Translator

segunda-feira, 11 de março de 2013

as capas dos jornais e as principais notícias de Terça-feira, 12 de Março de 2013.



as capas dos jornais e as principais notícias de Terça-feira, 12 de Março de 2013.

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Três pescadores desaparecidos em naufrágio
A1: Colisão em contramão
Angela Merkel: Quer evitar voto sobre Portugal
Bashar Al-Assad: Milícias usadas em massacres
Portimão: Salários em atraso
Oeiras: Fuzileiro detido pela PSP
T. Novas: Trucidada por comboio

Capa do Público Público

Justin Bieber, o anjo caído do céu
Mentir em multa de trânsito custa oito meses de prisão a ex-ministro britânico
Comércio de armas é menos regulado do que compra e venda de bananas
Sorteio da Lotaria Clássica
V. Guimarães vence jogo frenético e cola-se ao Rio Ave no quinto lugar
Abramovich é um menino ao pé de Zamparini
BE propõe aumento do salário mínimo para 533 euros

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Belmiro de Azevedo e os diretores cagarolas
"Assim não vamos lá, Carlos!", dizia o grande Cristiano
Marinha retoma na terça-feira buscas por pescadores
Mais mil de passageiros de voos da SATA em terra
Portugueses "mais sensíveis" para ajudar os outros
Romenos falsificavam cartões bancários
Sete trabalhadores portugueses agredidos em Berlim

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Grandes mudanças para uma melhor continuidade na Igreja
Usain Bolt eleito "Atleta do Ano" nos prémios Laureus
Marta invade partida de futebol e morde jogadores
Brejoeira abre portas ao sonho dos noivos
Contenção já chegou à compra de alimentos
Oratório do Colégio Português em Roma reunirá padres portugueses
"Gostos" do Facebook denunciam perfil dos utilizadores

Capa do i i

BE promete "primavera de luta" no 25 de Abril e 1 de Maio
Barack Obama vai visitar local onde cristãos dizem que nasceu Jesus
BE: Portugal obrigado a metas que Irlanda só tem de cumprir em 2016
EUA: bar proíbe entrada a óculos da Google
Agência de emprego alemã publica anúncio para acompanhante
Entidade Área Metropolitana de LIsboa deve ser reformulada
Velha guarda avança para os quartos-de-final na Gold Coast

Capa do Diário Económico Diário Económico

O motor das exportações também gripou
Pague-se a NATO ou acabe-se com a NATO
O Barclays e a confiança no sistema bancário
Governo pondera mudar gestão da CGD mais cedo
Queixa do Barclays em Londres deixa banqueiros em choque
Maioria recua e reduz novos cargos remunerados no poder local
Estradas de Portugal assume gestão de mais 870 quilómetros até 2014

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Depósitos estão a pagar menos mas retorno real é maior
Uma paixão cega
Filipe Garcia: "Se a remuneração for inferior à inflação, há uma perda de poder de compra"
Iberia vai poupar 666 trabalhadores graças a um professor catedrático
Bucha e Estica
Pedro Lourtie: "Não conseguiremos poupar muito com a racionalização da rede do ensino superior"
Banqueiros perplexos com denúncia do Barclays

Capa do Oje Oje

Iene impulsiona Mitsubishi Aircraft
Cortefiel quer 50% das vendas no exterior
Total reabre projeto de gás no Mar do Norte
PetroChina sonda negócios na Austrália
Portugal lança MBA em Aviação
Obrigações dos países periféricos são boas opções de investimento para 2013
Marta Frazão: responsável pelo Retirement da Mercer em Portugal

Capa do Destak Destak

Milionários chineses investiram 3 % do PIB no estrangeiro
Tailândia quer primeira linha ferroviária de alta velocidade a funcionar em 2018
Milhares de casas sem luz e centenas de automobilistas retidos nas estradas francesas devido a neve
China "não imitará sistemas políticos ocidentais", diz novo lider da Conferência Consultiva do Povo
China protesta contra o Japão por convite a Taiwan para homenagem às vítimas do tsunami de 2011
25 mineiros chineses encurralados em inundação de mina de carvão
Nicolas Maduro diz que cancro de Chávez "rompia toda a normalidade" da doença

Capa do A Bola A Bola

Portugal e Obama chegam a Israel no mesmo dia
Hassan presente no CAN sub-20
Adrien Silva consagrado
Cardozo continua no radar da Juve
Courtois quer ficar no Atlético Madrid
Bayern: Ribéry falha receção ao Arsenal
«O único que rivaliza com Messi é o rapaz do Real Madrid» - Maxi López

