Translator

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Sábado, 9 de Fevereiro de 2013.


Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Frente Comum : Protesto nacional
Jorge Silva Carvalho: Arguido por difamação
Marinho Pinto: Congresso chumbado
Acidente: Condutor foge
P. Lima: Atropelamento mortal
Figueira da Foz: Morre em colisão
Indemnizações: Todos contestam

Capa do Público Público

LinkedIn atinge máximo em bolsa após resultados positivos
Mulher encontrada morta na Barragem de Castelo de Bode
Para Costa, “não há drama nenhum se não houver” acordo
Sorteio do Euromilhões (12/2013)
Reacções: Seguro e esquerda criticam, maioria satisfeita
Maioria rejeitou propostas da oposição parlamentar pedindo fim das taxas nas áreas protegidas
Ogier na frente de Loeb na Suécia

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Oliveira Costa quem é?
Reabertura total na Linha de Cascais sem previsão
Homem morre atropelado em Ponte de Lima
TAP cancela dois voos para Newark devido a nevão
A verdade a que temos direito
O cristianismo e o islão em diálogo?
A tendência para as asneiras deste Governo

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Militares na reserva de novo a trabalhar
Topless contra o turismo sexual no Carnaval do Rio
Morreu o presidente do maior grupo de media privado angolano
Quase metade dos habitantes de uma ilha paradisíaca são portugueses
Maneira de falar bracarense vira investigação universitária
Mais fiscais nos autocarros contra avalanche de fraudes
Guilherme Pinto deixa o PS e recandidata-se a Matosinhos

Capa do i i

Agências de notação financeira podem receber mais queixas das autoridades dos EUA
TAP cancela dois voos para Newark devido a nevão
Sete distritos sob aviso laranja a partir de domingo por agitação marítima
Fiscalizações recentes em Portugal não detectaram carne de cavalo em alimentos, garante Ministério Economia
Governo dos Açores. Acordo foi "o melhor possível" mas esta foi só a primeira fase do processo
Cimeira UE. Confagri diz que redução na PAC é prejudicial para Portugal
António Costa. PS estará mal se começar a fatiar a História em função de conveniências

Capa do Diário Económico Diário Económico

Prejuízos do Banif mais do que triplicam para 576 milhões
“Não alimento tabus, o que tiver que ser será”
Acordo no orçamento europeu anima Wall Street
CGD vai vender participação na PT "tão depressa quanto possível"
CGD envia equipa de auditores para analisar unidade do Brasil
Orçamento europeu é "má notícia para Portugal"
CGD vai cumprir "escrupulosamente" cortes salariais do Orçamento

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Perguntas e respostas sobre os prejuízos da banca
António Costa: PS estará mal se começar a fatiar a História em função de conveniências
Prejuízos do Banif sobem para 576 milhões de euros
PSD considera que Portugal conseguiu resultado acima do esperado
Paulo Rangel: Acordo é bom para Portugal mas decepcionante para Europa
CDS-PP saúda acordo "importante e positivo para Portugal"
Seguro critica Passos por ter ficado "contente e feliz" com redução orçamental

Capa do A Bola A Bola

«Temos capacidade para a Champions» - Cohene
Cadu admite jogar pela seleção romena
Jorge Jesus reencontra velho rival
Premier League impõe regras de ´fair-play` financeiro a partir de 2013/2014
Federação não acede a minuto de silêncio em memória de António Mergulhão
Tottenham: Adebayor arrisca punição de Villas Boas
PSG: «Não foi fácil convencer Ibrahimovic a começar no banco» – Ancelotti

Capa do Record Record

CHELSEA-WIGAN, em direto
Soa o alarme na defesa
Craques da NBA vão brilhar em Portugal
Manuel Machado ganhou ao Benfica em 2008/09
Argentina: Vélez estreia-se com vitória
Conte: «Não se pode dormir numa altura destas»
Ferguson relembra caos para motivar diabos

