Translator

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Quinta-feira, 14 de Novembro de 2013.


Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Sargentos perdem 200 euros por mês
Mariza regressa ao Carnegie Hall
Morreu John Tavener
Tiroteio em Pittsburgh faz 3 feridos
Espera cirurgia a perna partida
Colisão entre camião e carroça faz três feridos graves em Borba
Vai poder usar o smartphone em voos europeus

Capa do Público Público

Justiça brasileira decide por prisão imediata dos réus do mensalão
Mayor de Toronto admite compra de drogas ilegais e rejeita demissão do cargo
Tempos de dança em Viseu
A França obcecada com os árabes
Últimos dias da competição no Lisbon & Estoril Festival
As duas pedras no sapato do FMI
Justiça francesa investiga semanário de extrema-direita que insultou ministra

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Homem que agrediu outro com catana está em liberdade
Temperaturas caem oito graus nos próximos dias
Saiba qual a chave do Totoloto sorteada hoje
Mais de 200 vítimas de violência doméstica com alarme
Sequestrador português ouvido em tribunal amanhã
Cúmplices da construção vendiam explosivos a gangue
Comerciantes têm perdas de 444 milhões devido a roubos

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Perdas dos comerciantes com furtos aumentam 19%
30% dos portugueses em risco de diabetes
Esgoto revela uma dose de cocaína por 50 pessoas
Desempregado viaja sem bilhete e convida população a imitá-lo
Criança de cinco anos fez meia maratona em menos de 2.30 horas
Confira a chave vencedora do totoloto
Passos Coelho presente em lançamento de biografia de António Guterres

Capa do i i

PCP propõe aumento mínimo de 25 euros nas pensões e mais 17 medidas
Espaço comercial das Twin Towers, em Lisboa, será reabilitado em breve
FMI. Troika estava contra o perdão fiscal
Conheça as cidades com mais trânsito
IGCP marca último leilão do ano para dia 20 de Novembro
Teixeira da Cruz. Greve dos magistrados do Ministério Público é um direito
FMI. Será “extremamente difícil” aplicar medidas alternativas em caso de chumbo do Constitucional

Capa do Diário Económico Diário Económico

FMI aperta Passos e Portas
Um Estado assim-assim
A expectativa do salário mínimo
Pós-troika exige mais 3,4 mil milhões de euros de austeridade
FMI quer facilitar baixa salarial
“O dr. Rui Machete não está longe da verdade”
Mercado aposta numa queda de mais de 30% do Twitter

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Alberto João Jardim: País não pode entrar num segundo plano de resgate
E o emprego?
Nobre povo, nação valente!
Mediocridade
O problema do JPMorgan em grande escala
Um ensino superior competitivo e de qualidade: sim, mas como?
[536.] Continente, Lidl, Intermarché: "Outra vez Natal"

Capa do Oje Oje

Reforma energética afeta lucro da E.On
Lucro da Maersk recua até setembro
Nissan abre 3.ª fábrica e reforça posição no México
Enel fecha venda na Arctic Russia à Rosneft
Nuno Sequeira: “Temos fortes objetivos de nos tornarmos no maior player ibérico”
Apple sob investigação em Itália por fuga ao fisco
Perspetiva do rating da REN sobe para estável

Capa do Destak Destak

França e Japão planeiam conversações regulares sobre diplomacia e defesa
Austrália arrisca sofrer 'shutdown' idêntico ao dos EUA -- chefe do Tesouro
Nicolás Maduro pede perdão aos venezuelanos por demorar a 'atacar' especuladores
Austrália aumenta ajuda humanitária às Filipinas para 20,8 ME
EUA alertam que a corrupção ameaça as democracias da Europa de leste
ONU alerta que ajuda tem de chegar mais rapidamente às vítimas nas Filipinas
"Silver Car Crash" de Andy Warhol vendido por valor recorde de 78,3 ME

Capa do A Bola A Bola

Valência ataca Sami em janeiro
Ghilas contesta indisciplina na seleção
A primeira de três finais
Anderson contratado ao Leixões
Nápoles avança com contactos por Matic
José Dinis com futuro em aberto
Robin Givens, a mulher que traiu Mike Tyson com... Brad Pitt (com fotos)

Capa do Record Record

Tomané ou Russi atacam o Leixões
Söderström: «Ronaldo faz mais falta que Ibrahimovic na fase final»
Coxa traiu Nabil Ghilas na Argélia
Seric: «Vou ajudar a equipa a ficar na 1.ª Liga»
Mourinho em Bruxelas de olhar atento a Falcão
Costa: «Faltam mais opções com valor nos flancos»
Fejsa pronto para o Braga

