Translator

quarta-feira, 5 de março de 2014

ASQUEROSO EXECRÁVEL



Passos afasta hipótese de salários e pensões voltarem aos níveis de 2011


Passos Coelho voltou a dizer que os salários e pensões têm de ser cortados de forma permanente.

No debate quinzenal no parlamento, o primeiro-ministro afastou a hipótese de voltar aos níveis que os salários e as pensões tinham em 2011.

Ouviram-se protestos nas galerias com três cidadãos a serem retirados pela polícia.

Sem comentários:

Enviar um comentário