é só a de saber se é a Nova Democracia, de Samaras, ou o Syriza, de Tsipras, que serão chamadas a tentar formar governo. A questão é a de saber se haverá algum líder que queira dar a cara por um projecto político credível que tenha a Europa como sujeito. Já vimos que Hollande, vencedor antecipado das eleições de amanhã em Paris, quer que a Europa mude, desde que a França fique no mesmo sítio. Merkel fala da União política, mas não diz como se chegará lá. Ficamos pois entregues ao efeito borboleta, e ao caos que ele procura ajudar a compreender

GRÉCIA:Superbancos previnem o caos

Se o povo grego quer cometer suícidio votando em radicais de extrema-esquerda, tem todo o direto a fazê-lo, o único senão é que um possível suicídio grego nas eleições de hoje pode pegar fogo a toda a estrutura económica da Europa, estrutura essa que já se encontra extremamente débil...
Ai, ai Europa, para onde caminhas tu???? - Texto de João Nobre
 

.

A Grécia concentra as atenções do Mundo. E não é para menos: os eleitores do país que despoletou a mais grave crise na Zona Euro desde a implementação da moeda única decidem amanhã nas urnas o destino da Europa. 

.
Perante a tensão e numa derradeira tentativa de evitar o pânico total nos mercados, os principais bancos centrais coordenam estratégias e planos de contingência.
.
Por:Lurdes Mestre e Dina Gusmão - Correio da Manhã

 Em resposta a uma eventual segunda-feira negra, os bancos centrais movimentam-se. O Banco de Inglaterra diz-se preparado para colocar à disposição dos bancos a liquidez necessária para evitar o colapso. 
.
No Japão, o governo afirma que vai atacar qualquer movimento que cause instabilidade irreversível e a Reserva Federal norte--americana reúne--se de emergência.
.
A apreensão é total, ou não estivesse em risco a repetição do resultado das legislativas de há um mês e meio, quando nenhum dos partidos alcançou maioria parlamentar e as negociações para formar governo se revelaram um fracasso absoluto. 
.
Então como agora, os conservadores da Nova Democracia e os radicais do Syriza (os dois partidos favoritos) defendem o euro contra o dracma, mas aquele último não quer subjugar o país ao programa de austeridade da troika.
.
O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, sublinha o alerta máximo: a incerteza grega representa um "risco extremo" para a Europa.

HISTORIOLOGIA: "Álvaro Cunhal não queria o 25 de Abril..."

Esta religião de merda chamada Comunismo já desgraçou meio-mundo e esteve à beira de desgraçar Portugal...
.
Os portugueses podem ter muitos defeitos, mas ao menos souberam resistir com coragem e determinação ao "terror vermelho" e podem ter a certeza que ía mesmo ser terror puro se a comunada chegasse ao poder...
.
O Salazar, em comparação com a comunistas não era nada, era um mero aprendiz de ditador, basta estudar-se um pouco de História para se perceber com facilidade que os piores ditadores de sempre foram quase todos comunistas e estamos a falar de homens que exterminar populações inteiras nas ordem das dezenas de milhão...
.
Ainda me recordo de ler há aguns anos atrás, o relato de uma testemunha da revolução bolchevique que contava como via todos os dias passarem na sua aldeia os camiões dos bolcheviques carregados de cadáveres de prisioneiros fuzilados, pilhas e pilhas de cadáveres, na estrada ficava sempre um rasto de sangue fresco que pingava dos camiões, os comunas fuzilavam os prisioneiros durante a noite e de manhã tinham de os transportar de camião para valas comuns no meio de uma floresta.
.
A violação em grupo era uma das armas de guerra preferidas dos bolcheviques e era largamente utilizada para aterrorizar as populações civis e curvá-las perante a vontade de Lenine e Trotsky. Pais e mães viam as suas filhas serem violadas à sua frente por grupos de 20, 30 40, soldados, tudo com o aval e sob as ordens de Trotsky que era o Comandante do Exército Vermelho. Lenine por sua vez também sabia de tudo, mas a sua reacção era dos mais impiedoso possível, nada fez para impedir os massacres ou as violações, não mexeu um dedo sequer...
.
A canalha vermelha fez coisas ao povo russo, que nem sequer os Nazis conseguiram fazer, NEM SEQUER OS NAZIS!!! E hoje a "malta" dos blocos de esquerda, PCP e companhia ltd., andam por aí a defender estes autênticos filhos da puta, haja decência... Texto de João Nobre

