Translator

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Marinho Pinto: Deputados fintam a Lei !?


Marinho Pinto entrevistado  afirma:
Há casos em que há indícios de deputados que estão a ferir a lei. Nomeadamente Miguel Freitas (PS), que a partir de determinada altura em que o governo de Sócrates ia cair e estava em gestão - ele acha que não estava em plenitude de funções, mas eu fui ver à lei e os deputados mantêm-se em plenitude de funções até haver novas eleições - e tornou-se sócio gerente de uma empresa, com uma participação superior aos 10% permitidos pela lei, que firmou um contrato com o Governo Regional dos Açores para a concepção de um plano regional de desenvolvimento.
Há indícios claros de ilegalidade. Não sei o que poderia acontecer. Perder o mandato?

Macário Correia perdeu o mandato actual por ilegalidades cometidas noutra câmara. Há também o caso de Ana Catarina Mendes (PS), que tem uma participação de 9,5% numa empresa de consultoria - e o seu marido, Paulo Pedroso, tem também uma participação que se desconhece - com contratos com o Estado.
.
Os valores nem são os mais graves ou preocupantes, mas a lei está a ser desrespeitada. Encontrei muitos casos de participações entre 8% e 10%. A própria lei está mal feita, porque é diferente ter 10% de uma livraria ou 10% de uma grande empresa.
.
Dado que temos aqui o nosso Ilustre Marinho Pinto, que tal um vídeo deste impoluto a falar nesta democracia de partidos  falhados.  O vídeo também contém a opinião do ilusionista Luís de Matos, outro Ilustre.

Sem comentários:

Enviar um comentário