Translator

sábado, 4 de maio de 2013

O TALENTO DE PAULO PORTAS - DN


A grafia acima é da responsabilidade deste blogue


O talento de Paulo Portas, diz o primeiro-ministro, contribuiu para melhorar o pacote de medidas apresentado pelo Governo na sexta-feira. O talento de Portas, sabemos todos, permite ao CDS ser o mais influente partido da oposição, mesmo que enquanto partido da coligação tenha de engolir alguns sapos.
.
Na verdade, tendo em conta que o CDS gosta de se apresentar como o partido dos contribuintes e dos reformados, nestes dois anos de governação, o que teve de engolir foi uma manada de elefantes. O custo político não será tão elevado como isso, já que a percepção do eleitorado é a de que só não há uma crise política porque o "patriotismo responsável" de Portas a tem evitado. Veremos a tradução de tudo isto nas urnas, sendo certo que decretar a morte do CDS vale tanto como prever que o Porto ainda vai ser campeão este ano.
.
Sendo consensualmente reconhecido que Portas é o mais talentoso político português no activo, é sempre preferível jogar uma tripla para quem quiser pôr-se a adivinhar o que vai dizer hoje ao país o líder do CDS.
.
1 - Portas anuncia que atingiu o limite e que não continuará a ser co-responsável pela actual política.

X - Repete a dose da TSU e explica que não concorda com a nova taxa de sustentabilidade sobre as pensões, mas que apoia o pacote de medidas para evitar a bancarrota do País.
.
2 - Aproveita a deixa dada ontem por Passos Coelho e explica que o pacote tinha muitas outras medidas de Gaspar que só o CDS evitou que lá ficassem. Mesmo estranhando a coincidência de Passos voltar a falar do que sabe e do que faz Portas, na véspera de uma comunicação do líder do CDS ao País, a minha aposta é claramente no 2. Mas os mais cépticos podem manter a tripla não vá o diabo tecê-las e o talento de Portas ser novamente suficiente para enganar os mais talentosos adivinhos da coisa política.
.
Para trás fica a certeza de que não há uma única medida deste pacote de sexta-feira que não pudesse ter sido apresentada no primeiro dia de governo. Depois de uma narrativa, que dura há dois anos e continua, contra os privilégios da função pública, finalmente o Executivo avança para a convergência entre sector público e sector privado.  . Faltou talento a Portas ou faltou sabedoria a Passos e a Gaspar para reconhecer o talento alheio. E no desalento em que vivemos vai ser preciso que todos os membros do Governo se esforcem um pouco mais e procurem talento e competência para resolver os problemas do País.  . É evidente que o talento que Passos reconhece em Portas não tem sido suficiente. Nem o talento que o ministro das Finanças alemão reconhece no nosso ministro das Finanças. Na ausência de talento nacional, andamos fiados no talento dos nossos credores. Tem corrido bem. Para o lado deles.

As capas dos jornais e as principais notícias de Domingo, 5 de Maio de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Porto: Acidente fere três polícias
Tavira: Corpo em decomposição
Nisa: Desaparecido há 15 dias
Mário Nogueira: Reeleito na Fenprof
Marques Mendes: Conselho de Estado
Paulo Duarte: Presidente da ANF
Aumenta verba para combate a incêndios

Capa do Público Público

Marques Mendes anuncia reunião do Conselho de Estado
Sorteio do Toloto
Vítor Pereira: “As contas fazem-se no final”
Sp. Espinho contesta título do Benfica no voleibol
Fenprof vai promover manifestação, mas não greve aos exames
Vítor Pereira pode já ter entregado o título mas os jogadores do FC Porto não
Houve sete golos mas o Real Madrid só ganhou por um

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

O talento de Portas
Fenprof propõe protesto de professores para junho
Trabalhador morreu na construção de centro de dados
Homem morre em acidente com trator
Paulo Duarte à frente da Associação Nacional de Farmácias
Mais de 4000 guardas prisionais voltam à greve
ASAE desmantela casino ilegal em Paços de Ferreira

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Político britânico detido por suspeita de ter violado um homem
Empresa dá aumentos a empregados com tatuagens
Juros das swaps "comem" cortes de salários
Menezes visitou o bairro do Lagarteiro
Moreira acusa Menezes de fingir descolagem do Governo
Termas batem no fundo e arrastam comércio
Ninguém quer enterrar autor do atentado de Boston