KAOS:Eleições na Grécia

Esta Europa que temos está em pânico porque hoje é dia de eleições na Grécia e se tudo pode ficar na mesma se a Nova Democracia vencer, também tudo pode ter de mudar se o Sirisa conseguir uma maioria e formar governo.
Não sei se isso será a solução, mas uma coisa é certa será uma pedrada no charco em que está transformada esta politica europeia e algo terá de mudar.
Há que dizer à Merkle e aos sabujos como o Passos Coelho que lhe andam a lamber os "tomates" que condenar os povos à pobreza e miséria, que acabar com direitos laborais e sociais não é uma alternativa.
Daqui a 24 horas já saberemos e poderemos ver que futuro terá a Europa e o capitalismo mercantilista e selvagem que a governa.

POIS É ISSO MESMO SR. SILVA



O sr. Silva espera, espera tudo...o "manhoso" das esperanças... 

.

Cavaco admite crise da banca espanhola como "problema adicional" para Portugal


Cavaco admite crise da banca espanhola como problema adicional para Portugal
legenda da imagem
Estela Silva/ Lusa

O Presidente da República afirmou hoje esperar que a Espanha "ultrapasse as dificuldades" que enfrenta no seu sistema bancário, porque tal pode afetar o crescimento económico de Portugal.

AI PAULINHO, PAULINHO QUEM A TI TE MANDA TOCAR RABECÃO....!!!

Mas quem é que está frustrado por isso?

Diz Portas qwe a diplomacia do século XXI é a continuação da economia, pelo que continuará a dar o seu melhor pela diplomacia económica "para frustração" dos que esperavam dele mais preocupação pela política europeia...
  1. O ministro confunde diplomacia económica com atividade comercial externa e, aceitemos, com o que se pode designar por diplomacia comercial.
  2. Devem ser muito poucos os frustrados pelo facto de, até que enfim, se falar da diplomacia económica, assumindo-a designadamente na vertente comercial. Se o ministro pretende esvaziar a ação e a atividade diplomáticas da dimensão política, esse é sim um problema que o poderá deixar frustrado, a prazo.
  3. Mas compreende-se que, num governo de coligação e na fase crítica que o País atravessa, seja mais confortável para um MNE com ambições políticas atuar como se fosse um super-presidente da AICEP. Só que não basta. É pouco e o expediente também durará pouco.

O SILVA "MANHOSO" PASSOU A ESTADO DE MAL- AMADO...DESAPAREÇA HOMEM!


Cavaco Silva assobiado por populares na Póvoa de Varzim


Cavaco Silva assobiado por populares na Póvoa de Varzim
legenda da imagem
Estela Silva/Lusa

Dezenas de populares concentraram-se hoje em frente à porta da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, manifestando desagrado pela presença do Presidente da República no concelho.

