Translator

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2013.




Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Governo decreta caça à multa
V.N. Gaia: Perde bebé em roubo
Fuga de água inunda Hospital de Leiria
V. F. Xira: Assaltam ourivesaria
Faro: PSP faz buscas em escolas
Alexandre Alves: Prazo para 1,1 milhões
Pedófilos não podem ser taxistas

Capa do Público Público

Austeridade pode levar a mais manifestações e quebra da paz social, diz Cunha Rodrigues
Davos centrada na economia global e com Europa ainda envolta em incerteza
Ciberdúvidas lança aplicações
Sorteio do Euromilhões
Tribunal retira quatro dias de prisão a Vale e Azevedo
Fernando Mota desiste de avançar para o COP
Orçamento da Câmara de Lisboa para 2013 chumbado na Assembleia Municipal

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Pai de Paulo Gonzo morre atropelado por carro da PSP
Estradas congestionadas devido à neve
Duas mortes para cada um
Abastecimento de água reposto no concelho de Leiria
O nosso Gaspar está cá um político...
Inundação nas urgências obriga à saída de utentes
Veja o local do acidente entre comboios em 360º

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Fraco resultado eleitoral deve forçar Netanyahu a aliar-se com partido revelação
Tubo rebentou e inundou urgência do hospital de Leiria
Neve deixa milhares de alunos sem aulas
Garay, Rinaudo, Enzo Perez e Gaitan nos convocados da Argentina
Portagens atiram empresas do Norte para a Galiza
Militares não vão "ficar de braços caídos" a ver Governo "destruir Forças Armadas"
Destroços do choque de comboios visto a 360 graus e com imagem dinâmica

Capa do i i

Inundação nas urgências do Centro Hospitalar Leiria-Pombal obriga à saída de utentes
Cameron vai anunciar referendo sobre manutenção do Reino Unido na UE
Militares acusam governo de "destruição das Forças Armadas"
Estradas congestionadas no distrito da Guarda devido à neve
Fernando Gomes quer que Federação seja "parceiro ativo" da FIFA nas novas tecnologias
Abastecimento de água reposto em todo o concelho de Leiria
Câmara de Lisboa vai "congelar imediatamente" diferença entre orçamento chumbado e o de 2012

Capa do Diário Económico Diário Económico

Portugal chega a meio da ponte
Espertezas não pagam dívidas
A importância do regresso aos mercados
Portugal regressa aos mercados com emissão de dois mil milhões
Álvaro Santos Pereira recebe banqueiros para discutir economia
Défice de 2012 deve ficar abaixo da meta acordada com a ‘troika’
ADSE e (má) ideologia

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Orçamento português é o segundo mais opaco da Europa Ocidental
Paulo Trigo Pereira: "O cidadão comum só percebe que aumentam os impostos"
Tristezas também pagam dívidas
Defesa da Europa
Yves Zlotowski: "Bancos deviam ser obrigados a comprar obrigações soberanas"
Comissões pagas à Segurança Social podem não chegar para cobrir custos
Merkel devagar, devagarinho

Capa do Oje Oje

Ikea recebe luz verde para abrir lojas na Índia
Marcas premium elevam receita da SABMiller
Rio Tinto estuda venda de ativos em Moçambique
Private equity sondam startups no Brasil
Jones Lang LaSalle gere Mythos
DST encaixa 8 milhões de euros com nova fábrica da Converde
C&W comercializa edifício Tejo em Carnaxide

Capa do Destak Destak

Divulgação de documentos sobre casos de pedofilia nos anos 80 choca vítimas nos EUA
Estabilidade asiática é principal prioridade na segurança australiana - PM
Exército da Tailândia criou comissão para apurar alegado envolvimento militar no tráfico de pessoas
Serena Williams afastada das meias-finais do Open da Austrália ao perder contra Sloane Stephens
Casal homossexual em Taiwan retira queixa na Justiça contra departamento governamental
IP 5 cortado entre nós de Tondela e Vouzela devido a neve e gelo
Funcionários da ONU em risco se organização apoiar diretamente ataques militares contra rebeldes no Mali

Capa do A Bola A Bola

Vítor pode chegar à Luz este mês
Owen feliz com primeiro golo pelo Stoke e por mais um recorde
Fluminense: Fred satisfeito com regresso à seleção
Roma contrata Torosidis ao Olympiakos
Racing confirma transferência de Centurión para o Anzhi
Fabiana Moraes - este «canhão» foi eliminado das «Belas da Torcida-2012». Alguém explica porquê?
Málaga: Eliseu acredita na vitória frente ao Barcelona

Capa do Record Record

Águias lançadas para conquista da Taça
Jander é para vender
José Torres estreou-se pela Seleção há 50 anos
Arbitragem pode originar reunião
Peruano abandona Sul-Americano Sub-20 por suspeitas de idade falsa
Diogo Figueiras convence Paulo Fonseca
Perigo de exclusão pode mudar onze

Capa do O Jogo O Jogo

Serão 500 mil euros a cada jogador
Juve e Roma empatam na Taça
Sabella chama Garay, Enzo Pérez, Gaitán e Rinaudo
Promessa venezuelana no Dragão
Cardozo volta à seleção do Paraguai
Academia de arbitragem em abril
"Sabia que o primeiro lugar não existia"

OS GRANDES F.D.P. (FILHOS DE PORTUGAL)




Grande vergonha nacional!!

