Translator

sábado, 3 de novembro de 2012

NOTÍCIAS RAPIDINHAS



.
Como foi possível um sacanita  de um gajo destes ter sido Primeiro-Ministro de Portugal e um dia Presidente da União Europeia...Merda de mundo que elege  "canalha" igual a esta!  

Clique em baixo.

Durão Barroso e o ensino burguês - YouTube


Aguentai pobretas e alegretos, portugueses, a canga das misérias por mais 5 a multiplicar por 3 igual a 15 anos. Sem contar caistens na escravidão dos países ricos da Europa. Que se levantem os homens com os "colhões" no sitio certo e que varrem a escumalha que desgraçou este nobre país e o mais antigo de toda a Europa! 



Angela Merkel avisa que demora 5 anos a por fim à crise das dividas soberanas


Isabel da Silva Costa e Luis Moreira
É esse o tempo que para a chanceler alemã irá durar a crise das dívidas soberanas na Europa . Merkel quer um maior esforço dos parceiros europeus.

KAOS:Espelho meu há alguém mais lambe botas que eu?



Já viram que hoje não há nem tempo nem paciência para escrever um texto. Fica o boneco e cada um que faça a sua leitura e o adapte à sua maneira.

SUSTENTAR A "CARNEIRADA" A PASTAR NA PRADARIA...!!!



Falta aqui o instituto da puta que os pariu!

AS INVENÇÕES SOCIALISTAS ( verdade ? se sim...vergonha )
 
UM DOS SUPORTES DA CAMA SOCIALISTA
  (a compra do voto à custa do contribuinte) (até cegos vêm) A VERDADE DOS NUMEROS, QUE É PARA NÃO ENGANAR NINGUÉM !!
.
Portugal tem hoje 349 Institutos Públicos, dos quais 111 não pertencem ao sector da Educação. Se descontarmos também os sectores da Saúde e da Segurança Social, restam ainda 45 Institutos com as mais diversas funções.
.
Há ainda a contabilizar perto de 600 organismos públicos, incluindo Direcções Gerais e Regionais, Observatórios, Fundos diversos, Governos Civis, etc.) cujas despesas podiam e deviam ser reduzidas, ou em alternativa - que parece ser mais sensato - os mesmos serem pura e simplesmente extintos.


Para se ter uma noção do despesismo do Estado, atentemos apenas nos
  supra-citados Institutos, com funções diversas, muitos dos quais nem se percebe bem para o que servem.
 
Veja-se então as transferências feitas em 2010 pelo governo socialista de  Sócrates para estes organismos: 

ORGANISMOS

DESPESA
 (em milhões de €)

