Translator

domingo, 27 de janeiro de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Justiça lenta teve de soltar Allan Sharif
Greve: Metro de Lisboa parado
Marcelo R. Sousa: Legislatura até ao fim
Estado: 2000 vagas abrem hoje
Francisco Assis: Confiança em Seguro
José Alho: Responde a docentes
Almancil: GNR deteve traficante

Capa do Público Público

Autocarro era “antigo” e não tinha cintos de segurança
Obras intermináveis causam série de acidentes no IC8
Sorteio do Joker (4º/2013)
Só há lugar no centro para dois partidos: o de Lapid ou o Labour
Israel: Trabalhistas recusam entrar no Governo e ultra-ortodoxos formam “maioria de bloqueio”
Olhanense anula desvantagem de dois golos e empata no Estoril
Atlético de Madrid não passou em Bilbau

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

E os nossos em verso como seriam?
MBA da Nova e Católica entre os cem melhores do mundo
Alerta para agravamento do estado do tempo nos Açores
Autocarro era "antigo" e não tinha cintos de segurança
Arménio responde à polémica do "rei mago escurinho"
"Tanto me faz que uma pessoa do Opus seja presidente da AR ou mulher de limpeza"
Freud e Marx, os mais censurados na não ficção

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Morreu com a filha de dois anos ao colo
Cintos de segurança teriam evitado tragédia com autocarro
"Demos várias voltas, fomos todos projetados"
17% das nossas crianças não comem nem dormem para estarem na Internet
Porto reduz diferença salarial com Lisboa
Segurança marcou festa dos 75 anos da sinagoga do Porto
Homens têm pior saúde do que as mulheres

Capa do i i

BE: défice de 5% e concessão da ANA são "propaganda" do Governo num país que se "afunda"
Autarcas do PSD aguardam regresso de Paulo Júlio quando processo ficar esclarecido
Netanyahu: Israel deve preparar-se para ataque com armas químicas sírias
Passos Coelho escusa-se a comentar adiamento da privatização da RTP
Paulo Portas: Portugal e Venezuela vão avançar contratos de cooperação económica
Ramos-Horta acredita em eleições na Guiné-Bissau até ao final do ano
Sertã: primeiro-ministro envia "abraço de grande solidariedade" às famílias das vítimas

Capa do Diário Económico Diário Económico

Mais do que um líder, falta um programa ao PS
Dívida americana deve preocupar a todos
Reformar o Estado para descer impostos
“Portugal deve reduzir os impostos sobre o trabalho e as empresas”
Reformas no mercado de trabalho animam investidores estrangeiros
Espanhola Repsol vai explorar petróleo ao largo de peniche
Bruxelas deverá chumbar corte nos juros da ajuda à banca

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Portugal mais atractivo para o investimento estrangeiro por causa de Angola e Brasil
Retratos de um país mal frequentado
Saiba quanto é que os reformados do sector da banca vão perder
Filipe Pinhal: "Governo não tem coragem de separar o trigo do joio"
Vimeca abandona passe social a partir de Abril
As pessoas estão primeiro
MBA das universidades Nova e Católica entre os 100 melhores do mundo

Capa do Oje Oje

Turismo do Algarve recebe reforço de 1,6 milhões
Rendimento Social de Inserção fixado em 178 euros
Banco Popular Portugal reforça capital em 25 milhões
Subsídio por morte fixado nos 1.200 euros
Adega Ervideira quer exportar 65% da produção este ano
Banif paga juro entre 8,5% e 11% pela ajuda estatal
Governo defende transferência dos fundos de pensões da PT no défice

Capa do Destak Destak

Preços do petróleo em alta na Ásia impulsionados por resultados de empresas norte-americanas
"Argo, "Modern Family" e "Downton Abbbey" triunfaram nos prémios SAG
Novas imagens de satélite mostram atividade no local de ensaios da Coreia do Norte
Economia de Xangai cresceu 7,5 % em 2012
Tribunal aguarda notificação para iniciar julgamento de Bo Xilai
Credores acordaram reduzir metade da dívida da Birmânia -- governo
Governo norte-americano deve pedir contas a antigo ciclista Lance Armstrong -- presidente da USADA