Capa do i i

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Marques Mendes anuncia que Presidente da República vai convocar Conselho de Estado "em breve"
Ministro das Finanças alemão apoia mais tempo para baixar défice em França e Espanha
Passos Coelho: Portugal precisa de equilíbrio orçamental e de consenso político
Durão Barroso sai em defesa da chanceler Angela Merkel
Tribunal decreta arresto de passes de futebolistas do Beira-Mar
Seguro: Medidas anunciadas são "carga pesada" sobre os portugueses
Passos Coelho não se demite se PSD perder autárquicas

Capa do A Bola A Bola

Schaars recupera estatuto de titular
Jesus satisfeito com palavras de Vieira
Tottenham: «Foi um golpe de génio de Bale» – Villas Boas
Suarez garante que fica no Liverpool
FC Porto e Benfica superam adversários
Real: Ronaldo festeja vitória com Irina
Di Stéfano, aos 86 anos, vai casar com a secretária de 36 anos

Capa do Record Record

André Almeida concorrente no lado esquerdo
Matías pode render verba
NHL: Playoff (calendário e resultados)
Dady bisa no Shenhua e inicia recuperação
Poder de fogo decide título
Caso de aliciamento a jogadores à espera de novas informações
Engatar a segunda outra vez

Capa do O Jogo O Jogo

Mora e Iturbe a caminho do Superclássico
"Otamendi, obrigado amigo"
Sporting acaba fase regular a vencer e Benfica a empatar
Disponível para voltar ao United?
"Obrigado aos que acreditam em mim"
Comunicado do Sporting de Espinho
Atlético garante Champions na Corunha

A VELHO E A LENTE DA MÁQUINA DE TIRAR RETRATOS


DO COLEGA "NORTE CÁUSTICO"


Domingo, 5 de Maio de 2013

"CRISE TRAZ ANTIGAS PROSTITUTAS (PORTUGUESAS) DE VOLTA PARA A RUA"

"CRISE TRAZ ANTIGAS PROSTITUTAS (PORTUGUESAS) DE VOLTA PARA A RUA"
(Revista Visão)

Esta notícia (já com algum tempo) vem dar razão à minha “luta” de há muitos anos, a prostituição deve ser legalizada por tratar-se de uma atividade que fatura milhões sem ser tributada pelo Estado. Só comparado ao tráfico de droga, o negócio (da prostituição) beneficia muitos que muita gente conhece e a quem as autoridades não chegam, por ineficácia, ou conivência.
.
As prostitutas (justamente designadas por trabalhadoras do sexo) são vítimas dos patrões (proxenetas) sem escrúpulos, pasmo porque ouço as centrais sindicais preocupadas com os professores, os polícias, os médicos, os militares, os juízes, etc… etc..., todos potenciais clientes das “mulheres de vida fácil”, e sobre estas operárias nem um murmúrio.
A tese da prostituição poderia levar-nos a várias dissertações…
.
Cuba, a direita diz que o Fidel apoiou a economia na escravatura sexual das mulheres cubanas, esquecendo que no tempo de Fulgêncio Batista a ilha não passava de um bordel dos aliados norte amaricanos.
.
Brasil, foi a gerência de Lula quem designou o país como um paraíso sexual? Claro que não, foram os coronéis quem abriu as portas aos “turistas” com o fito de captar divisas.
.
Depois temos a Madeira que, no tempo de Alberto João Jardim ficou conhecida como paraíso de pedófilos, equiparando-se a alguns países sul asiáticos onde os direitos humanos (ainda hoje) são letra morta.
.
Ao considerar algumas pessoas “vip-very important person” no programa “Big Brother”, a “TVI” está a entreter os portugueses, a ajudar a economia (pois está a publicitar um produto), e abrir os olhos ao Povo.

OPINIÃO: CAPITÃO CAMPOS DE BARROS





O último Artigo de Opinião,para o blog. Quem não estiver de acordo,pode e deve manifestar-se.Quem concordar,dê uma ajuda e encaminhe...
Abraço,
Campos de Barros

UM GOVERNO COESO E BLÁ-BLÉ-BLÁ E OLÉ!

Paulo Portas fala no domingo



O CDS ainda não se pronunciou sobre as medidas reveladas pelo primeiro-ministro.

