Translator

terça-feira, 22 de outubro de 2013

"O CHACAL ANDA POR AÍ ARRASTAR O TRASEIRO!"



Este Sócrates toma-nos a todos por parvos.
E parvo tem mesmo de ser o povo para continuar a votar neste tipo de pedaçoes de excremento...

O MILAGRE DA DONA ADELAIDE, MÃE DE JOSÉ SÓCRATES:
Divorciada nos anos 60 de Fernando Pinto de Sousa, “viveu modestamente em Cascais como empregada doméstica, tricotando botinhas e cachecóis…”.(24 H)

Admitamos que, na sequência do divórcio ficou com o chalet (r/c e 1º andar) .

Admitamos ainda, que em 1998, altura em que comprou o apartamento na Rua Braamcamp, o fez com o produto da venda da vivenda referida, feita nesse mesmo ano.

Neste mesmo ano, declarou às Finanças um rendimento anual inferior a 250 €.(CM), o que pressupõe não ter qualquer pensão de valor superior, nem da Segurança Social nem da CGA.

Entretanto morre o pai (Júlio Araújo Monteiro) que lhe deixa “uma pequena fortuna, de cujos rendimentos em parte vive hoje” (24H).

Por que neste momento, aufere do Instituto Financeiro da Segurança Social (organismo público que faz a gestão do orçamento da Segurança Social) uma pensão superior a 3.000 € (CM), seria lícito deduzir – caso não tivesse tido outro emprego a partir dos 65 anos – que , considerando a idade normal para a pensão de 65 anos, a mesma lhe teria sido concedida em 1996 (1931+ 65). Só que, em 1998 a dita pensão não consta dos seus rendimentos, forçoso será considerar que a partir desse mesmo ano, 1998 desempenhou um lugar que lhe acabou por garantir uma pensão de (vamos por baixo): 3.000 €.

Abstraindo a aplicação da esdrúxula forma de cálculo actual, a pensão teria sido calculada sobre os 10 melhores anos de 15 anos de contribuições, com um valor de 2% /ano e uma taxa global de pensão de 80%.

Por que a “pequena fortuna ” não conta para a pensão; por que o I.F.S.S. não funciona como entidade bancária que, paga dividendos face a investimentos ali feitos (depósitos); por que em 1998 o seu rendimento foi de 250 €; para poder usufruir em 2008 uma pensão de 3.000 €, será por que (ainda que considerando que já descontava para a Segurança Social como empregada doméstica e perfez os 15 anos para poder ter direito a pensão), durante o período (pós 1998), nos ditos melhores 10 anos, a remuneração mensal foi tal, que deu uma média de 3.750 €/mês para efeitos do cálculo da pensão final. (3.750 x 80% = 3.000).

Ora, como uma pensão de 3.000 €, não se identifica com os “rendimentos ” provenientes da pequena fortuna do pai, a senhora tem uma pensão acrescida de outros rendimentos.

Como em nenhum dos jornais se fala em habilitações que a senhora tenha adquirido, que lhe permitisse ultrapassar o tal serviço doméstico remunerado, parece poder depreender-se que as habilitações que tinha nos anos 60 eram as mesmas que tinha quando ocupou o tal lugar que lhe rendeu os ditos 3.750 €/mês.

Pode-se saber qual foram as funções desempenhadas que lhe permitiram poder receber tal pensão?

E há mais…

A Dona Adelaide comprou um apartamento na Rua Braamcamp, em Lisboa, a uma sociedade off-shore com sede nas Ilhas Virgens Britânicas, apurou o Correio da Manhã. Em Novembro de 1998, nove meses depois de José Sócrates se ter mudado para o terceiro andar do prédio Heron Castilho, a mãe do primeiro-ministro adquiria o quarto piso, letra E, com um valor tributável de 44 923 000 escudos – cerca de 224 mil euros –, sem recurso a qualquer empréstimo bancário e auferindo um rendimento anual declarado nas Finanças que foi inferior a 250 euros (50 contos).

Ora vejam lá como a senhora deve ter sido poupadinha durante toda a vida.

Com um rendimento anual de 50 contos, que nem dá para comprar um mínimo de alimentação mensal, ainda conseguiu juntar 224.000 euros para comprar um apartamento de luxo, não em Oeiras ou Almada, na Picheleira ou no Bairro Santos, mas no fabuloso edifício Heron, no nº40, da rua Braamcamp, a escassos metros do Marquês de Pombal e numa das mais nobres e caras zonas de Lisboa.

