Translator

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

"AO QUE CHEGOU UMA NAÇÂO DE PAZ A UMA DE BANDIDOS"

"Conhecemos Moçambique, durante 9 anos, desde Lourenço Marques ao rio Rovuma. Guiei por estradas alcatroadas e picadas. Dormia-se na estrada e ninguém fazia mal a ninguém. Depois da independência Moçambqiue voltou um país perigoso para se viver. Mas o mais estranho que possa parecer é que polícias estão envolvidos nos raptos. Os governantes (partes deles) foram "turras" que mataram inocentes cantineiros e motorista nas picadas da Província de Tete e de Cabo Delgado que para se manterem no lugar fecham os olhos aos raptos que voltaram o dia a dia e o terror dos residentes sejam pretos, mulatos, brancos, chineses ou indianos.
José Martins






Clique a seguir para o resto

Medo de raptos leva portugueses a reenviarem filhos para Portugal


A onda de raptos em Moçambique está a levar muitos portugueses a viverem no país a enviarem os filhos para Portugal. O secretário de Estado das Comunidades reconhece a situação, mas espera que a tudo volte em breve à normalidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário