Translator

sexta-feira, 21 de março de 2014

"OS GRANDES FILHOS DA MÃE!"


CHUPISTA MAMÃO!!!!


Há quase 3 anos, ouvi e vi (na TV), UM ENORME MENTIROSO EM CAMPANHA ELEITORAL, bolsar que os Responsáveis pela Má Gestão dos Dinheiros Públicos seriam Processados Civil e Criminalmente. 
Hoje seria natural atribuir tais memórias à minha avançada idade, até por achar que NINGUÉM MÌNIMAMENTE HONESTO PROMETERIA O QUE JÁ ENTÃO NÃO PENSAVA CUMPRIR. Pois, mas Prometeu, Mentiu, Não Cumpriu, e casos houve EM QUE FEZ EXACTAMENTE O CONTRÁRIO DO QUE PROMETEU MAS, RESULTOU! O OBJECTIVO QUE ERA ANGARIAR VOTOS FOI ALCANÇADO! GANHOU AS ELEIÇÕES E NÃO SÓ NÃO CUMPRIU COMO FEZ IGUAL, QUANDO NÃO PIOR, DO QUE JÁ ESTAVA! 
O"Inconseguimento Frustracional"  (Neologismos Portugueses inventados por uma Adiantada Mental cheia de "Pòzinhos que Fazem Rir", vulgo GANZADA) e o Arrependimento que ainda hoje sinto por ter "ido na conversa" de um delinquentezeco de MUITO MÁ QUALIDADE que só Envergonha o meu País, Votado nele e assistido a toda a Destruição que tem transformado Portugal e muitos Portugueses em Situação de DESASTRE NACIONAL, INADMISSÌVEL NUM GOVERNANTE QUE, NÃO SENDO O ÚNICO FOI E É O QUE MAIS ATRAIÇOOU E ATRAIÇOA PORTUGAL E OS PORTUGUESES (DE 2ª, porque os de 1ª estão muito bem, recomendam-se, e não estou a contar com os que ainda enriqueceram mais à conta da Crise). 
Nunca pensei chegar a este ponto mas, sem querer influenciar seja quem for, permito-me exprimir a opinião de que neste Momento o Dever Cívico me manda Aderir ao Partido Abstencionista sob pena de dar o meu Aval a quem me vier Roubar a Seguir.

CHUPISTA MAMÃO
NABABO XV

Segundo o CORREIO DA MANHÃ, de Domingo, dia 08.03.2014, os governos do PS, de 2008 a 2012, deram à "fundação mário soares" (mamona), €3,4 milhões de euros... e já, dentro da CRISE, que estamos todos a pagar, o "benemérito" sócrates ofereceu a mário soares (mamão)  600 mil euros
!!!!...

É tudo isto que estamos a pagar e, por estas e outras, roubam-nos os subsídios de férias e de natal, para além de nos colocarem às costas
mais IRS e ainda a CES!......


Foi esta a "nossa má gestão", por isso, "CULPADOS"..., pagamos com o pão nosso de todos os dias!...

Há muita boa gente, que por uma questão de clubismo, não quer ver nem responsabilizar estas administrações Socialistas (e artes dos Comunistas) que Desgraçaram e Destruíram um País com quase 900 anos de história..., no que têm sido muito bem copiados pelos Sociais Democratas (???) e Democratas Cristãos (????????). Pobre Portugal que tais Filhos (da p...) tem que aturar.



2 anexos. Dois videos. Clique no pequeno quadrado vermelo e branco para os ver

Um vídeo excepcional


O bicho homem

UMA VERDADE QUE INCOMODA, E MUITO.
Clique a seguir

O MUNDO DE MERDA ONDE ESTAMOS INSERIDOS


Bem nos bastavam as lixadelas dos políticos quando mais, agora, as câmaras ocultas....
Cuidado com as câmeras ocultas!
Atenção,
Além dos governantes e, em especial do fisco, há muitos malandros a tentar roubar tudo o que você possui.
Acautele-se.
Repassando...
Alerta de Segurança
Alguns estabelecimentos comerciais, inclusive supermercados da área, instalaram câmaras de alta resolução no teto de suas lojas, LOGO ACIMA DOS CAIXAS, como parte de seu sistema de segurança. Por tal razão, recomendamos aos usuários que pagam suas contas com cartão de crédito ou débito, que adquiram o hábito de colocar uma das mãos sobre o teclado enquanto digitam suas senhas, a fim de  obstruir a filmagem e conservarem sua privacidade com proteção. 
Lembre-se: O sistema é operado por funcionários comuns que podem se beneficiar de seus dados!

"UCRANIANOS CARNE PARA CANHÃO....