Capa do A Bola A Bola

Diego Laxalt negociado
Empresário de Ricky van Wolfswinkel em Lisboa
Vítor está perto de assinar
Chelsea pode avançar para jovem guarda-redes do Birmingham
Rogério Gonçalves vai treinar o Ferroviário da Nampula
Resultados dos campeonatos distritais
«Messi não precisa de Ronaldo para se motivar», diz adjunto do Barcelona

Capa do Record Record

NHL: Blackhawks fazem história
Betis tenta Kléber por empréstimo
Boulahrouz será reavaliado
Kadú perde aposta com Rolando
Bingo para Jesus
Edy Boyom garantido
Gilistas dão galo na era Vítor Pereira

Capa do O Jogo O Jogo

Botafogo e Fluminense empatam
Zeca na vitória do Pana
Os reforços que Cajuda não vai ter
"Não podíamos ter abrandado"
"Talvez Cristiano motive Messi..."
Sorteio do joker
Chave do totobola

BACANAL DOS COPACABANA BOYS!




Não é que os incomode muito, mas o facto de ser falado lá fora, já os reduz à sua categoria de : usurários, usurpadores , vigaristas, parolos e tudo mais o que diz o jornalista.
Eles detestam que essa imagem passe lá para fora... porque para nós, cá dentro, ainda gozam com isso. 

Estão imunes a tudo, e bem protegidos pelos lacaios.A populaça só serve para pagar impostos .
Todos nós já sabemos disto.  Mas quando é artigo de jornal no estrangeiro o impacto ainda é maior, estando nós sob assistência financeira, catapultada por indivíduos desta natureza, que vão gozar com o dinheiro desviado do País, com a cobertura das mais altas figuras políticas portuguesas.

O artigo em francês está acessível a todos.
Vale a pena ler! é pequeno mas diz tudo!


     
Voilá:
                  
http://finances.orange.fr/economie/pointdevue/scandale-bancaire-portugais-les-vacances-a-rio-de-dias-loureiro-266980.html


Philippe Ries | Mediapart 2013/03/01
 
Escândalo português bancário: Férias no Rio de Dias Loureiro
.

O Presidente da República Português Aníbal Cavaco Silva decidiu adiar para o Tribunal Constitucional, é uma de suas prerrogativas, certas disposições de um orçamento de austeridade 2013 pior porque ele tem "dúvidas" sobre a natureza equilibrada de esforços imposta sobre a população de um país que está entrando em seu terceiro ano de recessão, não é uma situação desde a Revolução dos Cravos de 1974.

.
Dúvidas?

Ao mesmo tempo, o chefe de estado manchada reputação pessoal mais do que o espectáculo de esta manobra perfeitamente demagógica, aprendemos que uma das principais figuras do "cavaquisme" Manuel Dias Loureiro, passou a época festiva Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, onde um quarto individual custa 600 euros por noite. A vantagem é que o salário mínimo do país. Isso deve ser o suficiente para levantar "dúvidas" ao ocupante do palácio presidencial de Belém.
Philippe Ries
.
Detentor de importantes pastas ministeriais nos governos cujos
PSD Cavaco Silva era o membro, o ex-chefe do Conselho de Estado, o santo dos santos da casta político Português Dias Loureiro, "protegido" Cavaco, é uma figura central no deve ser um enorme escândalo Europa, um assunto de Estado, a falência do BPN.
.
Esta falência fraudulenta pode custar ao contribuinte Português, o mesmo homem que aperta o cinto um entalhe a cada ano, até sete bilhões de euros, ou cerca de um décimo da assistência financeira internacional que o país tem solicitar, em 2011, como um programa de reordenamento das finanças públicas contrapartida monitorados pela "troika" UE-BCE-FMI.

