Translator

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

O que fizeram à Democracia em Portugal


É de pensar sériamente no que nos quer dizer este texto
  
Para pensar seriamente!

DURÃO BARROSO:Atirá-lo ao Tejo ainda era pouco.



O D. Durão

by Kaos
durao barroso traidor o parvo
O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, afirmou que "O debate no nosso país está centrado no curto prazo e não se reflete nas oportunidades que uma crise como esta abre a Portugal".
Barroso questionou ainda se Portugal terá aplicado da melhor maneira os cerca de 96 mil milhões de euros que Bruxelas já enviou para no nosso país no âmbito dos diversos quadros comunitários de apoio.
"Será que fizemos sempre as melhores escolhas no sentido do desenvolvimento do país?", questionou. Barroso lembrou ainda que quando as coisas correm bem, muito políticos reclamam para si os êxitos, mas quando correm mal, culpam Bruxelas.
Este grande bandalho, que participou activamente como governante na delapidação dos fundos comunitários, que acabou por fazer como escolha abandonar o país para ir para o bem-bom da mordomia europeia, vem-nos falar de oportunidades que a crise abre.
Oportunidades para quem?
Para os que ficam no desemprego?
Para os que caiem na miséria e na pobreza?
É a precariedade uma oportunidade para quem tudo tem de aceitar em troca de um salário de miséria, sem garantias ou direitos?
É uma oportunidade para as crianças que vão para a escola de barriga vazia, para os idoso que não podem comprar os medicamentos por falta de dinheiro?
É uma oportunidade para quem perde perde tudo e acaba a viver debaixo de uma ponte?
São este os grandes oportunistas da crise?
Ou só se estava a dirigir aos banqueiros que enriquecem à custa da crise, às grandes fortunas que as aumentaram em 13%  em ano de recessão?
Ao grande patronato que tem gente a trabalhar em regime de quase escravidão?
Ou será aos liberais para aplicarem o seu plano de destruição de tudo o que seja estado social?
Atirá-lo ao Tejo ainda era pouco.

A ESTÁTUA DE SAMORA



 Em Lourenço Marques a paisagem mudou na Praça Mouzinho de Albuquerque. A nova estátua veio da Coreia do Norte.
 Samora Machal foi um "bossal" que chegou a presidente de Moçambique e, também, conhecido o ´peniqueiro´do hospital da Beira.

A MULHER PORTUGUESA É ISTO!




VAMOS CONTINUAR, ECONOMICAMENTE, ATRASADINHOS!



O insuspeito The Economist conta-nos, num quadro simples, como vai ser...!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! o nosso futuro.
-
A previsão do desastre para 2013, publicado no “The Economist” de anteontem (05/01/2013).
A previsão de diminuição do PIB é de -3% sobre o ano anterior.
 

Viva o Gaspar mais o Coelho !

TROIKA: "O NÃO CONSEGUIDO...!!!"



O que a Troika queria Aprovar e NÃO conseguiu!... Vejam de onde parte e até onde vai  a bandalheira!
 
O que a Troika queria Aprovar e Não conseguiu!
NENHUM GOVERNANTE, FALA NISTO... PUDERA...

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros atestados, motoristas, etc.) dos ex-Presidentes da República.

2. Redução do número de deputados da Assembleia da República para 80, profissionalizando-os como nos países a sério. Reforma das mordomias na Assembleia da República, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do pagode.

3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego.

4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de euro/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.

5. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros? e se não são verificados como podem ser auditados*?

6. Redução drástica das Câmaras Municipais e Assembleias Municipais, numa reconversão mais feroz que a da Reforma do Mouzinho da Silveira, em 1821.

7. Redução drástica das Juntas de Freguesia. Acabar com o pagamento de 200 euros por presença de cada pessoa nas reuniões das Câmaras e 75 euros nas Juntas de Freguesia.

8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas actividades.

9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc, das Câmaras, Juntas, etc., que se deslocam em digressões particulares pelo País;.

10. Acabar com os motoristas particulares 20 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias... para servir suas excelências, filhos e famílias e até, os filhos das amantes...

11. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado e entes públicos menores, mas maiores nos dispêndios públicos.

12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc.

