Translator

terça-feira, 14 de maio de 2013

A Frase



O que interessa estatisticamente não haver “Estado a mais” comparando a nossa posição no contexto da OCDE? O que interessa ser a redução progressiva de funcionários públicos uma realidade confirmada já da última década? O que interessa a experiência diária de muitos dos serviços públicos, com falta de pessoas qualificadas e sem capacidade legal ou qualquer atractivo de oferta para poder recrutar os melhores? A resposta é simples: não interessa nada. O que interessa é o curto prazo, cumprir o calendário da troika, fazer tudo o que for preciso para pagar nos termos acordados, não renegociar nem transigir perante a realidade.
Miguel Romão, jornal i