Translator

domingo, 10 de novembro de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Segunda-feira, 11 de Novembro de 2013.




Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Seguro manda calar PSD
Dragão passeia na Taça
Ricardo Cabral mostra ambientes urbanos
França vai cumprir défice em 2015
Sporting de Braga segue em frente na Taça
CTT editam livro de falcoaria com selos
Jerónimo diz que maioria está a "acertar papel" do PS

Capa do Público Público

Reis da Holanda levam com tomates na Rússia
Djokovic desembaraça-se de Wawrinka e encontra Nadal na final
Morreu o empresário Jorge de Mello
Fonseca destaca "boa primeira parte", Vitória fala em resultado injusto
Sócrates sobre Durão e o TC: "Isto já passou das marcas"
Marcelo diz que declarações de Machete podem prejudicar o país
Barcelona reforça liderança e perde Messi por lesão

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Colisão entre comboio e viatura provoca um ferido
Presépio de S. Paio de Oleiros está no Guiness
SEF expulsa homem procurado por tráfico e homicídio
Exposição interativa sobre o corpo humano em Leiria
Economista defende lóbi do Sul da Europa
Idoso de origem portuguesa morto em lar de Toronto
PSP detém 17 pessoas por condução sob efeito do álcool

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Governo grego sobrevive a moção de censura
Portugueses na Venezuela estão a reforçar a segurança
Governante promete "acompanhar, de forma discreta e recatada", amiga de Mário Crespo
José Carlos Malato saiu do hospital
Casa-se menos mas mais vezes. E as mulheres lideram
Eminem figura da noite dos prémios MTV
O trajeto e a área atingida pelo tufão Haiyan

Capa do i i

Maduro ordena empresas venezuelanas de eletrodomésticos a reembolsar clientes
Marc Marquez sagra-se no mais jovem campeão de MotoGP
Papa pede orações e "ajuda concreta" para as vítimas de tufão nas Filipinas
Partidários de Bo Xilai criam novo partido na China
Vietname prepara chegada de tufão Haiyan e desloca 600 mil pessoas
Fisioterapeuta do Algarve lança fundo na internet para ajudar crianças
Rompuy elogia Portugal e Espanha e pede reformas também ao norte da Europa

Capa do Diário Económico Diário Económico

Porto afasta Guimarães
Ocaso BCP serviu para quê?
Para que serve um acordo PSD-PS?
As pressões sobre a Segurança Social
Família Espírito Santos formaliza processo de sucessão a Salgado
“Não me revejo na expressão do protectorado do dr. Paulo Portas”
Resultados das empresas cotadas na bolsa descem 40% até Setembro

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Distribuidoras de gás voltam à carga e lançam novo processo contra a ERSE
Portugueses vendem publicidade e "stands" para o Iraque
Deco: "As soluções apresentadas não chegam nos casos de desemprego"
"A renegociação ajuda, mas não resolve o problema"
Deputados admitem rever regime especial do crédito à habitação
A falar português é que a gente se desentende
O orçamento é o que é e não o que o PSD gostaria que fosse

Capa do Oje Oje

Vendas da Jaguar Land Rover aceleram Tata
FMI aprova tranche de 1,91 mil milhões para Portugal
Vendas da McDonald's mais magras com quebra no Japão e EUA
Arranca hoje o Lisbon & Estoril Film Festival
Troika dá luz verde à Irlanda mas aponta fragilidades
Défice da balança comercial de Cabo Verde cai 14,2%, Portugal maior fornecedor
Espanha perde 79 mil milhões por ano com fraude e evasão fiscal

Capa do Destak Destak

Venezuela expressa solidariedade para com Filipinas face aos "momentos difíceis"
Austrália anuncia ajuda humanitária de 7 ME às Filipinas após tufão
Venezuela vai impor "limites" aos lucros em todas as áreas da economia
Filipinas lutam para fazer chegar ajuda humanitária às vítimas do tufão Haiyan
Coreia do Norte executou publicamente 80 pessoas -- jornal sul-coreano
Trio de astronautas regressa à Terra com tocha olímpica -- TV estatal russa
Tufão Haiyan chega ao norte do Vietname após passagem devastadora pelas Filipinas

Capa do A Bola A Bola

«Vezo foi negócio possível», diz presidente
Rúben Semedo cumpre penitência
Maurício e Slimani apelam à ‘revolta’
Paragem para recuperar Siqueira, Sulejmani e, talvez, Rúben Amorim
Operação Suécia arranca hoje
«Tim Krul fez a diferença» - Villas Boas
Final da Taça joga-se hoje entre o Petro de Luanda e o Desportivo da Huíla

Capa do Record Record

Heldon: «Estávamos a precisar»
Estragos calculados
Jorge Silvério: «A tónica deve ser colocada na evolução»
Slimani em crescendo
Sérvios das águias enviam camisola a Djokovic
Miguel Quaresma espiou em Olhão
Barrientos: «Nós fomos superiores»

