Translator

sábado, 13 de julho de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Domingo, 14 de Julho de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Professores são prioridade na hora de escolher formadores
Segurança dos EUA absolvido da morte de jovem negro
Coreia do Sul preocupada com apostas na Internet de militares
Snowden tem dados que podem causar "grandes danos"
Lourinhã: Mais aguardente
Instituto de emprego: Professores nos cursos
Ex-líder do PNR: Morreu aos 84 anos

Capa do Público Público

Número de vagas no Ensino Superior desce pelo terceiro ano consecutivo
Problema de Portugal é "adiar os problemas", diz Jardim
Chave do Concurso 56/2013 do Totoloto
França campeã mundial sub-20 pela primeira vez
Benfica goleia Étoile Carouge com Djuricic e Sulejmani em destaque
Serralves é um palco privilegiado e solidário com os músicos portugueses
O novo FC Porto já teve alguns momentos de espectáculo

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Prisão preventiva para suspeito de violação de rapariga
Na 'mouche'
"Fiesta" no sofá
Professores terão prioridade como formadores no IEFP
O dia em imagens
Saiba quais são as vagas disponíveis para o acesso ao ensino superior em 2013
Dois acidentes no IC2 provocam cinco feridos

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Snowden possui informações que podem causar "grandes danos" aos EUA
Engenharias e saúde com 30% das vagas do Superior
Belém acentua pressão sobre os partidos
Namorado de Eva Longoria acumula dívida milionária
Jay-Z não quer fazer as pazes com Robert De Niro
Beyoncé despe-se para revista
Livros para as férias: algumas sugestões para os mais novos - 1.º Ciclo

Capa do i i

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Desemprego sobe 6,8% face a Junho de 2012 e desce 1,9% face a Maio
Pestana inaugura "o milagre" do Colombos em Porto Santo
Alberto João Jardim: "Falta autoridade democrática neste País"
Lumia 1020: Até dá para telefonar
(Quase) tudo sobre ovos
Os limites do poder e da sobrevivência
Porsche Panamera S E-Hybrid: Ligado à tomada

Capa do A Bola A Bola

Equatorianos oficializados
Azuis na apresentação do Granada
Moses chegou e... já rescindiu
Dragões terão tentado incluir Kléber no negócio de Dória
«Mourinho é um treinador duro e exigente» - Schurrle
Jovetic mais perto
Moyes assume preferência por Van Persie em detrimento de Rooney

Capa do Record Record

Jardim utilizou 24 jogadores
Herrera: «Pediu-me para jogar tranquilo»
Djuricic sucede a Aimar
Rosario reúne empresários para contratar Jara
Sevilha faz proposta por Diogo Figueiras
Gold Cup: Estados Unidos e Costa Rica em frente
Adeptos e jogadores em cenas de pugilato

Capa do O Jogo O Jogo

Diego Forlán: golaço ou frango?
Chave do sorteio do Totoloto Nº 056/2013
Reveja o golaço de Iturbe
Portugal vence Áustria em amigável
Djuricic e Sulejmani já brilham
"Sabemos que o ano passado não foi bom"
"O treinador pediu-me para jogar na posição 6"

"....ESTE CAMALEÃO ESTÁ À PROCURA DE UM FUTURO:"



Durão Barroso, você não é nem justo nem respeitoso!

LE MONDE | 2013/06/18 às 11:19 • Atualizado em 18/06/2013 14h16

O Presidente da Comissão Europeia considera vontade "reacionário" para Paris para excluir mandato sector audiovisual para as negociações comerciais com os Estados Unidos.

Pela primeira vez, os europeus chegaram unida contra os americanos. G8 Lough Erne, da Irlanda do Norte, foi o lançamento com grande alarde, com Barack Obama, as negociações para estabelecer um tratado de livre comércio transatlântico. O Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, torpedeado esta unidade dizendo que, pouco antes da abertura da cimeira, que a posição da França sobre a exceção cultural era "reacionário".

Independentemente de saber se a França é. E se excluir o nome da exceção cultural, serviços audiovisuais de o mandato conferido à Comissão Europeia. Para estar pronto, o bloco tem muito negociado até tarde da noite sexta-feira, junho 14 A França conseguiu impor seus pontos de vista e obteve uma vitória política.