Capa do O Jogo O Jogo

Reclamação com imagens de vídeo
Armstrong: redução da pena... só mais tarde
México de Herrera mais perto do Mundial'2014
Chave do sorteio do Totoloto Nº 091/2013
Benfica empata em Turquel, FC Porto vence nos Carvalhos
Bayern com negócios recorde de 432,8 milhões
FC Porto passa no Restelo

BRASILINO GODINHO


Google: Brasilino Godinho
Facebook: Brasilino Godinho

Prezadas senhoras,
caros senhores,
Anexo um breve apontamento sobre a nova entrevista do reputado professor de Economia, Paul De Grauwe, dada ao Diário Económico e publicada ontem.
Se me é permitida a recomendação: leiam as duas entrevistas que venho assinalando, Meditem sobre os respectivos conteúdos!
Os portugueses devem tomar consciência da gravidade da situação e da tragédia que dia-a-dia se avoluma.
Atentamente e com saudações cordiais.


Até o Mário Soares já me dá razão...



O texto abaixo não é nosso mas de um leitor, assíduo, deste blogue.

.
Há anos e anos que eu ando a dizer que vamos rumo a uma nova guerra na Europa, guerra essa que assumirá traços étnico-religiosos e que muito provávelmente ditará o fim das pequenas nações da Europa como Portugal, a Bélgica, a Irlanda, etc...

A União Europeia irá implodir num banho de sangue como foi a implosão da Jugoslávia, só que desta vez vai ser o caos a nível continental e será 10, 20, 30, talvez até 100 vezes pior...

Só que o porco do Mário Soares devia de estar bem caladinho, porque ele foi um dos princípais reponsáveis pela descolonização que arrumou Portugal de uma vez por todas. Os portugueses não queriam ir à guerra em 1974, pois tinham medo de uns turras que andavam lá no mato. Pois bem, agora serão os seus filhos, netos e bisnetos que terão de enfrentar o terror do que aí vem no futuro e que será muito, muito pior do que a Guerra do Ultramar...

Um dos meus antepassados, um Capitão do Exército que lutou contra os alemães em África durante a Primeira Guerra Mundial, deixou uma espada militar que eu zelosamente guardo e preservo. Hoje, com a Alemanha a levar-nos tudo, talvez até um dia Bruxelas decrete que eu seja obrigado a dar aos alemães em tributo a minha espada como "recompensação histórica" pelos "danos sofridos durante a Primeira Guerra Mundial"...Duvidam disto? Lá chegaremos, é só esperar...

http://www.tvi24.iol.pt/503/politica/soares-presidente-europa-portugal-governo-tvi24/1509406-4072.html

Lucidez


 
Uma idosa ia na rua, caiu e deu com o rabo no chão.
O António José Seguro viu e apressou-se a ajudar a levantar a idosa e ajudou-a também a atravessar a rua.
Uma vez do outro lado ele pergunta:
- Então? reconheceu-me? Sou o futuro primeiro ministro António José Seguro, do PS e espero que nas próximas eleições vote em mim!
Diz a senhora, com um sorriso matreiro:
Sabe sr. Dr., eu bati com o cu no chão, não foi com a cabeça!!!

 
 
 
TOMA, EMBRULHA, E NÃO DIGAS QUE VAIS DAQUI !!!

"O GAMBÁ"



gamba2
gamba1

"A LUTA DOS TRABALHADORES CONSULARES"





"OS DELÍRIOS DO PIRES"


Pires de Lima – Fascismo económico



Estamos a atingir um nível de abjecção política e humana a que só posso dar um nome: fascismo económico. A bota cardada da finança que mantém aberta, à força, a porta por onde há-de passar, a seguir (se nada for feito urgentemente) o fascismo político puro e duro.
Vem este desabafo a propósito da nova “ideia” do homem dos sumos e das cervejas, hoje de serviço no governo de Passos e Portas. Diz Pires de Lima que quer o “empreendedorismo” como disciplina de ensino obrigatório nas escolas. Quer que os estudantes vão estudar... para “empresários”.
Fantástico! No mundo ideal deste fanático do CDS, inscrevem-se os herdeiros num qualquer colégio finaço, pago com o dinheiro de verbas roubadas à Escola Pública e, para além de umas pinceladas de umas línguas, noções de etiqueta à mesa e aulas de condução de automóveis particularmente potentes, ensina-se-lhes, de uma forma científica, a melhor forma de fundar e gerir as empresas onde hão-de, estudos terminados, explorar os milhares e milhares de seres humanos que não tiveram o privilégio de nascer no seio de famílias ricas ou “nobres”, ou quase “nobres” de tão ricas... e que se ficaram pelas escolas dos pobres.
Ah... não sei se já tinha dito... mas acho mesmo que isto é uma forma de fascismo disfarçado de…
Fascismo económico!

Há 30 anos o que João Figueiredo falou sobre a Copa no Brasil


No comments :