Translator

quarta-feira, 20 de junho de 2012

A HIPOCRESIA DA ERC E A LIVRAÇÃO DO RELVAS


O Relvas, o Relvas com perdão à vista e livre de engolir o salgado petisco  - Clique na imagem para o resto

A ERC não deu como provada a existência de pressões ilícitas por parte de Miguel Relvas sobre o jornal Público.
.
P.S. Para saber mais sobre a ERC (regularizada/politizada) cliqueAQUI 

"CALMEX MANGAS DE ALPACA O DINHEIRINHO ESTÁ A CHEGAR!


.
 


KAOS:A rainha de Copas da Europa

Ando farto destas politicas, deste país, desta Europa e sei lá mais de quê. Ando sem vontade nem animo para tudo isto e por isso nem para ouvir os nossos políticos, comentadores e analistas da treta. Por isso nem vou fazer nenhum texto  para acompanhar esta imagem e até ter vontade provavelmente vai continuar assim. Cada um que lhe faça a legenda que desejar, se desejar.

"ESTÃO A VENDER, AO ESTRANGEIRO, O POUCO QUE AINDA TEMOS"

 O Borges, sempre o Borges....!!! A cagar pela boca, postas de pescadas "do maior interesse para o país"... Portugal está a ser, pela corja, miseravelmente vendido a países estrangeiros. Este Brasil, agora tão divulgado pela RTP (que temos) como o paraíso, migratório, dos portugueses e fazer face ao desemprego que infelizmente grassa em  Portugal. O Brasil, actualmente, possui 40 milhões de almas a viver no limiar da pobreza e por lá  existe desemprego. Foi-me dito, ontem, por um brasileiro meu amigo, trabalhador na área desportiva, que depois de emigrado vários anos na Ásia e Médio-Oriente voltou ao Brasil com o propósito de ficar por lá. Regressou, à Ásia, porque no seu país não havia hipótese de emprego. 


Cimpor passou para as mãos dos brasileiros da Camargo Corrêa


Paulo Alexandre Amaral, RTP
.
Os brasileiros da Camargo Corrêa passam a deter 94,81 por cento do capital da Cimpor, com 95,69 por cento de direitos de voto, face aos resultados da OPA (Oferta Pública de Aquisição) lançada em março pela sua subsidiária InterCement. Tendo sido aceites os 5,5 euros por ação e com a cimenteira fora de mãos portuguesas, ouvem-se agora aqueles que contabilizam em milhões o montante que os cofres do Estado perdem com esta OPA, que é vista por António Borges, consultor do Governo para as privatizações, como uma operação "do maior interesse para o país".

A ECONOMIA PORTUGUESA A CRESCER E ....E OS PORTUGUESES CHICOS FININHOS...!!!

E assim a economia deste pobre país cresce enquanto os bolsos, dos portugueses, mínguados! Para onde vai parar esta nação! 
Clique na imagem para o video

Funcionários públicos já recebem salários com cortes dos subsídios

Os funcionários públicos começaram já a receber os salários de junho com os cortes dos subsídios de férias.
.
P.S. - Oh gente hoje é dia de futebol e de alegria.... Portugal vai venver a república Checa e o prazer da vitória arruma a desgraça para o lado e faz de nós uns bolas!

"LACAIOS LAMBE-BOTAS DO CAPITALISMO....."


 Herman Van Rompuy

Lacaios lambe-botas do capitalismo financeiro destruidor representado por Bilderberg, artistas como Herman Van Rompuy ou Barroso, que só são vagamente conhecidos nos seus países e pelas piores razões,artificialmente arvorados em líderes europeus, são inteiramente merecedores  deste tratamento abaixo de cão!

Divulguem para bem duma Europa livre da ameaça representada por estes parasitas, tão ou mais  perniciosa que a defunta ameaça totalitária estalinista !!!
 Abraço
 Aurélio
Minha nossa!!!!
Para quem diz que não quer ser rude...não vai nada mal!!
António
Clique a seguir

OS FUNCIONÁRIOS DAS EMBAIXADAS E CONSULADOS VÃO RECEBER O SALÁRIO COM ATRASO



  Número de Documento: 14520852

  Lisboa, Portugal 19/06/2012 16:15 (LUSA)
  Temas: Economia, Negócios e Finanças, Política, Diplomacia, Sociedade
Consulados: Salários deste mês dos funcionários serão pagos com atraso - Sindicato
Lisboa, 19 jun (Lusa) – O pagamento dos salários dos funcionários externos do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) sofrerão um atraso este mês, segundo informações da Secretaria-Geral do ministério, o que irá causar transtornos aos trabalhadores, afirmou hoje um responsável sindical.

“Este mês, dado o Ministério das Finanças não ter desbloqueado as verbas (para o pagamento dos salários), não se sabe quando iremos receber”, declarou à agência Lusa Alexandre Vieira, secretário-geral adjunto do Sindicato dos Trabalhadores Consulares e das Missões Diplomáticas (STCDE).
Alexandre Vieira disse que o Tesouro ainda não realizou a transferência do dinheiro para o pagamento dos salários dos funcionários dos consulados e das embaixadas, acrescentando que todo o processo é bastante burocrático, já que o dinheiro passa por várias contas/instituições até chegar efetivamente aos trabalhadores.
Segundo o sindicalista, uma circular foi enviada aos postos diplomáticos pela secretaria-geral do MNE, através do Departamento Geral de Administração, informando “da ocorrência de atrasos no pagamento” e pedindo aos chefes dos postos “a sensibilização junto dos possíveis prejudicados por esta situação”.
O documento indicou que os órgãos do MNE comprometem-se a intervir “junto do Ministério das Finanças para efetuar as transferências de fundos para os postos com a maior urgência”.
“Os funcionários já estão em pé de vento, já há postos que pensam em parar de trabalhar na próxima semana”, acrescentou.
Alexandre Vieira afirmou que tem recebido vários e-mails de funcionários colocados em vários países, que estão preocupados com a situação, sobretudo porque o atraso nos salários causarão transtornos nas suas vidas.
“Alguns países, como a Suíça, em que os funcionários já tiveram um corte salarial de 50 por cento nos últimos dois anos, devido à flutuação cambial, a situação é penalizadora”, sublinhou.
“É gravíssimo, se não pagam (os salários), as pessoas não podem sobreviver”, acrescentou.
Os postos consulares e embaixadas também receberam uma nota informando sobre a efetivação dos cortes nos subsídios de férias e de Natal, de acordo com o sindicalista do STCDE.
A Lusa contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros, mas não obteve resposta em tempo útil.
CSR. 
         Lusa/Fim

KAOS:A inocência da santidade



A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) deverá votar hoje, a deliberação final sobre o caso das alegadas pressões ilícitas do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, sobre o jornal "Público", (ameaçando publicar na Internet dados pessoais e privados de uma jornalista), para impedir a publicação de notícias sobre o seu eventual envolvimento no caso das secretas. Ao que o SOL apurou a conclusão a que chegaram os técnicos da ERC e que consta do relatório, é que Miguel Relvas não tentou pressionar o jornal Público.
Recorde-se que o conselho regulador da ERC é presidido por Carlos Magno e tem entre os seus vogais a ex-jornalista e jurista Raquel Alexandra, amiga pessoal de Miguel Relvas. Além destes dois membros, o conselho regulador é composto por Arons de Carvalho, Maria Roseira Gonçalves e Rui Gomes.
Só me pergunto é porque perdem tempo a fazer estes relatórios, reuniões e votações se já todos sabem o resultado mesmo antes de se iniciar o processo. É claro que o Relvas é um anjinho.

E VIVAM OS LUXOS!