Translator

domingo, 1 de julho de 2012

ACÇÃO NOBRE DO SENHOR GENERAL



Tal e qual o nosso actual presidente da república .Leiam atentamente e encontrem as semelhanças e diferenças, se realmente existem
 
OBRIGATÓRIO LER!

Ao contrário do que se diz, ainda existem políticos com integridade e valores!

Texto de Fernando Dacosta.... para reflexão, se ainda temos tempo para isso!!!

.
Quando cumpria o seu segundo mandato, Ramalho Eanes viu ser-lhe apresentada pelo Governo uma lei especialmente congeminada contra si.
.
O texto impedia que o vencimento do Chefe do Estado fosse «acumulado com quaisquer pensões de reforma ou de sobrevivência» públicas que viesse a receber.
.
Sem hesitar, o visado promulgou-o, impedindo-se de auferir a aposentação de militar para a qual descontara durante toda a carreira.
.
O desconforto de tamanha injustiça levou-o, mais tarde, a entregar o caso aos tribunais que, há pouco, se pronunciaram a seu favor.
.
Como consequência, foram-lhe disponibilizadas as importâncias não pagas durante catorze anos, com retroactivos, num total de um milhão e trezentos mil euros.
.
Sem de novo hesitar, o beneficiado decidiu, porém, prescindir do benefício, que o não era pois tratava-se do cumprimento de direitos
escamoteados - e não aceitou o dinheiro.
.
Num país dobrado à pedincha, ao suborno, à corrupção, ao embuste, à traficância, à ganância, Ramalho Eanes ergueu-se e, altivo, desferiu uma esplendorosa bofetada de luva branca no videirismo, no arranjismo que o imergem, nos imergem por todos os lados.
.
As pessoas de bem logo o olharam empolgadas: o seu gesto era-lhes uma luz de conforto, de ânimo em altura de extrema pungência cívica, de dolorosíssimo abandono social.
.
Antes dele só Natália Correia havia tido comportamento afim, quando se negou a subscrever um pedido de pensão por mérito intelectual que a secretaria da Cultura (sob a responsabilidade de Pedro Santana Lopes) acordara, ante a difícil situação económica da escritora, atribuir-lhe. «Não, não peço. Se o Estado português entender que a mereço», justificar-se-ia, «agradeço-a e aceito-a. Mas pedi-la, não. Nunca!»
.
O silêncio caído sobre o gesto de Eanes (deveria, pelo seu simbolismo, ter aberto telejornais e primeiras páginas de periódicos) explica-se pela nossa recalcada má consciência que não suporta, de tão hipócrita, o espelho de semelhantes comportamentos.
.
“A política tem de ser feita respeitando uma moral, a moral da
responsabilidade e, se possível, a moral da convicção”, dirá. Torna-se indispensável “preservar alguns dos valores de outrora, das utopias de outrora”.
.
Quem o conhece não se surpreende com a sua decisão, pois as questões da honra, da integridade, foram-lhe sempre inamovíveis. Por elas, solitário e inteiro, se empenha, se joga, se acrescenta- acrescentando os outros.
.
 
“Senti a marginalização e tentei viver”, confidenciará, “fora dela. Reagi como tímido, liderando”. O acto do antigo Presidente («cujo
carácter e probidade sobrelevam a calamidade moral que por aí se
tornou comum», como escreveu numa das suas notáveis crónicas
Baptista-Bastos) ganha repercussões salvíficas da nossa corrompida, pervertida ética.
.
Com a sua atitude, Eanes (que recusara já o bastão de Marechal) preservou um nível de dignidade decisivo para continuarmos a respeitar-nos, a acreditar-nos - condição imprescindível ao futuro dos que persistem em ser decentes.
.
Nota: Já escrevi algures no Expresso um comentário sobre Ramalho
Eanes, mas sinto-me na obrigação de dizer algo mais e que me foi
contado por mais que uma pessoa.
.
Disseram-me que perante as dificuldades da Presidência teve de vender uma casa de férias na Costa de Caparica e ainda que chegou a mandar virar dois fatos, razão pela qual um empresário do Norte lhe ofereceu tecido para dois.
.
Quando necessitava de um conselho convidava as pessoas para depois do jantar, aos quais era servido um chá por não haver verba para o jantar. O policia de guarda em vez de estar na rua de plantão ao fio e chuva mandou colocá-lo no átrio e arranjou uma cadeira para ele não estar de pé. Consta que também lhe ofereceram Ações da SLN-BPN, mas recusou.
.
( Obrigatório Repassar. Todos os Portugueses têm a obrigação de saber isto.