... é isso mesmo. A União Europeia está a irritar a Rússia e os pobres dos ucranianos vão pagar as favas!!!... Para já, uma parcela, foi à vida, a Crimeia. O que vai a seguir não se sabe. Lá diz o ditado: "quem se lixa é o mexilhão"
O rapazola na imagem acima foi longe na vida.....Por pouca sorte nossa... Nasceu em Portugal!

"OS NEGÓCIOS DA LAURINDINHA BORRADA"


Armou-se a Laurindinha Borrada em o novo Jorge Álvares, o primeiro português a pisar a terra China no principio do século XVI. A Borrada delirou porque da China e de outros países por onde andou chegariam a Lisboa milhões de euros à bardalheira. Pouco importaria à Laurindinha Borrada se o "cacau" foi ganho dentro de honestos meios ou em vigarices. O primeiro resultado está aí e fresquinho de ontem...

Jovens empresários distinguem Sereno

Do jornal "Ponto Final"
Janeiro 6, 2014


O cônsul-geral de Portugal em Macau, Vítor Sereno, foi considerado Personalidade Luso-Chinesa 2013 pela forma “inovadora” com que conseguiu “excelentes” resultados na captação de investimento.
A Associação de Jovens Empresários Portugal-China (AJEPC) distinguiu com o “Prémio Personalidade Luso-Chinesa 2013” o cônsul-geral de Portugal em Macau, um galardão que distingue a “inovação” da postura diplomática com resultados visíveis na captação de investimento.
Em declarações à agência Lusa quando foi anunciado o prémio, Bernardo Mendia, dirigente da AJEPC explicou que o prémio foi criado para “distinguir uma personalidade” que a associação entenda ter sido “importante nas relações entre Portugal e a China” e que a escolha de Vítor Sereno é justificada pela sua postura e dinamismo.
“Em funções desde Março deste ano, [o cônsul Vítor Sereno] desenvolveu, de forma inovadora, uma postura de diplomacia económica que permite, por exemplo ter excelentes resultados no âmbito da captação de investimento para Portugal através dos ‘vistos gold’”, disse na ocasião Bernardo Mendia.
Já Vítor Sereno disse à agência Lusa sentir-se “sempre honrado e satisfeito” quando o seu trabalho é reconhecido e “muito mais quando são as associações empresariais ou as empresas que se mostram satisfeitas pelo que está a ser feito”.
“Mas isto não é um trabalho do cônsul-geral, é um trabalho de uma equipa, de uma equipa multidisciplinar que envolve também a componente cultural com o Instituto Português do Oriente, e económica com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, a AIECEP”, disse.
Vítor Sereno salientou que “ninguém pode promover Portugal no exterior sozinho, mas cada um pode, na sua área de intervenção, contribuir com alguma coisa para que no final o todo seja um elemento de diferença”.
Natural de Coimbra, Vítor Sereno é licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra e diplomata desde 1997 tendo exercido, antes de chegar em Março a Macau como cônsul-geral, em postos como Guiné-Bissau, Argentina, Alemanha e Holanda.
Ao longo da sua carreira foi ainda chefe de gabinete do Ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, António Braga, e do Secretário-Geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Embaixador Vasco Valente.
A AJEPC “é uma associação sem fins lucrativos que nasceu da congregação de esforços de um conjunto de empresários portugueses com interesse em fortalecer a sua posição no mercado chinês” e que “apostam na aproximação, desenvolvimento e investimento nos dois mercados, Portugal e China, utilizando Macau como plataforma de ligação e fortalecimento da cooperação económica e comercial entre os dois países”.A revista Macau embandeirou em arco os Vistos Gold e projecto da Laurindinha Borrada

Os delírios, recentes, publicados pela RTP a seguir e clicar para os ler.

Chineses receberam 80% dos vistos Gold portugueses

Portugal já concedeu mais de 500 vistos Gold. Cerca de 80% foram atribuídos a chineses. No entanto, ...
02 Fev 2014

Vistos "gold" cada vez mais cobiçados

Os chamados vistos "gold" são cada vez mais cobiçados pelos investidores estrangeiros.
27 Jan 2014

Não votem em corruptos, pensem!


Não votem, pensem.



Posted: 09 Mar 2014 12:52 PM PDT

POLÍTICOS SÃO ALÉRGICOS A IMPOSTOS MAS MUITO RECEPTIVOS A SUBSÍDIOS, MARINHO PINTO EXPLICA 

Porque andarão sempre umas abelhinhas a insultar os que querem mudar as coisas, pela abstenção?