A principal atividade dos líderes deste banco "bloco central" (os partidos de centro-esquerda e centro-direita alternando no poder desde a queda da ditadura de Salazar) foi conceder dezenas ou centenas de milhões de euros, empréstimos a seus amigos, parentes, clientes ... e para si mesmos.
.
Em um relatório notável, o jornalista de televisão SIC Pedro Coelho revelou, por exemplo, uma empresa de cimento na galáxia Dias Loureiro BPN tinha recebido um empréstimo de 90 milhões de euros. Outra personalidade "cavaquisme", como Lima Duarte, um ex-líder parlamentar do PSD, em Lisboa preso por suspeita de assassinato pela polícia brasileira, desviou 49.000.000 €.
.
Cavaco mesmo havia recebido, em circunstâncias suspeitas, uma atribuição a um preço knockdown pelo patrão do BPN José Oliveira Costa, ex-secretários de ações estaduais na SLN, holding do banco ele poderia vender com um ganho de 140%.
.
Em suma, o escândalo do BPN é em grande parte "cavaquisme". E este personagem tem "dúvidas" sobre a imparcialidade de austeridade?
.
Estes biliões são considerados perdidos para sempre ... mas não para todos. Quando o escândalo estourou, em 2009, a imprensa portuguesa revelou que Dias Loureiro, diretor da SLN tinha cuidadosamente organizada a sua insolvência pessoal através da transferência de ativos para os membros da família ou de empresas offshore.
.
O suficiente para pagar o quarto no Copacabana Palace, com certeza?
.
E o fato de que ele Dias Loureiro encontrado para os feriados neste fantástico hotel, outrora estrelas favoritas de Hollywood?
.
Ninguém menos que Miguel Relvas pilar do atual governo PSD, amigo e "pai José" O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho. Relvas, a manutenção do próprio governo é um escândalo, quando ele foi condenado por obter fraudulentamente um diploma universitário, a fim de utilizar o título de "doutor", cujo estado burguesia lusitana é tão ridiculamente gosta.
.
Como Armando Vara, um amigo próximo do ex-primeiro-ministro "socialista" José Sócrates colocou o FMI, sob a tutela da "troika" e "Dias Loureiro cavaquistes" do BPN, é a ilustração de que a política está funcionando Bem, em algumas "democracias" da Europa, o caminho mais seguro para enriquecimento pessoal aventureiros classe rápidos. Grécia, Irlanda, Espanha, Portugal. E a França?
.
Esta é a primeira lição. A segunda é que os graves problemas de sistemas judiciários próprios gangrenosa com a corrupção e influência redes permitem que tais indivíduos a gozar de impunidade para ganhos ilícitos. Note-se que aqueles diretamente responsáveis ​​por desastres banco origina diretamente da crise financeira global até agora apreciado nos Estados Unidos e na Europa, com raras exceções, a impunidade civil e criminal absoluta.
.
Por fim, a cereja no topo do bolo, a supervisão bancária agora confiada na área do euro do Banco Central Europeu, será da responsabilidade do Vice-Presidente Vítor Constâncio, o hierarca Socialista Português e governador do Banco de Portugal, o regulador bancário, quando o "cavaquistes" do BPN entregou seus truques sujos. 
.
Tradução livre Google - Com falhas técnicas.

O POLVO LARANJA!!!


DE CRISE EM CRISE…
   
    Polvo Laranja !!!
O CLAN DUARTE LIMA

Lá diz o povo, a verdade é como o azeite. Acaba sempre por vir à tona.


"O POLVO" E A OPERAÇÃO FACE OCULTA COM RABO DE FORA:

1-  A partir de 2008 torna-se evidente que a operação Face Oculta foi redireccionada pela investigação e pelos Media para  passar a visar principalmente Sócrates. Era preciso derrubar Sócrates e mudar de governo, porque havia gigantescos interesses em jogo e, em particular, o caso BPN prometia dar cabo do PSD.

2. Das fraudes do BPN ignora-se ainda hoje a maior parte. Trata-se de uma torrente de lama inesgotável, que todos os nossos Media evitam tocar.

3. O agora falado caso IPO/Duarte Lima, de que Isaltino também foi uma peça fulcral, nem foi sequer abordado durante o Inquérito Parlamentar sobre o BPN ,
inquérito a que o PSD se opôs então com unhas e dentes, como é sabido. A táctica então escolhida pelo polvo  laranja foi desencadear um inquérito parlamentar paralelo, para averiguar se Sócrates estava ou não a «asfixiar»  comunicação social ! Mais uma vez, uma produção de ruído para abafar o caso BPN e desviar as atenções.

