Translator

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

E O NUNO EMBRULHOU!




Ministro da Educação interrompido por professora quando discursava em Viseu


Fátima Pinto/Marques de Almedia
A docente Delmira Figueiredo, de uma escola do Caramulo, quis saber se Nuno Crato tem noção do que está a fazer à educação. E explicou depois que conhece o estado de excepção em que vivem as escolas, bem diferente da imagem de normalidade que o ministro pretende transmitir.





Fátima Pinto/Marques de Almedia
A docente Delmira Figueiredo, de uma escola do Caramulo, quis saber se Nuno Crato tem noção do que está a fazer à educação. E explicou depois que conhece o estado de excepção em que vivem as escolas, bem diferente da imagem de normalidade que o ministro pretende transmitir.
- See more at: http://www0.rtp.pt/noticias/index.php#sthash.7kwpSjog.dpuf



Fátima Pinto/Marques de Almedia
A docente Delmira Figueiredo, de uma escola do Caramulo, quis saber se Nuno Crato tem noção do que está a fazer à educação. E explicou depois que conhece o estado de excepção em que vivem as escolas, bem diferente da imagem de normalidade que o ministro pretende transmitir.
- See more at: http://www0.rtp.pt/noticias/index.php#sthash.7kwpSjog.dpuf



Fátima Pinto/Marques de Almedia
A docente Delmira Figueiredo, de uma escola do Caramulo, quis saber se Nuno Crato tem noção do que está a fazer à educação. E explicou depois que conhece o estado de excepção em que vivem as escolas, bem diferente da imagem de normalidade que o ministro pretende transmitir.
- See more at: http://www0.rtp.pt/noticias/index.php#sthash.7kwpSjog.dpuf



Fátima Pinto/Marques de Almedia
A docente Delmira Figueiredo, de uma escola do Caramulo, quis saber se Nuno Crato tem noção do que está a fazer à educação. E explicou depois que conhece o estado de excepção em que vivem as escolas, bem diferente da imagem de normalidade que o ministro pretende transmitir.
- See more at: http://www0.rtp.pt/noticias/index.php#sthash.7kwpSjog.dpuf

Ministro da Educação interrompido por professora quando discursava em Viseu


Fátima Pinto/Marques de Almedia
A docente Delmira Figueiredo, de uma escola do Caramulo, quis saber se Nuno Crato tem noção do que está a fazer à educação. E explicou depois que conhece o estado de excepção em que vivem as escolas, bem diferente da imagem de normalidade que o ministro pretende transmitir.

Até os demónios andam indignados

Manuela Ferreira Leite considerou que a lei que estabelece a convergência de pensões entre o sector público e o sector privado, reduzindo em 10% as pensões de valor superior a 600 euros, é “imoral”. 
.
Na política é necessário existirem “princípios e valores” que “têm estar presentes nas decisões”. “Este é um caso dramático e gritante e algo que não pode ser feito numa sociedade e que a sociedade não pode aceitar.
.
”A antiga ministra de Cavaco Silva considerou ainda uma “brincadeira de mau gosto” que esta medida seja apresentada pelo Governo como temporária enquanto o país estiver em crise porque os objectivos do Governo não serão atingidos. 
.
“O único objectivo disto é transmitir ao Tribunal Constitucional que esta é uma medida temporária e não definitiva. “Não sei quem acredita nisto”, acrescenta.
É claro que a velha tem razão no que diz embora a moral de quem fez o que fez quando Ministra, de quem falou em suspender a democracia e quem defendeu que aos idosos com mais de 70 anos se deveriam cortar os tratamentos, nomeadamente a hemodiálise, porque não valia a pena gastar o dinheiro, não seja a melhor para abrir a boca. 
.
Aliás é engraçado que tanto ela como o seu amigalhaço Sr. Silva, que se queixava de não ter dinheiro para as suas despesas, só abram a boca para protestar quando estão em causa pensões em que eles são atingidos. 
.
O governo faz trapalhices todos os dias, mente, engana, lixa a vida a milhões e não se houve nenhuma critica, tocam-lhe nas reformas e saltam como gatos assanhados. coincidências. 
.
Mas, melhor mesmo que andar a dizer estas coisas seria ir visitar o seu padrinho ali em Belém e aconselhá-loa demitir já este governo. É que o que por ai vem é só mais desgraça, mais fome e mais miséria. 
.
É que como ela diz a sociedade não pode aceitar este corte nas pensões e digo eu que também todos os outros roubos a que está a ser sujeita pelo que ou o Presidente os tira a bem ou isto ainda acaba mal e alguém ainda acaba defenestrado.