13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados dos Açores e Madeira e respectivas estadias em Lisboa em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes que vivem em tugúrios inabitáveis.

14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós) que nunca está no local de trabalho. Então em Lisboa é o regabofe total. HÁ QUADROS (directores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO SERVIÇO PÚBLICO, PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES, QUE NÃO NOS DÁ COISA PÚBLICA.

15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicos que servem para garantir tachos aos apaniguados do poder - há hospitais de província com mais administradores que pessoal administrativo. Só o de PENAFIEL TEM SETE ADMINISTRADORES PRINCIPESCAMENTE PAGOS... pertencentes ás oligarquias locais do partido no poder.

16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar.

17. Acabar com as várias reformas por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo Estado.

18. Pedir o pagamento dos milhões dos empréstimos dos contribuintes ao BPN
e BPP.


19. Perseguir os milhões desviados por Rendeiros, Loureiros e Quejandos,
onde quer que estejam e por aí fora.


20. Acabar com os salários milionários da RTP e os milhões que a mesma recebe todos os anos.

21. Acabar com os lugares de amigos e de partidos na RTP que custam milhões ao erário público.

22. Acabar com os ordenados de milionários da TAP, com milhares de funcionários e empresas fantasmas que cobram milhares e que pertencem a quadros do Partido Único (PS + PSD).

23. Acabar com o regabofe da pantomina das PPP (Parcerias Público Privado), que mais não são do que formas habilidosas de uns poucos patifes se locupletarem com fortunas à custa dos papalvos dos contribuintes, fugindo ao controle seja de que organismo independente for e fazendo a "obra" pelo preço que "entendem".

24. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os biltres que fizeram fortunas e adquiriram patrimónios de forma indevida e à custa do País, manipulando e aumentando preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente "legais", sem controlo, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência aos que efectivamente dela precisam;

25. Controlar rigorosamente toda a actividade bancária por forma a que, daqui a mais uns anitos, não tenhamos que estar, novamente, a pagar "outra crise".

26. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efectivamente pelos seus crimes, adaptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não prescrevem com leis à pressa, feitas à medida.

27. Impedir os que foram ministros de virem a ser gestores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.

28. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos
políticos, central e local, de forma a saber qual o seu património antes e depois.

29. Pôr os Bancos a pagar impostos.

Assim e desta forma, Sr. Ministro das Finanças, recuperaremos depressa a nossa posição e sobretudo, a credibilidade tão abalada pela corrupção que grassa e pelo desvario dos dinheiros o Estado.
Ao "povo", pede-se o reencaminhamento deste e-mail, até percorrer todo o País.

POR TODOS NÓS, NOSSOS FILHOS E NETOS.

O "CRÁPULA" REFORMADO...!!!

Miguel-Relvas




Miguel Relvas, com 51 anos também já está reformado???....

Agora se entende a frase de Passos Coelho quando diz que “os pensionistas não descontaram para ter aquelas reformas...” 

É evidente que estava a referir-se à reforma do Relvas e dos seus “amigos parlamentares” !!!!

14 mil euros de Reforma – “e quase não dá para nada” como diz Cavaco !!!

Relvas já reformado???

E que descontos fez para a CGA?.

"...EM QUE NÃO SE CONSEGUE DISTINGUIR OS POLÍCIAS DOS LADRÕES"

.
Por aqui se vê como é importante a experiência Profissional. Com o que fez no BCP ganhou experiência de sobra para ser Regulador. Parece aqueles casos em que não se consegue distinguir os policias dos ladrões

Carlos Tavares contratou o autor de cinco offshores que levaram o BCP ao banco dos réus


