Translator

terça-feira, 21 de maio de 2013

Funcionários públicos - O preço da vida



Clique em mim!


É vergonhoso. Já se fosse político…

In Memoriam
Há cerca de um mês!

     
24634_570612312978849_1685840498_nHá poucos dias - Num pequeno bote, três agentes lutavam contra a forte ondulação apenas para salvar náufragos de um iate.
O Agente Adriano caiu à água, acabando por morrer.  
.
Importa, no momento em que se tenta cortar tudo e mais alguma coisa e em que se entende que na Função Pública só existem malandros que vivem à custa do Estado sendo os únicos responsáveis pelo estado das finanças públicas, que também existem pessoas que diariamente põem o seu bem mais valioso, a vida, à disposição da comunidade e do País.
.
Foi nesse momento de serviço público, a tentar salvar vidas – e salvou pelo menos 4 –, que Adriano Martins perdeu a vida.
.
Quantos desses sábios em finanças públicas que acham que poder reformar-se dois anos mais cedo ou auferir um mísero subsídio de risco é um privilégio, um crime lesa-pátria, teriam a coragem de Adriano Martins? Poucos.
Trabalhar em folhas de Excel é afinal muito mais fácil.
.
O agente de 1ª classe da PM Adriano Ribeiro Martins faleceu no cumprimento da missão pública e do seu dever de servidor do Estado, na Autoridade Marítima Nacional e na Polícia Marítima, e que sempre serviu com todo o empenho, zelo e dedicação.

Deixa viúva e órfãos menores com 270€ mensais, que vergonha de país e de governo!