Seja ou não este resultado atende assunto Barroso também. Ele é o Presidente da Comissão é obrigada pelo mandato que lhe é dado pelos estados. Denegrir o acordo após a sua conclusão, Durão Barroso não se comporta como guardiã dos Tratados, como sua missão imposta. Lembre-se de uma Comissão que muitas vezes se orgulha legalismo artigo 4-3 do Tratado de Lisboa: "Em virtude do princípio da cooperação leal, a União e os Estados-Membros respeito, assistem-se mutuamente no cumprimento das missões nos tratados ". Neste caso, Durão Barroso não é "justo" ou "respeitoso".

Comissário de Comércio, o belga Karel De Gucht, adotou uma atitude similar. Ele foi incapaz de impor seus pontos de vista. Bad jogador, ele afirma que será possível reintroduzir os serviços audiovisuais na negociação. Vale a pena palavras: por unanimidade, tudo é possível na realidade, a França mantém um veto sobre o assunto.

Mas De Gucht tem uma desculpa: ele vai negociar com os americanos e os temores de que eles vão retaliar retirando a negociação de áreas estratégicas para os europeus. Se necessário, ele quer voltar 20-7 alterar seu mandato de negociação.

Barroso, no entanto, parece ter coberto muito mais pessoal. Durante oito anos, o Presidente da Comissão se distingue pela sua ductilidade. Defender de pequenos estados, quando ele era primeiro-ministro de Portugal, liberal em sua nomeação, em Bruxelas, antes da crise de 2008, sob a presidência de Nicolas Sarkozy Sarkozy, incapaz, uma vez que a iniciativa política menor para reavivar a União, acompanhou o declínio das instituições europeias.

Hoje, aos 57 anos, este camaleão está à procura de um futuro. Em busca de um bom emprego, da NATO ou da ONU - quem sabe? - Ele escolheu para embelezar seus parceiros anglo-saxões, o primeiro-ministro britânico eo presidente dos EUA. À frente da Comissão, Durão Barroso foi um bom reflexo da Europa: uma década de declínio.

Editorial do "Le Monde"

.
Pelo video abaixo se vê que este "gajito" era ambicioso quando ainda levava "caca" na cueca"

BRASIL: "CAMBADA DE CALHORDAS"

Esta matéria foi veiculada em Santa Catarina, e esta voz teria que ecoar até Brasília pois representa o anseio de todos aqueles que não mais se deixam iludir por essa cambada de calhordas.
video
 

LULA, OS CUECAS E A CORRUPÇÃO À BARDALHEIRA!



O LIVRO QUE O LULA TEMIA

Bom proveito.

Encaminhando .....

O LIVRO CONTÉM 457 PÁGINAS, MAS SE VOCÊ QUER SABER SOBRE O GOVERNO MAIS
CORRUPTO E LADRÃO QUE JÁ TIVEMOS, LEIA.

Segue uma leitura para as horas de folga.

Assunto: O LIVRO QUE O LULA TEMIA

Leiam, não fiquem sem saber desta, que todos já sabem mas ...O CHEFE" (O
LIVRO QUE O LULA TEMIA, em ''pdf'').

O LIVRO QUE O PT ABAFOU COM SUA MÁQUINA  GOVERNAMENTAL.
O LIVRO QUE O LULA TEMIA.
VOCÊ ESTÁ RECEBENDO O LIVRO “O CHEFE”  GRATUITAMENTE GRAÇAS À INTERNET.
REPASSE ESTA MENSAGEM PARA O BEM DO BRASIL.
DE AUTORIA DE “IVO PITARRA”, ESTE LIVRO DESCREVE O MAIOR ANTRO DE CORRUPÇÃO
QUE O MUNDO JÁ TEVE NOTÍCIA.