Portas comentará no domingo as medidas anunciadas Adriano Miranda
O ministro dos Negócios Estrangeiros e líder do segundo partido da coligação agendou para domingo uma comunicação sobre as medidas anunciadas nesta sexta-feira por Pedro Passos Coelho. Do lado do CDS, não houve ainda qualquer comentário.

PORTUGUESES: "UNS POBRES DIABOS"



Os portugueses desde que se identificaram como nação têm sido perseguidos pela má sorte. Foram carne para canhão, mortos em guerras, nos naufrágios e comida para peixes nos mares dos cinco continentes e ossos, lusos, pulverizados por todos os países do universo.
.
Os portugueses, escravizados, poucos líderes até hoje, os haja governado de forma que se tenham identificado económicamente. Chego a considerá-los uns pobres diabos ao de cima da terra.
.
Antes da expansão lusa pela costa do Atlântico e depois a partir de 1498, pela costa oriental de África e mais além até ao Japão os envolvidos nessa penetração em terras desconhecidas, a sociedade portuguesa estava dividida em três classes: "os nobres, os missionários e a arraia-miúda, cujo esta, absolutamente, submissa aos nobres e às “tretas” dos missionários".
.
É conhecido e relatado pelo Damião de Goes (sec.XVI) que embarcaram no Tejo, nas naus da Índia, milhares de “pestilentos”  a fugirem à fome e às pestes que grassava, principalmente, em Lisboa em busca de uma vida melhor cujo o destino era a sepultura no fundo do oceano. Poucas eram as naus que chegava a Goa e os portugueses que ali desembarvam raros eram os que tinha emprego garantido nas empresas de el-Rei de Portugal.
.
Navegavam mais além até à Taprobana, Baía de Bengala , ficavam por ali alguns para servirem como soldados mercenários o Rei do Pegú, desciam até à baia de Mergui, mar de Andaman. mais abaixo Malaca portuguesa e aventuram-se ao Golfo do Sião e dividem, seus destinos, navegando, à boleia, nos juncos chineses, pelos Mar do Sul da China, subiram o Rio Mekong, o Chao Prya e chegam à capital do Reino do Sião, empregam-se, muitos, como soldados do Rei do Sião. Tão bons que os portugueses eram que o monarca siamês teve 150, inseridos, na guarda no palácio real.
.
E por mais estranho que possa acontecer fica-se a saber que afinal a barriga não tem pátria e assim foi com soldados portugueses a servirem os Reis de Pegú e do Sião que lutam uns contra outros num campo de batalha que visitei há 26 anos, em Lampang, no norte da Tailândia.
.
Podería fazer um estudo mais profundo sobre a mortandade e às desgraça a que os portugueses estiveram sujeitos nos cinco continentes desde a era da expansão até à hecatombe da descolonização, exemplar (na boca dos que a procederem) depois da revolução de Abril de 1974, mas resumindo, sem contar os perecidos no continente americano e em naufrágios, refiro-me que de 1604 a 1634, morreram nos hospitais de Goa 25.000 soldados portugueses (1).
.
Foram assim os portugueses, principalmente a arraia-miúda, um Povo perseguido pela má sorte e esmagados por quem os governou desde que se identificou como nação no sec. XII.
.
Chegamos ao ano 2000, passamos o novo milénio e estão os portugueses, a arraia-miúda, uns pobres de Cristo.
José Martins
(1) European Travellers and the Asian Natural World-I – Revista de Cultura Macau

A Frase


O problema é que a procissão recessiva já saiu do adro; e não se percebe como é possível sustentar estes cortes e imaginar também a economia a crescer e o défice a ser religiosamente cumprido em 2015. Sobretudo quando o esmagamento fiscal continua. A história não acaba aqui? Pois não. Temo que acabará pior. João Pereira Coutinho, Correio da Manhã

O PALEIO DA GENTE FINA DA NOSSA PRAÇA

KAOS:Mentes criminosas

passos coelho vitor gaspar paulo portas assuncao cristas paula teixeira da cruz pedro mota pereira alvaro santos pereira criminal minds

Ontem à noite mais um episódio desta série, que contrariamente ao que usual não procura aumentar as audiências, mas antes pelo contrário deseja destruir os próprios espectadores indefesos a olhar para tanta perversidade, tanto rancor contra os seus direitos, tanta mentira e tanto ódio. São efectivamente mentes criminosas e neste caso não basta desligar o televisor para se ficar a salvo, neste caso é necessário entrar no próprio filme e ir lá correr com eles a qualquer custo. Isto já não é política é crime.