Capa do Record Record

Baldé rendeu 4 pontos
Isidoro Sousa: «Muito prejudicados numa fase decisiva»
Caetano espreita nova oportunidade
Um turco em busca do trono de Ronaldo
Adriano espera veredito
Estado de emergência
Espírito Santo diz ámen à luta pela Europa

Capa do O Jogo O Jogo

Usain Bolt eleito "Atleta do Ano"
Málaga afia as armas para a receção ao dragão
"Regresso de CR7 nunca foi falado no United"
Lotaria Clássica
"Excelentes profissionais"
"Bafejados pela sorte"
V.Guimarães arranca triunfo no Bonfim

A ECONOMIA DO PAULINHO DAS FEIRAS


Portugal teve o ano passado a pior recessão desde o 25 de abril


Alexandra Andre, Ruben Andre e Guilherme Brizido
O Instituto Nacional de Estatística confirmou o recuo de 3,2 por cento da economia portuguesa. A queda deve-se em grande parte ao abrandamento da exportações, que até agora eram o grande motor economia portuguesa.
.
À margem: O Paulinho das Feiras quem não o conhecer que o compre... O "marmelo" desde que chamou a si a pasta dos Estrangeiros só tem "estoirado" fundos públicos em viagens demagógicas e de nada, acompanhado de um "gorducho" de nome Reis e o presidente do AICEP. Comparo este duo ao Manuel Pinho (o dos corninhos) e ao Basílio Horta do consulado do famigerado PM José Sócrates. A economia em queda livre e a pior recessão depois do 25 de Abril de 1974, na proximidade dos 39 anos. Só perde quem tem... e o Paulinho "pulha" não perde nada!|

A Frase de Manuel Catarino



Imagens/Imagem/sch_legenda



Mais depressa chega aos céus a voz do Sumo Pontífice que as inquietações do Presidente aos ouvidos do chefe do Governo. Cavaco transformou o palácio de Belém num mosteiro mendicante – dedicado à reflexão e ao sofrimento, no mais condoído e mortificante silêncio, para salvação do País. Podia ser um caminho para a redenção. As piedosas intenções têm sido em vão. Passos não se comove. E não foi para jejuns ou votos de silêncio que dois milhões e 200 mil portugueses o elegeram.
Manuel Catarino, Correio da Manhã

CARTA DE DOMINGOS FREITAS DO AMARAL




Isaltino acaba de criar duas empresas em Maputo e está lá em visita oficial

E a culinária do Tino de Oeiras
.
Noticia do Publico 1/03/2013
Isaltino Morais deixa a Câmara de Oeiras em Outubro, mas há muito que está preparar o seu futuro.
 .
Em Setembro do ano passado, criou, através de uma escritura pública outorgada em Maputo, uma empresa dedicada ao turismo e à caça. No mês seguinte, igualmente num notário da capital de Moçambique, constituiu uma outra empresa, esta virada para a importação e exportação. Neste momento, encontra-se naquele país em visita oficial, na qualidade de presidente da Câmara de Oeiras. Na comitiva, viaja pelo menos um dos seus sócios, que é também seu adjunto no município.