Os que acreditam que isto só melhora se reinventarmos o sistema, porque o actual já deu provas que não funciona, pelo menos para as maiorias.

Urge recomeçar do zero.
Mas há quem não desista de manter o erro.
Porque será que há por aí uns indivíduos persistentes, que querem a todo o custo, que votem em alguém?? Não se pode perder o hábito? Votar nem que seja em neo-nazis?

São certamente políticos, boys ou amigos de políticos a defenderem com unhas e dentes, o regime podre e corrupto que os sustenta. A defenderem os seus tachos, os seus subsídios aos seus partidos, subsídios aos votos, defender o poder de influenciar empresas, defenderem a sua liberdade de usar e abusar o dinheiro e o poder público, etc etc, é isso que eles defendem.

A liberdade que eles exigem para si, sufoca e escraviza o povo... e o povo aplaude?
Senão vejam... 

A razão do medo dos partidos políticos perante a abstenção. Segundo o artigo 10.º, n.º 1 da Constituição da República Portuguesa "o povo exerce o poder político através do sufrágio universal", "concorrendo os partidos políticos para a expressão da vontade popular".

E, ainda segundo o artigo 2.º da Constituição, "a República Portuguesa é baseada na soberania popular, no pluralismo de expressão e organização política democráticas."

Finalmente, segundo o artigo 3.º, n.º 1, "a soberania reside no povo, que a exerce segundo as formas previstas na Constituição e, segundo o n.º 2, "o Estado subordina-se à Constituição e funda-se na legalidade democrática".

A atitude deliberada de não votar, ou seja a massiva abstenção eleitoral, pode ser, e é neste momento, de grande parte do povo português, uma opção e uma tomada de posição políticas que tem uma mensagem, fins e objectivos bem delineados e concretos.

A opção de 47,4% de portugueses, de não participarem nas últimas eleições autárquicas, foi claramente uma opção deliberada, considerando este mesmo povo que as eleições mais não são do que uma farsa, que estão viciadas à partida e não permitem que os melhores candidatos e programas de governo se apresentem ao escrutínios e aos eleitores, que os partidos e o Estado não o representam e não merecem mais a sua confiança.

Ora, a partir do momento em que mais de metade dos portugueses optem por não votar, expressando os portugueses a opção de que o atual regime politicamente não mais o representa e assim tomando opção de recusa de delegação da soberania nos partidos políticos, tem de se concluir, inequivocamente, que o regime político-constitucional perdeu toda e qualquer legitimidade para representar este mesmo povo.
E este é que é o grande temor dos partidos políticos:  optando maioritariamente o povo português pela abstenção, portanto não participando nas eleições mais de metade dos eleitores e assim não sendo delegada a sua soberania política aos partidos, estes mesmos partidos, à luz da própria Constituição da República Portuguesa, passam a estar a desligitimados para exercerem o poder em nome do povo e não mais o representam.

E a partir deste momento, todo e qualquer poder político para além de ser ilegítimo, portanto não representando o povo, mais não é do que uma usurpação da soberania popular.

A abstenção é, soberanamente, um voto negativo do povo nos partidos que tem efeitos e consequências. fonte

Se lermos as propostas e os folhetins dos ideais de cada partido, ficamos comovidos com os seus ideais... mas rapidamente percebemos que nada do que lá está é cumprido ou sequer tentado. Falam muito de liberdade, de democracia, de igualdade, de esperança, trabalho, direitos, de justiça, de lutar contra a pobreza, bla bla bla...

No entanto, enquanto a constituição permitir que a politica seja uma farsa, uma mentira impune e irresponsável, é difícil haver democracia, ninguém cumpre o prometido, pois é mais lucrativo servir os ricos. A constituição protege-os e dá-lhes a capacidade de fazer o que querem, impunemente.

Por outro lado e, enquanto a constituição continuar como está, a retirar o poder ao povo de se defender de mentirosos e ladrões, de os demitir, de os prender, de os responsabilizar, de os obrigar a cumprir, qualquer partido continuará livre de prosseguir o continuo saque a Portugal.

O povo tornou-se impotente, pois as ferramentas democráticas que poderia usar, o referendo, as petições e as manifestações para fazer justiça e para fazer valer a vontade do povo, foram inutilizadas, pois são os políticos que as validam... eles é que decidem quando o povo tem razão???

Assim, jamais teremos democracia. O voto é assim a participação na farsa e a legitimação dos farsantes e criminosos. NÃO EXISTE NENHUMA GARANTIA DE QUE QUEM, ALCANCE O POLEIRO, SEJA HONESTO, CUMPRIDOR.
"Não se esqueçam de ir votar nas próximas eleições, pois assim que votarem o vosso país irá imediatamente mudar e melhorar." (George Carlin)
Como queremos mudar se somos incapazes de parar de alimentar aquilo que queremos matar?

