Translator

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

O ANÍBAL, A MARIA, O PEDRO E A LAURA!...




OS NARCISOS DA PRAÇA DA ALEGRIA

.
Quando um programa tem mais de meia dúzia de anos e as mesmas personagens, comunicadoras, perde a graça. O Jorge Gabriel chama a si a Praça da Alegria quando este programa é obra (fundada) do "maricas" Manuel Goucha. O Jorge, mau comunicador e de momento a chamar a população, do Porto, para o apoiar dado que vai ser transferida para Lisboa. A Sónia Araújo, uma bailarina entrou, de empurrão, graças ao Goucha e igualmente o Helder, seminarista, que foi admitido para a Praça como criado de mesa para servir água e café e acaba por fazer reportagens, de merda, no exterior. A Praça da Alegria cheira mal que tresanda. Venham outros programas que instruam e não uma Praça que embrutece.  Esta gente, da Praça, está a valer-se da ingenuidade do Povo enquanto eles têm ganho salários farfalhudos!
José Martins


"...REFREAR OS CHULOS FINANCEIROS,..."





Muita da nossa dívida, e consequente austeridade, não é legítima, em perfeita analogia com as dívidas contraídas pelas prostitutas, e que as mantêm nas malhas dos seus donos. Se a nível mundial algo tem de ser feito para refrear os chulos financeiros, a nível nacional um corte com o passado seria um primeiro passo. Ou então que se dê o Prémio Nobel da Economia à D. Branca.
João Magueijo, Público

MIGUEL RELVAS NA WIKIPÉDIA. UMA DELÍCIA !

A joia da coroa do Governo de Passos Coelho!

Quem teria sido o "Malvado" que "fez a folha" ao Relvas  (na Wikipédia - entenda-se)... narrando precisamente a verdade sobre esta figura, que mais parece saída da Comédia dell`Arte... ou, para sermos mais caseiros, um grotesco personagem vicentino...?

*Vale a pena ver as NOTAS*.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Miguel_Relvas

"A LULA O QUE É DE LULA!"



Após tanto sacrifício, houve o “devido reconhecimento”.
 
 

KAOS:O Jota Zé




antonio jose seguro self made man
Este já deve estar a pensar em comprar meias solas e em como deve ser bom sentar-se numa cadeira em São Bento.
Vindo da Jota do PS, nunca trabalhou nem deve saber nada da vida real,  tudo o que sabe fazer é intrigas partidárias e jogos políticos e deve imaginar que este governo já está suficientemente queimado para lhe garantir uma vitória eleitoral.
Ontem o PS já falava na demissão do governo e na realização de eleições. Tudo isto até podia ser bom se este não fosse mais um igual ao que lá está, predisposto a cumprir com as ordens da Merkle, dos mercados e dos especuladores, pelo que com nova cara continuaria tudo muito semelhante.
Quer isto dizer que não há solução? Não, soluções há o que não sei é se já há também uma consciência das alternativas e da necessidade de todos nos empenharmos nelas.
Debate-las e divulgá-las e envolver as pessoas na sua construção e aplicação é urgente e isso só será possível se todos assumirmos a democracia como participação e acção.

PASSOS COELHO: "O AGRESSOR DE 10 MILHÕES DE PORTUGUESES"




OS "FIXAROLAS" DE PORTUGAL



 António Nogueira Leite Missão Cumprida...

 António Nogueira Leite um ARAUTO do Grupo Mello!
 
Em declarações ao  jornal Público, António Nogueira Leite declarou que se demitiu  da Administração da Caixa porque a sua missão nesta instituição foi cumprida. Creio que, desta vez, foi verdadeiro …
 
Veio da administração do grupo Mello e voltará agora para a administração do grupo Mello .
 
Declarou ao jornal que o fazia porque a missão com que veio para a Caixa estava cumprida :
 
Veio realizar a OPA do grupo Mello sobre a Brisa e “desalavancar” a dívida do grupo Mello à banca. 

Em Agosto passado os Mellos compraram de manhã uns milhões de ações  da Brisa a 2,75 € cada , principalmente a pequenos acionistas, e entregaram-nas à tarde a três bancos – CGD, BCP e BES – a 6 € cada ação, preço que os bancos consideraram ser o “justo valor” do título.
 
No conjunto do lote das ações, os Mellos  ganharam 375 milhões de euros, segundo noticiou então o “Diário Económico”. Acrescentava  ainda esse jornal  que a operação permitiu dar um novo fôlego ao grupo que estaria então à beira da rutura financeira.
 
António Nogueira Leite cumpriu a missão com que veio para a Caixa, nomeadamente para a Administração do Caixa BI, Banco de Investimento que, num espaço de dois meses, publicou um “research” a aconselhar o público a comprar as ações da Brisa até ao preço de 3,75 €, montou uma OPA sobre as ações da Brisa aonde os Mellos pagaram 2,75 € por ação e avaliou as mesmas ações a 6 € para serem entregues aos bancos credores do grupo Mello.

Bye  bye,  António Nogueira Leite. Continuação de boa carreira no grupo Mello. 

E não cumpra a ameaça de emigrar para não pagar impostos, pois em muitos Países, que têm leis rigorosas sobre o mercado de capitais, a atuação descrita no parágrafo anterior daria Com Patriotas destes o País vai ter um RICO futuro!

KAOS:Total rectal quase anal



passos coelho total rectal
Este governo é um governo que perdeu todas as condições que tinha para governar. Sem legitimidade popular, sem conseguir cumprir as metas definidas, sem o apoio claro do Presidente, com os próprios partidos da maioria governamental a esbroarem-se em criticas e desacordos quanto à governação este é um governo moribundo.
Mas, moribundo ou não é um governo de foras-da-lei, um governo cheio de oportunistas e gente intelectualmente incompetente e desonesta, um governo que não olha a meios para atingir os seus fins. Em menos de dois anos destruiu toda a estrutura do país, da económica à social.
Criou centenas de milhares de desempregados, de precários, de jovens  emigrantes altamente qualificados, de pobres, de desalojados e prepara-se para dar a machadada final nos escombros do que ainda resta do estado social.
E esse é o maior perigo, o de que antes de morrer este governo ainda nos deixe como legado essa destruição. Isto é gente reles a trabalhar para os senhores do grande capital, para os mercados, para encher os bolsos dos especuladores e pasme-se para pôr em prática a teoria neo-liberal em que as suas cabeças foram ensopadas nas jotas dos seus partidos.
Gente burra, e sem moral, gente que não presta, gentinhas reles. Cabe-nos a todos nós dar-lhes o empurrão final e já para evitar que façam mais danos que demorarão depois décadas a corrigir, mas cuidado que se for para tirar estes e meter lá outros dom mesmo género não vale a pena.
Que se debata já, que se apresentem propostas de um novo sistema e de novas soluções. Elas existem se realmente desejarmos a mudança.