Translator

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Quinta-feira, 10 de Outubro de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Jovem de 16 anos é favorita ao Nobel da Paz
Posto da GNR investigado por desvios de dinheiro
Assaltam dez caixas de multibanco à bomba e disparam
Polícia vai divulgar retrato de suspeito de rapto de Maddie
Ronaldo confia em passagem para o Brasil
Estrelas do surf em Peniche
Angola volta a atacar elites portuguesas

Capa do Público Público

Banhista morre afogado na praia do Guincho em Cascais
Tribunal Constitucional ordena recontagem de votos em Fafe
PS vence Monção por três votos depois de rejeitado recurso no TC
Ministro foi à RTP explicar o futuro da empresa, mas só a convidados
Tesouro garante ter enviado informação sobre swap para Inspecção das Finanças
Avião da Ryanair desviado para Faro devido a indisposição do comandante
Passos manifestou em entrevista “domínio muito grande” de todos os dossiers da governação, diz PSD

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Se me dão licença, não, não foi em Marte
Finlandês morreu afogado na praia do Guincho
Morreu antigo bispo de Aveiro António Marcelino
Líder da Polícia Marítima reconhece escassez de recursos
Proprietários incumpridores podem ter de vender prédios
Horta sem água para limpeza da rede
Professores e pais de alunos exigem escola inclusiva

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Aposentados da função pública não terão em 2014 situação pior do que em 2012, disse Passos Coelho
Finlandês morreu afogado no Guincho
Cientistas anunciam "ponto de viragem" no tratamento do Alzheimer
Apresentadora despedida devido a decote audaz
Apoio a Rui Moreira fratura PS
"Nunca aceitaria demissão de Machete nesta circunstância", afirmou Passos Coelho
Passos mostrou "domínio muito grande" de todos os dossiês, diz PSD

Capa do i i

EDP está a explicar aos clientes composição do preço da electricidade
Radiografias mostram que Marilyn fez cirurgias plásticas
Jorge Sampaio pede cultura de responsabilização, transparência e boa governação
Auditoria durará 13 meses e abrangerá os últimos 17 anos do Sporting
Recluso terminou greve de fome que mantinha há 33 dias em Paços de Ferreira
Passageiro aterrou avião depois de piloto desmaiar
Marinho Pinto. Tribunais estão organizados para servir os privilégios de quem lá trabalha

Capa do Diário Económico Diário Económico

Choque de expectativas ou de realidade (II)
Quantos choques aguenta um país
Cortar despesa pública e depois os impostos
Subvenções vitalícias de políticos sofrem corte de 15% no próximo ano
Conheça a mulher que vai dirigir o banco central dos EUA
Cinco escolas de negócios portuguesas entre as melhores
Chineses da REN exigem explicações sobre medidas para o sector eléctrico

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Banif aumenta capital em 700 mil euros
Tesouro garante ter enviado informação sobre "swaps" à Inspecção das Finanças
BE: Passos Coelho confirmou em entrevista na RTP "caminho para o empobrecimento geral"
Governo italiano aprova plano de 1,6 mil milhões para atingir défice de 3%
Governo continua à espera de transferências de condições crédito do Túnel do Marão
Passos Coelho anuncia segundo orçamento rectificativo para 2013
Jeromin Zettelmeyer: Estratégia europeia para lidar com a dívida é "insatisfatória"

Capa do Oje Oje

Alcoa lucra mais com aeronáutica e automóvel
Vestas vende 6 fábricas a alemã VTC por 1 euro
Acciona e Cotenco no metro de Fortaleza
Westpac faz oferta por ativos do Lloyds
Solvência II adiada para 2016
Corretores reconhecidos como parceiros de internacionalização
Colaboradores mais protegidos

Capa do Destak Destak

Protesto indígena encerrou 2.ª maior mina mundial de ferro-níquel na Colômbia
PM líbio está retido em hotel de Tripoli
Autoridades da Venezuela investigam passageiros por "fraude cambial"
PM da Líbia sequestrado por grupo armado -- Governo
Motim em prisão no Brasil causou 13 mortos e 30 feridos -- Novo balanço
Seul, Tóquio e Washington iniciaram manobras entre protestos da Coreia do Norte
Oposição venezuelana quer referendo sobre poderes especiais para Presidente

Capa do A Bola A Bola

Taça antecipada para o dia 19
Penafiel-Académica: Sócios dos clubes pagam 3,5 euros
União do grupo reforçada à mesa
António Fiusa irritado com Liga e Federação
«A minha hora de glória está para breve» - Slimani
Benfica: Gonçalo Alves espreita regresso
Bosingwa responde a Redknapp: «Está frustrado e confuso, deve ser da idade ou do vinho»