A criação das duas sociedades - a Magoco, Sociedade Agro-Pecuária, Turística e Cinegética da Marávia, Lda. e a Messa Energia, Import Export, Lda. - foi revelada pelo Boletim da República, publicação oficial da República de Moçambique, nos dias 15 e 18 do mês passado. Precisamente um mês antes do início da viagem que o autarca não comunicou - apesar de estar obrigado a fazê-lo - ao Tribunal de Oeiras, onde o processo em que foi condenado a dois anos de prisão se encontra pendente.
.
Na Magoco, com sede em Maputo, Isaltino tem como sócios Rui Cóias (um português que viaja com passaporte diplomático da Guiné-Bissau e que está ligado à criação de cavalos e ao sector imobiliário em Portugal), Sérgio Ngoca (empresário moçambicano), José João Ramos Diniz (criador de cavalos, empresário da construção civil com actividade em Oeiras e ex-candidato à Assembleia Municipal de Oeiras nas listas de Isaltino), Abílio Diruai (empresário moçambicano) e Emanuel Gonçalves.
Este último é adjunto de Isaltino na Câmara de Oeiras e membro da administração da Aitecoeiras, uma agência de promoção do investimento criada pelo município que colaborou na preparação da actual visita de Isaltino a Moçambique.
.
Quanto à Messa Energia, que está sedeada no mesmo local que a Magoco, a sua actividade principal tem a ver com a comercialização de material eléctrico. Os seus sócios, além de Isaltino, Sérgio Ngoca e Emanuel Gonçalves, são Natacha Morais e Fernando Rodrigues Gouveia.
.
A primeira é uma empresária moçambicana do sector turístico, com actividade em Inhambane, município moçambicano com o qual Isaltino celebrou um acordo de geminação em 1999, no quadro do qual uma delegação da Aitecoeiras ali se deslocou no Verão passado.
.
O segundo, Fernando Rodrigues Gouveia, é o patrão do grupo de construção civil MRG, líder das parcerias público-privadas com os municípios portugueses e sócio da Câmara de Oeiras em duas parcerias particularmente mal sucedidas.
Ambas foram objecto, em Dezembro, de um relatório do Tribunal de Contas onde se lê que a escolha da MRG (detentora de 51% do capital das duas empresas criadas com o município) "violou os princípios da transparência, da igualdade de tratamento, da prossecução do interesse público, da boa-fé e da imparcialidade". O tribunal diz mesmo que a MRG foi alvo de "tratamento privilegiado face aos demais concorrentes". As parcerias estabelecidas por esta empresa com Oeiras e outros municípios estão a ser investigadas pelo Ministério Público desde há mais de um ano. Em Janeiro do ano passado, a Polícia Judiciária efectuou buscas na sede da MRG, em Coimbra, e nas câmaras de Oeiras e Campo Maior, no quadro desses inquéritos.
.
O PÚBLICO tentou ontem falar com Fernando Gouveia, mas a sua secretária informou que ele se encontrava fora do país, não esclarecendo se estava em Moçambique com Isaltino Morais. Também não foi possível contactar Emanuel Gonçalves, que acompanha Isaltino, nem Rui Cóias ou José Diniz. Isaltino fez saber que falaria com o PÚBLICO na segunda-feira.
Relvas em Maputo para apoiar cooperação
Miguel Relvas, que foi secretário de Estado de Isaltino Morais, quando este era ministro das Cidades em 2002, está em Moçambique desde quarta-feira para uma visita oficial que hoje termina.
Segundo a Lusa, Relvas manifestou ontem a disponibilidade do Governo português para apoiar a formação de autarcas moçambicanos. "Manifestei a nossa disponibilidade para ajudarmos no processo de formação de autarcas e de funcionários autárquicos. Temos uma boa experiência nessa área, temos um centro de estudos de formação autárquica, que já apresentou uma candidatura em Moçambique", disse o ministro, depois de um encontro com Adelaide Amorane, ministra moçambicana dos Assuntos Parlamentares.

