Translator

sábado, 8 de dezembro de 2012

As capas dos jornais e as principais notícias de Domingo, 9 de Dezembro de 2012.


Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Lagoa: Detidos a furtarem metal
Egipto: Mursi recua no reforço dos poderes
Porto: Incêndio em garagem
Pedidos de apoio social sobem 40%
Durão Barroso: Recusa culpas
Quarteira: Enfarte em alto-mar
Albufeira: Dupla abandona carro

Capa do Público Público

Sorteio do Totoloto (98º/2012)
CGTP quer que Cavaco não repita "erro" de 2012 e vete Orçamento do Estado
Mulher encontrada morta, amarrada e fechada na despensa em Vila Franca de Xira
Morsi anula decreto que reforçava o seu poder e anuncia referendo
Jackson resolveu com o seu décimo golo no campeonato
Durão Barroso espera que Portugal não peça mais tempo para pagar a dívida
Um angolano assustou, mas o Real Madrid sobreviveu em Valladolid

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Para sair do fosso
Maus a investigar, bons a enlamear
Mulher encontrada morta, amarrada e fechada na despensa
Marcha lenta assinalou um ano de portagens
Medicamentos assegurados apesar de "dificuldades"
Hospitais com dificuldades ajudados individualmente
Milhares de pessoas na Avenida dos Aliados

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

"Pedofilia é pior que o crime de fotocopiar", diz Gianluigi Nuzzi
Há 4548 estudantes nas cadeias portuguesas
Vila Natal inaugurou em Óbidos o fantástico mundo de Oletsac
Presidente do Egito anulou decreto que reforçava os seus poderes
Barroso recusa responsabilidade do seu governo na situação do país
Primeiro-ministro italiano vai demitir-se
Jackson devolve sorriso ao Dragão

Capa do i i

Jardim apela à mobilização do PSD-M para conquistar todas as câmaras e juntas
Durão Barroso espera que Portugal não peça condições iguais às da Grécia
Sporting denuncia ataques “permanentes” e com “impressão digital”
Reformados concentram-se domingo frente à residência oficial do primeiro-ministro
Dois homens detidos pela GNR por caça ilegal na zona de Elvas
Pedidos ao fundo de emergência social da diocese de Lisboa aumentaram 40% este ano
Marcha lenta no Algarve assinalou um ano sobre a introdução de portagens na Via do Infante

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Durão Barroso espera que Portugal não peça condições iguais às da Grécia
Mario Monti comunica intenção de se demitir
Agências de viagens querem ?garantir? novos mercados para Portugal
Tomás Correia reeleito presidente do Montepio
Pestana prevê assumir gestão do Colombo?s Resort em 2014
Banco central irlandês: Irlanda "precisa de mais tempo" para devolver dinheiro
Seguro quer suspensão do processo de privatização da TAP

Capa do A Bola A Bola

Petr Cech atribui momento do Chelsea à inexperiência dos reforços
André Gomes e André Almeida de prevenção para o derby
PSG: Pastore diz não a Inter e Milan
Chelsea e City disputam Busquets
Última derrota da águia na Liga foi...em Alvalade
Pampilhosa deita mãos à obra
Lauren Anderson, da Playboy para o... basebol (com fotos)

Capa do Record Record

Aliança colombiana voltou a ser decisiva
Primordial sem primor
Despida de preconceitos
Vitória do Betis vale uma fortuna
Pressão sobre o dérbi
Amanhã não há jogos de palavras
PokerStars Solverde Season 2013 já tem calendário

Capa do O Jogo O Jogo

Valverde estreia-se; Valência ganha fora
Kelvin: "Plantel gosta de estar na liderança"
Danilo: "Clássico? Torcemos para que corra a nosso favor"
"Vou-te matar" e não só, disse ao árbitro
Casquilha: "Ninguém se moraliza com derrotas"
Seis recordes no segundo dia
Incansável Totti valeu à Roma