Denúncia foi feita no depoimento final de Miguel Magalhães Duarte

CMVM contratou diretor do BCP

Miguel Namorado Rosa, antigo diretor do BCP que esteve envolvido na constituição de cinco das 17 offshores que levaram à condenação do banco por manipulação do mercado, foi contratado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). 
.
A denúncia foi feita ontem em tribunal por Miguel Magalhães Duarte, que liderou a Direção de Relações com Investidores (DRI) e é diretor de marketing do BCP, no depoimento final do julgamento que contesta as coimas aplicadas pela instituição liderada por Carlos Tavares.
.
Por:Diana Ramos
 .
Magalhães Duarte disse à juíza não entender como é que o regulador pode considerar que houve ilícitos na constituição das offshores e depois contratar uma das pessoas que admitiu em tribunal tê-las criado para liderar a supervisão.
.
Carlos Tavares contratou Namorado Rosa como responsável pelo departamento de supervisão de mercados, emitentes e informação da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), entidade que vigia a Bolsa e que condenou o banco a uma coima de 2,5 milhões de euros.
 .
Segundo fontes da defesa, Namorado Rosa assumiu em depoimento que pediu à responsável pelo BCP de Cayman, Helena Soares Carneiro, que constituísse cinco offshores, por ordem de Líbano Monteiro – então administrador – destinadas a clientes. Essas offshores fazem parte do lote das 17 investigadas pelos supervisores e pelo MP, levando à acusação de ex-gestores como Jardim Gonçalves, fundador do BCP, e Filipe Pinhal, seu vice-presidente.
.
Fonte oficial da CMVM disse ao CM que o ex-diretor do BCP foi contratado no seguimento da cessação de funções do anterior responsável pela supervisão, que saiu no verão. "Tem uma experiência vastíssima na área dos mercados financeiros." Sobre o eventual envolvimento na criação das offshores, sublinhou que Namorado Rosa "não é arguido em nenhum dos processos".
.
SENTENÇA ESTÁ MARCADA PARA DIA 18 DE JANEIRO
A sentença do julgamento que opõe a CMVM aos antigos gestores do BCP, entre eles Jardim Gonçalves, vai ser proferida a 18 de janeiro, anunciou ontem a juíza titular do processo.

KAOS:Salário Mínimo





passos coelho paulo Portas antonio jose seguro 485eurosmen
A proposta de resolução do BE e do PCP para o aumento do salário mínimo nacional foi ontem rejeitada pela maioria. PSD e CDS-PP votaram contra e o PS absteve-se.
Soube-se hoje que os Portugueses pagam os mais  altos impostos da União Europeia, sabemos que também temos os salário mínimo mais baixo, que os nossos administradores e gestores estão entre os mais bem pagos, que o nosso Presidente gasta o dobro que toda a Casa Real Espanhola e o outro Presidente, o do Banco de Portugal mais que o Presidente da Reserva Federal Norte Americana, que a dívida portuguesa foi a que deu mais lucro a quem nos empestou dinheiro.
Hoje sabemos tudo isso mas considera-se que 485 euros é uma fortuna e quem os recebe não merece mais. PSD e CDS votam contra, mas isso não é de admirar vindo de quem vem, o PS abstém-se, mas nem isso é de admirar tal a hipocrisia de todo o seu comportamento na vida política.
Uns são maus e vilões, coisa que já sabíamos, os outros armam-se em anjinhos mas o fundo são farinha do mesmo saco, um saco carregado de capitalismo e de desrespeito pela vida e pela dignidade dos cidadãos.
São a gente do alterne político, às ordens dos seus donos europeus, que há muito nos governam e nos conduziram ao ponto em que nos encontramos. Será que já aprendemos ou vamos continuar a escolher mais do mesmo?

As capas dos jornais e as principais notícias de Terça-feira, 8 de Janeiro de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Brasil: Jovem de 14 anos mata empresário durante assalto
Meningite encerra infantário
Duodécimos: Tributação autónoma
Hillary Clinton: Regresso ao trabalho
Gérard Depardieu: Não sai por impostos
Sagres: Homem desaparecido
Algarve: Turismo sobe 1,1 %

Capa do Público Público

Governo venezuelano e supermercados de portugueses unem-se para garantir alimentos
Ex-técnica do Infarmed diz que devia haver mais de dois arguidos no caso dos cegos do Santa Maria
Penhora de avião da TAP poderá ser evitada em audiência de conciliação
PCP quer saber qual é a estratégia do Governo para a empresa EMEF
Vercauteren deixa o Sporting, Jesualdo assume a equipa
Paulo Assunção reforça o Deportivo da Corunha
PS quer saber se Passos subscreve avisos de Morais Sarmento sobre TC