Cinemateca Portuguesa 3,9


Instituto Português de Acreditação 4,0


Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos 6,4


Administração da Região Hidrográfica do Alentejo 7,2


Instituto de Infra Estruturas Rodoviárias 7,4


Instituto Português de Qualidade 7,7


Administração da Região Hidrográfica do Norte 8,6


Administração da Região Hidrográfica do Centro 9,4


Instituto Hidrográfico 10,1


Instituto do Vinho do Douro 10,3


Instituto da Vinha e do Vinho 11,5


Instituto Nacional da Administração 11,5


Alto Comissariado para o Diálogo Intercultural 12,3


Instituto da Construção e do Imobiliário 12,4


Instituto da Propriedade Industrial 14,0


Instituto de Cinema e Audiovisual 16,0


Instituto Financeiro para o Desenvolvimento Regional 18,4


Administração da Região Hidrográfica do Algarve 18,9


Fundo para as Relações Internacionais 21,0


Instituto de Gestão do Património Arquitectónico 21,9


Instituto dos Museus 22,7


Administração da Região Hidrográfica do Tejo 23,4


Instituto de Medicina Legal 27,5


Instituto de Conservação da Natureza 28,2


Laboratório Nacional de Energia e Geologia 28,4


Instituto de Gestão do Fundo Social Europeu 28,6


Instituto de Gestão da Tesouraria e Crédito Público 32,2


Laboratório Militar de Produtos Farmacêuticos 32,2


Instituto de Informática 33,1


Instituto Nacional de Aviação Civil 44,4


Instituto Camões 45,7


Agência para a Modernização Administrativa 49,4


Instituto Nacional de Recursos Biológicos 50,7


Instituto Portuário e de Transportes Marítimos 65,5


Instituto de Desporto de Portugal 79,6


Instituto de Mobilidade e dos Transportes Terrestres 89,7


Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana 328,5


Instituto do Turismo de Portugal 340,6


Inst. Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação 589,6


Instituto de Gestão Financeira 804,9


Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas 920,6


Instituto de Emprego e Formação Profissiona 1.119,9


TOTAL 5.018,4

.
Se se reduzissem em 20% as despesas com este - e apenas estes - organismos, as poupanças rondariam os 1000 milhões de €, e, evitava-se a subida do IVA.
.
Se fossem feitas fusões, extinções ou reduções mais drásticas a poupança seria da ordem dos 4000 milhões de €, e não seriam necessários cortes nos salários.  Se para além disso mais em outros tantos Institutos se procedesse de igual forma, o PEC 3 não teria sequer razão de existir.

DIVULGUE  
                 

KAOS: O Dilúvio Liberal



Ultimamente em cada boneco é sempre igual. Não sei o que fazer nem o que dizer e começo à procura de algo que me deixe fazer alguma coisa que não seja sempre igual ao que acabei de fazer. São sempre os mesmos personagens e já não sei que outros adjectivos lhes dedique.
Quando encontro a imagem começo a fazer o boneco e quando acabo não faço a mínima ideia de um texto apropriado a ela. Como ando com a cabeça um pouco confusa acabo por misturar a minha vida e a vida deste país numa terrível mixórdia.
Quando estou mais em baixo e magoado, chamar nomes aos canalhas que nos governam é fácil, é só descarregar a frustração e a irritação, quando estou mais calmo e sonhador nem ideias para escrever aparecem.
Desculpem lá que isto um dia destes volta ao normal, seja lá isso o que for. O país também.

As capas dos jornais e as principais notícias de Sábado, 3 de Novembro de 2012.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Alberto João Jardim com vitória sofrida no PSD-Madeira
Vilamoura: Ilegal extraditado
Maia: Camião de sucata tomba
Trancoso: Morre em tractor
Corvo: Derrocada forma ilhéus
Espeta chave de fendas no pescoço de estudante
Carminho traz fado aos coliseus

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Jardim reeleito líder do PSD-Madeira pela diferença mínima de 88 votos
"Jackpot" de 132 milhões no Euromilhões de terça-feira
Vítor Pereira: "Fizemos um jogo excepcional"
Seguro: “O PS não será muleta do Governo"
Marítimo foi presa muito fácil para um FC Porto esfomeado e dinâmico
O comboio europeu que dá espectáculo já está em Lisboa

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

A discussão que interessa
Luto(s). As lágrimas de Deus
Reformar sim, refundar não!
Jornais, poder e tradições
Até o Super-Homem se vê na encruzilhada dos novos tempos
Combinação vencedora do Euromilhões
Povo português "está a sentir-se obrigado a emigrar"

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Miguel Albuquerque diz que PSD-M "viveu momento histórico"
23 milhões sem trabalho nos EUA
Vítor Pereira: "Fizemos um jogo excecional"
Mensagem secreta encontrada em cadáver de pombo-correio
Universidades pagam fatura Relvas
PINTAROLAS: O tubo já chegou à China
PS recusa ser "muleta do governo"

Capa do i i

Paulo Rangel afirma que "apertos sociais" são "oportunidade de estabelecer prioridades"
Nuno Melo não fica chocado com ajuda do FMI na reforma do Estado
EUA defendem que Europa tem de ajudar Grécia a encontrar "trajectória viável"
Alberto João Jardim reeleito presidente do PSD-M
Vestido de noiva de Winehouse foi roubado
Maratona de Nova Iorque foi anulada
PS-Madeira desafia deputados a proporem alterações ao Orçamento do Estado

Capa do Diário Económico Diário Económico

Dados económicos não seguram Wall Street em terreno positivo
BBVA entra na lista dos bancos com risco sistémico
Sustentabilidade das finanças só com "profunda reforma" do Estado
18 trabalhadores abandonam a Lusa por mútuo acordo
Leitores vão poupar mais em restaurantes em 2013
Zon subiu pela oitava sessão consecutiva e liderou ganhos em Lisboa
A crise obrigou-o a recorrer às suas poupanças?