Capa do Record Record

Luís Felipe está fora dos planos
Wilson Eduardo convenceu
Vasco Uva: «Quem falhar não terá mais oportunidades»
Joãozinho apto alarga as opções
Portugal será cabeça de série no playoff
Mercedes aposta forte... para 2014
Nuno Piloto reconhece falta de sorte

Capa do O Jogo O Jogo

ABC tomba o Sporting a cinco segundos do fim
"Cardozo é hipótese para o Barcelona"
"FC Porto é bem gerido, o resto é conversa"
CR7 e Jorge Jesus juntos contra o racismo
"Vamos ganhar pelo menos uma vez ao Real Madrid"
"Não vou estar a vida toda sem marcar"
"Balotelli devia ser aplaudido pelos adversários"
No comments :

PROFECIAS DE NATÁLIA CORREIA



"A nossa entrada (na CEE) vai provocar gravíssimos retrocessos no país, a Europa não é solidária com ninguém, explorar-nos-á miseravelmente como grande agiota que nunca deixou de ser.
A sua vocação é ser colonialista".
 
"A sua influência (dos retornados) na sociedade portuguesa não vai sentir-se apenas agora, embora seja imensa. Vai dar-se sobretudo quando os seus filhos, hoje crianças, crescerem e tomarem o poder.

Essa será uma geração bem preparada e determinada, sobretudo muito realista devido ao trauma da descolonização, que não compreendeu nem aceitou, nem esqueceu.

Os genes de África estão nela para sempre, dando-lhe visões país diferentes das nossas. Mais largas mas menos profundas. Isso levará os que desempenharem cargos de responsabilidade a cair na tentação de querer modificar-nos, por pulsões inconscientes de, sei lá, talvez vingança!"

"Portugal vai entrar num tempo de subcultura, de retrocesso cultural, como toda a Europa, todo o Ocidente".

"Mais de oitenta por cento do que fazemos não serve para nada. E ainda querem que trabalhemos mais. Para quê? Além disso, a produtividade hoje não depende já do esforço humano, mas da sofisticação tecnológica".

"Os neoliberais vão tentar destruir os sistemas sociais existentes, sobretudo os dirigidos aos idosos. Só me espanta que perante esta realidade ainda haja pessoas a pôr gente neste desgraçado mundo e votos neste reaccionário centrão".

"Há a cultura, a fé, o amor, a solidariedade. Que será, porém, de Portugal quando deixar de ter dirigentes que acreditem nestes valores?"

"As primeiras décadas do próximo milénio serão terríveis. Miséria, fome, corrupção, desemprego, violência, abater-se-ão aqui por muito tempo. A Comunidade Europeia vai ser um logro. 

O Serviço Nacional de Saúde, a maior conquista do 25 de Abril, e Estado Social e a independência nacional sofrerão gravíssimas rupturas. Abandonados, os idosos vão definhar, morrer, por falta de assistência e de comida. Espoliada, a classe média declinará, só haverá muito ricos e muito pobres. 

A indiferença que se observa ante, por exemplo, o desmoronar das cidades e o incêndio das florestas é uma antecipação disso, de outras derrocadas a vir".

Natália Correia
Fajã de Baixo, São Miguel, 13 de Setembro de 1923 — Lisboa, 16 de Março de 1993.
 .
Todas as citações foram retiradas do livro "O Botequim da Liberdade", de Fernando Dacosta.

A Frase

Se não existisse, este governo teria de ser inventado. Só este governo conseguiria ser apanhado a pedir desculpas a generais angolanos enquanto rouba velhinhas em Portugal. Nem nos filmes. O pedido de desculpas aos generais angolanos tem sido entendido como uma caturrice de um político destreinado como o ministro dos Negócios Estrangeiros. Que nada. Pelo que me é dado entender, o ministro dos Negócios Estrangeiros não tem nada de destreinado, e neste particular limita-se a seguir a política do seu antecessor, Paulo Portas, que consistia em ativamente lamber as botas de qualquer oligarca estrangeiro que queira investir dinheiro em Portugal. Rui Tavares, Público



