Translator

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

As capas dos jornais e as principais notícias de Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

António Mexia defende presença da Three Gorges na EDP
Jackpot de 100 milhões de euros
China Three Gorges quer comprar mais 4% da EDP
“Jogadores precisam colocar a cabeça no lugar”
Sérgio Monteiro recebe trabalhadores da TAP
Suspeito de violência doméstica considerado inimputável
Peniche: Colisão faz três feridos graves

Capa do Público Público

Efromovich classifica notícia de PÚBLICO como “fofoca”
Estados Unidos fazem rara crítica a Israel
Instagram garante que não vai vender fotografias
Joana Vasconcelos é a personalidade do ano da imprensa estrangeira em Portugal
Efromovich: “Se depender de mim, vão amar a TAP muito mais”
China Three Gorges confirma negociações para compra de mais 4% da EDP
Sorteio do Euromilhões (101/2012)

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

O caso Paulo Portas
Os impostos aos quadradinhos
Mais de metade das crianças tem excesso de peso
Professora de Lamego é a escolhida de novembro
PJ faz buscas e detém dois médicos
Morreu após ingerir iogurte que lhe causou queimaduras
Nascimento de crianças premiado com 1.000 euros

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Excesso de peso afeta mais de metade das crianças portuguesas
Todos os dias faltam ao trabalho 13 700 funcionários nos hospitais e centros de saúde
Marido faz parto no banco do seu carro
Devassa da vida privada na net punida em Portugal com dois anos
Construtora de Braga pede penhora de bens da Metro
O Porto de cada um de nós
Astronautas mostram a NASA ao ritmo da "Gangnam Style"

Capa do i i

RTP. Comissão de Trabalhadores desmente tentativa de "silenciar" caso das imagens cedidas
Acompanhamento da privatização da TAP e da ANA é "missão suícida", diz Amado Silva
Telemóveis vão poder ter "airbag"
Estação de TV mostra noiva de Berlusconi a dançar em biquíni – vídeo
Líder da esquerda grega defende que Europa deve seguir exemplo sul-americano contra crise
Fundadores da Casa da Música reagem com mágoa a renúncia de administradores
RTP. "Polícia foi explícita" sobre o que queria visionar, diz Ana Pitas

Capa do Diário Económico Diário Económico

Querem mais? Vão ao Totta!
Ano novo, nada de novo
As guerras surdas dentro do Governo
Parpública injecta 100 milhões de euros na tesouraria da TAP
Reforma do IRC só chega às empresas em 2014
Empresas denunciam perda de vendas com greve nos portos
Administração da Zon aprova hoje arranque da fusão

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Governo omite resultados do combate à fraude fiscal
Deco admite ficar de fora da rede criada pelo Governo
Rede do consumidor arranca com 20 balcões em todo o País
"Há apetite no estrangeiro pela dívida das empresas"
Governo terá de apresentar alterações ao IRC até 25 de Fevereiro
Revista do ano: Agosto
Obama e Boehner aproximam posições sobre o agravamento fiscal

Capa do Oje Oje

Avenida da Liberdade = luxo
Área contratada de escritórios aumenta em 23% em Lisboa
Volvo quer aumentar vendas chinesas
Bad bank nasce com 55 mil milhões
Roca elimina 486 empregos em Espanha
Mercado global de residências universitárias vale mais de 152 mil milhões
Decathlon inaugura centro em Setúbal

Capa do Destak Destak

Pelo menos 13 mortos em desmoronamento parcial de edifício em construção na Índia
Clinton aceita recomendações de inquérito sobre ataque a consulado em Benghazi
Comandante dos rebeldes sírios alerta para perigo das armas químicas do regime
Japão pondera orçamento extraordinário no valor de 89.500 ME para este ano fiscal
Obama insta Presidente do Ruanda a acabar com apoio a rebeldes do Congo
Administração da operadora subscreve sem reservas proposta de fusão
Euromilhões com novo "jackpot" de 100 ME - Jogos Santa Casa

Capa do A Bola A Bola

Mónaco: Ranieri admite interesse em Beckham
Milan: El Shaarawy defende permanência de Robinho e do treinador Massimiliano Allegri
Rui Sampaio perto de reforçar aveirenses
Scolari em Guimarães em fevereiro
Pré-inscrição na UEFA formalizada quarta-feira
Adeptos do Hellas Verona semeiam o caos em San Siro
Emily Scott: quem disse que o windsurf não é sensual? (com fotos)

