Translator

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Arrogância dos Deputados



ARROGÂNCIA  é comparar a Reforma de um Deputado com a de uma Viúva.
 
ARROGÂNCIA  é um Cidadão ter que descontar 35 anos para receber Reforma e aos Deputados bastarem somente 3 ou 6 anos conforme o caso e que aos membros do Governo para cobrar a Pensão Máxima só precisam do Juramento de Posse.
 
ARROGÂNCIA é  os Deputados serem os únicos Trabalhadores (???) deste País que estão Isentos de 1/3 do seu salário em IRS.
 
ARROGÂNCIA é pôr na Administração milhares de Assessores (leia-se Amigalhaços) com Salários que desejariam os Técnicos Mais Qualificados.
 
ARROGÂNCIA  é a enorme quantidade de Dinheiro destinado a apoiar os Partidos, aprovados pelos mesmos Políticos que vivem deles.

ARROGÂNCIA  é que a um Político não se exija a mínima prova de Capacidade para exercer o Cargo (e não falamos em Intelectual ou Cultural).
 
ARROGÂNCIA é o custo que representa para os Contribuintes a sua Comida, Carros Oficiais, Motoristas, Viagens ( sempre em 1ª  Classe), Cartões de Crédito.
 
ARROGÂNCIA  é que Suas Exas., tenham quase 5 meses de Férias ao Ano (48 dias no Natal, uns 17 na Semana Santa mesmo que muitos se declarem não religiosos, e uns 82 dias no Verão).
 
ARROGÂNCIA  é Suas Exas., quando cessam um Cargo, manterem 80% do Salário durante 18 meses.
 
ARROGÂNCIA  é que ex-Ministros, ex-Secretários de Estado e Altos Cargos da Política quando cessam são os únicos Cidadãos deste País que podem legalmente acumular 2 Salários do Erário Público.
 
ARROGÂNCIA  é que se utilizem os Meios de Comunicação Social para transmitir à Sociedade que os Funcionários só representam encargos para os Bolsos dos Contribuintes.
 
ARROGÂNCIA  é ter Residência em Lisboa e Cobrar Ajudas de Custo pela deslocação à Capital porque dizem viver em outra Cidade.
Esta deveria ser uma dessas correntes que não deveriam romper-se pois só nós podemos remediar TUDO ISTO.
 
E AGORA VÃO LÁ VOTAR NELES, VÃO, SEUS      I.......!

Sem comentários:

Enviar um comentário