4. Mas é interessante examinar como é que o negócio IPO/Lima foi por água abaixo.

5. Enquanto Lima filho, Raposo e Cia. criavam um fundo com dezenas de milhões, amigavelmente cedidos pelo BPN de Oliveira e Costa, Isaltino pressionava o governo para deslocar o IPO para uns terrenos de Barcarena, concelho de Oeiras.    Isaltino comprometia-se a comprar os terrenos (aos Limas e Raposo, como sabemos hoje) com dinheiro da autarquia e a «cedê-los generosamente» ao Estado para lá construir o IPO.   Fazia muito jeito que fosse o município de Oeiras a comprar os terrenos e não o ministério da Saúde, porque assim o preço podia ser ajustado entre os amigos vendedores e compradores, quiçá com umas comissões a transferir para a Suíça.

 

6. Duarte Lima tinha sido vogal da comissão de ética (!) do IPO entre 2002 e 2005, estava bem dentro de todos os assuntos e tinha óptimas relações para propiciar o negócio.     Além disso, construiu a imagem de homem que venceu o cancro, história lacrimosa com que apagava misérias anteriores.     O filho e o companheiro do PSD Vítor Raposo eram os escolhidos para dar o nome, pois ao Lima pai não convinha que o seu nome figurasse como interessado no negócio.
 

7. Em Junho de 2007 Isaltino dizia ainda que as negociações para a compra dos terrenos em causa estavam "em fase de conclusão" (só não disse nunca foi a quem os ia comprar, claro). E pressionava o ministro da Saúde: "Se se der uma mudança de opinião do governo, o cancelamento do projecto não será da responsabilidade do município de Oeiras."
8. Como assim, "mudança de opinião do governo"?

9. Na verdade, Correia de Campos apenas dissera à Lusa que o governo encarava a transferência do IPO para fora da Praça de Espanha e que estava a procurar um terreno, em Lisboa ou fora da cidade, para esse efeito.  Nenhuma decisão tinha sido tomada, nem nunca o seria antes das eleições para a Câmara de Lisboa, que iam realizar-se pouco depois, em  Julho de 2007.
 
10. No decorrer do ano de 2007, porém, a Câmara de Lisboa, cuja presidência foi conquistada por António Costa, anunciou que ia disponibilizar um terreno municipal para a construção do novo IPO no Parque da Bela Vista Sul, em Chelas, Lisboa.    Foi assim que se lixou o projecto Lima-Isaltino:  o ministro Correia de Campos não cedeu às pressões de Isaltino e a nova Câmara de Lisboa pretendia que o IPO se mantivesse em Lisboa.   Com Santana à frente da autarquia e um ministro da Saúde do PSD teria tudo sido  muito diferente.   E os Limas e Raposos não teriam hoje as chatices que se sabe.   E Duarte Lima até talvez já tivesse uma estátua no Parque dos Poetas do amigo Isaltino.

11. Sabemos como, alguns meses depois deste desfecho, o ministro Correia de Campos foi atacado por Cavaco no discurso presidencial de Ano Novo, em 1 de Janeiro de 2008.   Desgostado com as críticas malignas do vingativo Presidente, Correia de Campos pediu a sua demissão ainda nesse mês.    Não sabemos  o que terá levado Cavaco a visar dessa maneira um ministro do governo Sócrates, por sinal um dos mais competentes.   Que Cavaco queria a pele de Correia de Campos, foi bem visível.  Ele foi a causa do fracasso do projecto do IPO/Oeiras e dos prejuízos causados ao clan do seu amigo Duarte Lima e ao polvo laranja (ª).

É bem possível que essa tenha sido a razão.
.
(ª) - é bom que se entenda que o polvo laranja tem o seu pai no Senhor Silva, hoje PR, que nunca falou sobre o BPN, mas o lodo deste senhor é bem maior !!!

.
Quem dera que Portugal fosse uma França !!!...