Publicado em 10/01/2013
Em 2012, trabalhadores e pensionistas perderam o subsídio de Natal.
Miguel Relvas (ministro -
PSD), Dias Loureiro (ex-administrador BPN, ex-ministro - PSD) e José Luís Arnaut (ex-ministro - PSD) comemoram no hotel Copacabana Palace Brasil.

Fonte fotográfica - Correio da Manhã





Ponte Vasco da Gama: "BOMBA ATÓMICA"


Promiscuidade com os ex-ministros das Obras Públicas
  
Inline images 2
Inline images 1
  


OS VELHOS E VELHAS: "A BASURA LUSITANA"



BRASILINO GODINHO

Prezadas senhoras,

Caros senhores.



Anexo uma crónica sobre o genocídio japonês ora previsto e a inevitável comparação que emerge relativamente ao genocídio português que, actualmente, está em pleno curso de realização governamental.

Com os melhores cumprimentos.

Brasilino Godinho

P.S. A referida crónica apresenta-se redigida ao desabrigo do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.



Nota: Cumprindo os termos da atinente legislação em vigor qualquer pessoa destinatária dos meus e-mails que não esteja disposta a recebe-los fará o obséquio de me informar, para ficar habilitado a proceder à respectiva eliminação na listagem dos meus contactos. 


PRONTO O ZÉ COELHO DA MADEIRA É ISTO!


José Manuel Coelho aparece no Parlamento da Madeira vestido de presidiário


Helena Correia / Nuno Baptista / Rosária Vieira

Os trabalhos no Paralamento da Madeira foram interrompidos hoje, depois do deputado José Manuel Coelho ter surgido na sala com roupa de presidiário.

KAOS: O Vampiro Gaspar



vitor gaspar o mais terrivel dos vampiros

No céu cinzento sob o astro mudo
Batendo as asas Pela noite calada
Vêm em bandos Com pés veludo
Chupar o sangue Fresco da manada
Se alguém se engana com seu ar sisudo
E lhes franqueia As portas à chegada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada
A toda a parte Chegam os vampiros
Poisam nos prédios Poisam nas calçadas
Trazem no ventre Despojos antigos
Mas nada os prende Às vidas acabadas
São os mordomos Do universo todo
Senhores à força Mandadores sem lei
Enchem as tulhas Bebem vinho novo
Dançam a ronda No pinhal do rei
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada
No chão do medo Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos Na noite abafada
Jazem nos fossos Vítimas dum credo
E não se esgota O sangue da manada
Se alguém se engana Com seu ar sisudo
E lhe franqueia As portas à chegada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada
Eles comem tudo Eles comem tudo
Eles comem tudo E não deixam nada
Os Vampiros - Zeca afonso
 Começam a ser pagos os salários de Janeiro e começa vir ao de cima a brutalidade fiscal deste Orçamento de Estado. 
A uma diminuição tão drasticamente dos salários vai seguir-se mais uma redução do consumo e  a falência de muito do pequeno comércio que já vivia com a corda na garganta provocando mais desemprego e mais miséria. Uma espiral destrutiva que arruína o país, destrói empregos e empresas e conduz a economia numa espiral recessiva sem fim à vista.
Para ajudar uma vez mais, com menos negócios e mais desempregados, se vai assistir a um abaixamento das receitas fiscais, a mais umas previsões erradas do Gaspar e ao regresso do discurso da inevitabilidade de um novo aumento dos impostos e do corte de direitos de todos nós. 
Não se corta na ajuda aos Bancos, pelo contrário gastam-se milhares de milhões para cobrir os seus erros, como os mais de mil milhões agora enterrados no BANIF, mas corta-se na saúde, na educação ou nas reformas dos que já vivem no limite da subsistência. São vampiros, são bandidos, são seres despreziveis esta gente que nos governa. 
Alternativas necessitam-se urgentemente, não tirar uns para pôr lá outros parecidos, mas para mudar o sistema, as politicas e a lógica que impera. Repensar o futuro, sem dogmas, sem medos, sem ideias feitas.

KAOS: Primeiro-Ministo por acidente



seguro viajante
Estou outra vez naquelas fazes em que não me apetece escrever, mas há imagens que necessitam de algum texto.
Este Zé Ninguém que num pais decente nunca passaria disso, um Zé Ninguém, tem todas as possibilidades de também ele,  um jota de um partido que nunca fez nada, vir a ser Primeiro-Ministro.
Podemos perguntar se merece e a resposta é não, se vai ser melhor que o paspalho que lá está e a resposta continua a ser não. Então porque pode vir a ser algo para que nada fez e para o qual não mostra nenhumas qualidades?
Primeiro porque vivemos numa democracia de alterne e ele é o próximo na lista. depois porque contrariamente ao que muitos dizem o António Costa deve preferir seguir directamente para Belém sem passar por São Bento e depois porque este governo deve estar a dar os últimos suspiros.
Preocupante é que antes de ruir ainda vai a tempo de aprovar a destruição do estado Social por culpa daqueles que não têm a coragem de romper com o sistema e abandonar a Assembleia da Republica. Já este PS não presta porque a cambada que o domina não presta e porque serve interesses que não são os dos portugueses e o Seguro é a melhor porcaria que podem apresentar.
Ou será que desta vez os portugueses vão finalmente entender que a solução não está em votar em A ou B mas em exigir a mudança do sistema e a exigência de uma democracia mais directa e participativa?