Translator

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

"AS AZEDURAS DO CARLOS DA GUINÉ-BISSAU"


Carlos Santos Neves, RTP

Governo português, Presidente da República e TAP são duramente criticados pelo ministro da Presidência do Executivo de transição da Guiné-Bissau, que acusa o primeiro de dar cobertura ao antigo primeiro-ministro Carlos Gomes Júnior, o segundo de ter sido “extremamente infantil” no caso do embarque de 74 sírios num voo para Lisboa e a terceira de ter um sistema com “inúmeras fragilidades”. Em entrevista à TSF, Fernando Vaz sugere mesmo que o incidente “foi oportuno para ser politizado”.

Sem comentários:

Enviar um comentário