Texto de Daniel Oliveira sobre Pedro Passos Coelho



Há pessoas que tiveram uma vida difícil. Por mérito próprio ou não, ela melhorou. Mas ficaram para sempre endurecidas na sua incapacidade de sofrer pelos outros. São cruéis.
-
Há pessoas que tiveram uma vida mais fácil. Mas, na educação que receberam, não deixaram de conhecer a vida de quem os rodeia e nunca perderam a consciência de que seus privilégios são isso mesmo: privilégios. São bem formadas.
-
E há pessoas que tiveram a felicidade de viver sem problemas económicos e profissionais de maior e a infelicidade de nada aprender com as dificuldades dos outros. São rapazolas.
~
Não atribuo às infantis declarações de Passos Coelho sobre o desemprego nenhum sentido político ou ideológico. 
.
Apenas a prova de que é possível chegar aos 47 anos com a experiência social de um adolescente, a cargos de responsabilidade com o currículo de jotinha, a líder partidário com a inteligência de uma amiba, a primeiro-ministro com a sofisticação intelectual de um cliente habitual do fórum TSF e a governante sem nunca chegar a perceber que não é para receberem sermões idiotas sobre a forma como vivem que os cidadãos participam em eleições.
.
Serei insultuoso no que escrevo? Não chego aos calcanhares de quem fala com esta leviandade das dificuldades da vida de pessoas que nunca conheceram outra coisa que não fosse o "risco??
.
Sobre a caracterização que Passos Coelho fez, na sua intervenção, dos portugueses, que não merecia, pela sua indigência, um segundo do tempo de ninguém se fosse feita na mesa de um café, escreverei depois.
 .
Hoje fico-me pelo espanto que diariamente ainda consigo sentir:
.
?¿Como é que este rapaz chegou a primeiro-ministro?

Nota: SEMPRE QUE ESCREVO FAÇO-O EM TOTAL DESACORDO E INTENCIONAL DESRESPEITO PELO NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO

A propósito do dito...

Nome: Pedro Passos Coelho
Data de nascimento: 24 de Julho de 1964
Formação Académica: Licenciatura em Economia pela Universidade Lusíada (concluída em 2001, com 37 anos de idade)
.
Percurso profissional: Até 2004, apenas actividade partidária na JSD e PSD
.

A partir de 2004 (com 40 anos de idade) passou a desempenhar vários cargos em empresas do amigo e companheiro de Partido, Eng.º Ângelo Correia, de quem foi diligente e dedicado moço-de-fretes, tais como:
.
(2007-2009) Administrador Executivo da Fomentinvest, SGPS, SA;
(2007-2009) Presidente da HLC Tejo, SA;
(2007-2009) Administrador Executivo da Fomentinvest;
(2007-2009) Administrador Não Executivo da Ecoambiente, SA;
(2005-2009) Presidente da Ribtejo, SA;
(2005-2007) Administrador Não Executivo da Tecnidata SGPS;
(2005-2007) Administrador Não Executivo da Adtech, SA;
(2004-2006) Director Financeiro da Fomentinvest, SGPS, SA;
(2004-2009) Administrador Delegado da Tejo Ambiente, SA;
(2004-2006) Administrador Financeiro da HLC Tejo, SA.
 .
E é este homem que:
.
- Nunca soube o que era trabalhar até aos 37 anos de idade!
- Mesmo sem ocupação profissional, só conseguiu terminar a Licenciatura (numa universidade privada) aos 37 anos de idade!
- Sem experiência de vida e de trabalho, conseguiu logo obter emprego como ADMINISTRADOR!

E se atreve a:

- Falar de mérito profissional e de esforço na vida!
- Pretender dar lições de vida a milhares de trabalhadores deste país que nunca chegarão a administradores de coisa alguma, mas que labutam arduamente há muitos anos, ganhando salários de sobrevivência!

É pois esta amostra de homem a quem estamos entregues e que governa este País!

...NÃO HÁ MAL QUE LHE NÃO VENHA...!!!

"O Tino de Oeiras continua a querer burlar a Justiça..."