Notável exemplo de vida espartana que permitiu juntar uns dinheiritos largos para comprar casa no inverno da velhice.

Vocês lembram-se daquela ideia genial do Teixeira dos Santos, que queria que pagássemos imposto se déssemos 500 euros aos filhos?

Quem terá ajudado, com algum cacau, para que uma cidadã, que declarou às Finanças um RENDIMENTO ANUAL de 50 contos, pudesse pagar A PRONTO, a uma sociedade OFFSHORE, os tais 224.000 euros?

- Maria Araújo Ribeiro

As capas dos jornais e as principais notícias de Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Coimbra: Militares furtam tabaco
Eduardo Lourenço: Ensaísta internado
Teresa Morais: Vigilância aumenta
Paula Teixeira da Cruz: Apelos à serenidade
C. Branco: Menino atropelado
Dianne Reeves canta novo ‘Beautiful Life’ no CCB
Portalegre: Contra fecho da GNR

Capa do Público Público

Banco holandês enfrenta multa de 726 milhões por manipulação da Libor
Reitor da Universidade de Lisboa diz que Orçamento do Estado tem erro de 30 milhões
Euromilhões: Próximo sorteio com jackpot de 31 milhões de euros
Ensaísta Eduardo Lourenço internado em Lisboa
Portugueses em Moçambique “apreensivos”, mas “África é assim”
Diplomacia em Milão e regresso feliz de Mourinho a Gelsenkirchen
Número de mulheres nos conselhos de administração de empresas baixou em 2013

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

O Governo é burro
Figuras de estilo e figura de urso
Combinação vencedora do Euromilhões
Guardas prisionais agredidos na Carregueira
Arguidos por burla ao SNS vão a julgamento
Falhas "graves" detetadas na Alfredo da Costa
Forças e serviços de segurança marcam manifestação

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Documentado hominídeo mais antigo da Península Ibérica
Fogo destrói bar no areal da praia de Ílhavo
Associação de defesa gay critica proposta de referendo sobre coadoção do PSD
Autoridades gregas pedem ajuda à Interpol para conseguirem pistas sobre Maria
Atlético de Madrid quase nos "oitavos" e Zenit atrasa F. C. Porto
Juízes lamentam "diminuição substancial" de efetivos com novo Mapa Judiciário
Seis mortos e dois feridos em rixa na prisão venezuelana de Amazonas

Capa do i i

Mapa Judiciário. Última proposta prevê fecho de 27 tribunais
CP em greve a 7 de Novembro
Nuno Amado considera que "não estamos a tratar bem" relações com Angola
Moutinho sobre o clássico: "Espero que o FC Porto ganhe"
Constitucional tem uma "visão ideológica" em defesa dos funcionários públicos
Ladrão de quadros ameaça processar museu por negligência na segurança
FNE vai pedir inconstitucionalidade da prova exigida aos professores

Capa do Diário Económico Diário Económico

Governo propõe pagamento de subsídios em duodécimos
Executivo quer programa cautelar mas não se compromete com datas
Banqueiros e empresários criticam fugas de informação sobre Angola
Zon Optimus admite guerra de preços para ser líder
Regulador detecta falhas nos fundos de investimento
Os custos escondidos dos voos ‘low cost’
Superior sofre corte de 30 milhões em 2014 acima do estimado

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Mapa Judiciário: Juízes lamentam "diminuição substancial" de efectivos
O artista K.O. do Banco de Inglaterra
OE 14: A inutilidade do gesto (bis)
"Reformas milionárias ou uma medida imediatista?"
Moçambique: de volta à guerra
Correntes de ar
O pequeno país

Capa do Oje Oje

Peugeot fica em França, diz ministro
Ford quer reduzir número de fornecedores
Texas Instruments contraria estimativas de lucro
Siemens interessada em negócio ferroviário no México
Cidades alemãs atraem maioria do investimento comercial na Europa
Cushman & Wakefield gere edifício Báltico
Lucios e Infrisa edificam entreposto frigorífico na Madeira

Capa do Destak Destak

Pelo menos um soldado morto por paquistaneses na Caxemira indiana
Companhias acusadas de ocultar tarifas mais baixas de voos internacionais na Venezuela
Haiti regista aumento dos casos de cólera -- agência da ONU
Venezuela vai enviar jovens delinquentes para reabilitação em Cuba
Deputados brasileiros pedem à Rússia libertação de ativista da Greenpeace
Bombeiros australianos preparam-se para pior face à ameaça de agravamento de incêndios
Dados do Le Monde são "imprecisos" -- chefe dos serviços de informações