Capa do O Jogo O Jogo

"Não tenho Twitter e essas porcarias"
"Não foi fácil sentar Ibrahimovic"
Fucile de regresso ao Uruguai
Tudo bem entre Balotelli e irmão de Berlusconi
Afinal, Riquelme voltou ao Boca Juniors
Toni: furioso ou eufórico?
"Estava convicto que ia sair o Manchester"



FRANQUELINICES - NÃO VAI PASSAR NADA


À MARGEM: Não vai passar nada e o Franquelim (como assim o escândalo do falso licenciamente do dr. Miguel Relvas) seguirá na maior enquando o seu amigo Passos Coelho tiver as rédeas do Governo de Portugal que lhe saiu na rifa sem  contar com o prémio. Em governos anteriores (absolutamente mal-fadados) nunca se registou tantos favores, de mão beijada, como neste de Passos Coelho. As instituições governamentais foram tomadas de assalto e à ceguinho sejam eles. O que é  necessário é abocanhar o tacho nem que seja por curto espaço de tempo a polir o tampo de cadeiras nos gabinetes. Passos Coelho como chefe do Governo é espécie de um padrinho com os afilhados à sua volta que todos juntos forma um grupo de malfeitores que aos poucos vão acabando com o que resta deste país. São canalhas,  fiteiros, sem nada a perder e os portugueses esperar deles e vamos, assim, pouco por pouco (não tarda) assistindo à venda e destruição de Portugal.
José Martins

A seguir do blogue o Cantigueiro

"Franquelim – O vendedor de passados *

É tal o afã de reescrever a História pessoal do Franquelim... que as aldrabices e simples asneiras vão-se sucedendo a um ritmo hilariante.
Para além de termos ficado a saber que foi ele, afinal, quem denunciou todo o escândalo da gigantesca fraude do BPN, segundo a última mentirola do cromo que faz de ministro da Economia, as “biografias” multiplicam-se, só que, ao que parece, existe uma versão para cada destinatário e para cada ocasião.
Numa dessas novas versões de “biografia” ficamos a saber que enquanto eu próprio e mais uma catrefada de colegas andávamos a batalhar para acabar o curso na velha Escola Industrial e Comercial de Tomar, no ano lectivo de 70/71, o fantástico Franquelim, com menos dois anos de idade do que eu, mas aluno da mesma escola e ao mesmo tempo (sim, confesso... o homem andou comigo na escola!!!)... já trabalhava, aos 16 anos, como consultor na internacional e famosa Ernst & Young (que, então, nem sequer existia por cá!).
Quem poderia imaginar, nessa altura, que éramos colegas de um tal génio!!!
Estas tolices biográficas, um atropelo de incompetentes asneiras fabricadas de conluio com membros do governo, seriam apenas ridículas, não fosse o facto de revelarem o carácter profundamente aldrabão das pessoas que se instalaram no poder em Portugal. É inquietante!!!"
.

Os novos Corsários


Já nos tempos das Caravelas muitos piratas trabalhavam para Coroas estrangeiras com a finalidade de assaltar e pilhar as riquezas que eram transportadas para Portugal. Agora, passados vários séculos o que mudou foi a forma como o fazem porque a pilhagem continua. A única diferença é que agora contam também com a colaboração de alguns vendidos que a troco de mordomias e poder vendem o seu país e as suas riquezas. Na altura isso era considerado traição, agora apelidam-se de banqueiros e políticos.

ANGOLA E O PAULINHO DAS FEIRAS

por Sérgio Lavos


"O Presidente angolano é um dos grandes líderes africanos". Quem disse? Paulo Portas, na visita que fez esta semana a Angola, a terceira desde que é ministro.

Portas não se ficou por aqui. A eleição de José Eduardo dos Santos para Presidente da República, em Agosto passado, foi "um passo importante na estabilização, no desenvolvimento e no progresso de Angola", disse o ministro.