SE QUEREMOS EXIGIR UMA VERDADEIRA DEMOCRACIA, TEMOS QUE DEIXAR DE COLABORAR COM ESTA FALSA....

Citando Jiddu Krishnamurti,  "Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente" Votar e apoiar um regime doente, é mostrar que estamos adaptados a ele e o aceitamos...  também não parece nada saudável.

QUEREMOS MUDAR O REGIME CORRUPTO QUE NOS DESGOVERNA, MAS

Que ideia estranha a deste povo que acha que votar num regime onde os que chegam ao poleiro, possuem liberdade para fazer tudo o que querem, na maior impunidade, é uma democracia.

Pensam que votar, sem ter direito a reclamar e ser escutado, o direito a discordar, o direito de se defender de crimes gigantescos, ou o direito de participar nas decisões, o direito à justiça, é democracia!! fonte

Todos se queixam, Portugal está falido, os pobres estão cada vez mais pobres e os ricos cada vez mais ricos.

Portugal é um país empobrecido pela corrupção, afirmou a OCDE. Portugal de 2000 a 2010 foi o país do mundo que mais agravou a corrupção, diz a T.I. (Transparência Internacional) A justiça continua a libertar e a ilibar e absolver os maiores criminosos políticos da Europa. 

Todos se queixam dos impostos altos e cada vez mais altos, apesar dos degradados ou até encerrados, serviços públicos, 

Mas os portugueses insistem, vão lá, votam e aplaudem o regime que permite tudo isto?? Defendem o regime que destrói o país e os portugueses? O mesmo regime que enriquece as elites parasitas de impostos. 
  1. SAIBA PORQUE VIVEMOS NUMA DITADURA´
  2. O VOTO, UM PODER CONTRA OS ELEITORES
  3. A NULIDADE DO POVO 
  4. TRISTES SERES QUE NÃO APRENDEM.
  5. A FARSA DA POLITICA EXPLICADA POR UM POLITICO DO CDS
  6. CORRUPTO É A MELHOR PROFISSÃO EM PORTUGAL
  7. GOVERNADOS POR DITADORES INCOMPETENTES
NOTA: (Obviamente a abstenção não se aplicaria a pessoas que se candidatam, mas que há décadas dão provas de integridade, honestidade, patriotismo, verdade, verticalidade e força para enfrentar o sistema. Mas esses raramente se candidatam, porque conhecem o povo, sabem que os eleitores nutrem um carinho muito especial, pelos corruptos que arruinaram o país... uma espécie de sado-masoquismo que os faz preferir ser roubados, trabalhar para sustentar luxos de criminosos, viver na miséria e empobrecer, do que deixar de votar nos capangas que nos destroem.
Marinho Pinto é um raro exemplo de quem tenta candidatar-se a algo, confiando na sua integridade como imagem de marca. Integridade essa que apenas não lhe é reconhecia por pessoas que não sabem a verdade sobre ele, pessoas que não o compreendem, pessoas influenciadas e pouco inteligentes. Pessoas que o odeiam porque são vitimas das suas denuncias.
 
Mas a integridade e a verdade, nunca ganhou eleições... e Marinho Pinto vai perder e ser a prova disso.

Quando a integridade e a verdade ganharem eleições... poderemos ter esperança em Portugal.
Não porque a vitória de Marinho Pinto iria dar-lhe poder suficiente, para mudar o caos que tomou conta de Portugal, mas porque seria um sintoma de que os portugueses estavam a despertar e a ser um povo justo, atento, cívico e informado.)
.
Quatro videos a seguir. Clique nos pontinhos vermelho e branco. 

EXCERTO


"À porta da escola mais parece uma chaminé de fábrica. Todos os intervalos é possível encontrar uma boa parte da população estudantil a fumar... ora tabaco ora charros... (...) Se os papás soubessem o que os filhos fazem durante o dia, provavelmente não os deixariam ir às aulas... Enquanto os pais estão a trabalhar para comprar a próxima T-Shirt de marca, o menino está no café da esquina a beber umas minis e a faltar às aulas... (...) Vai-se à escola, mas não se vai às aulas. As notas descem, os pais não entendem. Começamos a ver o menino hoje com a Maria, amanhã com a Rita, depois com a Madalena, com a Mafalda...e por aí fora! Mais relações do que cuecas."