Capa do A Bola A Bola

Beckham compete no Ironman em 2014
Luís Leal fora das contas para janeiro
Dia de trabalho em Guimarães
Rui Correia na seleção feminina
Jogadores apoiam Abel Xavier
Elias não abdica do ordenado
Miguel Lopes recuperado

Capa do Record Record

António Costa no camarote
Filipe Lima quer título este ano
Grupo C: Laurent Blanc não quer saber de facilidades
Grupo A: Moyes tem dúvidas na defesa
Juninho punido com dois jogos
Grupo D: Pellegrini furioso após ver relvado
Ney está à beira do jogo 100

Capa do O Jogo O Jogo

"No meu aniversário estou sempre de férias"
"O Real Madrid vencerá o clássico"
"A expulsão? Acharia estranho se não acontecesse"
"Temos todas as condições para vencer o Benfica"
Pedro Sousa vence em Buenos Aires
"Disse-lhes: temos de limpar o lixo"
"Ferguson? Não conhece a palavra lealdade"

KAOS:Triste “manifestação” estas do Paulo Portas


paulo Portas pobrezinho manifestante
O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, disse hoje que o "direito de manifestação" está "consagrado" em democracia, mas lembrou que "os mais pobres" não se manifestam e "não aparecem na televisão".
"Este orçamento consagra aquilo que já estava previsto na 7.ª avaliação, que é a convergência da Caixa Geral de Aposentações, mas ao mesmo tempo, aumenta as pensões mínimas sociais e rurais de um milhão de pessoas, que são aquelas que não aparecem na televisão, mas são as mais pobres", sublinhou.
Alem de palhaço este bandalho é também um aldrabão e um mentiroso de primeira. Palhaço porque dizer que quem se manifesta não é pobre é uma hipocrisia tremenda. Claro que muitos mesmo que se quisessem manifestar não poderiam pois nem dinheiro para os transportes têm.
Depois é um mentiroso e um trafulha quando vem dizer que aumenta pensões quando se sabe que até quem ganha 600 euros vai ver os seus ordenados e pensões reduzidos. Já quando da conferencia após a avaliação da Troika escondeu as medidas fazendo-se de herói que as tinha impedido para poucos dias depois o Orçamento lhe mostrar a careca e a aldrabice.
Esta gente não tem vergonha nenhuma na cara e um sistema que permite aos governantes mentirem desta maneira é tudo menos uma democracia.
Exijamos uma Democracia verdadeira em que os cidadãos tenham o poder para exonerar quem não cumpra e quem mente ser imediatamente corrido. Não é de corruptos e trafulhas que necessitamos, mas de gente honrada, honesta e séria. Rua com esta cambada toda e se for a pontapé ainda melhor.

"ENCALACRADOS ATÉ À RAIZ DOS CABELOS"


ONTEM às 16:43   actualizada às 19:53
Goldman Sachs prevê novo resgate de 30 mil milhões para Portugal

Goldman Sachs prevê novo resgate de 30 mil milhões para Portugal. 

«Não esperamos que Portugal consiga o acesso pleno aos mercados», referem os economistas do banco norte-americano Francesco Garzarelli, Silvia Ardagna e Mariano Cena no relatório. 

«Apesar de uma revisão em alta das estimativas para o crescimento, o desemprego continua elevado, a política orçamental está a ser um entrave para o crescimento e as futuras decisões do Tribunal Constitucional em algumas medidas de corte da despesa podem forçar o governo a procurar medidas alternativas», destaca o documento.

.
Assim, os economistas do Goldman Sachs crêem que Portugal terá necessidade de «fundos adicionais dos credores, um reperfilamento [extensão das maturidades] dos actuais empréstimos do sector oficial e, potencialmente, a recompra de obrigações em que a data das amortizações seja complicada».

"NÓS DESCENDEMOS DOS QUE CÁ FICARAM..."


