Translator

segunda-feira, 14 de abril de 2014

"O BURRO DO DIA"



    
Paulo Portas

O famoso projecto de reforma do Estado que Portas elaborou não passa de um farrapo intelectual que ninguém levou a sério. Mas como coordenador da área económica e em véspera de eleições Portas tem de dar a cara, até porque até agora nem se ouviu uma palavra do Lambretas sobre as pensões.
.
Sem forma de explicar o seu silêncio desde a última avaliação da troika, Paulo Portas acha que pode iludir os portugueses sugerindo que os cortes dos salários e das pensões são uma reforma do Estado que ele coloca em discussão e não algo que esteve desde sempre nos planos de Passos Coelho.
.
Em todo este espectáculo só se lamenta que os partidos da oposição tenham aceite entrar neste espectáculo manhoso.
.
«O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, começa a receber, a partir das 9h15, os partidos políticos para discutir a Reforma do Estado.
.
Fonte do gabinete do ministro explicou à Lusa que os encontros, que arrancam com o PS, terão lugar na sala do Governo na Assembleia da República. Seguem-se PCP, BE, CDS e PSD. Os Verdes só serão recebidos amanhã.
.
O Guião da Reforma do Estado foi apresentado a 30 de Outubro de 2013 por Paulo Portas, que, na ocasião, disse querer discutir esse documento orientador com os partidos e os parceiros sociais.
.
"É um documento que tem quatro capítulos, cerca de 110 páginas úteis", declarou então Paulo Portas, que deixou a garantia de que se tratava de uma "proposta aberta" e que carecia de "consensualização".Só depois de um "diálogo", com partidos e parceiros sociais, que se poderá traduzir em alterações ao documento, é que este voltará a Conselho de Ministros, prometeu o vice primeiro-ministro.» [DE]

Sem comentários:

Enviar um comentário