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

E o camarada Passos nacionalizou o Banif ?!
Pressionados, os juízes dão sumo?
Agrediu dois transeuntes à facada e doi preso
"Podíamos fazer mais com menos pessoas"
GNR detém dois homens suspeitos de furtos em Loulé
Coletivo de juízes quer saber porque não há mais arguidos
Números premiados na Lotaria Clássica

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Helicóptero choca com edifício e mata sete pessoas
Austrália prepara-se para mais incêndios "catastróficos"
Quinta noite de tumultos na Irlanda do Norte
Heliporto nasce sem pedir licença em Gondomar
Empresas às aranhas para processar salários e duodécimos
Bulgária quer nove F-16 portugueses por 360 milhões
Victoria's Secret mostra a colecção de banho para 2013

Capa do i i

Bárbara Norton de Matos abre restaurante no Estoril
Justin Bieber apanhado a fumar droga
Ex-técnica do Infarmed diz que devia haver mais de dois arguidos no caso dos cegos do Santa Maria
Penhora de avião da TAP poderá ser evitada em audiência de conciliação
Receitas publicitárias da RTP terão recuado cerca de 30% em 2012
Juízes portugueses apresentam à PGR argumentos para fiscalização de três normas do OE
Nuno Melo questiona Comissão Europeia sobre programa de ajustamento português

Capa do Diário Económico Diário Económico

O investimento é que paga
Uma conversa entre electricistas
O IRC a 10%, o investimento e o emprego
Passos tenta convencer Constitucional alegando emergência e equidade
Jorge Coelho invoca “razões pessoais” para deixar liderança da Mota-Engil
Autor de cinco ‘offshores’ do BCP contratado pela CMVM
Banca vai poder pagar totalidade do subsídio de férias em Janeiro

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Há luz ao fundo do túnel? ? ou é uma espiral recessiva?
Com 40 horas por semana Hospital de São João podia dispensar 20% dos trabalhadores
Piso da Siemens consolida aproximação da Corticeira Amorim aos transportes
Escolha a acção para Ulisses Pereira analisar
Penhora de avião da TAP poderá ser evitada em audiência de conciliação
O próximo grande erro da Europa
"What Everybody is Saying"

Capa do Oje Oje

Lenovo investe nos mercados emergentes
HTC falha estimativas de lucro
UTL lança Rotas da Matemática para estudantes do secundário
Projetos da NERSANT envolvem 1500 jovens
Portugal desenvolve robô industrial que vê e aprende
Emirates quer encomendar mais 30 A380 para novas rotas
Goldman planeia IPO imobiliária na Alemanha

Capa do Destak Destak

Preços do petróleo em alta na Ásia na expectativa de novos indicadores económicos
Milhares de haitianos continuam na fronteira, após fracasso do diálogo com a República Dominicana
EUA gastaram mais no cumprimento de leis de imigração do que no combate a outros delitos
Dez alegados talibãs mortos em ataques de 'drones' no Paquistão
Portugueses agradecem "espaço de encontro" criado pelo governo venezuelano e supermercados
Instalação nuclear australiana sofreu incêndio sem causar incidentes
Detidos dois suspeitos de pedofilia na Tailândia, um dos quais alemão

Capa do A Bola A Bola

Espanhol: Capdevila pede desculpas por goleada sofrida no derby
Liverpool: Fowler defende Suarez
Marcelo Boeck na iminência de jogar na liga da Suíça
Lakers: Gasol no «estaleiro» por duas semanas
Aimar pode ser titular no jogo com Académica
«No FC Porto não estava a jogar, logo o empréstimo entusiasma-me muito» - Iturbe
Garay e Salvio felicitam Messi

Capa do Record Record

Sekou pode ser reforço
Howard e Gasol desfalcam Lakers
RTP apresenta nova grelha de programação
Sporting tem metade das "chicotadas" da época
Só Materazzi e Couceiro disputaram menos jogos
La Liga: resultados e marcadores
Fato de Messi inspirado em Maradona

Capa do O Jogo O Jogo

"Quem se contém quando é cuspido a um palmo da cara?"
"Se jogar é um tipo desprezível"
Holtby prefere Villas-Boas
"Domingos é grande treinador"
Iturbe: falta o OK do FC Porto
Segunda série de quatro treinadores
Vercauteren desastroso como Sá Pinto e Oceano