.
E já que a comunicação social deste nosso triste País está "impedida"  de divulgar estes casos, vamos nós assumir essa missão)

KAOS: Sherlock Álvaro & Doctor Macedo

Instigado a comentar a centena de processos instaurados pela IGAS nos últimos três anos, que dá conta de casos de fraude, corrupção e infracções conexas, Paulo Macedo achou "normal haver processos em curso". "O que acho anormal é o mesmo tipo de fraude se repetir", afirmou.
Ainda me lembro do Paulo Macedo falar da luta contra a fraude e a evasão fiscal e agora vejo-o a combater as fraudes no SNS. Os doentes que não conseguem pagar o transporte, as consultas, os tratamentos e até aviar as receitas não o considerarão um bom ministro, mas pelo seu passado talvez possamos concluir que em vez de um mau ministro poderíamos ter um bom policia.

Dulce Félix campeã da Europa dos 10 mil metros




Publicado ontem

foto Tobias Schwarz/REUTERS
Dulce Félix campeã da Europa dos 10 mil metros
Atleta portuguesa venceu a 11º medalha de ouro portuguesa em europeus de atletismo



A portuguesa Dulce Félix sagrou-se, este domingo à tarde, campeã europeia dos 10 mil metros, após vencer com autoridade a corrida, em Helsínquia.
.
Esta foi a terceira medalha de Portugal nos Europeus de atletismo, a juntar à prata de Patrícia Mamona no triplo salto e ao bronze de Sara Moreira nos 5000 metros.
.
P.S. - A título de curiosidade uma atleta de Portugal conquistou uma medalha de ouro na Tailândia. Para saber mais clique em baixo

AQUI TAILÂNDIA: JESSICA AUGUSTO 


PUTA MADRE QUE LOS PARIU!

CAMPEONES DE EUROPA



Desempenho de Paulo Portas um ano nas Necessidades

Antes que  notas verbais encerre, amanhã, o barómetro segue o resultado de gostos,desgostos,menos gostos e sofrível do ministro (que Portugal tem) dos Estrangeiros Paulo Portas.

BARÓMETRO até 2 de julho

 
 Muito bom
Suficiente
Sofrível
Medíocre
Muito mau

Desempenho de Paulo Portas um ano nas Necessidades

Muito bom
10,47%
Suficiente
2,62%
Sofrível
39,27%
Medíocre
30,89%
Muito mau
16,75%

AICEP quer consolidar potencial como "hub" para investimento chinês



O presidente da Agência para Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) disse à Lusa que Portugal quer consolidar junto das autoridades da China o potencial do país como plataforma (`hub`) para o investimento chinês.

.