RECADO PARA TRÊS CARAMELOS QUE NOS "FODEM" A VIDA


Um caso grave de tortura em Portugal

José Goulão |
8 de Outubro, 2013
Os acontecimentos dos últimos dois anos demonstraram que o governo da República Portuguesa, tutelado pelo conluio de credores formado pela Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o FMI, vulgo troika, é capaz de tudo para obrigar o povo a pagar a ganância dos agiotas internacionais.
.
As últimas notícias confirmam que quando se escreve “capaz de tudo” não é, neste caso, uma frase feita, uma muleta de retórica. É mesmo tudo, incluindo torturar o povo.
Torturar o povo?
Não será exagero do escriba?
 .
Não é. Encontram outra interpretação para a intenção manifestada de cortar nas pensões de sobrevivência dos viúvos com a finalidade de financiar bancos, bolsas e especuladores que se alimentam da dívida portuguesa, jogando com ela a juros cruéis?
.
A expressão “pensão de sobrevivência” é eloquente: sobrevivência, um montículo de migalhas para acudir à montanha de custos e encargos que todos os dias se ergue no horizonte dos cidadãos mais desfavorecidos.
.
Pensões de sobrevivência são os rendimentos das viúvas e viúvos de Portugal, a quantia, na maior parte dos casos em formato de esmola, de que dispõe o cidadão que ao perder o cônjuge perde igualmente grande parte do rendimento familiar. 
.
A pensão é o resíduo que o sobrevivente recebe do que o companheiro descontou durante a sua vida de trabalho.
.
O governo de Portugal, no rescaldo de uma visita dos esbirros da troika, parece então disposto a assaltar as pensões de sobrevivência dos portugueses na sua estratégia de procurar “aqui e ali”, como ameaçou o Vice-Primeiro Ministro Paulo Portas, os milhares de milhões necessários para pagar uma dívida impossível de pagar e que não se deve, por certo, a desmandos cometidos pela maioria dos portugueses, mas sim pela elite que os assalta.
.
O que se poupa atacando as pensões de sobrevivência? Uns trocos inúteis (100 milhões de euros, só os juros do primeiro resgate são 38 mil milhões...) perante a imensidão de uma dívida que chega aos 130 por cento do PIB e que, por alturas do início da intervenção da troika, precisamente para pagar essa dívida, estava à beira dos 90 por cento do PIB.
.
Nesse tempo, dizia o Presidente da República, tal dívida era “insustentável”. Hoje, 40 pontos percentuais acima desse nível, tornou-se “sustentável”, segundo o Presidente da República, que por sinal é o mesmo – Aníbal Cavaco Silva.
.
Uns trocos retirados a rendimentos reduzidos, em muitos casos insultuosamente miseráveis, que são inúteis contra a dívida mas que, para muitas e muitas vítimas, representam a fronteira entre a sobrevivência e a morte lenta, entre a saúde e a doença, entre um mínimo de dignidade e a humilhação.
.
Trocos que, além disso, simbolizam a infâmia do comportamento que é confiscar os legados que os cidadãos mortos deixaram às famílias e ao país.
.
Diz o já citado Presidente da República que os portugueses, esmagados pelo regime de austeridade, são “masoquistas” por insistirem em dizer que não é possível pagar a dívida.
.
Ora o assalto às pensões das viúvas e viúvos de Portugal, que não resolve problema algum na situação actual do país, é  por isso um caso de punição gratuita e vingativa, com o requinte de ser uma tortura de aplicação lenta.
Pelo que as elites que hoje governam a República Portuguesa atingiram o patamar supremo da desumanização, o da crueldade sádica.

" SÃO BENTO DE PORTA ABERTA"


KAOS: Em crise a lei é para cumprir só mais ou menos



durao barrosos Herman van Rompuy passos coelho caca TC
Depois do Durão Barroso vir avisar que se o Tribunal Constitucional chumbasse mais medidas do governo o "caldo estava entornado" foi a vez de um alto responsável do Eurogrupo afirmar que "É um Tribunal Constitucional activista comparado com qualquer outro Tribunal Constitucional que eu conheça" e que em momentos de crise é necessário mostrar mais flexibilidade.
Começou por cá com as afirmações do Passos Coelho e agora já é a Europa a querer pressionar e a fazer chantagem sobre o país para obrigar a aceitar ir5 contra a sua lei fundamental.
Se o nosso Presidente da Republica não fosse uma múmia a quem se esqueceram de avisar que tinha morrido, teria, de acordo com a sua função principal de defender o escrupuloso respeito e cumprimento da Constituição bem como a soberania do país, apresentado imediatamente um protesto por este abuso e pelo desrespeito pelas leis deste país.
Aliás já deveria há muito ter posto o bandalho do Passos Coelho na ordem mas prefere manter-se no silêncio dos culpados.
Um Zombie que não só não faz nem serve para nada como acaba a legitimar o desrespeito pela nossa lei fundamental e pelos direitos dos cidadãos.
Agora é para permitir que nos roubem ainda mais mas um dia destes é para aprovarem leis que nos retirem o direito à indignação, à greve, à manifestação ou à liberdade de expressão.
Afinal estamos em crise e com isso tudo parecem querer legitimar. Filhos-da puta.

"CÁ SE FAZEM E CÁ SE PAGAM!"


Clique em baixo para o resto da peça

Durão Barroso recebido em Lampedusa com gritos "vergonha" e "assassinos"

O presidente da Comissão Europeia e o chefe do governo italiano foram recebidos esta manhã em Lampedusa, em Itália, com um protesto dos habitantes da ilha.