Capa do O Jogo O Jogo

"Miguel Martins é a nova estrela do andebol português"
Larsson quase parte a perna a Javi García
Nigéria: presidente dá 9 mil euros a cada campeão mundial
Bosingwa perde a cabeça
Nantes mais perto do Mónaco
Juventus aproveita deslize da Roma
Matic, Djuricic, Fejsa e Markovic nas seleções sérvias

O Preço do Silêncio - Maiakovski

INFELICIDADES OU COINCIDÊNCIAS


Passos Coelho  primeiro-ministro de Portugal tem sido bafejado de pouca sorte  pelo que lhe tem surgido pelo caminho, durante  sua governação, cuja responsabilidade a si lhe cabe.

Logo de entrada foi o ministro, nomeado por si, Miguel Relvas, que teve de sair por indecente e má figura.

Depois insere no seu executivo um tal Franquelim Alves, com nódoas, de ter sido funcionário superior do BPN. Franquelim Alves partiu poucos meses  não se sabendo qual o motivo.

Recentemente e porque ministro dos Estrangeiros Paulo Portas deixou o lugar vago e tomou a pasta de vice-primeiro Ministro toma a chefia do Palácio das Necessidade Rui Machete, ex-funcionário do BPN, que tem sido  o  “ministro problemas” em dois casos: um em Angola e agora (para compor o ramo) outro na Índia.

Rui Machete não está em condições de ser ministro dos Estrangeiros de Portugal e deve ser, sem demora, demitido do cargo, porque este ministro (de carregar pela boca), deve sofrer de uma “pancada” cerebral  e onde lhe falta, já, uma aduela.

José Martins

AS MACHADADAS DO "SENIL" MACHETE FORA DE PORTAS

.
Rui Machete diz que Portugal só evita um novo resgate se juros desceram para 4,5%
Nova Deli, 10 nov - O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, afirmou hoje, na Índia, que um segundo resgate "é evitável" desde que as taxas de juro a 10 anos igualem ou fiquem abaixo dos 4,5%.
Última Hora 
.
Rui Machete diz que Portugal só evita um novo resgate se juros desceram para 4,5%
Lusa

Nova Deli, 10 nov - O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, afirmou hoje, na Índia, que um segundo resgate "é evitável" desde que as taxas de juro a 10 anos igualem ou fiquem abaixo dos 4,5%.
PUB
.
Questionado sobre um segundo resgate, o ministro não afastou esse cenário que disse ser "muito mau" para a economia nacional, em declarações à Lusa à margem de um encontro com a comunidade portuguesa em Nova Deli, a quem transmitiu "uma palavra de esperança".
.
"Os portugueses têm de perceber que se não nos libertarmos e se não pudermos viver utilizando o que o mercado nos oferece, porque as taxas de juro são demasiado altas, seremos forçados a ir para situações de segundo resgate, que seria muito mau para a economia portuguesa", sustentou.
.
Machete transmitiu a convicção de que "os portugueses e os partidos políticos" vão encarar "firmemente a possibilidade de evitar essa situação, que neste momento é evitável".
.
A hipótese de um novo programa de apoio financeiro a Portugal dependerá, sustentou, de as obrigações da dívida pública a 10 anos se situarem numa taxa de 4,5% ou menos, valor que permite ao país "financiar as necessidades do défice em termos que não comprometem o futuro", referiu.
.
"Se [a taxa] estivesse acima [dos 4,5%], não é possível. Não sendo possível, teríamos de encontrar vias alternativas, que normalmente se designam como um novo resgate", acrescentou o ministro.
.
Mas, sublinhou, os indícios, "embora ainda não sendo completamente seguros", levam o Governo a "pensar que é possível" a 'troika' sair de Portugal em junho de 2014, "se não houver acidentes de percurso".
.
Machete exemplificou depois com os números "muito positivos" das exportações, a redução do desemprego e o facto de taxas de juro já terem diminuído abaixo dos 6%. Além disso, acrescentou, haverá mudanças políticas na Europa, como o governo de coligação na Alemanha e "com a necessidade de acelerar as medidas de revisão da governação económica da União Europeia".
.
"Existem condições para afirmar que há uma larga possibilidade de, no final de junho, quando terminar a vigência do memorando de entendimento, nós podermos libertar-nos dos pesados condicionalismos que a 'troika' nos impõe", disse Rui Machete.
.
Estes condicionalismos, acrescentou, "têm sido traduzidos numa linguagem que tecnicamente não é exata, mas é impressiva, como uma espécie de protetorado", afirmou, numa alusão à expressão utilizada por Paulo Portas, seu antecessor no ministério dos Negócios Estrangeiros e atual vice-primeiro-ministro, para se referir ao Portugal sob assistência financeira.
.
No entanto, o fim do memorando não significa que o país "fique liberto de todo o condicionalismo", lembrou, acrescentando que o próximo Governo não terá "uma liberdade muito grande".
.
Questionado sobre se um eventual chumbo do Tribunal Constitucional (TC) a normas propostas pelo Governo no Orçamento do Estado para 2014 seria um desses "acidentes de percurso", Rui Machete comentou que tal poderia "constituir um grave obstáculo".
.
Para o ministro, ao fazê-lo, o TC não teria em consideração "que as alternativas são claramente piores, nuns casos, ou não existem, noutros". O aumento dos impostos seria uma das alternativas, "o que seria grave".
.
"Não digo que seja completamente impossível ultrapassar, mas isso aumenta o sacrifício dos portugueses e resulta de uma interpretação que eu não subscrevo, sem pôr em causa o Tribunal Constitucional, que tem toda a liberdade, própria de um julgador, para ajuizar qual é a situação que considera mais consentânea com a Constituição", disse.
.
Machete destacou no entanto que "o legislador tem de ter uma discricionariedade que tem se ser reconhecida para poder assumir toda a responsabilidade política que lhe cabe e lhe pode ser exigida".
JH // VC
Noticias Ao Minuto/Lusa