O QUE É ISTO! O PAULINHO PORTAS A FAZER "MERDA"

Portugal assina acordo de co-localização diplomática


Portugal vai partilhar instalações diplomáticas com outros países da União Europeia, o que permite uma redução de custos. Acordo com a Estónia foi assinado ontem à margem da Cimeira Celac-UE.



Reuters/Jorge Sanchez  
.
O memorando de entendimento entre Portugal e a Estónia trata-se do primeiro acordo português de co-localização diplomática
O ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, e o seu homólogo da Estónia, Urmas Paet, assinaram no sábado, à margem da cimeira CELAC-UE, em Santiago do Chile, um acordo com vista à partilha de instalações diplomáticas.
.
Segundo um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), o acordo prevê que Portugal coloque um diplomata na embaixada da Estónia em Vilnius, na Lituânia, enquanto o Governo da Estónia terá um representante na embaixada portuguesa no Brasil.
.
"O mesmo acordo prevê ainda a possibilidade de Portugal vir a colocar um diplomata na região da euro-ásia , onde o MNE tem vindo a fazer uma aposta em termos de diplomacia económica", pode ler-se no comunicado.
.
Trata-se do primeiro acordo português de co-localização diplomática, que permitirá mais representação no estrangeiro com menos custos.
.
"O acordo prevê uma partilha de despesas e funcionalidades, mantendo cada país a sua independência de representação e de acreditação junto das autoridades locais", acrescenta o comunicado.
.
Este acordo bilateral entre Portugal e a Estónia trata-se de um novo instrumento de cooperação entre os países da União Europeia, sendo que esta partilha de instalações também pode ser feita no âmbito do Serviço Europeu de Ação Externa, utilizando as delegações da UE noutros países.

CORAÇÃO EM MALACA

Foi  um privilégio saber  da  visita recente  de  um  grupo  de  Portugueses  liderada  pelo  Padre  João  Caniço  a  terras  do  Oriente.  Deixaram   o  testemunho  que  a  Korsang  di  Melaka  muito  agradece,  publicando    um   texto (*) cedido  pelo  viajante   e    autor.
As  “pinturas”  ( fotos )  enviadas  pelo  Padre João   Caniço  mostram     o  Bairro  Português  de Malaca,    que  nos  orgulha  e,  assim   partilhamos     com   os nossos   Associados  e  Amigos  com  o  Coração  em  Malaca.
Uma das fotas com o grupo de visitantes portugueses, encontra-se o Senhor Michael Bernaji, vice presidente da Associação "Korsang di Melaka" responsável pela nossa Delegação na Ásia. No texto cedido pelo o autor, é referido o "representante da comunidade que recebeu o grupo"  e muito bem, o Senhor Michael Bernaji assume   as funçõe por eleição da comunidade Lusa, o cargo de vice presidente do Painel do Regedor do Bairro Português de Malaca.
Obrigada a todos. Bem hajam.
        (*) VIAGEM  A  TIMOR  LESTE  VISITANDO  MALÁSIA  E  INDONÉSIA