"PAULINHO" UM MODELO NA PASSERELE!


KAOS:Rui Machete no Parlamento…para lamentar



rui machete comissao paralamentar
Vitima, competente, pronto umas frases infelizes e uns esquecimentos de quem afinal só tinha 0,01% da SLN e na entrevista em Angola só queria pedir desculpa pelas fugas de informação nos processos, isso sim um crime muito grave. 
Nem sequer foi necessário falar dos dinheiros em que era pago em Seguros de Saúde em offshores para fugir ao fisco para percebermos que o homem é de uma honestidade a toda a prova e que tudo o que fez foi a bem da nação e das boas relações. 
Ainda hesitei se deveria fazê-lo de anjinho mas resolvi que de palhaço ficava muito melhor e um boneco mais realista.

Lei n.º 64/2013. D.R. n.º 164, Série I de 2013-08-27


Convém verificar as fontes...

Num minuto encontrei a citada lei e, depois, perdi 15 a ler e a reler para entender a interpretação dada. Não consegui!
Regula a obrigatoriedade de publicitação dos benefícios concedidos pela Administração Pública a particulares, procede à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 167/2008, de 26 de agosto, e revoga a Lei n.º 26/94, de 19 de agosto, e a Lei n.º 104/97, de 13 de setembro.


Um abraço Cardoso

Peço desculpa pelo email anterior q estava truncado
Transcrevo o q enviei para dois emails sobre o mesmo tema...
No dia 8 de Outubro de 2013 às 23:55, José Armando Vizela Cardoso LEI 64/2013 de 27 de Agosto !!!
.
ISTO  É  QUE  É  DEMOCRACIA !!!  É  PARA TER  LEIS DESTAS QUE PRECISAMOS  DE  230  PARASITAS  NA ASSEMBLEIA  DA REPÚBLICA ? VÊEM  QUE  35  CHEGAVAM  BEM  E  POUPAVA-SE UMA PIPA  DE MASSA ?

Esta lei é uma afronta ao POVO português. Não podemos pactuar com tão reles gente. Por favor divulguem e ectuem pelos vossos diversos canais
Repasso.
LEI 64/2013 de 27 de Agosto !!!
Até onde chegar o medo  e a estupidez dos votantes!!!
 SFF MOVIMENTEM-SE ! PASSEM PALAVRA é a LEI 64/2013 de 27 de Agosto.

.
… e o que é que se está à espera de partidos deste calibre? mas o povo é que os elege, portanto ou os magistrados têm razão quando dizem que o povo não tem maturidade politica ou então sou eu que sou parvo.
.
O segredo dos privilégios dos políticos já é lei. Já tem a forma de Lei nº 64/2013, de 27 de Agosto, o sigilo dos privilégios dos políticos e foi hoje publicado no Diário da República. 
.
Portanto, por protecção da lei agora aprovada pela Assembleia da República, com os votos favoráveis do PSD, CDS/PP e do PS, passaram a ser secretos os privilégios dos políticos.
.
Vejam-se, neste caso e segundo esta lei, por exemplo, as chamadas pensões de luxo atribuídas aos ex-políticos (ex-deputados, ex-Presidentes da República, ex-ministros e ex-primeiros-ministros, ex-governadores de Macau, ex-ministros da República das Regiões Autónomas e ex-membros do Conselho de Estado) e os ex-juízes do tribunal constitucional, passaram a ser escondidas do povo português.
.
A partir de agora e na vigência desta lei, os portugueses e contribuintes ficam a desconhecer quem são e quanto recebem financeiramente do erário público e do orçamento geral de estado os ex-políticos e governantes.
.
O que é o mesmo que dizer que os políticos e governantes passam a poder decidir secretamente entre eles a atribuição a si mesmos dos benefícios, regalias, subsídios ou outras mordomias, sem que os portugueses, o povo português portanto, ou até mesmo os tribunais, tenham direito a saber o que os políticos fazem com o dinheiro que é de todos nós.
.
De facto e de lei, passou a haver uma qualidade superior de sujeitos, ao caso os políticos, governantes e juízes do tribunal Constitucional, que estão isentos do escrutínio público, não se encontram mais obrigados a revelar as fontes, as origens e a natureza dos seus rendimentos de proveniência pública, ou seja, que fazem com o dinheiro público o que muito bem entendem e não estão obrigados a prestar contas públicas do que fazem.
.
Lida esta nova lei tive de socorrer-me do Código Penal, onde fui
encontrar semelhantes comportamentos e condutas nos dois artigos 308º e 375º do Código Penal, respectivamente o crime de "Traição á Pátria" por abuso de órgão de soberania e o crime de "Peculato".
Triste república esta em que vivemos, a delinquência já tem protecção de lei !