General da Força Aérea arrasa Ministro da Defesa



.
Ex..º Sr. General Chefe do Gabinete de S. Ex.ª o Ministro da  Defesa Nacional,
Caro camarada:
Apresento a V. Ex.ª os meus cumprimentos.
Tomo a liberdade de me dirigir a V. Ex.ª para lhe solicitar que transmita a S. Ex.ª o Sr. Ministro a minha indignação relativamente à forma pouco respeitosa e mesmo insultuosa como se referiu às Forças Armadas, aos militares e às suas Associações representativas, no passado dia 1 de Fevereiro.
.
De todos os governantes, o Ministro da tutela era o último que deveria proferir palavras dessa estirpe.  Sou Tenente-General Piloto-Aviador na situação de Reforma, cumpri 41 anos de serviço efectivo e possuo três medalhas de Serviços Distintos (uma delas com palma), duas medalhas de Mérito Militar (1.ª e 2.ª classe) e a medalha de ouro de Comportamento Exemplar.
.
Servi o meu País o melhor que pude e soube, com lealdade e com vocação, sentimentos que S. Ex.ª não hesita em por levianamente em causa. Presentemente, faço parte com muito orgulho, do Conselho Deontológico da Associação de Oficiais das Forças Armadas.  Diz o Sr. Ministro que “a solução está em todos nós. Em cada um de nós”.
.
Não é verdade! A solução está única e exclusivamente na substituição da classe política incompetente que nos tem governado (?) nos últimos 25 anos, e que nos tem levado, de vitória em vitória, até à derrota final!
.
Os comuns cidadãos deste País, nomeadamente os militares, não têm qualquer responsabilidade neste descalabro. Como disse o Sr. Coronel Vasco Lourenço no seu livro, “os militares de Abril fizeram uma coisa muito bonita, mas os políticos encarregaram-se de a estragar…”
.
Diz também S. Ex.ª que as Forças Armadas estão a ser repensadas e reorganizadas. Ora, se existe algo que num País não pode ser repensado nem modificado quando dá jeito ou à mercê de conjunturas desfavoráveis, são as Forças Armadas, porque serão elas, as mesmas que a classe política vem sistematicamente vilipendiando e ultrajando, a única e última Instituição que defenderá o Estado da desintegração.
.
Fala o Sr. Ministro de algum descontentamento protagonizado por parte de alguns movimentos associativos. Se S. Ex.ª está convencido que o descontentamento de que fala se limita a “alguns movimentos associativos”, está a cometer um erro de análise muito sério e perigoso, e demonstra o desconhecimento completo do sentir dos homens e mulheres de que é o responsável político.
.
Este descontentamento, que é geral, não tenha dúvida, tem vindo a ser gerado pela incompetência, sobranceria, despudor e, até, ilegalidade com que sucessivos governos têm vindo a tratar as Forças Armadas. É a reacção mais que natural de décadas de desconsiderações e de desprezo por quem (é importante relembrar isto) vos deu de mão beijada a possibilidade de governar este País democraticamente!
.
As Forças Armadas não querem fazer política! Não queiram os políticos, principalmente os mais responsáveis, “ensinar” aos militares o que é vocação, lealdade, verticalidade e sentido do dever. Mesmo que queiram, não podem fazê-lo, porque não possuem, nem a estatura nem o exemplo necessários
para tal.
.
Quem tem vindo a tentar sistematicamente destruir a vocação e os pilares das Forças Armadas, como o Regulamento de Disciplina Militar, destroçado e adulterado pelo governo anterior? Quem elaborou as leis do Associativismo Militar, para depois não hesitar em ir contra o que lá se estabelece?
.
Quem tem vindo a fazer o “impossível” para transformar os militares em meros funcionários do Estado? Apesar disso, tem alguma missão, qualquer que ela seja, ficado por cumprir? Fala S. Ex.ª de falta de vocação baseado em que factos? Não aceita S. Ex.ª o “delito de opinião”?
.
Não são seguramente os militares que estão no sítio errado!  Por tudo o que atrás deixei escrito, sinto-me profundamente ofendido pelas palavras do Sr. Ministro.
.
Com respeitosos cumprimentos de camaradagem
EDUARDO EUGÉNIO SILVESTRE DOS SANTOSTenente-General Piloto-Aviador (Ref.) 000229-B
.
P.S. – Informo V. Ex.ª que tenho a intenção de tornar público este texto.

Finalmente vôos absolutamente seguros

Á atenção de quem viaja muito de avião.

Já não é preciso tirar os sapatos, nem o cinto, nem tanto problema nos aeroportos.......                                 

Parece mentira poder voar com absoluta segurança                                 
                               
Bem vindos à V.T.N. Airlines....
Description: Description: cid:52D3AB1D1AB14AE78078BE4534232C02@FERREBUS1
Bem vindos à:  V.T.N. Airlines - com certificado anti-terrorista)                                 

Somos realmente uma "Sociedade de linhas aéreas internacional"
Podemos garantir que não haverá facas, espingardas, bombas, revólveres ou qualquer outra arma a bordo nos nossos voos. 
Prepare-se já para o seu próximo voo! Somos a companhia de aviação mais segura!                                 
Description: Description: cid:A067B0A130524F24B4B57D55404D8E08@FERREBUS1
  E se um muçulmano vê uma mulher nua que não seja a sua, tem a obrigação, pela sua religião, de suicidar-se. Portanto, não haverá nenhum a bordo, podemos assegura-lo. 

Recomenda a todos os teus amigos e amigas sem medo!  
  V.T.N. Airlines  VOA TODO NU Airlines a companhia que vos quer.