Pedro Reis falava à Lusa no âmbito da viagem à China que a comitiva presidida pelo ministro do Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas realiza entre 01 e 08 de julho.
.
Esta comitiva, na qual estará também o presidente da AICEP, integra cerca de seis dezenas de empresas portuguesas.
.
"Esta viagem reveste-se da maior importância para a internacionalização da economia portuguesa, que encara a China como um mercado fulcral", afirmou Pedro Reis, citando a entrada da State Grid e da Three Gorges nos capitais da REN e EDP, respetivamente.
.
Estas entradas "representam um salto histórico na abertura de dois mercados nos dois sentidos. Ao entrarmos no radar do investimento chinês, que olha Portugal não apenas como um mercado doméstico, mas sim como uma plataforma para União Europeia e para o mercado da Lusofonia, quero acreditar que Portugal ganhou uma dimensão própria para a internacionalização da própria economia chinesa".
É com esse "objetivo que queremos consolidar junto das autoridades chinesas, isto é, o potencial de Portugal como `hub` para o investimento chinês", salientou o executivo.
.
Por outro lado, "queremos abrir mais caminho para as empresas portuguesas, em todos os setores da atividade económica".
.
Em relação a Macau, Pedro Reis adiantou que Portugal quer "claramente consolidar as oportunidades de negócios decorrentes da Lusofonia, alicerçadas na presença do Fórum Macau", sendo que esta região autónoma "pode também representar uma porta de entrada para o mundo de Cantão, que é o coração industrial da China".
.
No programa estão agendados um seminário económico, em Pequim, e reuniões bilaterais entre empresas portuguesas e chinesas promovidas pela AICEP, as quais serão "o ponto forte" desta viagem.
.
Empresas como BES, BCP, Barclays, CGD, Bial, PT Investimentos Internacionais, REN, Simoldes, Dão Sul, EFACEC, PLMJ ou EDP Internacional integram a comitiva.
.
Questionado sobre o aumento das exportações portuguesas para a China no primeiro quadrimeste do ano, que aumentou 200 por cento, para 301 milhões de euros, Pedro Reis explicou que esse crescimento não é ocasional, já que tem havido uma subida constante das vendas, um sinal que considerou "positivo".
.
Em relação aos setores que impulsionam este aumento das exportações, o presidente da AICEP assinalou áreas como as de veículos automóveis, pastas celulósicas e papel, instrumentos de ótica e precisão, entre outros, apontando também as vendas de produtos alimentares, agrícolas ou matérias têxteis.
 .
"Um bom sinal deste aumento nas exportações para a China é que se dá em vários setores e não apenas em um ou dois".
.
As empresas exportadoras portuguesas para o mercado chinês têm vindo a aumentar nos últimos anos.
.
"Estou convencido que com o esforço de internacionalização da economia portuguesa teremos mais empresas exportadoras em 2012. Acredito que no final do ano mais empresas terão exportado para China do que em 2011".
.
Questionado sobre as expetativas em relação a esta viagem, Pedro Reis concluiu: "Acredito que vamos dar corpo e conseguir resultados concretos no aumento do comércio bilateral entre os dois países".

OPINIÃO DE JORGE FIEL

Depois da travagem brusca e a fundo imposta pela troika, chegou o momento de dar um cheirinho no acelerador. Os empurrões de manifestantes irados no Mercedes de um ministro podem ser o sinal de que não se deve esticar mais a corda.
Jorge Fiel, Jornal de Notícias

GENTE E PÁSSAROS NO PARQUE

Pois é isso... Um gajo, como eu, reformado para passar o tempo carrega com a máquina à bandoleira e vai para o parque tirar fotografias. Foi isso que fiz, hoje ao fim da tarde: gente, pássaros, cor e sorrisos.

KAOS:Assalto ao Metro do Porto



 A nova gestão da Metro está presa por um nome, vetado pela Comissão de Recrutamento para a Administração Pública. Gaia culpa Rio, que denuncia pressões no Governo para prejudicar o ministro da Economia.[JN]. 
O presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto afirmou que «vergonha que se passou ontem no Metro do Porto tem alguma coisa a ver com a crise que temos ou tem a ver com a incapacidade deste Governo de decidir o que quer que seja porque anda a hesitar entre o cartão azul e o cartão laranja ou entre o homem do Porto e o homem de Gaia, dando um espectáculo ao país deplorável de alguém que não é capaz de decidir coisa nenhuma»
Não quero saber quem vai gerir o Metro do Porto porque seja o amigo do Rui Rui, do Álvaro ou do do Luís Filipe Menezes, a escolha será certamente partidária e mais preocupada com amizades que em competências. O que vejo é mais um triste espectáculo de favores, boys e jobs. Esta é a clareza que este governo prometeu que quando fosse eleito ia escolher os melhores e os mais aptos para ocupar os lugares mas que afinal mostra ser igual ou pior que todos os outros. A merda continua

CLIQUE NAS CARTAS E DIVIRTA-SE!