Capa do Record Record

Miguel Lourenço: «Passar época do Natal com sorriso no rosto»
Haas desejado em janeiro
Marco Silva: «Resultado de Braga não vai afetar-nos»
Luiz Carlos na porta de saída
Amadora repleta de primeiros planos
"Bombas de fumo" sobre José Mourinho
Paulo Sérgio: «O Cluj inspira-se no FC Porto»

Capa do O Jogo O Jogo

Scolari de volta a Portugal
Liverpool perto de contratar Sturridge e Tom Ince
Guarín ajudou Inter a eliminar Verona
Schalke 04 e Dusseldorf eliminados da Taça
Melhor 11 internacional
Villas-Boas também corre por Villa
Onyewu salvou Málaga na Taça

SOMOS GOVERNADOS POR "MERDA" DE GENTE!


.
A canalha, incompetente, tomou conta de nós! Gajos sem ponta de vergonha no "focinho", analbafetos, incultos, aldrabões, vigaristas e sei lá que mais esta cambada tem feito a homens de bem.O senhor Coronel Vitor Santos (reformado) é uma das milhares de vítimas da canalhada, demagógica, que nos tem governado. Eu no meu caso (um entre outros milhares) se não tivesse algo, para tratar minha saúde, já tinha dado o "badagaio" há muito. Tenho vergonha de ter sido honesto, porque trabalhei, durante 25 anos (tenho documento que prova isso) a servir na Missão Diplomática de Portugal em Banguecoque, servindo 6 embaixadores e conheci 7 e só vi ROUBAR! Não levanto falsos testemunhas... Tenho vergonha de mim de ter sido honesto!!! - José Martins


KAOS:Um Reizinho que é uma vergonha de Presidente




cavaco silva rei pensador no trono
 Cavaco Silva afirmou, em relação ao Orçamento de Estado, que não se deixava pressionar e que ainda nem ele sabia o que ia fazer pois ainda não tomou a decisão. Isso só prova a sua total incapacidade para estar no cargo que ocupa, pois se a um dia da data do fim do prazo para enviar para o Tribunal Constitucional ainda não sabe o que vai fazer, (num assunto tão importante e que está directamente relacionado com a sua maior responsabilidade, a de fazer cumprir a Constituição da Republica). 
Que o Orçamento contém inconstitucionalidades parece que ninguém tem dúvidas e por isso as dúvidas do Sr. Silva são politicas. 
Se vai passar por mais uma vergonha de deixar passar o Orçamento e ver o tribunal a mostrar, de novo, que não cumpriu com as suas obrigações, ou se não o promulga entrando em choque com o governo. 
Certo é que este Orçamento é uma desgraça para Portugal e para os portugueses e isso o Sr.Silva sabe perfeitamente o que o devia obrigar ao seu chumbo politico, mas na sua cobardia habitual o mais certo e promulgar e só depois enviar para o Tribunal Constitucional. 
Uma vergonha feita por um Presidente que é uma vergonha ainda maior

QUE NÃO SE TOME A NUVEM POR JUNO...!!!

.
Campos e eiras de morte está Portugal cheio!!! Amanhã e porque já é tarde (10 da noite em Banguecoque - Tailândia) daremos um testemunho sobre a matéria e não se estar a julgar que são esqueletos de "insurretos", sifilíticos e bêbados farrapilhas soldados de Napoleão. De facto estes, também foram abatidos a machado, enchadas em todas as aldeias da Beira, mas não penso que esta soldadesca francesada fosse enterrada num convento... Isso é que era bom! Os filhos da puta saqueavam as igrejas das localidades, por onde passavam, de Portugal. Só à força poderiam ser acolhidos e enterrados no Convento de S.Francisco. No convento teriam sido enterradas, muitas vítimas da Santa Inquisição, em vala comum.José Martins.

600 esqueletos encontrados em obras no Convento de São Francisco

Histórico: "É sabido como, nessas alturas represálias sangrentas e trágicas, eternizadas por esse país fora, por toponímias alusivas. Como exemplos, lembro o Campo da Forca, em Odivelas, o Vale dos Enforcados, em Caria, hoje freguesia de Moimenta da Beira, designações encontradas na "Etnografia", onde Leite de Vasconcelos refere como as justiças e castigos respectivos se realizavam, habitualmente, em sítios ermos e elevados. Assim em Panaguião, "fazem as audiências, onde chamam Pousadouro, erguido na praça pública e ´hi tem forca e picota´(poste de madeira), em cuja extremidade se expunham as cabeças dos condenados). Tudo isto se passava sempre em terrenos ermos,... No Arcozelo, o terreno em questão tinhas as características exigidas. Mas nada disto me satiisfazia"...