Uma brincadeira muito séria........!!!!!!!!!
Um jovem diplomata português, em diálogo com um colega mais velho:
- Francamente, senhor embaixador, devo confessar que não percebo o que correu mal na nossa história.
Como é possível que nós, um povo que descende das gerações de portugueses que "deram novos mundos ao mundo", que criaram o Brasil, que viajaram pela África e pela Índia, que foram até ao Japão e a lugares bem mais longínquos, que deixaram uma língua e traços de cultura, que ainda hoje sobrevivem, e são lembrados com admiração, como é possível que hoje sejamos o mais pobre país da Europa ocidental?
O embaixador sorriu:
- Meu caro, você está muito enganado. Nós não descendemos dessa gente aventureira, que teve a audácia e a coragem de partir pelo mundo, nas caravelas, que fez uma obra notável, de rasgo e ambição.
- Não descendemos? - reagiu, perplexo, o jovem diplomata - Então de quem descendemos nós?
- Nós descendemos dos que cá ficaram......

José Sócrates: Filosofia de Almanaque e Outros Contos Para Papalvos




O texto que se segue não é deste blogue.
.
Aqui têm na íntegra a entrevista que o ex-PM Sócrates deu no Sábado ao Expresso.

Em 2005 ou 2006 na Ovibeja o Sócrates apertou-me a mão de sorriso falso na cara. Estava eu tranquilamente a comer queijo e presunto alentejano numa barraca de petiscos, quando o pimpão aparece por lá  a cumprimentar toda a gente como se nos conhecesse há anos.

Como eu sou adepto da velha filosofia de que "falsidade com falsidade se paga", também fiz um sorriso falso e apertei a mão do primeiro-ministro. Mas confesso que se lhe pudesse espetar um tiro no peito, tinha-o feito, simplesmente porque não gosto do regime, seja que partido for a governar, para mim os políticos deste país são tudo alvos a abater e ponto final.

Esta canalha abrileira dos cravos mal cheirosos roubou o futuro a toda a minha geração e posteriores (se ainda houver posteriores...), não temos nada a perder.

http://historiamaximus.blogspot.pt/2013/10/jose-socrates-filosofia-de-almanaque-e.html

"O MAIOR BURLÃO, POLÍTICO, DA HISTÓRIA DE PORTUGAL DESDE A FUNDAÇÃO"

Fonte: "Porta da Loja"

Terça-feira, 22 de Outubro de 2013

A vida fabulosa de José Sócrates: the trailer

O percurso de José Sócrates, como personagem político, merece melhor estudo e atenção a detalhes que a memória curta de muitos não deixa entrever.
.
Por isso, deve lembrar-se  a intervenção de Santana Lopes, ontem na CMTV, onde mostrou várias vezes a capa de uma revista- Focus, ja extinta- que trazia em 15 de Setembro de 2004 a história da vida política e pessoal de José Sócrates, na altura em que se encontrava em campanha para a liderança do PS. 
.
Santana Lopes disse várias vezes que a revista tinha publicado tal reportagem por influência dos inimigos políticos de Sócrates, dentro do próprio partido. Aqui fica.
.
Primeiro, o cartaz da polémica, citado por Sócrates na entrevista e comentado ontem por Santana Lopes.


E agora o "estudo" da Focus...


Já então aparecia Armando Vara como grande amigo de José Sócrates e o futuro revelaria que essa amizade tornou Vara uma pessoa de posses. Assim, como contava a Focus de 2009:







 Porém, Vara tinha ligado o seu destino, anteriormente a um personagem camiliana ( Visão de 19.4.2007 dixit): António José Morais, que fora director de um Gabinete de Estudos e Planeamento de Instalações do Ministerio da Justiça. Vara era então Secretário de Estado  e disse então à revista que conheceu aquele professor...no Altis, numa reunião do PS. E lembrou-se dele quando precisou de alguém para o GEPI.

O Público de 18 de Abril de 2007 tentava explicar melhor estas coisas.

Estes factos tornaram-se relevantes e vieram à tona por causa do facto de António José Morais ter sido professor de José Sócrates, na UnI. Quando o interpelaram, disse assim:

.
O assunto da HLC e a acusação que foi imputada a António José Morais e mulher ( de quem se separou e que na altura, em 2007, andava aterrorizada...)de corrupção e branqueamento de capitais  deu em águas de bacalhau. Foram absolvidos.
 

