Translator

terça-feira, 23 de julho de 2013

O novo velho governo




Paulo portas Rui Machete António Pires de Lima Jorge Moreira da Silva mundonovo pantano

O Sr. Silva lá acabou por aceitar o que tinha recusado há uma semana. Paulo Portas como vice-primeiro-ministro, seja lá o que isso for, mas com as pricipais pastas a ficarem nas mãos do CDS. É por isso um governo que não tem a concordância do Presidente, que vem de uma decisão irrevogavel de o abandonar do Paulo Portas, que não é do agrado do próprio Passos Coelho que perde poder, que vai agravar as criticas dentro dos partidos que o apoiam, PSD e CDS, que é amaldiçoado pelas oposições que continuam a clamar por eleiçõese não tem apoio popular. Isso para não falar da guerra inevitavel entre os Ministros das Finanças e Economia. É um governo que tem em si os genes da sua própria destruição e que só sobreviverá enquanto a vontade de poder, os compadrios e as negociatas não se esgotar e as pastilhas permitirem ao Sr. Silva aparecer em público como se ainda fosse um ser vivo e pensante. Um governo que vem de um atoleiro e que inicia funções já mergulhado num pantano.

Sem comentários:

Enviar um comentário