Há tempos, disse-me uma senhora da terra,  que já sabia dar resposta à pergunta que lhe fizera. A mãe que conhecia muitas coisas antigas transmitira-lhe que o caso. na base de tal nome, provinha de facto passado há mais de duzentos anos. Contou-lhe então que ladrões vindos de longe (Nota minha: franceses?), roubaram a mais linda imagem da igreja, a de Nossa Senhora das Dores. Presentidos e descobertos foram seguidos por populares através do caminho do Rabaçal. desembocando naquele ponto onde haviam deixado um carro de bois. Alcançados pelos arcozelenses que lhes gritavam: ou vida ou morte, largaram a imagem e fugiram. Teria sido, por isso, que os salvadores (da santa) colocaram no local um madeiro com a designação "Eira da Morte". Claro que esta "estória" não passará de lenda.

Assim, escreve o Professor Abilio  (Vinhó, pág. 21) que foi estabelecido ã distância um campo de saúde, para onde eram levados os doentes que ali ficavam impedidos de regressarem ao povo, mesmo depois de mortos, sendo sepultados em cemitério de emergência, situado ainda mais longe, cujo local mantém o nome de impedidos e está assinalado com um cruzeiro dito das Almas mandado erguer pelo Prior Baltazar em 1630, com o fim de, com seus paroquianos, lhes ir rezar no dia dos Fiéis Defuntos". 

Ter-se-ia passado algo semelhante com a nossa "Eira da Morte")

P.S. Maria Zilda Borja Santos - Manual de Operações Biblioteca Dr. Sílvio Gomes Henriques.





Autarca do PSD abre falência e resolve emigrar


Castelo de Neiva: Augusto Bandeira resolveu voltar ao Canadá depois da crise económica e portagens na A28 terem arruinado o seu restaurante

Aqui tvi24    |   2012-12-18 12:07

O social-democrata presidente da Junta de Castelo de Neiva, Viana do Castelo, suspendeu o mandato para voltar a emigrar, depois de a crise económica e as portagens na A28 terem arruinado o restaurante que geria.

«Nunca imaginei chegar à situação de voltar ao Canadá, muito menos 18 anos depois de ter regressado ao meu país. Mas Portugal obrigou-me a isso», afirmou à agência Lusa Augusto Bandeira, de 49 anos, que regressa no dia 24 de dezembro a Toronto, para reconstruir a vida.

«Infelizmente o meu país assim quis e tenho de voltar a partir» porque «em Portugal, ainda se continua a fazer gestão danosa e a favorecer amigos. Se um dia as coisas mudarem conto regressar ao meu país», afirma o social-democrata, antigo empresário de restauração que viu o seu restaurante fechar em maio deste ano, colocando seis pessoas no desemprego.

Eleito em 2009 pelo PSD, partido em que milita há seis anos, Augusto Bandeira será substituído pelo tesoureiro, Paulo Torre, por um período inicial de três meses.

«Depois vou renovando até às eleições e não devo recandidatar-me. Mesmo assim fica tudo organizado e quero acompanhar os meus colegas sempre que possível e vou tentar regressar para as assembleias», explicou, resignado com a crise que o obriga a voltar à vida de emigrante, onde um emprego já o espera em Toronto.

O restaurante, onde investiu 400 mil euros, fechou há uns meses e agora Augusto Bandeira deixou de acreditar na retoma económica.

Emigrantes modernos

DO COLEGA: "PÁGINA GLOBAL"


Clique, em baixo, para ler o interessante artigo

Portugal - Cortes nas reformas: CAVACO SILVA PERDE 5 MIL EUROS EM 2013

 
Clicar para ampliar

TOQUE OS SINOS A REBATE! - NÃO DEIXEM VENDER A TAP E A ANA

 .
 FAÇA CIRCULAR O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL

Junte-se o POVO e não deixe que vendam a imagem de marca de Portugal no Mundo. A TAP e a ANA.   
.
O careca proprietário da AVIANCA, colombiano, não pode tomar a nossa imagem no Mundo. 
.
Alerte a consciência e a força do POVO Português.  Este Governo vendeu a alma ao diabo... 
.
Não tem Pátria nenhuma... A deles é o "bandulho" e os prazeres corporais. 
.
Ocupem o lugar onde se irá proceder a venda de um Património Português a um gajo, careca, que ninguém conhece de parte nenhuma!  
.
Não deixem vender a TAP e que se faça um referendo, entre os portugueses, se querem ou não vender a TAP. 
.
Mandá-los à puta que os pariu ainda é tratá-los bem! CORJA! - José Martins