Tribunal Constitucional chumba candidatura de Isaltino Morais à Assembleia Municipal de Oeiras


Publicado há 58 minutos
O Tribunal Constitucional chumbou a candidatura de Isaltino Morais à Assembleia Municipal de Oeiras. Os juízes do Palácio Ratton rejeitaram os dois recursos interpostos pelo Movimento independente "Isaltino Oeiras Mais à Frente", na sequência da decisão do Tribunal de Oeiras, que tinha decidido impugnar a candidatura de Isaltino.
Tribunal Constitucional impede candidatura de Isaltino Morais à Assembleia Municipal de Oeiras

O DR.RELVAS HOMENAGEADO NO BRASIL




SÓ GANHAM OS QUE DEREM MAIS “MENDOINS”

A Frase

A Comissão Nacional de Eleições não quer "discriminações" no tratamento dos candidatos autárquicos. Curiosamente, as televisões também não. De modos que, chegou-se a um acordo: não há acordo. As televisões não cobrem nada e a CNE não multa ninguém. (...) Admito que, a título experimental, as televisões deviam convidar o pessoal da CNE para cobrir todos os infelizes que se arrastam pelas 308 autarquias do país até dia 29 de Setembro. Se os jornalistas não conseguem, talvez a CNE possa mostrar-lhes como se faz.
João Pereira Coutinho, Correio da Manhã

OS ILUSTRES DA NOSSA PÁTRIA.

 

ESTADO OFERECE NEGÓCIOS AO GANG DO BPN, NO VALOR DE 50 MILHÕES?

Como é possível que os portugueses sejam roubados e enganados, já de forma tão descarada?
 
Ex-donos da BPN/SLN, mantêm negócios milionários e tranquilos, e com o estado? Mudaram o nome DA EMPRESA, ofereceram os prejuízos ao povo português, e montaram novo negócio, com os lucros.
E o estado apoia? O estado ainda lhe oferece negócios? E não resgata o dinheiro que é de todos os portugueses, e que anda a circular, à descarada, na mão dos criminosos?
Condenarem um criminoso (Oliveira e Costa) que participa num roubo de 9 mil milhões, a pagar uma multa de 950 mil euros... é gozar com os contribuintes/vitimas. Mas permitir que ele "esconda" o fruto do roubo na conta da esposa de quem se divorcia, é uma afronta, principalmente quando alega que está falido e não pode pagar a multa...
Mas a falta de vergonha não é apenas de quem nos rouba... mas também de quem nos governa. Que ainda tem o descaramento de colocar os portugueses como clientes dos larápios...
Se o povo tivesse voz ou tivesse direitos, se tivesse uma democracia, jamais aceitaria estes abusos.
Jamais o povo aceitaria favorecer alguém que o rouba? Negociar com alguém que não lhe paga as dívidas e o roubou? Pois isso é uma regra básica que qualquer merceeiro respeita, para seu próprio bem.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR
Uma reportagem da revista Visão, denuncia que o estado mantém negócios com o gang do BPN/SLN/Galilei
"Contas feitas por baixo, a Galilei - grupo que sucedeu à SLN, ex-dona do BPN - já cobrou ao Serviço Nacional de Saúde mais de €50 milhões. Isto apesar da dívida, superior a €1,5 mil milhões, que o Tesouro atribui àquela holding e aos seus acionistas de referência, em créditos e ativos tóxicos
Parecia que estávamos a tratar de segredos de Estado. Após dias a fio de troca de "e-mails" e telefonemas, o gabinete do ministro da Saúde, Paulo Macedo, lá "libertou" a informação de que o SNS, em 2011 e 2012, tinha pago, no âmbito dos cuidados primários (Unidades de Saúde Familiar/Centros de Saúde), perto de €5 milhões à IMI e à Cedima, clínicas de exames complementares de diagnóstico detidas a 100% pela Galilei, que as herdou da SLN.
Mas a VISÃO, através de fontes absolutamente fidedignas, descobriria, numa escala financeira bem maior, mais €46,5 milhões em contratos hospitalares públicos com a Galilei, que até incluem uma PPP e a gestão de um Serviço de Imagiologia. Assunto polémico - no mínimo." fonte
Veja a reportagem da Visão, nas imagens, clique para ampliar.