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Faria de Oliveira considera boa ideia criação de banco para apoiar financiamento e PME
Infografia: Os impostos pagos e os serviços prestados
Mercedes - Shooting Brake: familiar de classe
Fábrica de calçado cria 60 novos postos de trabalho em Celorico de Basto
18 trabalhadores saem da Lusa em programa de rescisões por mútuo acordo
Tecnologias e matérias-primas penalizam Wall Street
Zon e Sonaecom ganham mais de 5,5% na semana mas não impedem queda de Lisboa

Capa do A Bola A Bola

Revista diz que Ferrari renovou com Massa por este ser...baixinho
«Acho que Falcao não vai sair em dezembro» - Simeone
Gelson não sairá a custo zero
Mantém-se dupla Cardozo/Lima
Nana Gouvêa, uma modelo no meio do furacão Sandy (veja as fotos)
«Atlético de Madrid é um claro candidato ao título» - Piqué
Observador do Barcelona esteve no Dragão por Jackson Martínez

Capa do Record Record

Artur: «Não vou desistir!»
Entrevista a Ricardo Esgaio
Esgaio: «Vercauteren disse-nos que as oportunidades vão surgir»
D. Januário Torgal Ferreira: «Não há tacho nem unhas para rapar»
Messi entra nas contas
Saleiro espera ser reforço de janeiro
D. Januário Torgal Ferreira: «Sempre a pedir sacrifícios também eu governava bem»

Capa do O Jogo O Jogo

Clube é viável, diz presidente
Jackson mais perto de Jardel e Pena
Dínamo de Zagreb vence e lidera
Euromilhões: Primeiro prémio com 'jackpot' terça-feira
A modelo portuguesa que encantou CR7
AMA não recorre da decisão da USADA
As lesões dos jogadores do FC Porto

JOE BERARDO O CARAMELO GOLPISTA!



SÓ NESTE PAÍS É POSSIVEL FAZER ESTA GOLPADA!!!! E NINGUÉM FOI DENTRO ; NEM ESTE CARAMELO, NEM O ADMINISTRADOR DA CGD NEM O SR CONSTÂNCIO, NA ALTURA PRESIDENTE DO BANCO DE PORTUGAL !!!!! TUDO NUMA BOA !!! É PRECISO É HAVER ESQUEMAS DE SAQUE !!!!!


Nesta terra de Deus, as coisas têm um prazo de validade de iogurte de marca branca. Já ninguém fala de Joe Berardo e das negociatas que envolveram CGD e BCP, mas convém recordar a brincadeira.
.
Além da impunidade repugnante que envolve as personagenzinhas envolvidas, a tal brincadeira vai custar-nos dinheiro. Sim, a nossa carteira vai ser chamada ao assunto. Joe Berardo recebeu da CGD cerca de mil milhões de euros para comprar 5% do BCP, e deu como garantia as próprias acções do BCP. Se tudo corresse bem, Berardo vendia as acções e ficava com o dinheiro.
.
É o que se chama ficar-rico-sem-mexer-uma-palha. Se tudo corresse mal, o prejudicado era a CGD, isto é, o dinheiro dos contribuintes. Como se sabe, a realidade optou pela segunda via. Acções que valiam mil milhões em 2007 valem hoje um décimo desse valor. Mas, atenção, o esqueminha não acaba aqui. Os 5% comprados com o dinheiro da CGD bastaram para Joe Berardo ajudar a colocar os administradores da CGD, Vara e Santos Ferreira, ao comando do BCP. Primeira pergunta: num país com tantas leis, não existe por aí uma alínea que considere isto um   crime?
.
Esperemos sentados. Segunda pergunta: quem é que paga a conta final desta OPA chico-esperta? Nós. O empréstimo da troika tem lá uns milhões para o sistema bancário, e as imparidades da CGD estão em níveis gigantescos.
.
Só no ano passado chegaram aos 1,2 mil milhões, e este valor continuará a marcar as imparidades do banco estatal nos próximos anos. Mais cedo ou mais tarde, a CGD realizará aumentos de capital para tapar o buraco, isto é, acabará por receber mais dinheiro dos nossos impostos.
.
Ora, naquele mar de imparidades confirmadas, está já incluído o dinheiro emprestado a Berardo?
.
Se sim, quando é que o sujeito nos devolve o dinheiro?
.
Mais: já que o Ministério Público não vê na negociata um crime mais explícito, não podemos ver ali um daqueles crimes implícitos, assim ao jeito de gestão danosa?
,
Os gestores que deram os créditos que geraram semelhante mar de imparidades não deviam ficar impunes.