KAOS:Crime organizado



VITOR GASPAR PADRINHO
O Instituto Nacional de Estatística confirmou, esta segunda-feira, que no ano passado a economia portuguesa sofreu a mais profunda recessão desde 1975, atingindo os -3,2% do Produto Interno Bruto.
A cada mês que passa os resultados só pioram. Aumenta o desemprego, a dívida, a queda das exportações e do PIB e de mais não sei quantos indicadores económicos que nem sei o querem dizer. Boas noticias nem uma e o governo acerta menos nas suas previsões que eu no Euromilhões. Ao fim de dois meses este Orçamento de Estado já está completamente falhado e sempre para pior. Como o Vitor Gaspar não é burro isto só quer dizer que aquilo que está a acontecer é planeado e serve os interesses de alguém. Se não são os nossos nem os do país só pode estar ao serviço dos Mercados, da Grande Banca e Corporações Internacionais. Se isto não é trair o seu país não sei o que é e o Banana de Belém escreve prefácios de livros de discursos compactuando e fazendo dele cúmplice na traição. Rua com toda esta cambada e já.

HUMOR NECROLÓGICO......


GOSTOS NÃO SE DISCUTEM!

Imagem intercalada 1

COINCIDÊNCIAS





NÃO HÁ COINCIDÊNCIAS. TUDO FOI CALCULADO AO PORMENOR.
                 
E se a MULTICARE dá  lucroA LADROAGEM continua à solta!

 

NÃO  HÁ COINCIDÊNCIAS!

TUDO  FOI CALCULADO AO PORMENOR.

Vejam esta  sequência de  acontecimentos:


1) A TROIKA sugere no "memorandum" a VENDA do negócio da SAÚDE da CGD-Caixa Geral de Depósitos;


2) O Governo nomeia ANTÓNIO BORGES como CONSULTOR para orientar a VENDA dos negócios PÚBLICOS (privatizações);


3) O Grupo SOARES DOS SANTOS (Jerónimo Martins) CONTRATA o mesmo ANTÓNIO BORGES como  ADMINISTRADOR – mantendo este as suas funções de VENDEDOR dos negócios PÚBLICOS do Governo;


4) O Grupo SOARES DOS SANTOS (Jerónimo Martins) anuncia a criação de um NOVO NEGÓCIO na área da SAÚDE (noticiado no início desta semana pela  imprensa);


5) A TROIKA exige a VENDA URGENTE do negócio da SAÚDE, da CGD, já este MÊS (notícia de hoje na imprensa).


...E  NINGUÉM repara? ...E  NINGUÉM diz nada?

Claro que dirão que é o "mercado" a funcionar "se" o Grupo SOARES DOS SANTOS adquirir por uma bagatela a área de negócio da SAÚDE, da CGD, por ajuste directo (sem  concurso).

– NINGUÉM exige explicações?

– NINGUÉM fala em tráfico de influências?

– NINGUÉM aponta indícios de corrupção?

FALSO CARDEAL



Maria Otília Novais 

 FW: Falso cardeal tenta entrar na reunião preparatória do conclave - LEIAM E VEJAM  A FOTO


O encontro de hoje no Vaticano, de cardeais que compõem o Colégio Cardinalício, foi marcado por um episódio pitoresco. Um homem vestido a rigor tentou entrar no recinto onde decorria a primeira reunião preparatória do conclave que elegerá o novo chefe da Igreja Católica.

O facto ocorreu esta manhã, antes do início da reunião, enquanto chegavam os 147 cardeais dos 207 que compõem o colégio, e na presença de dezenas de jornalistas de todo o mundo. O intruso, cuja identidade ainda não foi revelada, acabou por ser expulso.

O falso cardeal apresentou-se acompanhado por várias pessoas vestidas igualmente com batinas, e não se sabe até ao momento se eram  mesmo religiosos. 

Apesar da vestimenta, a sua presença não passou desapercebida, pois a sua batina era muito curta e a faixa violeta que trazia na cintura era diferente da dos prelados. Também trazia uma cruz pendurada ao pescoço que era demasiado grande.

O homem conseguiu enganar o primeiro controlo de segurança, mas acabou interceptado pela polícia do Vaticano quando pretendia entrar na Sala Paulo VI, de onde foi expulso. Segundo o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, o intruso estava dentro da Ala Nova do Sínodo.

Por falta de quorum na reunião de hoje, a data do início do conclave que vai eleger o novo Papa ainda não está marcada.