DEPOIS DO PORTAS BARDAMERDA A PASSEAR, SURGE AGORA OUTRO....


Negócios Estrangeiros Machete na Índia para "estreitar laços com países emergentes"
 .
O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, participa na próxima semana, na Índia, numa reunião com homólogos de países da Europa e da Ásia, durante a qual pretende "estreitar laços com países emergentes da Ásia-Pacífico".
Economia
Machete na Índia para estreitar laços com países emergentes
 
Lusa
.
Ministros dos Negócios Estrangeiros reúnem-se na segunda-feira e terça-feira, em Nova Deli, na 11.ª reunião da ASEM, o principal fórum informal de contacto entre a Ásia e a Europa, que tem como tema "ASEM: Uma ponte de parceria para o crescimento e o desenvolvimento", anunciou à Lusa fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE).
PUB
À margem do encontro, o ministro Rui Machete manterá contactos com representantes da comunidade portuguesa residente na capital indiana, composta por cerca de 40 pessoas. No total, há cerca de 300 portugueses na Índia.
.
O fórum é encarado pelo ministro como "uma excelente oportunidade para estreitar laços com países emergentes da Ásia-Pacífico, países que têm assistido a um crescimento económico relevante", disse à Lusa fonte do MNE.
.
O ministro dos Negócios Estrangeiros pretende, neste encontro, "mostrar Portugal como um país exportador e também com excelentes oportunidades de investimento".
.
Rui Machete tem como objetivo mostrar, no setor das exportações, "a força de Portugal nos setores tradicionais, mas também em outras áreas, como as energias renováveis, as novas tecnologias, a biotecnologia e até as ciências do mar".
.
O governante intervirá na sessão plenária inaugural, subordinada ao tema "Crescimento Económico e Desenvolvimento Sustentável: Desafios e Oportunidades na Ásia e na Europa".
.
Durante esta visita, o ministro vai ainda reunir-se com os seus homólogos da Índia, da Coreia do Sul, da Nova Zelândia e da Suíça, e também com a vice-ministra dos Negócios Estrangeiros de Singapura e o secretário dos Negócios Estrangeiros da Austrália.

FINOU-SE UM LOUCO – FICOU OUTRO



Nicólas Maduro ordena ocupação de cadeia de supermercados

Fátima Marques Faria / Marcelo Sá Carvalho
O presidente da Venezuela tomou mais um decisão surpreendente. Depois de ter antecipado a época de Natal, ordenou agora ao exército a ocupação de uma cadeia de lojas. Nicolás Maduro diz que esta é uma medida contra a especulação e uma forma de obrigar os comerciantes a praticarem preços justos.

A Frase


O Tribunal Constitucional, como também é sabido, é composto por um bando de malandros que teimam em não interpretar a Constituição como deve ser. Os juízes agarram-se a princípios reaccionários como o da igualdade, da segurança jurídica ou da confiança, em vez de interpretar o texto à luz das circunstâncias actuais. Talvez até seja necessário, no caso de voltar a acontecer uma crise destas, retirar do texto constitucional aqueles detalhes impeditivos do crescimento económico e da necessária austeridade.
Pedro Marques Lopes, DN

PARA OS AMANTES DE MOÇAMBIQUE E PARA QUEM O DESEJAR CONHECER

 

