Translator

segunda-feira, 13 de maio de 2013

O PAULINHO O "FLUTUANTE"


Paulo Portas – Fronteiras flutuantes...


Paulo Portas declarou, há poucos dias, envergando garbosamente a sua máscara de estadista, máscara com que esconde o mais abjecto oportunismo político... que, no que respeitava aos cortes nas pensões, havia uma «fronteira que ele não permitiria que fosse ultrapassada».
Dir-se-á que Portas, invertebrado... permitiu que se ultrapassasse a tal fronteira. Errado!!!
A “fronteira” é que mudou de lugar!
Poderá parecer um fenómeno muito estranho, este das “fronteiras flutuantes”... mas, na verdade, está constantemente a acontecer... no mundo dos canalhas.