Translator

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

"OBRA DA LAURINDINHA BORRADA E ARDIDA"


Gaspar atribui saída do Governo a guerra política travada com Portas


Gaspar atribui saída do Governo a guerra política travada com Portas
legenda da imagem 
“A saída de Paulo Portas e o impacto que teve nos mercados mostra a força e a relevância da política”, afirma Vítor Gaspar no novo livro de Maria João Avillez
Hugo Correia, Reuters
.

É a evocar “uma guerra de políticas” travada com Paulo Portas no seio da coligação que Vítor Gaspar justifica agora o seu abandono da pasta das Finanças. Um bater de porta que o ex-ministro diz ter sido “profissionalmente” preparado, pelo que o “impacto foi muito pequeno nos mercados”. Ao contrário da posterior demissão do líder do CDS-PP, cujo “impacto que teve nos mercados mostra a força e a relevância da política”. Esta e outras leituras do trilho para a crise de 2012 constam da longa entrevista que compõe o livro Vítor Gaspar, de Maria João Avillez.

Sem comentários:

Enviar um comentário