Translator

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

MINISTRO DE ESTADO DA GUINÉ-BISSAU ESPANCADO À PORTA DE CASA

 


Um dos ministros de Estado do governo de transição da Guiné-Bissau, Orlando Viegas, foi espancado por desconhecidos à porta de casa na última noite, disseram fontes governamentais e das Nações Unidas
 
Aquele membro do executivo, dirigente nacional do PRS - Partido da Renovação Social, tem a pasta dos Transportes e Comunicações e é um dos três ministros de Estado do governo guineense.
 
Sem adiantar mais pormenores sobre as circunstâncias das agressões, fonte do executivo remeteu uma reação do governo para um comunicado oficial a emitir ainda hoje.
 
Um dos assessores do sistema da Organização das Nações Unidas (ONU) em Bissau confirmou à agência Lusa que Orlando Viegas foi espancado na última noite e está a receber assistência num dos edifícios do organismo.
 
Segundo referiu, o governante está a ser tratado na clínica do PNUD - Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.
 
A Presidência da República disse à agência Lusa que o presidente de transição, Serifo Nhamadjo, também está a acompanhar a situação.
 
Orlando Viegas foi criticado nos últimos dias pelos trabalhadores do porto de Bissau, que pediram a sua demissão, devido a uma alegada tentativa de privatização da estrutura portuária - uma das fontes de receita do estado.
 
Jornal de Notícias
 
Sem comentários:

Sem comentários:

Enviar um comentário