Reportagem da revista mostra que Oliveira e Costa e outros donos do ex-BPN continuam a controlar negócios milionários na área do imobiliário, da saúde, do cimento e até do petróleo através da Galilei, a antiga SLN, que mudou de nome e se beneficiou de uma reestruturação da sua dívida com o Estado.
Em julho do ano passado, quando o Banco de Portugal multou José de Oliveira e Costa em 950 mil euros, o ex-presidente do Conselho de Administração do BPN alegou que está à beira da falência. O principal responsável pelo buraco do BPN está a ser julgado há mais de dois anos por burla qualificada, fraude fiscal e branqueamento de capitais, junto com outros 15 arguidos. Ele é hoje um homem falido, destruído, que passou o seu património para a mulher, de quem se divorciou para salvar alguma coisa. Certo?
Errado. Segundo uma investigação da revista Visão, Oliveira e Costa é o segundo principal acionista da Galilei, a antiga Sociedade Lusa de Negócios, a SLN, que mudou de nome para se livrar da conotação negativa que tinha e está bem, muito obrigado.
A Galilei é agora presidida pelo advogado Fernando Lima, que já esteve à frente da Mota & Engil e da Abrantina, e que é Grão-Mestre da Maçonaria. E é uma empresa que, apesar de ter uma dívida milionária com a Parvalorem – está a fazer prósperos negócios em diversas áreas, principalmente empreendimentos imobiliários e saúde.

Dívida de 1.321 milhões
De acordo com o que apuraram os jornalistas Pedro Coelho e Luís Pinto, na famosa série de reportagens da SIC sobre o caso BPN, a Galilei tem uma dívida com a Parvalorem de 1.321.107.782,26 euros. Uma dívida que, se não for paga, irá aumentar o mais famoso buraco financeiro da história portuguesa.Mas a Parvalorem permitiu a reestruturação desta dívida “prorrogando significativamente prazos de reembolso que se encontravam ultrapassados, capitalizando juros vencidos” e oferecendo “períodos de carência para juros vicendos”, segundo se lê no Relatório e Contas da Galilei, citado pela Visão.
Ou seja:em vez de tentar recuperar uma parte do que foi roubado, o Estado, através da Parvalorem, fez uma reestruturação aparentemente muito benéfica para os acionistas da Galilei. Por que não confiscou as fortunas dos seus acionistas? Por que não expropriou ativos da Galilei?
A verdade é que entre os acionistas da Galilei estão boa parte das figuras da SLN. Oliveira e Costa, que era o presidente do Conselho de Administração, agora é o 2º maior acionista; Almiro Silva, que era membro do Conselho Superior da SLN, é o 3º maior acionista da Galilei, Joaquim Coimbra era também do Conselho Superior da SLN, e agora é o 8º maior acionista da Galilei. Na lista figuram também António Cavaco e Manuel Eugénio Neves dos Santos.

Negócios lucrativos
A Galilei Imobiliária prepara o lançamento de um condomínio de luxo em Alcântara, Lisboa, com projeto do arquiteto Souto Moura, 32 apartamentos construídos com materiais de luxo; construiu o Boavista Prime Office, no Porto, junto à Casa da Música, com 25 espaços para serviços e oito comerciais, que já foi totalmente vendido; também no Porto, outro condomínio de luxo com 12 apartamentos; e a joia da coroa, o Monte da Quinta Resort, a ser lançado no Algarve, Quinta do Lago, com 132 suites e 178 moradias.
A Galilei Saúde tem o British Hospital, a IMI – Imagens Médicas Integradas, a Microcular.
A Galilei Capital, que detém uma fábrica de castanha em Bragança, uma empresa de software em Lisboa, a Datacomp, outra de cenografia virtual, a VANTeC, e dois hotéis.
E a Galilei Internacional, com negócios de petróleo em Angola e construção no mesmo país – dois condomínios, um no Lobito e outro em Luanda, e uma fábrica de cimento.
O universo de negócios, para uma empresa que nasceu na holding falida SLN, é impressionante. fonte

Os Senhores do BPN e suas fortunas.
Neste património e nestas fortunas o Governo não pode tocar, porquê? Ora porquê.
Porque quem tem uma pensão ou um salário de 300, 600, 1000, 2000 ou 5000 euros, não pode achar que é igual aos Senhores que ganham 50.000, 100.000, 200.000 por mês além de prémios anuais de 1 ou mais milhões, e auferem por ano, resultado de muito trabalho e inteligência 10, 20 ou 30 milhões em dividendos?
Vamos ver então a situação financeira da malta da SLN/Galilei dona do BPN, que fez desaparecer entre 7 a 10 mil milhões de euros, e que o sr Sócrates decidiu que os portugueses deviam pagar. E os Srs Passos, Gaspar, Portas e Cavaco concordam.

Por onde anda o dinheiro roubado pelo BPN
Todos acreditamos que os governos protegiam os gangsters do BPN mas que disfarçavam com a desculpa de que, não podiam devolver aos portugueses o dinheiro roubado, porque os saqueadores ou tinham posto os bens no nome da mulher (Oliveira e Costa) ou fugiram com a massa para os offshore ou para Cabo Verde (Dias Loureiro). Desta forma o que é que os governos, os tribunais, o Presidente da República, podiam fazer?
Mas não. Os amigos, colegas e vizinhos (na Coelha) do PR continuam por aí nos grandes negócios. Mas o mais interessante e vergonhoso, é que o estado, o tal que foi roubado e enganado pela pandilha da SLN/BPN, é um dos seus grandes clientes? Claro que mudou de nome, para os portugueses não perceberem... mas sem grande preocupação... pois já todos sabem que a SLN se chama agora Galilei.
A Galilei através da sub-holdind Galilei Saúde já cobrou ao Serviço Nacional de Saúde 50 milhões de euros de serviços que o Estado lhe encomendou.
Apesar de ser do conhecimento público que a Galilei deve ao Estado 1.300 milhões de € (fora o que não se sabe), o estado gosta de ser roubado e enganado e continua a fazer negócios com esta malta.
"É insustentável o Estado alimentar negócios com empresas alegadamente ligadas a um dos mais gigantescos casos de fraude no País, acarinhando e premiando os seus autores"  comentou José Manuel Silva -Bastonário da Ordem dos Médicos.
A SLN/Galilei deve ao Estado 1.300 milhões que não tem qualquer intenção de pagar tem um valiosíssimo património. Mas os Governos nunca mostraram qualquer intenção de lhe exigir o pagamento das dívidas.

RONALDO: "A SALVAÇÃO NACIONAL!"


OS ARTISTAS E AS ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS

Artistas políticos

As campanhas eleitorais têm a particularidade de transformar personalidades habitualmente discretas e cordatas em furiosas máquinas da mais pura e dura demagogia.
.
Por:Paulo Pinto Mascarenhas, Jornalista
.
A caminho das autárquicas, mas ainda em fase de pré-campanha, para além dos discursos dos políticos tradicionais, vemos e ouvimos antigos jogadores de futebol e outros artistas dos mais diversos ofícios, incluindo ex-árbitros e cómicos diversos, a prometerem o impossível.

Dos políticos que temos já esperamos quase tudo. De mensagens súbitas de um virtual País das Maravilhas por parte de quem está no poder, a declarações fúnebres sobre a mais triste miséria em que supostamente vivemos dos que se mantêm na oposição.
.
É certo e sabido que António José Seguro vive momentos especialmente delicados, com a oposição interna a morder-lhe os calcanhares, sempre na perspetiva de um resultado negativo que o possa remover da liderança do PS, mas nada justifica comparar a atual situação política, económica e social com a dos tempos do salazarismo. 
Com o País a sobreviver ainda numa crise sem precedentes desde 1974 e um Estado endividado até aos ossos, deparamos, por exemplo, com glórias da bola na reforma, como é o caso de João Vieira Pinto, agora candidato a presidente da Junta de Campanhã nas listas do "Porto Forte" de Luís Filipe Menezes, a prometer uma cidade "repovoada". 
.
Isto, claro, "com o seu património edificado recuperado, com bairros sociais em que se tratem das pessoas, do desemprego, do aproveitamento escolar das crianças, do acompanhamento dos idosos, e não só das paredes exteriores."
.
Ou ainda, "o Porto do Bolhão e do Palácio de Cristal recuperados, ao serviço da população."
.
É verdade que, para conhecer todas estas promessas, de norte a sul do País, os portugueses têm de recorrer à internet – os que têm computador – ou pedirem informações nas sedes dos candidatos autárquicos no terreno. Isto porque a Comissão Nacional de Eleições (CNE) resolveu suspender a democracia em Portugal.
.
Ao exigir que todos as candidaturas tenham tratamento igual dos órgãos de comunicação social, a burocrática CNE conseguiu que nenhum candidato seja acompanhado. A informação livre pode seguir dentro de momentos. 
.
P.S. A grafia é da responsabilidade deste blogue