Eduardo dos Santos já leva 33 anos no poder, tem mais cinco anos de mandato presidencial à frente, até 2017, e pode fazer um novo mandato de cinco anos, até 2023, perfazendo... 43 anos no poder. Que importa?

Os grandes negócios angolanos passam há muitos anos pela família Eduardo dos Santos. O último foi a nomeação pelo Presidente angolano do seu filho José Filomeno dos Santos para administrador do Fundo Soberano de Angola, que gere as receitas do petróleo. Que importa?

A Constituição da República, aprovada em 2010, está desenhada à imagem e semelhança de José Eduardo dos Santos, com um poder presidencial totalitário. Que importa?

A UNITA está descontente com Paulo Portas porque este, quando vai a Angola foge do movimento do Galo Negro com medo de desagradar a Eduardo dos Santos. Ainda esta semana a UNITA manifestou o seu desagrado.

Há meia dúzia de anos, num artigo no jornal Sol, numa altura em que José Sócrates começava a dar-se com Hugo Chávez, Portas escreveu que o presidente da Venezuela queria "ser um presidente vitalício" (e ainda só levava oito anos de poder, menos 25 anos que Eduardo dos Santos).

"Só não vê quem não quer", adiantava Portas.

Quantas vezes já este homem falou, ao longo da sua carreira política, em princípios, ética e coerência de atitudes políticas que não pratica?"

por Sérgio Lavos
link do post | comentar | ver comentários (16) | partilhar

O ARTISTA FRANQUELIM

Curriculum de Franquelim Alves levanta nova polémica

Curriculum de Franquelim Alves levanta nova polémica 
António Cotrim, Lusa

O curriculum do novo secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Franquelim Alves, que se encontra no Portal do Governo, volta a criar enorme polémica. Desta vez porque se ficou a saber que o novo eleito de Passos Coelho começou a trabalhar aos 16 anos como auditor e consultor da empresa internacional Ernst & Young, que só seria fundada 19 anos depois.

KAOS:Santificado sejas tu, Franquelim

Franquelim Alves alvaro santos pereira miguel relvas santo ferido
Este caso do Franquelim Alves ser nomeado Secretário de Estado  quando se sabe, não pelo seu curriculum porque ai foi omitido,  que foi conivente com o Escândalo do BPN, é mais uma nódoa neste governo, mas já são tantas que quase não se notaria não fosse o facto de Ministros que saíram em sua defesa terem mentido com todos os dentes que têm na boca.
O Álvaro então é uma tristeza, diz que ele não ocultou informação, que primeiro só a reteve para procurar uma solução e depois a denunciou por uma carta. O problema é que a tal carta nem foi escrita pelo tal de Franquelim.
Tudo isto tresanda mas mostra alguma honra entre bandidos, já que mesmo quando um está queimado por actos do seu passado acabam sempre por lhe estender a mão.
Quando alguém é diabolizado pelos seus actos alguém aparece e transforma-o num santo e num mártir pela causa. Não sei se é para calarem para que muitas verdades não venham, para a praça pública, se são meros pagamentos de favores ou de negócios apalavrados, ou simplesmente porque são amigos ou pertencem à mesma seita de interesses.
Esta gente não tem vergonha nem qualquer pingo de dignidade. Esta gente não serve mas serve-se de uma democracia decadente e controlada para se manter no poder e poder saquear livremente durante quatro anos sem que nada os derrube.
É por isso que necessitamos de reinventá-la, fazer uma democracia directa e participativa, uma democracia em que quem vai exercer funções públicas possa ser escrutinados a qualquer momento por todos e cada um de nós e que possa ser destituo dessas funções se os cidadãos considerarem que não está a cumprir devidamente as suas obrigações.
Uma democracia em que a opinião de cada um de nós seja escutada e respeitada. Um verdadeira democracia que coloque o poder de decisão nas nossas mãos. Uma democracia em que não vão só mudando as moscas, mas onde se acabe com a merda de vez.