Cavaco Silva está esta tarde nos Paços do Concelho para uma cerimónia de celebração do dia da cidade, tendo sido assobiado por cerca de 30 populares assim que terminou o hino nacional.
.
Fernando Reis, da CGTP-Intersindical, afirmou aos jornalistas estar no local "em protesto com a possibilidade de fecho de hospitaios locais".
.
Para este sindicalista, o presidente da República é responsável "pelo desaparecimento da siderurgia nacional, das pescas e da agricultura".
.
Um outro popular considerou que o Chefe de Estado "é o responsável político pelo estado do país".
.
"É o político que mais tempo tem de governaçao, não deve ser bem vindo aqui nem em nenhuma localidade", declarou.
.
Depois do início da cerimónia, os populares, que se mantêm à porta dos Paços do Concelho, entoam algumas palavras de protesto, como "aumento de ordenado mínimo" e "não à pobreza".
.
Entretanto, um grupo de dirigentes sindicais presentes na concentração foi recebido pelo chefe da casa civil do Presidente, na Póvoa do Varzim.

PRONTO, PRONTO O PAULINHO NÃO DESCANSA....A CORTAR FITAS!

16 Junho 2012


Em Paris que é como quem diz

Paulo Portas, hoje, em Paris para inaugurar as novas  instalações da Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa em conjunto com as associações Cap Magellan, CCPF e Santa Casa da Misericórdia de Paris.

VERDADES DE MIGUEL SOUSA TAVARES


.Tanto Teixeira dos Santos como Vítor Constâncio juraram que não era possível imaginar que a nacionalização do BPN iria ser tão cara aos contribuintes. Eu, que não sou economista nem especialista em banca, escrevi logo aqui que iria ser ruinoso. Entre outros sinais, bastou-me olhar para a cara do dr. Oliveira Costa, que Vítor Constâncio garante que tinha um currículo impecável para dispor de uma licença de banqueiro. Em que escola andaram eles?
Miguel Sousa Tavares, Expresso

KAOS:God save the … banks



As autoridades britânicas anunciaram um conjunto de medidas de emergência para fazer frente à crise da dívida europeia, disponibilizando uma cifra de 100 mil milhões de libras (123,5 mil milhões de euros). O ponto principal deste pacote é um financiamento de 80 mil milhões de libras (cerca de 98,7 mil milhões de euros) do banco central aos bancos comerciais, para as próximas semanas e a um preço reduzido. Paralelamente, o pacote compreende uma injecção de cerca de 5000 milhões de libras por mês nos bancos do centro financeiro de Londres para aumentar a liquidez.
Todos falam da crise das dividas soberanas (os malvados povos do sul que só querem sol e praia e gastam acima das suas possibilidades), mas o que assistimos actualmente é a uma crise dos bancos, (que dos banqueiros não consta que passem por dificuldades), com os estados a endividarem-se desesperadamente para os capitalizar. Os bancos, os principais responsáveis pela crise de 2009 mas que não os impediu de continuarem a especular, (e surpreendentemente a passar nos testes feitos pelo BCE), chegam finalmente ao momento em que mostram estar descapitalizados e a forçar os governos a injectar muitos milhares de milhões. Quem vai pagar em sacrifícios e austeridade tudo isto? Nós.

CAPRICHO DA NATUREZA

Caralhos biológicos

"Você conseguirá tudo o que pede, se fizer por merecer."



Sabe a diferença entre o Correto e o Justo?
.
Coincidentemente, dois juízes encontram-se no estacionamento de um motel e, constrangidos, reparam que cada um está com a mulher do outro.
.
Após alguns instantes de silêncio e de 'saia justa', mas mantendo-se  compostura própria de magistrados, em tom solene e respeitoso um diz ao outro: Nobre colega, inobstante este fortuito imprevisível, sugiro que desconsideremos o ocorrido, crendo eu que o CORRETO seria que a minha mulher venha comigo, no meu carro, e a sua mulher volte com Vossa Excelência no seu.
.
Ao que o outro respondeu: - Concordo plenamente, nobre colega, que isso seria o CORRETO, sim... no entanto, não seria JUSTO, levando-se em consideração que vocês estão saindo e nós estamos entrando...

FRASE DO DIA

Crise
 
Esta noite, entrou-me um ladrão em casa, à procura de dinheiro.
Levantei-me da cama e fui ajudá-lo a procurar...