        NOS  500  ANOS  DE  CONVIVÊNCIA  PORTUGUESA  E  NOS  450 ANOS  DE  EVANGELIZAÇÃO

A viagem a Timor-Leste, visitando a Malásia e a Indonésia, organizada pela Associação Amigos de  S. João de  Brito e liderada  pelo  Padre  João  Caniço, para além de celebrar 500 anos de convivência  portuguesa  com  Timor-Leste,   constituiu   para   mim   um autêntico hino ao sentimento  nostálgico  e  de  purificação  espiritual – nostálgico, porque permitiu eliminar a tristeza que derivava da saudade profunda do local, onde vivi há 57 anos, e espiritualmente purificador, porque me levou de novo ao encontro com outras culturas, outras gentes, outras paisagens, outras religiões. E eu, que estou sempre a aprender, percebi que afinal a história de Cristo e dos três reis magos – Baltazar, Belchior e Gaspar – espelhava  exatamente  a  abertura do Messias a todas as raças, eliminando a discriminação da cor, dos traços fisionómicos, das tradições, das práticas, das manifestações, por mais primitivas que elas pudessem ser interpretadas, tentando uni-las num só Deus.
Curiosamente, na dezena e meia de homens e mulheres, que constituíram o grupo em que me vi inserido, todos portugueses, revelou-se mais uma surpresa – a rapidez com que nos integrámos e soubemos adaptar-nos às nossas diferenças, revelando uns, sentido de humor, outros, um fervor religioso, mas sempre um grande sentido de entreajuda, atitudes de espírito que, combinadas, uniram pessoas que não se conheciam, naquele sentimento eterno que é a amizade, sentimento que resulta numa relação que é pautada por uma lealdade construída de coisas simples e compreendidas. Para este fenómeno contribuíram e foram fonte inspiradora, tanto os vestígios da presença portuguesa em Malaca, as Torres Gémeas de Kuala Lumpur, os templos hindus de Bali, o lugar sagrado de Tacitolo em Timor, onde João Paulo II rezou com os timorenses, a ilha das Flores que os portugueses baptizaram  e,  finalmente, Jakarta, onde o contraste entre a monumentalidade e os que vivem abaixo do limiar da pobreza, nos leva mais uma vez a reflectir.
Regressando ao início da nossa viagem, o primeiro impacto foi preenchido pelo aeroporto do Dubai, onde se cruzam centenas de destinos e se podem analisar as mais variadas etnias com não menos variadas vestes. O aeroporto, um gigantesco centro comercial, oferece quase de tudo o que pode alimentar uma febre consumista. Depois de algumas horas de espera, seguimos para Kuala Lumpur, donde de imediato um autocarro nos conduziu ao nosso destino – Malaca, 20 horas depois da saída de Lisboa e 501 anos depois de Afonso de Albuquerque ter conquistado aquela que era um dos mais importantes entrepostos comerciais da Ásia.
Da fortificação de Malaca, que ele mandou construir, resta agora apenas uma porta onde se levantava o baluarte de Santiago. A presença de S. Francisco Xavier e o seu túmulo provisório (antes de ser transladado para Goa) estão bem destacados no alto de Malaca. Este missionário jesuíta passou diversas vezes por Malaca (1545, 1547 e 1549), nas suas incursões, que o levaram a várias ilhas da Indonésia e até ao Japão. E se uma réplica de uma nau portuguesa, a Flora del Mar (que devia ser Flor do Mar), complementava a presença dos portugueses em Malaca, fomos descobrir o Bairro Português, bem junto ao mar, onde se destacavam o “Lisbon Hotel”, o “Restaurante Alcantra” e o “Restaurante de Mellos”, entre outros.
              
O representante da comunidade, que nos recebeu, e que articulava ainda algumas expressões portuguesas, forneceu detalhes sobre a vivência daquela comunidade. Por feliz acaso, assistimos à chegada do cortejo de um casamento, à chegada dos noivos ao local da boda, depois da cerimónia religiosa na Igreja de São Pedro. (...)
              
Ao fim do dia, participámos numa missa na Igreja de S. Pedro, onde os cânticos construíam fé, banhada por alegria e, de novo, o facto de termos um conjunto de fiéis das mais diversificadas etnias, entre as quais os cristãos do Bairro Português.
Autor "Nídio de Jesus Duarte"
Fotos cedidas pelo "Padre João Caniço"

E NÃO HÁ QUEM PARTA O FOCINHO A ESTE " palhaço " ???????????...


 


Peste grisalha - o " deputado Pixoto" é um imbecil encartado... um fdp !!!.............

Se estivessemos num País decente este fedelho de merda já tinha sido corrido do Parlamento...Com 2 pontapés no cú...


