Translator

sexta-feira, 14 de junho de 2013

PEÇA IMPRÓPRIA PARA GENTE PURITANA.....


                                                         



                                          


Surda que nem uma porta...
A Júlia Pinheiro foi fazer uma reportagem a um lar de idosos e enfiou logo o microfone nas ventas de uma velhinha que, por acaso, era surda como uma porta.  E, de rompante, começou a entrevista:

"Ó D. Engrácia, tem televisão?"

"Se tenho tesão? Já tive, minha filha... Ohhh, se já tive!!!!"

Engasgada, a Querida Júlia tentou dar a volta à situação e fez-lhe nova pergunta:

"E telefonia, D. Engrácia? Tem?"

"Ah!!! Se fodia!!! Fodia muito, minha filha!..."

Já quase a perder as estribeiras, a Querida Júlia ainda arriscou perguntar-lhe se pagava taxa.

A D. Engrácia respondeu logo:
"Pois claro que era na paxaxa... No meu tempo não tínhamos cá essas modernices de levar no cu..."