Porém, a denúncia inicial, anónima, citava outros nomes ( era outro Freeport...)e que mostram que se tal fosse provado la boucle serait bouclée. Não deu.Seria interessante saber porque não deu e como se fez a investigação.
.
Tudo isso ocorreu ao fim de 16 anos de investigação e apesar de ter sido provado que Morais, engenheiro contratado para assessorar a decisão técnica do concurso, recebeu naquela altura 44 mil euros numa conta offshore oriundos de uma empresa britânica do grupo liderado por Horácio Carvalho, o tribunal considerou que isso não é suficiente para demonstrar que houve corrupção. 
.
No julgamento, a mulher de Morais falou numa offshore....que não conhecia.  A conta estava no banco Lloyds, na ilha britânica de Guernesey e segundo relatos do julgamento, parece que se deu como provado que era alimentada com dinheiros provenientes de outras obras do engenheiro Morais. na Polónia e Inglaterra.

E assim acaba a história. Acaba mesmo?

Ah! E até já esquecia: e onde está o tal Luís Patrão,  chefe de gabinete por natureza? Ora, ora...lá se vai safando. Umas vezes em baixo; outras em cima. Como os interruptores de gabinete. Um blog resumia assim a brilhante carreira, em 2010: 

.
Luís Patrão, 55 anos, preside ao Turismo de Portugal desde Maio de 2006. Saiu directamente de São Bento, onde era chefe de gabinete de José Sócrates. depois de já ter desempenhado o mesmo cargo com António Guterres (de 1995 a 1999). 
.
Durante os governos de Guterres, foi ainda deputado e secretário de Estado da Administração Interna, mas saiu envolvido em polémica, juntamente com Armando Vara, por causa da criação da Fundação para a Prevenção e Segurança. Natural da Covilhã. Luís Patrão e, com o irmão, Jorge, amigo de Sócrates desde a juventude. 
.
A sua carreira foi praticamente só política. Profissionalmente, foi chefe de divisão e director de serviços do Instituto do Consumidor (1986-1989 e 2001-2004).
.
Até 2009, Patrão acumulou o salário do Turismo com o de membro do Conselho Geral e de Supervisão da TAP, onde, segundo dados de 2008, recebeu 7 mil euros mensais. 
.
Este salário tinha uma componente fixa, de 4 mil euros, a que acrescia uma parcela complementar de 3 mil euros por ser membro da comissão de sustentabilidade e governo societário. Em 2008, a comissão realizou 10 reuniões. 
.
Só a revelação pública desta acumulação de funções nos jornais o levou a abdicar em 2009 do ordenado na TAP, mantendo o do Turismo de Portugal.

"OS NOSSOS (MAIS NOBRES) ÓDIOS DE ESTIMAÇÃO ESTÃO PARA LÁ DA RAIA!!!..."


Cristiano Ronaldo não acredita que exista racismo nos estádios espanhóis


Cristiano Ronaldo não acredita que exista racismo nos estádios espanhóis
legenda da imagem
Reuters

O futebolista Cristiano Ronaldo, do Real de Madrid, disse hoje que não acredita que exista "racismo" em Espanha, num comentário a declarações de José Mourinho, que aludiu a um "ódio real" quando lhe chamavam "filho da puta português". 

.

O ex-treinador do Real de Madrid, atualmente no Chelsea de Londres,  declarou recentemente que existe um sentimento de "ódio real" nas bancadas dos estádios espanhóis, enquanto em Inglaterra esse sentimento de animosidade é mais "irónico".
 .

"Quando vais, por exemplo, a países como a Espanha e te dizem 'filho da puta português' sabes que é um sentimento profundo. Um ódio real. Estão a sentir o que dizem", afirmou Mourinho.
.

Questionado hoje sobre o assunto na conferência de imprensa de antevisão à receção de quarta-feira à Juventus, na terceira jornada do Grupo B da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo afastou a ideia de que exista "racismo" nos estádios espanhóis.
.

"Não quero entrar por aí, mas penso que isso começou a surgir por causa de mim, ainda que não encare isso como algo a ver com racismo. Não acredito que exista em Espanha", considerou Cristiano Ronaldo.
.

Para Ronaldo, os cânticos ofensivos contra os portugueses destinavam-se a desconcentrá-lo.
.

"As pessoas cantavam isso para chatear-me e para que eu jogasse mal, mas é normal. Não nos podemos chatear com o que dizem as pessoas. 
.
Há que ser profissional e dar o melhor dentro de campo. Sinto-me acarinhado pelas pessoas, tanto em Madrid como fora, um pouco menos mas tudo bem, estou à vontade em Espanha e com o seu povo. Estou muito satisfeito", concluiu.