KAOS:Disciplina de voto e democracia directa



passos coelho nuno montenegro grupo parlamentar psd disciplina voto
Peço desculpa por não colocar todos os nomes dos personagens, neste caso deputados do PSD, mas podiam ser de qualquer outro grupo paralamentar porque não os conheço e acredito que a grande maioria dos portugueses também não.
Tirando uma dúzia mais mediáticos o resto são personagens pardas escolhidos pelas direcções e que representam interesses, ou de grande empresas de advogados ou de outros quaisquer interesses instalados.
Raramente falam e vivem nas sombras do parlamento e as suas grandes tarefas partidárias são o baterem palmas sempre que fala alguém da sua cor política e terem o cuidado de perguntar ao seu líder de bancada se devem votar sim, não ou abster-se nas votações. Todos estão sujeitos a uma coisa a que chamam pomposamente "disciplina partidária" que mais não é que um limpar de consciências.
Concorde ou não concorde, vá lixar ou não quem o elegeu, o partido manda e ele obedece porque sabe que só assim voltará a ser candidato ao seu cadeirão no hemiciclo em futuras eleições.
Quero eu ser representado por gente desta? A minha resposta é não e por isso acredito ser urgente lutarmos por uma democracia mais directa. Ideias há várias, umas dentro do próprio sistema instalado, outras com pequenas alterações legislativas e outras ainda que obrigariam a alterações constitucionais.
O debate deste tema é importante  e exige a participação de todos. Existem vários grupos a trabalhar estas ideias separadamente e parece-me ser necessário que se juntam e as debatam com maior profundidade para se encontrar um caminho e uma estratégia.
Esta parece-me ser uma alternativa a explorar e um trabalho a fazer já por cada um de nós e para isso todos devemos tentar informar-nos do trabalho já feito e procurar saber de como outros grupos, noutros países têm tentado avançar.

Kaos:Mais um filme de Terror em exibição por ai




cavaco silva passos coelho mama mumia

SEGUEM A VENDER O ALGARVE AOS RUSSOS.... DEPOIS QUE NÃO SE QUEIXEM...!!!


Empresas de turismo tailandesas queixam-se sobre os rivais russos

Operadores de turismo de Phuket (Tailândia) pedem ajuda a ao Departamento de Investigação Especial  (DSI) sobre estatuto jurídico.

    
Publicado em: 11 março de 2013 às 00h00
    
Seção do jornal: Bangkok Post-Notícias

Operadores turísticos locais em Phuket estão descontentes com a concorrência representada pelos rivais russos.

Eles pediram ao Departamento de Investigação Especial (DSI) para investigar se os concorrentes estrangeiros estão operando ilegalmente através de “proxies” tailandeses.

Pol Tenente-Coronel Nimit Promma, um oficial do Gabinete do DSi de Crime Especial 3, disse que a DSI estava olhando para a reclamação, mas ainda tem que estabelecer se alguma lei foi violada.

Pol Tenente-Coronel Nimit disse que um grande número de cidadãos russos estava trabalhando na estância balneária.

Os investigadores foram verificar seus passaportes e autorizações de trabalho e foram rastreamento transações financeiras de algumas empresas locais para descobrir se eles estavam operando ilegalmente como uma fachada para os investidores russos.

Lei tailandesa restringe a propriedade estrangeira da participação em empresas que prestam serviços turísticos no país para impedi-los de concorrer com os operadores locais.

Pol Tenente-Coronel Nimit disse que operadores das empresas locais há muito se queixam de concorrência desleal representada pelo sul-coreano, chinês e operadores turísticos russos.

Os operadores das empresas tailandesas estão mais preocupados com a concorrência de operadores russos que eles acreditavam passaram de Pattaya e agora estavam operando uma extensa gama de serviços turísticos que incluem hotéis, restaurantes e lojas de souvenirs.

No entanto, os oficiais da DSI ainda não tinha encontrado qualquer irregularidade, Pol Tenente-Coronel Nimit disse.

O proprietário de um restaurante tailandês em  Karon, distrito de Muang, disse que operadores turísticos russos se haviam mudado de Pattaya para Phuket e seus negócios cobriam todas as áreas que vão desde o arranjo de voos com companhias aéreas russas para alojamento turístico.

A fonte disse que cada cliente é cobrado 15.000 baht (cerca de 375 euro)  por voo, enquanto os operadores turísticos russos alugam cerca de 20 hotéis locais durante seis meses, durante a alta temporada para os seus clientes.

Eles também criaram restaurantes, lojas de souvenirs e serviços de táxi e até mesmo dano a emprego a taxistas russos que bloqueiam taxistas tailandeses de chegar turistas no aeroporto de Phuket, disse a fonte.

Concorrência de operadores de turismo estrangeiros existe, em Phuket por anos, mas as agências de polícia e do estado, como o Turismo e Ministério do Esporte parecia fechar os olhos para as suas operações, o empresário afirmou.
.
Tradução livre