 Clique


 



com uma selecção destas o que se pensava alcançar??


As capas dos jornais e as principais notícias de Domingo, 1 de Julho de 2012.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Presos sem cela ficam algemados a mota num corredor
Menor morre afogado
Uma raridade de... ouro!
Doença: Menos baixas em Maio
Luís Filipe Vieira: Pede união no Benfica
António José Seguro: Exige explicações
Música: Shakira grava em Lisboa

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Sorteio do Totoloto (52/2012)
O dia em que Shakira bloqueou uma avenida de Lisboa
Contra a Espanha, Prandelli diz ter Pirlo, o virtuoso
Ex-secretária de Estado dos Transporte defende demissão do ministro da Economia
Diferentes gerações juntam-se em manifestações contra o desemprego
Annan anuncia acordo para a Síria que mantém o regime no poder

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Turista inglês morre ao cair de arriba com 30 metros
Jovem de 20 anos raptada e violada junto a salinas
Inaceitável
Greve piloto e rasteirinha
Motociclista morre em choque violento com viatura ligeira
"Alteração de subsídio aumenta proteção"
UNESCO classifica fortificações de Elvas

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Comboio histórico fez a primeira viagem na Linha do Douro
PJ deteve autor do incêndio em hotel de Lisboa
Ronaldo refugia-se no Gerês
Hospital de Viseu deixa diabéticos 12 horas sem comer
Falcao concretiza sonho em Miami
Ute Lemper e Pat Metheny marcam música de Guimarães 2012 em julho
A GE Portuguesa é do Norte

Capa do i i

Movimento Republicano insiste em festejar 5 de Outubro na data
Hillary Clinton. EUA vão apresentar plano para a Síria
Novos preços do “roaming” entram em vigor este domingo
Bloco de Esquerda acusa governo e troika de mentirem e arrastarem economia para o colapso
Recuperado quadro de Dalí roubado de galeria de arte nos Estados Unidos
Alteração de subsídio de maternidade aumenta protecção, diz Marco António Costa
Volta à França. Fabian Cancellara é o primeiro camisola amarela da edição de 2012

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Rui Rio acusa "membros do Governo" de tentar "fragilizar mais o ministro da Economia"
Venezuela entra no Mercosul. Paraguai suspenso
Ministro da Economia desvaloriza contestação na Covilhã e diz que o mais importante é diálogo social
Parlamento alemão aprova Tratado Orçamental e Mecanismo de Estabilidade por larga maioria
Relvas: Caso "já devia ter tido um ponto final, mas há pessoas que têm mau perder"
S&P 500 regista maior ganho de 13 anos num mês de Junho
Petróleo dispara mais de 10% nos EUA com cimeira europeia

Capa do A Bola A Bola

Falcao concretizou sonho de criança
Wimbledon: Shvedova entra para a história dos torneios do Grand Slam
Título dos Heat festejado no Marquês de Pombal às 5 da manhã! (com vídeo)
Enzo Pérez próximo do River Plate
Três jogadores que já atuaram em Portugal levam Vasco da Gama à liderança
Fantástica defesa de Hope Solo (com vídeo)
A filha de Bebeto é fogo!

Capa do Record Record

Dnipro seduz Joãozinho
Cardozo espera decisões
Godinho Lopes assume que Adrien é para segurar
Ewerton de partida a encerrar a novela
Tope Obadeyi: «Assumi o sacrifício»
Guardião Matt Jones já assinou contrato
João Peixe marcou no jogo de despedida

Capa do O Jogo O Jogo

Aprovado orçamento de 18 milhões de euros
Seedorf no Botafogo
Turquel e Lobinhos discutem final feminina
"Finalmente atingi o auge como árbitro"
Luís Filipe Vieira promete "resistir a todas as provocações"
Madail assume simpatia pelo Benfica
Três medalhas para a Turquia