Clique em baixo e se gostar tem aqui o livro para ler

O Chefe.pdf
O Chefe.pdf
1698K   Visualizar   Transferência  

OS "DOIDOS" DE PAMPLONA


Os espanhois à frente dos cornos das vacas e dos bois...
Clique em baixo

JOSÉ MOURINHO EM BANGUECOQUE - TAILÂNDIA



A polícia fechou ruas com os fãs tailandeses nas bermas para ver o Chelsea chegar em Bangkok, mas a figura principal e mais  aplaudida foi o José Mourinho!
.
Durante a permanência de José Mourinho na capital Tailandesa daremos notícias. 
José Martins

 José Mourinho com seus jogadores à chegada a Banguecoque
As bermas das rua por onde Chelsea iria passar com milhares de fãs e fotografias do nosso e bem português José Mourinho.
E duas belas tailandesas aguardam Mourinho

José Mourinho sauda, da janela do autocarro, os aplausos e gritos da rua 
Muito bonitas as saudações, dirigidas e um português na Tailândia....
Uma autêntica loucura!
Ahhhhhhhhhhhhhh grande Mourinho!
José Mourinho num passeio de barco no rio Chao Prya em Banguecoque
Mais um grupo de fãs a saudar o nosso Mourinho!
José Mourinho, sauda e homenageia Suas Majestades os Reis da Tailândia com flores.
Fontes: várias

DO COLEGA "CANTIGUEIRO"

La mauvaise reputation *

A menos que Portas esteja a ter um surto de sinceridade e a falar exclusivamente no seu futuro... tarrenego mafarrico!, dispenso bem o futuro que nos seria proporcionado pelos planos de Paulo Portas e os seus boys e girls.
Tirando isso, o que mais se me oferece dizer é que a bendita da “reputação” do sujeito deve ser tipo gato. Quantas das famosas sete vidas é que já terá estoirado?
* E viva o grande Georges Brassens, que foi detentor e criador da melhor "Má reputação", que não teve o ensejo de conhecer Paulo Portas, mas também teve a sua boa dose de outros canalhas para aturar enquanto viveu.


Assunção Esteves – Que é que foi madame... a sardinha cagou-se?! *



Hoje quero falar do tão vistoso surto “histérico” da dona Assunção Esteves no Parlamento.
Antes de mais, devo dizer que sim, acho que a insistência em interromper os trabalhos da Assembleia da República é uma liberdade que pode acabar por ser confundida com desrespeito pelo Parlamento e pelos seus deputados. Acho que pode contribuir para alimentar o clima de desrespeito pelas instituições da democracia, desrespeito que se vê e ouve um pouco por todo o lado. Aqueles que, descuidadamente, agora aprovam tudo o que ali se grite e faça nas galerias, dificilmente terão argumentos para travar os grupos de neo-nazis, fanáticos anti-aborto, beatos moralistas, saudosos do fascismo em geral, ou outros que tais, que resolvam ir boicotar os trabalhos de cada vez que se discutir ou aprovar uma lei que não lhes agrade.
Defendo e defenderei a liberdade dos cidadão terem acesso às galerias do Parlamento... mas por uma questão de ar puro, de saúde, propagação do som e espaço para os braços, para as pernas e para os cartazes, a “casa” destas manifestações deve continuar a ser a rua.
Contra mim falo, que há bem pouco tempo participei na famosa “grandolada” ao Passos Coelho... uma estreia que, muito provavelmente, foi também a minha última “actuação” naquele palco... ou outro do género.
Posto isto, voltemos à vaca fria (acho que já não preciso mais de repetir que isto é mesmo uma frase-feita popular, que quer dizer “vamos voltar ao assunto principal”)!
Vendo o comportamento da dona Esteves no Parlamento, ocorreu-me, mais uma vez, que toda a série de clichés reservados às varinas e peixeiras, mulheres de trabalho duro e sofrido, clichés como “arrear a giga”, “descer das tamancas”, “atirar com a canastra”, “pôr a mão na anca”, “fazer uma peixeirada,etcetc... são, para além de sexistas, classistas e sobranceiros, muito injustos e, sobretudo deslocados.
Basta ver a facilidade com que uma sonsa, snob, muito bem penteada e vestida, espertalhaça, bem na vida, aproveitadora, xupista, reformada desde os 42 anitos com milhares de euros cada mês... consegue com grande maestria “arrear a giga”, “descer das tamancas”, “atirar com a canastra”, “pôr a mão na anca”, “fazer uma peixeiradaetcetc...
Deixando de lado a citação perfeitamente imbecil, direi mesmo canalha, tal o despropósito, com que resolveu “ilustrar” o acontecimento, a pretensão da dona Esteves, quanto à "revisão das regras" de acesso do público às galerias até poderia, hipoteticamente, ser discutível... mas uma coisa é certa: é urgente rever, profundamente, as regras de acesso aos lugares de deputado, em geral... e, em particular, ao lugar de Presidente da Assembleia da República!

