Translator

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

"A VIRGEM DA PUREZA DESENFARDA-SE...."


"Fixem-se bem na criatura quando bajula acerca das investidas, acusatórias, que lhe vão sendo feitas... Os olhos faiscam-lhe e neles se observa que a criatura apenas está ali para defender o tacho... Uma gaja que não vale e presta para nada! A cópia, tirada a papel químico, do Pedro, Portas Bardamerda e o resto da "cambada" que em vez de governar os portugueses estão a levá-los para a pobreza. Cambada, lacaia, da União Europeia (a fábrica de fazer pobres) e da Merkel, etc.etc. "
Clique na imagem para o resto da peça

AGUIAR BRANCO:"....NÂO PASSA DE UMA POUCA DE MERDA!"

Estaleiros de Viana do Castelo – Mais um crime!



O senhor Aguiar Branco, figurinha que parece recortada de uma brochura da “Remax”, faz, por estes dias, de ministro da Defesa. É uma fraude! Não passa de um aldrabão!
O senhor Aguiar Branco, enquanto ministro não defende nada do que deveria defender. Enquanto putativo defensor dos interesses do país, não passa de uma pouca de merda! Capitula, todos os dias, perante interesses estrangeiros em desfavor dos nacionais. Perante interesses privados em desfavor dos públicos. Defende... mas apenas os crimes contra os trabalhadores e o país!
.
Clique a seguir para o resto

UNIÃO EUROPEIA: "UMA MÁQUINA DE FAZER POBRES"

A Frase

Se olharmos para a Exortação como europeus e portugueses, é impossível não perceber o contraste entre uma União Europeia que se transformou numa máquina de fazer pobres, ou Portugal, onde o Estado confunde reforma com eutanásia, e o apelo papal à justiça social e ao reforço do papel do Estado na sua defesa do "bem comum". (...) Desta vez, quem chegou ao Trono de São Pedro não é apenas um funcionário diligente ou um teólogo erudito. Há um cristão completo à frente do Vaticano. De doutrina e ação. E isso faz toda a diferença.
Viriato Soromenho-Marques, DN

O BAIXINHO QUE PRECISA DE LEVAR COM UM CANHÃO PELO CU

Paulo Alexandre Amaral, RTP
É um ministro sob uma barragem de críticas aquele que esta quinta-feira se reúne com a Comissão de Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo. José Pedro Aguiar-Branco recebe em Lisboa uma delegação da CT depois de concluído o processo que entrega a empresa à Martifer, um negócio que os funcionários classificam de duvidoso - “uma negociata” – e que já levou o presidente da Câmara de Viana a reagir contra a tutela. Apontando “gestão danosa dos dinheiros públicos” e “incompetência” no desenvolvimento deste dossier, José Maria Costa enfrenta o ministro da Defesa e coloca à disposição os meios da autarquia para que se conteste a subconcessão.


A VOZ DO BARDAMERDA