Caros amigos
Veja num só local todos os vídeos editados e a editar pelo
MOÇAMBIQUE PARA TODOS.
Não só de Moçambique, como de países vizinhos, de África ou outros que julgar de interesse especial.
Muitos dos documentos aqui apresentados não estarão falados em português. Mas as belas imagens de alguns serão regalo para quem não entenda a locução. Outros, no entanto, estarão aqui colocados pelo seu valor histórico. Escolha um tema ou então deixe correr que, dentro da mesma playlist eles seguirão automáticamente. Nas séries poderão faltar alguns episódios que tentarei futuramente conseguir. E já aqui encontra mais de 400 vídeos.
Encontre em  
Grato e um abraço
Fernando Gil

SUGIRIMOS LER OS CONTEÚDOS ABAIXO

 

Portugal: PR – GOVERNO. CANGALHEIROS, COVEIROS, PS

 

Balneário Público

Portugal: UNS MADUROS


Pedro Marques Lopes – Diário de Notícias, opinião
 

Portugal cometeu o erro de ser o melhor aluno da 'troika', diz economista belga


Jornal de Notícias

As capas dos jornais e as principais notícias de Domingo, 10 de Novembro de 2013.


Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Rei Cardozo coroado por Patrício em dérbi polémico
Músico morto à facada em bar
Venezuelana eleita Miss Universo 2013
Teatro: Saramago revê 25 de Abril de 74
Portugal prepara combate a raptos em Moçambique
Torturados antes do naufrágio fatal em Lampedusa
Fogo em Paços de Ferreira leva 100 mil €

Capa do Público Público

Jesus elogiou Cardozo, Jardim destacou alma do Sporting
Bruno de Carvalho: "Isto é um forte revés para a verdade”
FC Porto e Valongo também vencem na Liga Europeia
Fonte Bastardo infligiu primeiro desaire ao Benfica
Totoloto: Chave do Concurso 90/2013
“Águias” e “leões” vencem confortavelmente
Vitória de Guimarães surpreendeu Benfica e continua invicto

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

O Estado faliu
Aproveitar as condições ideais
Morre atropelado ao atravessar a A8 com um cão
Juízes exigem que PR garante funcionamento da Justiça
Veja aqui o ranking das escolas secundárias de 2013
Divulgação de rankings é "redutora, injusta e perversa"
Homem morre esfaqueado junto a bar de Mafra

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Programa nuclear no Irão ainda sem acordo
Violento sismo no leste do Japão
Leonardo Jardim diz que "árbitro apitou o que viu, mas viu mal"
Jesus considera que "Duarte Gomes fez grande arbitragem"
Crise traz cunhalismo de volta
Emprego em 6 meses para 70% dos alunos do ensino profissional
Bárbara regressa ao trabalho esta semana

Capa do i i

Fisioterapeuta do Algarve lança fundo na internet para ajudar crianças
Tufão nas Filipinas já pode ter causado 1200 mortes
Rompuy elogia Portugal e Espanha e pede reformas também ao norte da Europa
Moody's revê em alta perspectiva da notação da dívida pública de Portugal
Venda de medicamentos genéricos subiu 37,6% nos Açores em 2012
Libertados os dois portugueses que ainda estavam sequestrados em Moçambique
Passos Coelho reúne na próxima semana com parceiros sociais

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

António José Seguro considera que proposta de Orçamento do Governo "não é reformável"
Ricciardi: "Sucessão na liderança do Grupo Espírito Santo realizar-se-á pela vontade colectiva dos accionistas"
Rompuy elogia Portugal e Espanha e pede reformas também ao Norte da Europa
Guterres escolheria Sócrates se tivesse indicado um sucessor para primeiro-ministro em 2001
Ministra Finanças: "Esforço exigido na proposta de Orçamento 2014 é o adequado"
Nuno Crato diz que "há muito a melhorar" nas escolas portuguesas
Silva Peneda: Passos Coelho tem reunião "inédita" na próxima semana com parceiros sociais

Capa do A Bola A Bola

Carlos Pereira orienta equipa na Taça
Anthony Seric é reforço
Cátia Morgado rende Rita Palma
João de Deus custa um milhão
Ataque suspira por golos
«Messi não nos interessa», diz proprietário do PSG
Dragões reagem a arquivamento do processo por alegada agressão a Nuno Lobo

Capa do Record Record

Tiago Silva sofre pancada no crânio
Man. United espiou na Luz
Rui Costa apadrinha Marítimo
Quintero tem duas semanas
Marcelo Boeck foi conselheiro de Carlos Mané
Cruzeiro recebe Grémio e pode festejar título
Sérgio Conceição: «Como se fosse grande»

Capa do O Jogo O Jogo

O resumo do Benfica-Sporting
Nuno Gomes felicita Luisão e Rúben Amorim
Javi García vibra com vitória do Benfica
Rúben Amorim tem lesão no joelho
Castro marca na vitória do Kasimpasa
O golo da vitoria do Benfica
Rayo derrota Celta em Vigo e foge ao último lugar