* Observação absolutamente histórica feita por uma vendedeira de peixe do Mercado do Bolhão, a uma freguesa que não parava de cheirar, com ar desconfiado, as sardinhas. Funciona melhor imaginando o maravilhoso e musical sotaque portuense.

A Frase


A proposta com que o Presidente da República surpreendeu o país tem um significado acima de todos: perdeu a confiança no Governo! Isso é compreensível e, até, natural. Depois da confissão de incapacidade contida na carta de despedida de Gaspar, da birra de Portas e da demonstração de incapacidade de Passos para liderar uma coligação sem sobressaltos, Cavaco Silva decidiu deixar de esperar por um qualquer milagre.
João Marcelino Diário de Notícias

O PAULINHO "SACANINHA" É TIPO PARA MUITAS CARAS!


Montagem com fotos da Lusa

O mistério do pin desaparecido

Ao lado de Passos Coelho, na missa dos Jerónimos, após a audiência com Cavaco, na comissão dos Negócios Estrangeiros e, hoje, no plenário da Assembleia da República. Não há dúvida que Paulo Portas, ministro demissionário dos Negócios Estrangeiros, optou mesmo por deixar em casa o pin com a bandeira de Portugal.

OS ESPANHOIS GOSTAM DOS TOIROS E DE MARRADAS!




Atenção: o video abaixo tem imagens violentas (12.07.2013) de  um touro a rechachar o cabedal, na calçada, de um jovem estúpido.




Foi a Merkel? Prof. Paulo Morais, em Correio da Manha





Paulo Morais, Professor universitário
In Correia da Manhã, 13/11/2012



 Foi Cavaco Silva, e não Merkel, que enquanto primeiro-ministro permitiu o desbaratar de fundos europeus em obras faraónicas e inúteis, desde piscinas e pavilhões desportivos sem utentes, ao desnecessário Centro Cultural de Belém.
Foi o seu ministro Ferreira do Amaral que hipotecou o estado no negócio da Ponte Vasco da Gama.

Foi António Guterres, e não Merkel, que decidiu esbanjar centenas de milhões de euros na construção de dez estádios de futebol. Foi também no seu tempo que se construiu o Parque das Nações, o negócio imobiliário mais ruinoso para o estado em toda a história de Portugal.

Foi mais tarde, já com Durão Barroso e o seu ministro da defesa Paulo Portas, que ocorreu o caso de corrupção na compra de submarinos a uma empresa alemã. E enquanto no país de Merkel os corruptores estão presos, por cá nada acontece.

Mas o descalabro maior ainda estava para chegar. Os mandatos de José Sócrates ficarão para a história como aqueles em que os socialistas entregaram os principais negócios de estado ao grande capital. Concederam-se privilégios sem fim à EDP e aos seus parceiros das energias renováveis; celebraram-se os mais ruinosos contratos de parceria público-privada, com todos os lucros garantidos aos concessionários, correndo o estado todos os riscos. O seu ministro Teixeira dos Santos nacionalizou e assumiu todos os prejuízos do BPN.

Finalmente, chegou Passos Coelho, que prometeu não aumentar impostos nem tocar nos subsídios, mas quando assumiu o poder, fez exactamente o contrário. Também não é Merkel a culpada dessa incoerência, nem tão pouco é responsável pelos disparates de Vítor Gaspar, que não pára de subir taxas de imposto. A colecta diminui, a dívida pública cresce, a economia soçobra.

A raiva face aos dirigentes políticos deve ser dirigida a outros que não à chanceler alemã. Aliás, os que fazem de Angela Merkel o bode expiatório dos nossos problemas estão implicitamente a amnistiar os verdadeiros culpados.

Nota: Os meus e-mails são escritos em completo desacordo e total desrespeito pelo novo acordo ortográfico que, alguns "iluminados" , nos querem impor.

Governo à moda dos Silvas



passos coelho paulo portas antonio jose seguro this means war
Um era Primeiro-Ministro e não quer passar a pasta mesmo que quem mande seja o outro que fez um golpe de Estado irreversível e agora que mandava não quer perder o poder que ganhou e o outro tem eleições ganhas e não quer arriscar perder um voto que seja.