BLOG AVENTAR

Peste parlamentar

22/01/2013
 
No mural do Rui Zink, descobri, em boa hora, uma ligação para mais um texto que ilustra as qualidades da classe política. Carlos Peixoto, deputado do PSD, resolveu brindar o povo com a sua opinião sobre o envelhecimento do país.
.
Usando de uma imagética elegantíssima, produz esta frase lapidar, mesmo ferida pelo uso deficiente da regência: “A nossa pátria foi contaminada com a já conhecida peste grisalha.”
.
Depois de debitar alguns números sobre o decréscimo da natalidade, mostra-se preocupado, quase revoltado, com a emigração, o que lhe poderá valer um processo disciplinar, uma vez que foi o próprio primeiro-ministro a aconselhar os portugueses a emigrarem.
-
É então que, poeticamente, passa a repetir, assustadoramente, o adjectivo “assustador”, recitando a ladainha das inevitabilidades, como bom vigário da igreja dos últimos dias do Estado Social, essa mentira inventada por quem não quer assumir a verdadeira origem da dívida pública. Como qualquer membro de uma seita fundamentalista, descobre hereges combustíveis nos funcionários públicos e nos portadores de cabelos brancos.
.
Peixoto pega na espada das soluções e defende o incremento da natalidade, incentivando os portugueses a procriar, que é a melhor maneira de parir crescimento económico.
.
Suficientemente ingénuo para merecer o reino dos céus e necessariamente hábil para ter merecido entrar no reino dos seus, o pobre Peixoto, talvez demasiado ansioso por querer povoar o país, esquece-se do efeito contraceptivo do empobrecimento decretado pelo governo que apoia.
-
Seria bom que algum amigo mais experiente, eventualmente encanecido, aconselhasse o deputado Peixoto a tomar consciência do seu problema. Tal como a ejaculação precoce já tem solução, para a estupidez precoce existe um tratamento preventivo: ficar calado. 
.
Mesmo um homem licenciado em licenciatura tem a possibilidade de aprender.

E temos nós no parlamento cretinos destes....pobre país !!!!!!!!!!!!!!...


Deixo aqui os parabéns à minha Amiga e colega da APRe! Maria Virgínia pelo seu extraordinário e interessante texto, que não posso deixar de o divulgar por todos os meus conhecidos; familiares e amigos.  (via Email e Facebook)

Pergunta-se: é para estarmos a aturar isto, que estamos a pagar o ordenado + extras a toda esta escumalha?

António Reis


Peste Grisalha


A propósito do Deputado do PSD que diz que a nossa Pátria sofre de Peste Grisalha nao consegui conter a raiva e a seguir transcrevo o mail que lhe enviei que é para alguém me defender se criarem uma nova prisão de alta segurança ou me mandarem internar num hospício. 

Segundo o seu comentário que transcrevo a seguir gostaria de lhe fazer algumas perguntas:
A propósito de demografia escreveu: "A nossa pátria foi contaminada com a já conhecida peste grisalha."
Ora bem: 

1º - Deduzo que o Sr. Deputado que nasceu a 13 de Fevereiro de 1968 foi por obra e graça do Espírito Santo e como tal deve achar-se um filho de Deus que desceu à Terra. 

2º - Portanto cresceu sem pai, sem mãe, sem avós e sem berço. 

3º - Apesar de tudo isso nasceu feliz porque hoje não tem ninguém na sua família a quem possa dizer que faz parte da peste grisalha 

4º - Também não tem que agradecer a ninguém os estudos que tem. Chegou a advogado também por obra do Espírito Santo! 

E agora vamos a conclusões. Pois fique sabendo que eu tenho na minha família e eu própria pertenço à peste grisalha. E fique sabendo também que quando o Sr. Deputado nasceu já eu trabalhava. E assim foi durante 44 anos, não devo nada a ninguém, tenho educação, princípios e moral coisa que lhe falta a si e muito! 

A si falta-lhe tudo o que eu tenho, amor, amizade, convicções, solidariedade, determinação. Tive pai, mãe, avós, berço, mesmo que tudo tenha sido modesto.
Sabe que se não morrer cedo e espero que não, terá que engolir as palavras que disse ou então pintar o seu cabelo porque a peste também lhe chegará e alguém poderá lembrar-se do que disse. Alguém obviamente mais novo porque o Sr. Deputado poderia ser meu filho hipoteticamente falando. 

Felizmente não é porque para seu mal seria diferente ou então não se livrava de um bom par de estalos. Fique bem no meio dos seus e não se esqueça de todas as noites agradecer ao Espírito Santo!

TAL DONO, TAL CÃO!




perro



O Engenheiro ordenou ao seu cachorro:
- Projeto, mostra as tuas habilidades!
O cãozinho pegou num martelo, umas tábuas e num instante construiu um casinha para cachorros. Todos admitiram que era um façanha.