É PRECISO TRAVAR O "VIGARISTA" - CARA ESTANHADA





KAOS:Uma ponte com Portas

.
Acrescento: O "PANELEIRÃO" desde que assumiu, em má hora, a pasta dos Estrangeiros não tem feito mais que seguir a ´foder´o pouco dinheiro do contribuinte em viagens pelo Mundo. Quem ouve as palavras do "PANELEIRÃO" logo lhe salta à vista, vomitadas, mentiras. O "PANELEIRÃO", quando fala, apresenta uma cara de merda. Certamente o "RABICHO" leva, nas suas viagens, de turismo,  o massagista brasileiro para lhe esfregar o cabedal, foleirote, que ostenta. Nas terras das arábias (que as conheço pelas minhas mãos seguir a trabalhar no duro por 10 anos) há representações (agora) diplomáticas, portuguesas e serão essas a vender aquilo que Portugal produz... Não é trabalho de ministro "panasca"! José Martins



paulo portas uma ponte para lado nenhum
Algures pelas Arábias o Paulo Portas afirmou que Portugal «já se passou o meio da ponte». A dúvida que fica é se essa ponte leva a algum lugar, se tem fim ou se ainda haverá alguém vivo quando lá chegar.
É que neste momento a ponte está cheia de desempregados, trabalho precário, fome, miséria,impostos, austeridade, medo, indignação, e alguns banqueiros e seus amigos que de tão gordos ainda rebentam com a dita cuja ponte.
É a velha luz ao fundo do túnel, agora transformada em ponte e não sei para onde nos leva, mas uma coisa é certa, não será um lugar nem feliz nem bom para se viver.

FALA DO SENHOR PRIMEIRO-MINISTRO EM 16 DE DEZEMBRO DE 2012




 

Meus Amigos,
Tive no 1º ano de Económicas um professor de Geografia Económica que nos abriu os olhos para a realidade do país, nesses longínquos anos 1963/64.
.
Naquela época era nitidamente de esquerda, considerando os padrões de então. E tinha outros aspetos curiosos – tinha sido um excelente aluno (condição indispensável, então, para se ser assistente); tinha casado com uma aluna e estava bem empregado (mais tarde, haveria de sair da Siderurgia Nacional em conflito com o Secretário Geral, Spínola  de seu nome, arrastando para o desemprego um colega, por solidariedade, que acabava de ser pai.
.
Esse colega haveria de ser meu administrador no BFN e o filho é o principal partner fiscalista da Deloitte. Mas voltando ao meu assistente. Mais tarde foi presidente da COSEC, andou pelo Brasil no tempo revolucionário e já em tempos democráticos foi presidente da Fidelidade.
.
Em Económicas inquiríamos como uma pessoa de esquerda (haveria de ser vetado para fazer doutoramento) era irmão de quem era.
Pois a pessoa em causa chama-se António Alves Caetano, irmão do Marcelo…
.
Enviou-me hoje um artigo seu sobre as pensões que me deu autorização para divulgar, sem anonimato.
Com um abraço, aqui vai ele.
CT
.
De: António Alves Caetano

Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2012 16:50
 
Assunto:FALA DO SENHOR PRIMEIRO-MINISTRO EM 16 DE DEZEMBRO DE 2012
.
Estimados Amigos,
Como os jornais não publicam as cartas que lhes remeto e preciso de desabafar, recorro aos meus correspondentes "Internéticos", todos os amigos que constam da minha lista de endereços. Ainda que alguns não liguem ao que escrevo.
.
Não sei a que se refere o Senhor Primeiro-Ministro quando afirma ser a penalização fiscal dos pensionistas resultante de todos aqueles que, em Portugal, "descontaram para ter reformas, mas não para terem estas reformas".
.
Pela fala do Senhor Primeiro-Ministro fica-se a saber da existência de pensões de aposentadoria que estão acima daquilo que resultaria da correcta aplicação do Cálculo Actuarial aos descontos que fizeram.
.
Sendo assim - e não há razões para admitir que o Senhor Primeiro-Ministro não sabe o que diz - estamos perante situações de corrupção. Porque o Centro Nacional de Pensões e a Caixa Geral de Aposentações só podem atribuir pensões que resultem da estricta aplicação daqueles princípios actuariais aos descontos feitos por cada cidadão, em conformidade com as normas legais.
.
Portanto, o Estado tem condições de identificar cada uma dessas sirtuações e de sancioná-las, em conformidade com a legislação de um Estado de Direito, como tem de sancionar os agentes prevaricadores, que atribuíram pensões excessivas. 
.
Mas, é completamente diferente a situação face aos cidadãos que celebraram contratos com o Estado. Esse contrato consistia em que, ano após ano, e por catorze vezes em cada ano, o cidadão entregava ao Estado uma quota das suas poupanças, para que o mesmo Estado, ao fim dos quarenta anos de desconto lhe devolvesse essa massa de poupança em parcelas mensais, havendo dois meses em que era a dobrar, como acontecera com os descontos.
.
E tem de ser assim durante o tempo em que o cidadão estiver vivo e, em parte mais reduzida, mas tirada, ainda, da mesma massa de poupança individual, enquanto houver cônjuge sobrevivo. 
.
E esta pensão tem o valor que o Estado, em determinado momento, comunicou ao cidadão que passava a receber. Não tem o valor que o cidadão tivesse querido atribuir-lhe.
.
Portanto, o Estado Português, pessoa de bem, que sempre foi tido como modelo de virtudes, exemplar no comportamento, tem de continuar a honrar esse estatuto.
.
Para agradar a quem quer que seja que lhe emprestou dinheiro para fazer despesas faraónicas, que permitiram fazer inumeráveis fortunas e deram aos políticos que assim se comportaram votos que os aconchegaram no poder, o Estado Português não pode deixar de honrar os compromissos assumidos com esses cidadãos que, na mais completa confiança, lhe confiaram as suas poupanças e orientaram a sua vida para viver com a pensão que o Estado calculou ser a devida.
.
As pensões que correspondem aos descontos que cada qual fez durante a vida activa nunca poderão ser consideradas excessivas. Esses Pensionistas têm de merecer o maior respeito do Estado. Têm as pensões que  podem ter, não aquelas que resultariam do seu arbítrio. 
.
E é este o raciocínio de pessoas honestas. Esperam que o Estado sempre lhes entregue aquilo que corresponde à pensão que em determinado momento esse mesmo Estado, sem ser coagido, lhes comunicou passariam a receber na sua nova condição de desligados do serviço activo. Ou seja, a partir do momento em que era suposto não mais puderem angariar outro meio de sustento que não fosse a devolução, em fatias mensais, do que haviam confiado ao Estado para esse efeito.
.
Os prevaricadores têm de ser punidos, onde quer que se situem todos quantos permitiram que, quem quer que seja, auferisse pensão desproporcionada aos descontos feitos, ou mesmo, quem sabe, sem descontos. Sem esquecer, claro está, os beneficiários da falcatrua.
.
Mas, é impensável num Estado de Direito que, a pretexto dessas situações de extrema irregularidade, vão ser atingidos, a eito, todos aqueles que, do que tiraram do seu bolso durante a vida activa, recebem do Estado a pensão que esse mesmo Estado declarou ser-lhes devida. 
.
Como é inadmissível que políticos a receberem ordenado de função, acrescido de benesses de vária ordem proporcionadas por essa mesma função, considerem que pensões obtidas regularmente, com valores mensais da ordem de 1.350 Euros proporcionam vida de luxo que tem de ser tributada, extraordinariamente.
António Alves Caetano

As capas dos jornais e as principais notícias de Terça-feira, 18 de Dezembro de 2012.


Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Morre mulher mais velha do mundo
Inspector abandona
5 mil euros em acções
Homem apanhado com heroína e cocaína
Mais de sete mil enfermeiros no desemprego
Trânsito nas vias municipais leva Guarda a processar Estado
Trabalhadores da RTP Porto marcam vigília

Capa do Público Público

Reformados saíram às ruas em Espanha contra austeridade
FCCN vai ser integrada na Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Garcia Pereira diz que processo da manifestação de 14 de Novembro está "cheio de ilegalidades"
Leitura do acórdão do julgamento de Graça Moura adiado para Janeiro
Líder do Irão adere à “rede sionista” do Facebook
População estrangeira representa 3,7% do total do país
João Tomás diz que Jesualdo Ferreira vai “ajudar o Sporting a reagir”

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Homem assaltou clube de vídeo à mão armada
Vou calar a boca até ao ano que vem
Sinais do fim do mundo: caneladas
Quase 9 mil desempregados mas faltam 25 mil nos hospitais
PSP deteve 134 pessoas no fim de semana
População estrangeira cresceu cerca de 70% em Portugal
Detidas 3 mulheres por suspeita de sequestrar homem

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

"Chegou a hora de voltar à indústria"
25 empresas dão trabalho a sem-abrigo em Portugal
Pinto da Costa é para continuar
Autarca galego comprou ilha no Minho e abre-a ao turismo
Escola onde Adam Lanza matou 20 crianças poderá nunca mais ser reaberta
Obama sem "agenda" sobre violência com armas
Após sair da Casa dos Segredos, Fábio "segura" Mara

Capa do i i

Missão americana nas Lajes vai manter-se apesar da redução de mais de 400 militares
Australiana recebe indemnização por acidente quando fazia sexo em viagem de trabalho
Presidente da Bolsa acredita que próximas privatizações passam pelo mercado
Rivais do UMP chegam a acordo para encontrar sucessor de Nicolas Sarkozy
Kate Middleton troca família real pela casa dos pais no Natal
PJ deteve em Arouca suspeito de tenta matar mulher à facada
Quase 9 mil enfermeiros no desemprego, mas bastonário calcula défice de 25 mil

Capa do Diário Económico Diário Económico

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades
Política mina expectativas de união bancária
Um dilema chamado ANA
Isabel dos Santos tem de investir 113 milhões na fusão
Fusão só avança sem OPA
Exigência de garantias bancárias ameaça venda da TAP
João Carvalho é o novo regulador dos transportes

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Estado contratualiza hoje 72,4 milhões de euros de investimentos
Revista do ano: Julho
A agonia da França
Investidores ignoram as agências de "rating"
Constitucional decisivo em futuros cortes nas pensões
"A Europa podia ter gerido melhor a crise do euro"
Primeiro-ministro espanhol elogia "reformas ambiciosas" do seu 1º ano de Governo

Capa do Oje Oje

Elliott oferece 1,7 mil milhões pela Compuware
Billabong recebe oferta de diretor
Toyota recupera liderança do mercado global
“É fundamental que os governos identifiquem as competências que escasseiam na economia”
Mestrado da Católica procura respostas para as necessidades sociais
BES antecipa um forte dinamismo no setor agrícola e cria o conceito de empresas "winners"
Portos, fronteiras e exterior das prisões são áreas futuras da segurança privada

Capa do Destak Destak

Número de mortos à passagem do tufão "Bopha" nas Filipinas sobe para 1.046
Barack Obama propõe aumento de impostos sobre rendimentos superiores a 300 mil euros anuais
60 soldados do exército birmanês mortos em ofensiva militar contra rebeldes
Investimento direto estrangeiro na China caiu 5,4 % em novembro para 6.292 ME
China deteve 101 pessoas por propaganda ao fim do mundo
Assembleia Municipal do Porto evocou Papiniano Carlos e os 100 anos da Livraria Académica
Casas estão mais caras em 53 das 70 cidades chinesas analisadas

Capa do A Bola A Bola

Milan entra em cena por Drogba
Van Wolfswinkel vai a jogo
João Cancelo entra nas contas para a Taça da Liga
Chelsea quer Tiotè do Newcastle
Bessone Basto recebeu segunda medalha de Mérito Desportivo (com fotos)
Santos sobe a parada por Robinho
Neymar com ´gosto´pela ginástica (com fotos)

Capa do Record Record

Barrientos pró dérbi
Iniciados: Guerreiros de Belas
José Peseiro não facilita
Cardozo arrasou com um hat-trick
Eduardo: «Ronaldo é o melhor do Mundo»
Nação pacense
Fábio Ferreira: «Quero deixar marca no futebol australiano»

Capa do O Jogo O Jogo

Salomão agredido por adeptos
"Sinto-me chantageado"
Cabo Verde com nove "portugueses" na CAN
Mourinho e Ronaldo objetivos do PSG
Jackson entre os melhores da Champions
Leões por uma nesga
Penafiel já encontrou avançado em busca de golos