OS COICES DO PAULINHO PORTAS


MNE torna opcional feriado do 25 de Abril

8 de Dezembro, 2012por Helena Pereira
 
O 25 de Abril vai deixar de ser obrigatoriamente feriado nas embaixadas, missões bilaterais e serviços consulares portugueses.
.
O decreto de lei do Governo sobre o novo regime laboral dos trabalhadores daqueles serviços externos do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), que está em discussão na Assembleia da República, determina expressamente que apenas o dia de Natal e o 10 de Junho, dia de Portugal, devam ser feriados.
.
Os restantes feriados, sem ultrapassar um total de nove, são escolhidos pelos chefes de missão entre um total dos feriados normais de Portugal e os do país onde a missão está instalada.
.
Actualmente, as embaixadas beneficiam dos feriados a duplicar: os de Portugal e os do país onde se encontram. Esta é, aliás, a prática também adoptada pela diplomacia de grande parte dos países.
.
Com esta alteração, o MNE explica, no diploma, que os funcionários dos serviços externos não podem ter mais feriados do que «os estabelecidos para os demais trabalhadores em funções públicas» e frisa que «a decisão do chefe de missão diplomática é susceptível de recurso hierárquico para o secretário-geral do MNE». O SOL tentou obter novos dados do MNE, sem sucesso.
.
Esta alteração conta com a oposição do PS, que ficou indignado com a proposta do Governo. 
.
«É totalmente inaceitável que o dia 25 de Abril tenha sido excluído dos feriados a gozar obrigatoriamente e de forma universal pelos trabalhadores dos serviços externos, por ser um dia histórico com um grande significado simbólico associado à fundação da nossa democracia», sustenta o deputado PauloPisco, no parecer que assina sobre este diploma de Paulo Portas. 
.
«O dia em que se celebra o nascimento da democracia em Portugal não pode ser objecto de critérios aleatórios e subjectivos de titulares de posto, até para evitar situações desagradáveis para a própria imagem do MNE», acrescenta.
.

KAOS:Evitar ouvir


passos coelho paulo portas vitor gaspar cavaco silva desafinados

Vespa é pra curtir... mulher é pra comer.


                                               Imaginação sem limites


"....MAS PARECE QUE O DESGRAÇADO,-----"




A solução óbvia seria que Passos Coelho de demitisse como lhe recomendou uma famosa Carta Aberta, assinada por 78 eminências. Mas parece que o desgraçado, inexplicavelmente muito satisfeito consigo, não tenciona ir embora. E que nem o dr. Cavaco encontrou por enquanto pretexto constitucional para o demitir, nem o dr. Seguro está neste momento preparado para apresentar na Assembleia uma moção de censura. Esta geral reserva é neste momento a sorte do dr. Soares.
Vasco Pulido Valente Público

KAOS:Afinal não é idiota, é super….





alvaro santos pereira superidiotman

O ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, afirmou hoje que a contracção do Produto Interno Bruto (PIB) nos primeiros nove meses do ano se deveu à crise do país e ao agravamento da recessão na Europa.
O Produto Interno Bruto (PIB) diminuiu 3% no conjunto dos três primeiros trimestres de 2012, com o abrandamento das exportações e a redução menos acentuada das importações a darem uma contribuição menos positiva para o desempenho no terceiro trimestre, segundo dados do INE hoje divulgados.
Eu sempre disse que este homem era um génio e havia para aí quem o visse como o idiota dos pasteis de nata. 
Não que a ideia dos pasteis de nata tenha sido algo com muito sucesso, aliás como tudo o que fez, antes pelo contrário, tudo desabou numa enorme desgraça, dos números do desemprego ao encerramento de empresas, mas quem a não ser ele podia descobrir que a queda do PIB em 3% se deve à crise. 
Quem teria toda esta clarividência senão uma sumidade como este Álvaro que importamos do Canadá. Claro que as politicas do governo, a austeridade, o facilitar os despedimentos, o desinvestimento na economia, a destruição de empresas e o canalizar todo o dinheiro para os bolsos dos banqueiros, não influencia nada o PIB. É a crise, seja lá o que isso for. 
Podem fazer a merda que desejarem que o Passos Coelho desculpa-se com o governo anterior, nem que passem cem anos, e o Álvaro aponta a causa fundamental, a crise. Pelo menos para os saudosistas dos tempos do "botas", este ministro deve recordar-lhes a inteligência, a lucidez e a oralidade do velho "Cabeça de Abóbora" a que alguns chamavam de Américo Tomás. 
Na inteligência do discurso o brilhantismo da idiotice está lá toda.