116
O Contabilista disse que seu cão podia fazer algo melhor:
- Cash Flow, mostra as tuas habilidades!
O cachorro foi à cozinha, voltou com 24 bolinhos, dividiu os 24 bolinhos em 8 pilhas de 3 bolinhos cada.
Todos admitiram que era genial.
O químico disse que o seu cão podia fazer algo melhor:
- Óxido, mostra as tuas habilidades!
Óxido foi até ao frigorífico, pegou num litro de leite, umas bananas, colocou tudo no liquidificador e fez um batido. Todos aceitaram que era impressionante.
 salchicha

O informático sabia que podia ganhar a todos:
- Megabyte, vamos lá !
Megabyte atravessou o quarto, ligou o computador, verificou se tinha vírus, redimensionou o sistema operativo, mandou um e-mail e instalou um jogo excelente. Todos sabiam que este era muito difícil de superar.
perro
                                                          olfateando[4]
Todos olharam para o político e disseram: E o teu cão, o que pode fazer?

O político chamou o seu cão e disse:
- Deputado, mostra as tuas habilidades!
Deputado deu um salto, comeu os bolinhos, bebeu o batido, cagou na casinha, apagou todos os ficheiros do computador, armou a maior confusão com os outros cachorros, expulsou toda a gente exibindo um título falso de propriedade. Em seguida, alegou imunidade parlamentar...

ALTERNATIVA- receita para sobrevivermos em 2013...


 

Querem melhor receita para sobrevivermos a 2013 ?!...

PROPOSTAS DE ALTERNATIVA à austeridade, que tudo está a mirrar, isto no que toca a CORTE DE DESPESA nas ditas gorduras.
.
Por isso:
- Reduzam 50% do Orçamento da Assembleia da República e vão poupar +
- 43.000.000,00€
- Reduzam 50% do Orçamento da Presidência da República e vão poupar +
- 7.600.000,00€
- Cortem as Subvenções Vitalícias aos Políticos deputados e vão poupar +
- 8.000.000,00€ - Cortem 30% nos vencimentos e outras mordomias dos políticos, seus assessores, secretários e companhia e vão poupar +- 2.000.000.00€ - Cortem 50% das subvenções estatais aos partidos políticos e pouparão +
- 40.000.000,00€.
.
- Cortem, com rigor, os apoios às Fundações e bem assim os benefícios fiscais às mesmas e irão poupar +- 500.000.000,00€.
.
- Reduzam, em média, 1,5 Vereador por cada Câmara e irão poupar +
- 13.000.000,00€
.
- Renegociem, a sério, as famosas Parcerias Público Privadas e as Rendas Energéticas e pouparão + 1.500.000.000,00€. .
Só aqui nestas “coisitas”, o país reduz a despesa em mais de 2 MIL e CEM MILHÕES de Euros.
  Mas nas receitas também se pode melhorar e muito a sua cobrança. 
.
- Combatam eficazmente a tão desenvolvida ECONOMIA PARALELA e as Receitas aumentarão mais de 10.000.000.000,00€ 
.
- Procurem e realizem o dinheiro que foi metido no BPN e encontrarão mais de 9.000.000.000,00€
.
- Vendam 200 das tais 238 viaturas de luxo do parque do Estado e as receitas aumentarão +- 5.000.000,00€ 
.
- Façam o mesmo a 308 automóveis das Câmaras, 1 por cada uma, e as receitas aumentarão +- 3.000.000,00€ 
.
- Fundam a CP com a Refer e outras empresas do grupo e ainda com a Soflusa e pouparão em Administrações +- 7.000.000,00€
.
Nestas “coisitas” as receitas aumentarão cerca de VINTE MIL MILHÕES DE EUROS, sendo certo que não se fazem contas à redução das despesas com combustíveis, telemóveis e outras mordomias, por força da venda das viaturas, valores esses que não são desprezíveis.
.
Sendo assim, é ou não possível, reduzir o défice, reduzir a dívida pública, injetar liquidez na economia, para que o país volte a funcionar?  
.
Há, ou não , alternativas?
Luís M. Antunes