Maria, aluna, em "Diários de uma Sala de Aula" (Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2014)" 
Ler mais: http://expresso.sapo.pt/erva-fumo-e-mais-relacoes-do-que-cuecas=f861283#ixzz2wbeZ0Ut1

"É FODIDO SER VELHO!!!... "





"Os idosos não produzem e são fonte de despesa"
.
Esta sexta-feira, o site do Expresso publica o último excerto dos dois novos livros de Maria Filomena Mónica, que olham para o interior de uma sala de aula. Amanhã, há entrevista na "Atual". 
.
0:00 Sexta feira, 21 de março de 2014
.
Maria Filomena Mónica pediu a oito professoras e quatro alunas que a ajudassem a espreitar pelo buraco da fechadura para dentro de uma sala da aula. 
.
Daqui resultaram dois livros: "A Sala de Aula", análise da socióloga a partir do material que lhe foi chegando às mãos, e "Diários de Uma Sala de Aula", edição da coleção dos diários que as professoras, alunas e também uma mãe foram escrevendo. 
.
As duas obras foram lançadas ontem no Centro Cultural de Belém, pela Fundação Francisco Manuel dos Santos. Amanhã publicamos, na edição do suplemento "Atual", uma entrevista com a socióloga. Hoje, avançamos uma passagem do diário de uma das professoras.  
.

EXCERTO:

"Se, por um lado, elogiavam e enalteciam os avanços da ciência, o esforço de médicos e cientistas para prolongar com qualidade a vida humana, por outro, consideravam que, em termos económicos, isto constituía uma fatalidade. Segundo as suas palavras, os "idosos" não produzem e são fonte de despesa porque necessitam de cuidados médicos contínuos. 
.
Acrescendo o facto de se verificar um enorme desvio de verbas do orçamento geral do Estado para as suas reformas, talvez a morte fosse a melhor solução para todos aqueles que sentem que já não são úteis para a sociedade a que pertencem. Em suma, os idosos contribuíam, decisivamente, para a falência do sistema de Segurança Social. 
.
De acordo com os pontos de vista enunciados, também não parecia justo deixar viver quem já não encontrava um sentido para a sua própria existência, reconhecendo a sua perda de capacidades. A maior parte dos idosos que conheciam eram pessoas deprimidas. Porquê viver com semelhante angústia? 
.
Confessei que não esperava tanta insensibilidade. Compreendia que nesta fase das suas vidas, plena de força e de sonhos, seria difícil conceber uma existência diferente. Perguntei-lhes se, em algum momento, tinham imaginado o seu próprio futuro. Como seria a sua vida em 2072? Estariam preparados para aceitar, estoicamente, a morte?
.
"Quem pensa nisso, professora? Não se tem esses pensamentos aos 17 anos" - sentenciou o Daniel. A Maria reconheceu que talvez houvesse alguma frieza, um pouco de crueldade no tratamento da temática. Mas esta era a verdade partilhada por todos. Era do conhecimento geral que a maior parte das famílias coloca os avós num lar, onde quase nunca os vão visitar. Para quê viver assim, à espera da morte? 

.
Ela preferia não vir a conhecer essa realidade. Viver com pouca qualidade de vida não lhe parecia justo. Havia toda uma sorte de doenças motivadas por estados de demência, que nenhum ser humano merece conhecer por experiência própria. 
.
A ciência deve ajudá-los a morrer com dignidade... Meu Deus, e é a Maria uma forte candidata a Medicina. A Daniela achou que eu tinha reagido negativamente aos argumentos apresentados porque, aos 50 anos, eu também já estava muito perto de atingir os anos dourados da terceira idade." 
.
Catarina, professora, em ""Diários de Uma Sala de Aula" (Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2014)"

Relacionados





A Frase


Que o primeiro-ministro de Portugal tenha ido a Berlim confirmar o aval da chanceler alemã para a sua governação sem ter discutido com o País os cenários do pós-troika e antes da reunião do Conselho Europeu é algo que mostra bem que as democracias nacionais e as instituições comunitárias são cada vez mais adornos de circunstância nesta Europa obcecada com a trituração económica e social das suas periferias internas.
José Manuel Pureza, DN

"A LAURINDINHA BORRADA NA ARGÉLIA"

Esta ardida continua as viagens de turismo. Assuntos que podem ser tratados pelos embaixadores acreditados nos países, a "chuleca", para passear, vai a todos os cantos já descobertos. Primeiro foi a Venezuela agora a Argélia.... Não faltarão, argelinos, a juntar aos que por lá já andam a vender bugigangas por todo o Portugal. Pobre país governado por vice-PM, paneleiro e pulha.
Hoje na Argélia, amanhã não se sabe aonde a estoirar dinheiros públicos....
Leva, para se promover, uma jornalista....