Translator

terça-feira, 26 de novembro de 2013

RAPIDINHA


E assim a lourinha transmitiu o OE aprovado. Para a lourinha tudo lhe dá certo...
Logo surgiram da bancada, onde se sentava o povoléu, os protestos. A lourinha mandou sair os protestantes e todos deram o fora calmamente...
A "mafiosa" do raio que a parta lê a sentença da condenação dos portugueses à fome.
Aqui está (ao cimo) a quadrilha de malfeitores que nos governa. O nariz do "bardamerda" Portas só cresce, cresce... A figura do gajo está a ficar horrível....

ESTA MERDA TEM QUE ACABAR!!!...




LIXO PORTUGUÊS, RECLICADO, EM BRUXELAS... E ESTA!



Durão Barroso nomeia Vítor Gaspar como conselheiro da UE


Ex-ministro das Finanças vai presidir ao Grupo de Alto Nível para a Tributação da Economia Digital, um cargo não remunerado.

Enric Vives-Rubio

Vítor Gaspar foi nomeado por Durão Barroso para a presidência do Grupo de Alto Nível para a Tributação da Economia Digital, segundo revela o semanário Expresso, neste sábado. Trata-se de um cargo não remunerado, acrescenta o semanário.

.
O grupo, cuja constituição está a ser finalizada, terá a missão de apoiar a Comissão Europeia, presidida por Durão Barroso, no desenvolvimento de uma política fiscal para aquele sector.
.
A nomeação foi confirmada pelo próprio ex-ministro das Finanças de Portugal, que se demitiu a 1 de Julho deste ano, queixando-se da falta de coesão do Governo e reconhecendo que o falhanço nas metas orçamentais “minou” a sua confiança enquanto número dois do executivo de Passos Coelho.
.
Para Vítor Gaspar, esta nomeação é um regresso à missao de aconselhar a Comissão Europeia, tarefa que exerceu a tempo inteiro, entre Fevereiro de 2008 e Março de 2011, quando integrou o Bureau of European Policiy Advisors, recorda o Expresso. "Em toda a minha carreira profissional estive sempre ligado a assuntos europeus", declara o ex-governante, ao mesmo jornal.
.
Outro antigo membro governamental, desta vez do executivo de José Sócrates (PS), foi nomeado nesta semana por Durão Barroso para funções semelhantes de aconselhamento. 
.
Trata-se de Maria Manuel Leitão Marques, antiga secretária de Estado da Modernização Administrativa, que coordenou o programa Simplex. Foi indigitada para o Grupo de Alto Nível para a Redução do Peso Administrativo, cargo igualmente não remunerado, acrescenta o semanário.
No passado recente, Durão Barroso já tinha nomeado o economista Vítor Bento e o ex-líder da UGT, João Proença, para cargos de conselheiros.

A Frase


Não sei o que disse o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, ao diretor nacional da PSP por causa do que se passou, levando à demissão de Paulo Valente Gomes. Mas nem quero imaginar o que ele teria de dizer se ocorresse uma batalha campal. Nesse caso Paulo Valente Gomes não só era demitido como teria de responder em tribunal. Era isso que queriam?
26 Nov, 2013 Pedro Tadeu, Diário de Notícias

À MARGEM: Vi a cara e ouvi a “merda das palavras” deste ´palermoide´ num directo a responder às perguntas da Fátima Campos Ferreira. Não disse uma para a caixa... O nome da Fátima, durante a curta troca de perguntas e respostas, foi pronunciado pelo “palermoide” umas dezenas de vezes. O estúpido, cobardola, não teve a coragem de estar presente no programa “Prós e Contras” e debater, juntamente, com os presentes o problema das forças de ordem subirem as escadas da AR. Haveria que constituir um bode expiatório num caso onde não houve “chanfalhada” entre polícias e manifestantes polícias... Quem deveria lá estar supervisionar os polícias era o Miguel Macedo e levar umas “lambadas” no costelado que só se perderia alguma que não lhe acertasse no lombo. 
José Martins 
P.S. A grafia é da responsabilidade deste blogue.

DURA LEX SED LEX - AGUENTAR E PIO CALADO.


Parte dos meritíssimos juizes assim o entenderem. Temos sido um país com "bardamerdas" em sucessivos governos e este  que agora dirige os destinos de um Portugal nas lonas, logo de início, para impressionar o "pagode" que lhes é afeto, eliminou feriados que outros, anteriores governos, respeitaram. São gente, oportunista, habilidosa que não vale a ponta de um "chavelho". Uns autênticos "bandalhos" apoiados por um palhaço de circo que tem vivido à nossa conta há décadas.


Carlos Santos Neves, RTP
Por sete votos contra seis, o Tribunal Constitucional avalizou o alargamento do horário de trabalho na Função Pública para 40 horas semanais, uma decisão que surpreendeu as organizações sindicais. A “estupefação” perante o acórdão publicado na última noite é partilhada pela Frente Comum, pelo STE e pela Fesap, que continuam a questionar a constitucionalidade de uma efetiva “redução remuneratória”. Entre a oposição, as reações vão do sublinhado socialista da “divisão” entre os juízes do Palácio Ratton à promessa comunista de uma iniciativa, no Parlamento, para repor as 35 horas.